História Mil e Uma noites (Marichat) - Capítulo 110


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Marichat
Visualizações 56
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada pelos comentários, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura

Capítulo 110 - A queda da rainha



___    Agora, meu caro ex- aliado, inimigo derrotado ,agora você é meu servo temporário, você nem é mais sultão , agora o seu reino é meu, bem, agora vamos desfazer isso aqui, Noroo !!   -   Hawkmoth sorrindo para o sultão Rossi, falando que ele não era maus rei, chamando o seu gênio em alto e bom som.
___  Sim, mestre, do que precisa ?  -   Noroo aparecendo na frente de ambos, de braços cruzados  , querendo saber qual era o próximo desejo do amo
___  Quero desfaça isso, não preciso mais, já que eu venci a guerra !  -   Hawkmoth desejando pelo sumiço da barraca dele, comemorando  a sua vitória na guerra, percebendo que o sultão Rossi viu o seu gênio com os seus olhos arregalados.
___   Ah, você quer ser quem é ele ?  - Hawkmoth adivinhado os pensamentos do sultão e sorrindo de um jeito demôniaco, rindo que nem um louco.
___  Ele é a causa por ter vencido você, ele quem criou o exército mais poderoso do que o seu , ele é meu gênio, ele faz tudo o que eu peço á ele, agora que já sabe , nem preciso mais esconder ele de você, já que em menos de uma semana vai morrer junto de sua esposa !  -   Hawmoth apontando para o Norro que ainda estava de braços cruzados , olhando descrente ao amo.

___  Pelos menos um pouco de reconhecimento comigo, mesmo sendo sinistro !  -   Noroo olhando descrente para o amo, falando   que finalmente tinha reconhecido um pouco do trabalho dele.

___   Cale - se , seu gênio atrapalhado, o que eu te pedi para fazer ?,Quero a tenda suma com tudo ... !  -  Hawkmoth começando a discutir com o gênio, olhando com raiva para ele,  desejando mais uma vez, sendo interrompido pelo gênio.

___  Se eu sumir com tudo, você e o seu prisioneiro vão junto, não acha melhor, pedir que apenas os objetos desapareçam ??  - Noroo falando que se o seu amado desejar que tudo suma , dizendo que eles também iam sumir , aconselhando o seu amo apenas pedir que os objetos sumam.

___   Tem razão, Noroo, eu desejo que todos os objetos desapareçaram !  - Hawmoth aceitando o conselho de Noroo, desejando para apenas os objetos sumam ao redor deles.

___   O seu desejo é uma ordem, meu amo !  -   Noroo fazendo a sua magia, falando a frase típica de todos os gênios, realizando o desejo.

___   Agora que estamos aqui no meio do deserto, eu vou chamar por um dos meus soldados para te levar até a minha carruagem, espero que a sua última viagem na vida seja confortável !  -  Hawkmoth ficando satisfeito com o sumiço da tenda, falando que o que pretendia fazer com o seu prisioneiro.
___  Soldado !!!  -   Hawkmoth fazendo o que pretendia , chamando por dos soldados dele,  esperando  por um dos seus soldados com um sorriso maníaco em seu rosto.

___  Sim ,senhor, do que precisa ?  -   Um dos soldados de Hawkmoth atendendo a sua ordem , chegando ao lado dele, fazendo uma pose de sentido, aguardando a nova ordem.

___ Quero que leve o nosso amigo para a minha carruagem, quero que a última viagem dele de vida , seja a mais confortável possível !  -  Hawkmoth dando a ordem ao soldado,  pegando o sultão Rossi pelo braço, entregando - o para o seu soldado.

___  Sim, senhor, conforme desejar !  -  O soldado pegando o sultão pelo mesmo braço, começando á levar o sultão Rossi para a carruagem dele.
-  x x -
  Depois que arrumaram as coisas, os dois exercítos começaram a caminhar na direção do reino dos Rossi, para que o sultão borboleta roxa tomasse o reino conquistado.
 -  x x-
  ~Quebra de tempo :  No reino dos Rossi  -  No palácio  real - No quarto da rainha Rossi.

  A rainha Rossi estava impaciente com a demora dos seus servos que estava sendo castigados naquele momento , até ela ouviu um som de gritos de ordem dos seus servos.
 -  x  x-  
___  Afinal, que diabos está acontecendo ?  -  A rainha ficando nervosa, indo na direção da sua janela , querendo  reclamar com os seus servos, sendo recebida com um tomate na cara dela.

___  Vocês querem ser castigados,  eu sou a rainha.... !   -  A rainha começando a brigar com o povo, sendo interrompida por um novo tomate jogado em seu rosto.

___  Você não é mais rainha, sua boba ,  caia fora !!  -   Todos disseram que a rainha Rossi não era mais a rainha deles, exigindo para que ela saia do quarto dela.

___   O seu marido foi derrotado por Hawkmoth, eles nos libertou da sua tirana !  -  Os servos comemorando a vitória  do novo rei, contando sobre a derrota dos Rossi.

___  Não, o meu marido perdeu tudo, agora eu também perdi !  -  A rainha percebendo que os empregados falavam a verdade, ajoelhando no chão da sacada, começando a chorar.
 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro
Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...