História Meu gatinho de Halloween! - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Angry98

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bts, Dia Das Bruxas, Fantasia, Halloween, Híbrido, Hopega, Hoseok, Lemon, Melhores Amigos, Pwp, Sobi, Sope, Suga, Yaoi, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 556
Palavras 4.407
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Halloween (Bem atrasado) mas saiu!

Boa leitura :3

Inspirada na fanart:

Capítulo 1 - OneShot.


Fanfic / Fanfiction Meu gatinho de Halloween! - Capítulo 1 - OneShot.

Dia 31 de outubro, Halloween, uma data que muitos jovens amam, menos Min Yoongi. Ele não gosta de festa nenhuma, menos ainda gastar dinheiro com roupas, por isso preferiu comprar a mais barata da loja para a festa obrigatória de seu colégio. Não era a melhor fantasia do mundo, mas gato preto dava pro gasto.

 

—Você vai lá pra minha casa se trocar pra gente ir junto na festa né? —  Hoseok, seu melhor amigo, perguntou.

 

—Tudo bem, eu só tenho que passar em casa pra pegar a sacola com a fantasia. — Concordou.

 

Afinal no horário da manhã eles teriam aula normal, mas a noite a escola seria aberta para os alunos de todos os períodos se divertirem com suas fantasias.

 

—Ainda não me contou, o que comprou? — Hoseok perguntou.

 

—Ahn... Melhor você ver com seus próprios olhos mais tarde. — Como explicar pra Hoseok que ele iria de gatinho sem que o mais novo risse da sua cara?

 

— Acho que é de vampiro, combina com você. — Falou.

 

E seria de vampiro, se ela não fosse duas vezes mais cara que a do gatinho.

 

— Qual será a sua fantasia? — Perguntou sem muita curiosidade. Do jeito que Hoseok era exagerado deve ter gastado muito, chutava em dizer que a fantasia era de policial.

 

—Ah você verá! — Sorriu malicioso.

 

Afinal Hoseok não se fantasiava, ele fazia um cosplay digno de ganhar a comic con de tão exagerado que era na época de halloween.

 

—Mas prometo que esse ano não será nada extravagante. — Continuou.

 

— Duvido. Da última vez você fez um cosplay completo do Levi Ackerman. — Acusou e Hoseok então riu.

 

— Com essa minha testa linda eu fiquei um tesão,  todo mundo quis tirar foto comigo — Se gabou.

 

—Aham.

 

—Se você vier de saco de lixo igual da ultima vez eu te mato. — Retrucou.

 

—Relaxa, dessa vez eu desembolsei dinheiro pra uma fantasia legalzinha... — Legalzinha nada, mas dava pro gasto.

 

— Só quero ver, bom vamos então?  A aula já acabou faz uns trinta  minutos. — Reclamou exagerando um pouco,  não havia passado nem dois minutos que o sinal havia batido.

 

— Não exagera a maioria tá na sala ainda. — Revirou os olhos terminando de guardar suas coisas na mochila.

 

Saíram do colégio e foram andando pela calçada até a casa de Yoongi que ia pegar sua fantasia.

 

—Espera aqui eu já volto. — O garoto falou se despedindo brevemente de Hoseok na calçada enquanto entrava em casa e subiu até seu quarto buscando a sacola com aquela fantasia ridícula. — Vamos? — Voltou novamente.

 

— Vamos. — Disse empolgado e não demoraram a chegar a casa de Hoseok, os pais deles não estavam ali durante a tarde.

 

— O que vamos fazer até a hora da festa? — Yoongi perguntou entrando na casa do amigo.

 

— Quero ver você com a fantasia. Bota lá pra eu ver se aprovo. — Respondeu.

 

—Promete que não vai rir de mim? — Falou inseguro.

 

—Não. — Hoseok já riu.

 

—Aish!

 

—Bota lá pra eu ver vai... — Pediu.

 

— Ok. — Concordou e foi até o banheiro.

 

Tirou a roupa que usava, inclusive os sapatos. Pegou a calça e a blusa de mangas longas pretas a vestindo onde tinha uma cauda costurada. A calça preta ajustada no corpo... Por fim prendeu as orelhas de gato em seus cabelos e estava pronto junto com a gargantilha de sininho.

 

—Então...? — Hoseok perguntou do lado de fora dando batidinhas na porta do banheiro enquanto esperava seu hyung se arrumar. — Está pronto?

 

—Estou... — O Min falou meio envergonhado, porra ficava ainda mais feia quando vestia no corpo. Com certeza seria o micão da festa.

 

— Sai ai pra eu ver... — Hoseok pediu.

 

—Ta. — Falou corajoso, Hoseok iria rir de qualquer forma afinal.

 

Abriu a porta, ficando de frente para Hoseok que quase caiu duro na chão. Nunca,  em hipótese alguma,  imaginou Yoongi vestindo roupa de gatinho,  menos ainda que ficaria tão bom. Levou um baita susto!

 

— Oh god! My heart, my heart oh my god! — Hoseok falou deslumbrado enquanto Yoongi continuava com cara de nada.

 

— E ai? — O gatinho perguntou.

 

— Você tá muito fofo, socorro. Porque comprou essa fantasia?

 

— Fofo nada. Comprei a mais barata. — Explicou fazendo bico e não seria nada demais se Yoongi não tivesse já estupidamente fofo, sério!  com bico então...  Quase matou o pobre amigo do coração. Este que se fosse um personagem de anime estaria tendo um sangramento nasal.

 

— Aaaa, é tão perfeito! Yoongi como você pode ficar tão fofo e tão sexy ao mesmo tempo?

 

—Hoseok você tá bem? — Yoongi perguntou vendo o rosto ruborizado do amigo.

 

— V-você tem um rabo!

 

— É  fantasia de gato, o que esperava? — Revirou os olhos virando de costas para entrar no banheiro novamente e poder por suas roupas normais novamente.

 

—O que vai fazer?

 

—Tirar essa roupa não é óbvio?

 

—Porque?

 

—Porque a hora da festa é só mais tarde, eu não vou ficar por ai andando de gatinho na sua casa né Hoseok.

 

— Não... fica assim por favor! — Pediu. — Seja o meu gatinho.

 

— Ah mas vai se foder, eu sabia que você ia me zoar. — Reclamou.

 

Se com Hoseok já estava sendo difícil, na escola seria ainda pior com certeza.

 

— Eu não quero mais ir à festa. — Emburrou se virando e olhando pra Hoseok.

 

—Tudo bem, podemos não ir mais! — Hoseok concordou.

 

Pera, Hoseok concordou? Min olhou estranho para aquilo. Nunca na vida que Hoseok iria perder uma festa de Halloween, a data mais esperada do ano para o menino.

 

—Como assim não precisamos ir mais Jung Hoseok? - Questionou.

 

— Se você quer ficar aqui em casa, podemos ficar em casa, meus pais como sabiam da festa da escola resolveram chegar mais tarde que o normal hoje, isso se eles não vierem pra casa só amanhã, visto que vão visitar minha avó, temos a casa só para a gente é isso quase nunca acontece,  eu só não comentei porque iriamos pra festa. — Explicou.

 

— O que não estou entendendo é porque você não quer mais ir, você nunca faz a minha vontade em questão ao halloween. Você ama essa festa!

 

—Hm... Acho que ficar em casa pode ser mais proveitoso! — Ele sorriu olhando pro gatinho a sua frente.

 

—Como assim proveitoso? — Yoongi o olhou confuso.

 

—Agora eu tenho um gatinho só pra mim né gatinho!?

 

— Como assim Hoseok? Vai ficar mesmo me chamando de gatinho agora? Para de ser babaca! — Mandou pensando que Hoseok só estava debochando de si.

 

—Não seja um gatinho rebelde Yoongi, vem aqui! — Chamou e Yoongi foi ver o que o amigo queria. — Que fofo! — Falou fazendo carinho nos cabelos do moreno como se fosse um bichinho mesmo. — Ronrona pra mim?

 

— Ah não vai se foder Hoseok. — Revirou os olhos.

 

— Seja meu gatinho e não precisamos ir à festa, — Falou.

 

Yoongi odiava aquela festa e não queria todo mundo lhe zoando por causa da fantasia.  Na sua cabeça Hoseok só ia ficar lhe tratando como bichinho de estimação por aquele dia e isso era melhor do que ser alvo de bullying pelo resto do ano.

 

— Ok. — Concordou  e resmungou tentando fazer um som de ronronar.

 

—Ah Yoongi você fica uma gracinha de gatinho! — Falou umedecendo os lábios, morrendo de fofura e perversão com a imagem do seu amigo assim.

 

—Acabou? — Perguntou com tédio.

 

—Claro que não, você será meu gatinho o dia todo.

 

—Você parece uma criança chata quando ganha um brinquedo novo Hoseok.

 

— Você não é  só meu  brinquedo novo, Yoongi, já é  o meu favorito — Abraçou sua cintura o erguendo  e carregando-o  andando em direção ao quarto.

 

— Você é  muito chato — Resmungou abraçando o pescoço de Hoseok o deixando carregá-lo,  tinha preguiça de ficar andando por aí mesmo.

 

Ah Hoseok o colocou na cama! Como ele estava bonzinho, iria o deixar dormir ao invés de ir pra festa.

 

—Senta no meu colo. — Hoseok falou se sentando com as costas apoiadas na cabeceira da cama.

 

—O que? Como assim? — Yoongi perguntou confuso. — Tá doido de eu sentar no seu colo? — Olhou desconfiado.

 

—Eu quero dar carinho pro meu gatinho...

 

— Estava bom demais pra ser verdade — Reclamou. Hoseok ia mesmo o perturbar o dia todo. Mas nada era pior que ir naquela festa. Se sentou de lado nas coxas de Hoseok e deitou sua cabeça no peitoral do mesmo ficando imóvel apenas esperando o "carinho" começar.

 

Afinal carinho grátis como poderia recusar? Se Hoseok estava disposto a fazer ai que Yoongi iria se aproveitar da boa vontade do amigo, afinal ser mimado todos gostam, mesmo que estivessem usando uma fantasia ridícula de gatinho.

 

— Senta de frente Yoongi — pediu e suas mãos foram ao quadril do gatinho apertando e o virando de frente para si.

 

Yoongi não viu malícia e passou uma perna de cada lado da cintura do mais novo o olhando nos olhos esperando que ele começasse a lhe mimar logo.

 

Então as mãos de Hoseok apertavam sua cintura e subiram até as costas delicadamente alisando todo o tronco, subindo e descendo. Min se aconchegou encostando a cabeça no ombro de Hoseok enquanto aproveitava aquele carinho.

 

—Mia pra mim? — Hoseok pediu.

 

— Miau, — Falou sem vontade.

 

— Mia direito. — pediu continuando a alisa-lo, às vezes descendo as mãos um pouco demais, porém Yoongi achava que era sem querer e ignorava as passada de mão no começo de sua bunda.

 

—Como assim miar direito? Já falei num falei? Miau. — Yoongi respondeu.

 

—Tem que ser mais manhoso Yoongi. — Hoseok falou segurando a cauda de pelúcia de Yoongi.

 

—Minhawn!

 

— Isso é  tão fofo Yoongi — Mordeu o lábio inferior com força.

 

— Hoseok tira o celular do bolso que tá me incomodando — Falou se remexendo, sentindo algo duro cutucando sua bunda.

 

Pobre Yoongi, mal sabia que não era celular coisa nenhuma.

 

—Não estou com celular no bolso Yoongi... — Hoseok disse aconchegando ainda mais o gatinho em seus braços o abraçando. — Mia de novo vai?

 

—Minhawn... O que é essa coisa dura aqui embaixo então? Ta me incomodando. — Yoongi falou se remexendo rebolando involuntariamente no colo do maior.

 

— Hm rebola mais gatinho — Pediu descendo as mãos de vez para as nádegas fartas e firmes de Yoongi as apertando deixando o Min estático e vermelho,  tentando compreender a situação pervertida que se encontrava.

 

—H-Hoseok t-ta louco? — Yoongi falou tentando se separar, o que seu amigo estava tentando fazer? Até os carinhos estava tudo normal, mas agora estava ficando um clima muito estranho.

 

— Estou louco por você gatinho. — E falando isso beijou o melhor amigo pela primeira vez na vida. Foi só um selinho visto que Yoongi assustado virou o rosto correndo.

 

— Porque me beijou? Pirou? — Seu coração estava tão acelerado.

 

—Por que você é o meu gatinho Yooniie!

 

—Se ta loko? Sou teu gato porra nenhuma! — Falou nervoso.

 

—Aish você tava tão mais fofinho manhoso. É meu gatinho sim.

 

—E tu por acaso virou zoófilo? Sai pra lá.

 

—Shh, só me beija gatinho. — Pediu segurando o rosto do mais baixo e mordeu o lábio inferior do gatinho o puxando, lambendo em seguida, constrangendo o mais velho que ficou todo vermelho não sabendo como reagir ao que Hoseok estava fazendo e falando.

 

—S-sai Hoseok, para! Você ta chato. Se arruma vamos pra festa.

 

—Não vamos pra festa, não vou deixar meu gatinho sair assim pra todos verem, ele é só meu né gatinho?

 

— Hoseok você tá doido?  Como de melhores amigos acabamos nessa situação em que você  quer...quer... Meter essa coisa em mim! — Falou todo sem jeito. Já havia entendido que Hoseok estava excitado e isso lhe deixava todo perdido. Por que seu amigo estava assim?

 

—Eu não tenho culpa se você ficou tão fofo de gatinho Yoongi, você está me matando desse jeito. — Falou.

 

—Então ótimo, eu boto minha roupa normal e você para com essa frescura.

 

—Não... Você prometeu que seria meu gatinho hoje!

 

— Prometi que seria seu gatinho e não que foderia com você, você está duro me,  DURO HOSEOK! Me diz que isso é  brincadeira. — Pediu envergonhado,  mas em nenhum momento tentou se levantar.

 

Só queria acreditar que aquilo era na verdade um cassetete que o amigo estava escondendo pra fantasia de polícia, e não que estava realmente duro por sua causa.

 

— Mas gatinho gosta de leitinho não gosta? Então gatinho deixa eu te dar leitinho gostoso e quentinho na boca e na sua bundinha. —  Pediu e Yoongi sentiu o corpo esquentar de vergonha, raiva e estranhamente de excitação. Era a primeira vez que um homem ficava com vontade de lhe foder, que falava aquelas pornografia. E era a primeira vez que sentava em um pau duro.  Se isso já não bastasse era seu melhor amigo, aquilo podia ser tudo, inclusive um tanto excitante.

 

—N-não Seokiie... — Desde quando Hoseok havia virado um completo porno? Tudo isso era por causa da fantasia de gato?

 

—Vai, gatinho quer leitinho não quer?

 

— Hoseok, você tá estragando nossa amizade fazendo isso. — Advertiu.

 

— Eu vou dar leitinho pra você porque isso estragaria nossa amizade?  Vai gatinho mama seu leitinho. — Mandou fazendo a boca de Yoongi salivar ao imaginar a cena,  o que lhe deixou confuso porque sua mente mandava fugir, mas seu corpo estava ficando quente com aquela conversa e ações.

 

Estava tão absorto nas sensações e vontades que estava sentindo que decidiu ligar o foda-se e se render para aquela situação, um tanto estranha porém excitante.

 

—Vai dar leitinho é? — Perguntou. — Cade?

 

—Você tem que mamar pra ele sair, gatinho. — Hoseok respondeu e tirando Yoongi de cima para que conseguisse abaixar suas calças. — Mia de novo bem manhosinho no meu ouvido hein gatinho?

 

—Minhawn...

 

Yoongi olhou para o membro de Hoseok que foi posto para fora,  provavelmente se arrependeria caso seguisse em frente com aquilo,  porém não estava mais pensando racionalmente e se abaixou segurando no membro do mais novo lambendo sua glande.

 

—Isso mesmo gatinho obediente... Coloca na boca pro seu dono hein? — Hoseok pediu enquanto apertava os fios de cabelo de Yoongi em um punhado em sua mão.

 

Yoongi botou a lingua pra fora dando uma lambida por toda a extensão sentindo as veias contrastarem sobre o seu músculo. O que mais provocava Hoseok era que o menino olhava diretamente pra si, e tinha que concordar os olhos de Yoongi eram muito bonitos e provocadores, olhos felinos que rasgavam sua alma, ainda mais com aquelas orelhas de gatinho em sua cabeça e a coleirinha de sininho que habitava em seu pescoço pálido.

 

Conforme Yoongi o colocava na boca e baixava e subia a cabeça,  envolvendo o máximo que conseguia do membro do amigo,  o sininho fazia barulho e isso junto dos barulhos eróticos de sucção e os gemidos baixos que ambos soltava tornava a cena mais erótica na cabeça de Hoseok, que com tão pouco poderia gozar.

 

Mas como nem tudo era um mar de rosas Yoongi sabia muito bem como provocar Hoseok. Tirou o membro da boca olhando pra ele que retribuia confuso e ansioso.

 

—Porque parou?  — O Jung perguntou.

 

—Porque... — Yoongi pois a língua pra fora dando novamente uma lambida por toda a extensão. — Eu quero ver você com a sua fantasia também.

 

— Ah não, justo agora,  Yoongi? — Perguntou gemendo de forma sofrida.

 

— Sim, vai lá quero ver o que aprontou dessa vez. — Respondeu.

 

—Acaba primeiro ai depois eu me visto. — Pediu suplicante.

 

—Na na, seu gatinho quer ver o que você aprontou esse ano. — Falou se afastando.

 

—Que cruel, meu pau vai ser castigado,  ele quer ficar livre ao mundo. — Reclamou se levantando.

 

— Prende esse pau dentro da fantasia,  a marca na roupa é sexy — O convenceu com tal argumento.

 

—Uau então você é um safado mesmo! — Hoseok falou.

 

— Você ficou excitado comigo vestido de gatinho e eu que sou o safado? —  Retrucou. — Eu acabei de chupar seu pau, se é pra brincamos que brinquemos direito então. Surpreenda-me vai la vestir sua fantasia.

 

— Você vai pagar por isso Yoongi! — Se levantou bufando andando de pau duro até o banheiro.

 

Hoseok tirou as roupas que iria vestir da sacola, assim como tirou o que vestia, colocando a fantasia, a calça que já era apertada esmagou seu membro lhe deixando bem incomodado, mas o que não fazia pelo seu gatinho, não é mesmo?

 

—Estou esperando Hoseok... — Yoongi falou apressado e ansioso.

 

—Já to indo calma ai caralho.

 

—Caralho? Agora é caralho? Então é assim?  Cadê o gatinho? — O fantasiado de felino falou indignado.

 

— O gatinho foi pra puta que pariu quando você me obrigou a judiar do meu pau. — Respondeu fechando o zíper, até prendeu a respiração.

 

— E daí? Você quer judiar da minha bunda e eu não estou reclamando.

 

— Eu quero e vou depois disso, é bom ser um gatinho obediente.

 

— Não acredito que vou perder minha virgindade com você, e o pior de tudo, você me chamando de gatinho.

 

—Tu adorou me chupar que eu sei. — Falou vestindo os últimos acessórios da fantasia.

 

—Talvez... — Não iria negar, tinha gostado e muito. — Agora sai daí quero te ver.

 

—Tá bom. — Hoseok falou abrindo a porta pronto. "Pra que mandou eu por essa droga se logo terei que tirar de novo? “

 

—Uau... — Min falou boquiaberto.

 

— Que tal? — Perguntou malicioso enquanto dava uma voltinha mostrando toda a fantasia.

 

— Agora está explicado porque você conseguiu me convencer a transar, me corrompeu, como um verdadeiro diabinho deveria fazer. — Comentou olhando de baixo e cima Hoseok, com aquela calça de couro preta apertada, evidenciando sua ereção e como havia pensado, aquilo ficou realmente sexy, sem falar da blusa de redinha, não dava para ver os mamilos, mas excitava a curiosidade. E os chifrinhos? Céus, era excitante demais.

 

— Pois é eu também tenho um rabinho. — Falou virando de costas mostrando o acessório, que diferente do de Yoongi era vermelho e apontuado na ponta.

 

— Porra — Xingou mordendo o lábio inferior com força. — Você tá muito gostoso, vamos continuar logo. — Exigiu. Estava tão excitado quanto Hoseok, naquele momento tudo que Yoongi queria era foder com seu melhor amigo.

 

— Com roupas ou sem roupas? — Sorriu safado andando até o mais velho.

 

— Que tal com roupas e depois uma segunda rodada sem? — Indagou.

 

— Você é mais safado do que eu imaginei! — Sorriu satisfeito com a proposta.

 

—Eu sou muito mais safado do que você imagina, apenas não demonstro. — O olhou malicioso. — Finalmente testarei a expressão "Sentar no colo do capeta"

 

—Cuidando pro tridente não te espetar.

 

— Cuidado por quê? Se o que quero é exatamente ser espetado? — Empurrou Hoseok  e se sentou em seu colo em seguida passando uma perna de cada lado de sua cintura o beijando, sem lhe dar tempo para uma resposta.

 

As línguas se enroscavam em um ósculo sedento e intenso, as mãos de Hoseok foram a bunda do mais velho apertando com vontade, vergonha não existia ali, eram melhores amigos, aquilo fazia ter confiança de fazer o que sentissem vontade, pois existia confiança e atração sem medida.

 

A calça de couro o torturava ao mesmo tempo que Yoongi rebolava sobre ela,  o provocando deixando ainda mais excitado e com tesão. Aquilo estava sendo muito instigante. Um gatinho e um diabinho quem diria que seriam uma combinação perfeita?

 

—Mia pra mim Yoongi... — Hoseok pediu contra a boca do mais velho.

 

— Não. — Falou emburrado.

 

—Mas você é um gatinho é o que tem que fazer!

 

—E você é um diabo o que faz?

 

— Corrompo gatinhos inocentes. — Respondeu jogando Yoongi na cama subindo em cima dele puxando a calça que a Yoongi usava para baixo junto da cueca,  que ficaram presas nas coxas.

 

— Que rabinho bonitinho! — Hoseok falou pegando na pelúcia Preta que ficava presa na blusa e que agora estava no meio das pernas de Yoongi pelo mesmo estar sem as calças. — Porque não comprou um plug?

 

— Que mané plug, olha a minha cara de quem ia enfiar uma bola na bunda pra ir em uma festa idiota.

 

—Mas se eu tirar sua blusa você fica sem rabinho... ia ser tão sexy ver meu gatinho sem roupas e com um rabinho...

 

—Aproveita o que tem pra hoje Sr. Capeta

 

— Eu vou aproveitar hoje, amanhã e todo dia. — Afirmou alisando as nádegas do amiguinho que suspirou.

 

— Não somos namorados pra ficar fodendo e não haverá amizade colorida,  só hoje.

 

—Sério que não Yoongi? — Perguntou dando um aperto sentindo toda a carne macia transbordar por sua Palma e entre os dedos. — Não vai querer sentir isso de novo? — Deu um tapa.

 

— N-não. — Falou meio vacilante.

 

— Você tá sendo muito mal Yoongi, vou ter que te castigar direitinho!

 

— Você só fala, castigar que é bom até agora nada.

 

— Aé? Então fica de quatro pra mim gatinho. — Mandou saindo de cima, Yoongi meio sem jeito fez o que Hoseok mandou, sua calça e cueca ainda presas em suas coxas, com a sua bunda de fora.

 

— Ah, vai com calma. — Falou envergonhado.

 

— Agora você pede pra ir com calma né. — Falou dando outro tapa estalado fazendo Yoongi gemer de dor. — Mia pra mim gatinho.

 

—Nã...

 

— Mia bebê, obedece! — Falou dando outro tapa pela rebeldia do Min. — Se você não miar eu vou continuar te batendo!

 

— Não vou obedecer o capeta. — Resmungou.

 

— Assim eu vou achar que você é um masoquista.

 

—Talvez eu seja mesmo... — Virou a cabeça pra trás olhando pra Hoseok com um sorriso sarcástico e gemeu ao sentir outro tapa forte em sua bunda.

 

— Que ótimo, porque eu sou um puta sádico. — Deu outro tapa, apertou as nádegas com força as separando olhando para a cavidade, até então, imaculada.

 

— Vai logo sádico, me prepara logo. — Mandou voltando a olhar para frente.

 

—Esse teu rabinho me provoca... — Falou mexendo nele o passando pelas coxas e entre as nádegas do Min vendo ele se empinar ainda mais. — Ah tão gostoso! Yoongi você tá parecendo uma putinha de pornô assim, se eu não fosse seu amigo nem diria que é virgem.

 

—Se não fosse meu amigo você iria dizer que eu era a puta mais apertada que você já comeu.

 

— Ainda posso dizer isso — Riu se abaixando mordendo uma das nádegas do amigo, fazendo-o gemer e como já estava sendo um sacrifício para ambos adiar aquele momento, Hoseok decidiu se apressar e preparar o Min, chupou seus dedos querendo os lubrificá-los.

 

—Hm, chupando os dedinhos hein?  Vai fazer o que com eles Seokie? — Perguntou provocador e nem teve tempo de falar algo pois ja sentia um precionando sua entrada querendo adentrar a mesma. — A-ah.

 

Era meio estranho no começo, um tanto como diferente não sabia explicar...  mas mesmo assim decidiu dar uma chance pra ver se aquilo era mesmo bom.

 

Ficou relaxado, o máximo que alguém com dedos dentro de si conseguiria, e com o passar dos minutos, foi se acostumando com aqueles pequenos invasores, mais do que isso, passou a sentir prazer, uma vontade que ele fosse mais forte e fundo, o que pequenos dedos não conseguiriam.

 

Hoseok com isso enfiou o segundo e o terceiro, os mexendo com cuidado enquanto sentia todo o interior de Yoongi os apertando.

 

—Estou sendo bem bonzinho pra um capeta não é Yoon? — Falou.

 

— Não tá não. — Respondeu. — Está me torturando isso sim.

 

— Eu vou foder tanto você Yoongi, vai ficar todo largo. — Lhe deferiu outro tapa e Yoongi mordeu o lábio inferior com força.

 

— O que está esperando? Um convite? — Perguntou retórico e Jung tirou seus dedos da cavidade do mais velho.

 

—Nossa então você é mesmo uma putinha masoquista hein Yoongi? — Apertou as nádegas do mais velho separando as mesmas e viu o buraquinho recém preparado do menino pulsar em vontade  de ser preenchido.

 

— Você não viu nada.

 

— Mas eu vou ver, gatinho. — Falou encaixando o pênis na cavidade do Min, começando a se forçar lentamente, o abrindo, o preenchendo, Yoongi gemeu alto, dolorido e excitado.

 

As calças presas nas pernas incomodavam ao mesmo tempo que era sensual, Jung iria fazer do jeito que Yoongi pediu, afinal seu melhor amigo com um rabinho era muito tentador, mesmo que estivesse com vontade de arrancar todas aquelas roupas e marcar aquela pele pálida.

 

—A-ah. — Yoongi arfava ao sentir o pênis de Hoseok lhe preencher por completo.

 

— Tá doendo? — Hoseok perguntou preocupado.

 

— Se move, filho da puta. — Mandou. A dor não lhe fazia querer esperar, o prazer e a curiosidade era maior, seu corpo estava em combustão.

 

— Hm putinha masoquista. — Se moveu com força, indo fundo o escutando quase berrar em prazer.

 

E os gemidos de Yoongi eram manhosos.

 

Muito manhosos diferente do que aquela voz grossa que o mesmo possuía pudesse imaginar.

 

— Você tá forçando gemer assim pra parecer um gatinho ou você geme assim mesmo? — Hoseok perguntou enquanto se movia e viu Yoongi ficar corado.

 

— C-cala a boca Hoseok. — Desconversou.

 

— Ah!  É um gatinho mesmo!

 

Hoseok levou a sua mão ao membro do mais velho, o masturbando enquanto investia com força e rapidez dentro do gatinho que se agarrava aos lençóis, as pernas de Yoongi tremiam, mas ele se mantinha firme para não atrapalhar a posição, pois ser fodido de quatro era delicioso para si, sentia as coxas e os testículos de Hoseok baterem contra sua bunda, os estalos eróticos lhe deixava extasiado e ainda mais excitado.

 

—Grita meu nome Yoongi, implore pra mim ir mais fundo e forte, peça o que você quiser, mostre pros meus vizinhos qual é o meu nome, grite pra eles verem que você  é a minha vadiazinha linda! — Falou o estocando ainda mais forte acertando a próstata do mesmo, fazendo Yoongi arquear a coluna com o choque de prazer que percorreu seu corpo. — Te amo gatinho!

 

—HOSEOK-AH! — Não estava pensando em mais nada, não importava se alguém ouvisse, só queria extravasar e gemer com as sensações que seu corpo sentia.

 

Seus braços fraquejaram, seu tronco caiu, mas seu quadril foi mantido empinado, os gemidos se tornavam cada vez mais altos, os corpos já estavam suados e o ápice se aproximavam de ambos, em mais uma estocada profunda Yoongi gozou na mão de Jung, se contraindo fazendo o diabinho gozar quase que ao mesmo tempo, ainda se movendo, o preenchendo.

 

Caiu ao lado de Yoongi, mas não o abraçou. Estava quente, a fantasia que vestia estava deveras toda suada, se antes pensava em alguma chance de ir pra festa agora não lhe restava mais nada já que o cheiro de sexo e o suor impregnava em cada peça;

 

—Posso tirar agora? — Perguntou. A calça estava praticamente colada em si pelo tecido ser de couro.

 

— A segunda rodada era sem roupas, lembra? — Yoongi riu se ajoelhando e já foi puxando a calça de Hoseok a tacando longe, tirou as próprias que ainda estava preso em suas pernas subindo em cima de Hoseok o beijando, pronto para a segunda rodada.

 

E se antes Yoongi odiava Halloween e suas fantasias caras, hoje ele amava e estava ansioso para saber o que Hoseok vestiria no ano que vem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...