História Mil e Uma noites (Marichat) - Capítulo 111


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Marichat
Visualizações 48
Palavras 1.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já estamos chegando aos 250 favoritos, muito obrigada mesmo, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura para vocês.

Capítulo 111 - O banimento de Lila



A rainha Rossi chorava desolada com que estava acontecendo, tinha perdido tudo, o seu reino, seu poder, sua riqueza, ela ainda nem sabia que ia perder a sua vida em menos de uma semana, a rainha chorava lágrimas de verdade, algumas lágrimas caiam sobre o chão da varanda do seu quarto, ela não sabia quem recorrer naquele momento complicado, porque nenhum criado ia dar apoio, porque ela sido  a pior rainha do mundo.
Distraída com as suas lágrimas, ajoelhada no chão, a rainha nem percebeu que dois fortes soldados de Hawkmoth,invadiram o seu quarto, sem bater na porta, quando ela se deu conta, já estava sendo  levada para fora do seu quarto, segurada pelos dois soldados, um em cada braço ,  percebendo que estava na direção da sala do trono, que pertencia agora, ao Hawkmoth por ter vencido a guerra.
  ~   Durante o trajeto da ex- rainha.
Enquanto ela era levada pelos fortes soldados ,  a rainha tomou  vários tomates podres em seu percusso á caminho  da sala do trono, ela ouviram os gritos  ´´  De morte aos Rossi ``, ´´  Acabou o seu reino de tirania ``, entre outros gritos, a rainha ainda chorava, nem se deu conta que a única filha não estava á sua procura, para dar conforto para ela, porque ainda não sabia da derrota do seu pai.
  Durante a caminhada humilde dela, as suas joias caras caíram sobre o chão  do palácio, as suas servas corriam para pegar as joias da ex- patroa, aguardando para si mesma, ao invés de devolver para a rainha, para elas, era um pequeno pagamento por toda a maldade que a rainha tinha ferido maldosamente elas.
 Ao perceber que as suas joias não iam retornar para ela, no meio do caminho, os dois guardas começaram  a tirar as suas roupas finas em seu corpo, jogando para os criados, que pegavam como se fossem um buquê de noiva , a rainha atingiu o auge do desespero.
  -  x  x -
  ___  Isso não é justo !!!  -   A rainha Rossi protestou  ___  Por que estão dando as minhas joias , minhas roupas finas, jogando para os meus criados ?? -    A rainha chorou em desespero, querendo saber a resposta de um dos soldados que a segurava.

____   É uma ordem de Hawkmoth, apenas atendemos as suas ordens !  -    O guarda que segurava o braço direito  da rainha respondeu de maneira fria , olhando gélido para o rosto vermelho da rainha Rossi.
__  Também não vai precisar mais disto !! , Saberá quando chegamos á sala do trono , o nosso sultão deseja dar uma palavra para você !  -   O guarda que segurava o esquerdo respondendo á pergunta da rainha chorosa, olhando sério para ela.

____   NÃO É JUSTO, EU SOU  A RAINHA !!!!  -   A rainha gritou em protesto, recomeçou a chorar  novamente , tentando  se livrar do aperto duplo dos homens fortes.

___   Era a rainha, como o seu marido perdeu  a guerra, o Hawkmoth tem todo o direito de tomar o seu reino e tudo o que tem nele !!!  -  O guarda do braço direito  dando a pior noticia,   falando que ela não era mais a rainha.

___   Aonde está a minha filha, Lila , vocês sabem aonde está ?  -   A rainha começando a ter a noção da realidade,  perguntando sobre a filha dela entre lágrimas.

___  Acabamos de chegar, mas não se preocupe , verá a sua preciosa filha !  -   O guarda do esquerdo respondendo  á pergunta da rainha , olhando sério para a rainha.

___   Enviamos mais dois de nós para pegar a sua filha, o nosso senhor quer contar para vocês duas , o que planejou para a família toda !!!  -   O guarda do direito  completando as informações.

___  Lila, Lila, nos perdoe por ter perdido , nós demos o nosso  máximo para defender você !  -  A rainha Rossi já percebendo a sua situação, voltando a chorar , pedindo pelo perdão da filha.

 -  x x -
  Enquanto isso, aconteceu algo parecido, quando os dois guardas, mencionado pelo colega em resposta da rainha, pegaram a princesa Lila em seu quarto, também aconteceu o mesmo com ela ,  ela perdeu tudo.
  -  x   x-
  ~  Quebra de tempo :   Na sala do trono.
   Hawkmoth já estava sentado confortalmente no trono do sultão Rossi, já tinha tomado tudo dele, ao seu lado, o sultão  Rossi já está usando trajes de criado , olhando para o chão, foi que no momento que a esposa e a única filha apareçam acompanhadas dos guardas que as trouxeram.
  -  x x -
___   Ora, Ora, quem veio participar a nossa pequena reunião  em família,  a rainha Rossi  e também a minha ex- nora, Lila,agora temos a família completa !  -   O sultão roxo vendo as duas sendo atiradas de joelhos no chão da sala do trono, dando boas vindas irônicas para as duas.

____   Parece que agora, eu vou poder contar as novidades !  -  Hawkmoth vendo as duas ajoelhadas perante ele, se levantando do trono, começando a descer as escadas.

___  Por onde eu começo ? , Assim, como sabem eu ganhei a guerra contra vocês, o que me deu o direito de tomar tudo o que tem, como eu já fiz isso, agora vamos para as seguintes !  -  Hawkmoth  descendo as escadas, contando as novidades.

___  Agora, vocês podem se despedir para sempre da sua filha, porque amanhã ela vai ser mandada embora !!  -  Hawkmoth exigindo para que os pais se despeçam da filha, porque este ia ser o seu último dia no reino.

___ Mas aqui é o meu lar, não pode fazer isso !!!    -   Lila ouvindo o seu banidamento, protestando contra ele.

___    Vai ser sim, Lila, não discuta, mas não se preocupe, já que me alimentou durante  a greve dos meus servos, mesmo sendo ruim , o gosto dos sanduíches, eu vou dar uma pequena parte de sua fortuna, alguma comida , alguma bebida... !  - Hawkmoth exigindo para a morena não prosteste, falando o que ia fazer com ela.

___  Mas os meus pais ??  , Eles vão sentir a minha falta !!!  -  Lila ficando triste com o seu banimento , querendo saber como ia ficar os seus pais  com a sua expulsão.

___  Em menos de uma semana , eles vão morrer enforcados por tudo o que fizeram contra mim !  -   Hawkmoth lançando um olhar gélido para a princesa morena, falando sobre a pena de morte dos pais de Lila.

___  Por favor, não mate os meus pais, eu te imploro !!! - Lila começando a chorar, pedindo pela piedade do seu ex - sogro com os seus pais;

___  Eu vou não ter piedade alguma, agora, faça as suas malas, se despeça pela última vez dos seus pais, nunca mais volte !!  -  Hawkmoth cheio de raiva para a princesa , exigindo para que ela siga as suas ordens.
  -   x  x-  
  Lila chorou muito , quando abraçou os seus pais, pela última vez, depois ela foi levada por um dos seus guardas para o seu quarto , para fazer a suas malas.
  ~ Quebra de tempo -  No dia seguinte.
  Lila, já trajada de roupas simples, com  a sua carruagem simples também, começou  a sua viagem para bem longe do seu reino, assim ela vagou por toda eternidade.
 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro cometido
Até um novo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...