História Million Reasons - Capítulo 31


Escrita por: ~ e ~LudyVicky

Postado
Categorias Malhação
Visualizações 638
Palavras 1.331
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


o capítulo está com uma paga da um tanto quanto quente..

Capítulo 31 - Quero repetir se você quiser


Fanfic / Fanfiction Million Reasons - Capítulo 31 - Quero repetir se você quiser

Os dois pararam o beijo ofegantes e ainda permaneceram de olhos fechados. – Guto isso não deveria ter acontecido. - disse Benê  completamente  emocionada. – Eu te amo Benê. - disse Guto. Benê ficou calada ela não conseguia reagir muito pensar no que tava acontecendo. – Benê  vamos voltar pra festa. - disse Guto. – Não Guto! Com essa boca  toda  vermelha e  eu toda borrada  as meninas  vão  perceber que eu e você... Que a gente se beijou, vamos  limpar o rosto que eu vou retocar meu batom, e limpar você. - disse Benê  um tanto quanto tímida mas sorrindo. – Benê  eu não  quis te chamar de estranha. - disse Guto.   – Tudo bem Guto, foi um momento  de raiva. - disse Benê. Benê retocou seu batom e foi limpar Guto, enquanto ela passava o papel limpando os lábios avermelhados do garoto ela riu. – Do que você tá rindo? - indagou Guto. – Eu praticamente maquiei você. - disse Benê ainda sorrindo. Guto sorriu. – Foi gostoso. - disse Guto deixando Benê envergonhada. – Ah, eu já a-acabei. - disse Benê. – Ainda tá um pouco avermelhado mas será que alguém vai perceber? - disse Benê. – Acho que não. - disse Guto. – Então podemos ir? - disse Benê. – Podemos. - disse Guto. Os dois voltaram pra festa lado a lado. As fours estavam conversando e riram até que viram Guto e Benê voltando pra festa. Guto sorriu pra Benê e foi pra um canto da festa, Benê retribuiu o sorriso e foi até as meninas. – Benedita, o que houve? - disse Keyla sorrindo. Benê lembrou-se do que aconteceu e sorriu de lado. – Nada. - disse Benê sorrindo. – Sei, fala logo Benê! - disse Ellen. – Não aconteceu nada. - disse Benê. – Aonde você tava? - disse Lica sorrindo desconfiada. – Tava no banheiro, retocando batom, depois que... - disse Benê parando de falar. – Que o que Benê? Acho que acabou escapando algo hein! - disse Tina sorrindo. – E-Eu e o Guto nos  beijamos. - disse Benê.   – QUE?! - disseram as meninas. – Foi um erro, não  era pra ter acontecido. - disse Benê. – To sentido que vocês vão voltar. - disse Tina. – É o que eu mais quero. - disse Benê.   – Vamo ver se o Guto toma jeito agora. - disse Ellen. – Amanhã vou conversar com ele. -disse Benê. – Mas Benê, foi um erro bom ou ruim? - disse Lica sorrindo. - Foi um erro, bom. - disse Benê passando as mãos no pescoço e sorrindo. As coisas começaram a voltar a seu devido lugar, Guto não tirava o que havia acontecido com ele e Benê da cabeça, o beijo estava em sua mente. - Alô, alô terra chamando Guto! - disse Samantha. - O-Oi Sam. - disse Guto. - Hummm, tá felizinhoooo, já pode contar o que aconteceu! - disse Samantha. - Eu e a Benê nos beijamos acho que vamos nos acertar. - disse Guto sorrindo. - É Guto, beijou tanto que a cor do batom dela ainda tá aí, não tá forte mas tá aí, e como foi? - disse Samantha. - Foi, foi gostoso. - disse Guto mordendo o lábio. - Ui! - disse Samantha rindo. As luzes se apagaram e começou a tocar músicas animadas, Samantha logo saiu de perto de Guto indo dançar ela já estava um pouco bêbada. Todos estavam dançando na balada de gala, Benê se encontrava sozinha em um canto, Guto viu aquilo e foi até ela. Guto chegou por trás de Benê, sentiu o cheiro de seu cabelo, e a abraçou, Benê se assustou com a aproximação atrás dela mas quando viu que era Guto apenas sorriu de lado e se virou ficando de frente pra ele. - O que pensa que tá fazendo hein? - disse Benê sorrindo de lado. - Matando a saudade. - disse Guto sorrindo de lado. - Porque não está dançando? - disse Guto. - Eu não gosto muito de dançar. - disse Benê. - Ah mas você vai dançar comigo sim. - disse Guto sorrindo e puxando Benê pra pista. - Guto! - gritou Benê sendo puxada por ele. Guto e Benê sorriam sem parar. - Eu não sei dançar. - disse Benê sorrindo e pulando um pouco. - Nem eu. - disse Guto sorrindo também. Benê e Guto se encararam por alguns segundos até que se beijaram de novo, era um beijo mais calmo, porém as bocas estavam borradas novamente, no fim do beijo Benê e Guto riram da situação. A festa já tava quase no fim todos já estavam indo embora e já passava das 2h da  manhã, todos estavam mortos de cansaço mas a galera tava muito feliz principalmente a Benê que tinha se acertado com o Guto. - Que noite! - disse Lica se jogando no sofá do galpão. - Bom tava tudo muito bom  mas eu vou embora. - disse Benê com os saltos na mão. Samantha era levada por MB, a mesma estava muito bêbada, Felipe ia dormir na casa de Lica, e Guto ainda estava ali. -- Eu vou levar você em casa Benê. - disse Guto pegando os saltos da mão da garota. -- Se cuidem viu?! Ah e Guto toma tendência! E vocês dois, juízo. - disse Lica. -- Pode deixar. - disse Guto sorrindo. -- Vai mesmo me levar? - disse Benê sorrindo de lado e meio sem graça. -- Vou, eu sempre fiz isso quando pude, não vai ser hoje que vai mudar. - disse Guto sorrindo de lado. -- Mas tá muito tarde Guto. - disse Benê. -- Não precisa se preocupar Benê, depois eu ligo pro motorista. - disse Guto. -- Então tá. - disse Benê sorrindo. Guto e Benê conversavam e sorriam. -- Só não posso te levar até a porta da sua casa, se não sua mãe me mata. - disse Guto. -- Ué porque? - disse Benê. -- Benê, sua mãe me proibiu de ver você. - disse Guto. -- O quê? - disse Benê. -- Ela disse que você estava muito mal por minha causa, e disse mais um bocado de coisas, por isso que peço desculpas, eu não queria, me desculpa Benê. - disse Guto. -- Guto, tá tudo bem. Eu tive algumas crises de ansiedade sim mas, já passou. - disse Benê. -- Crises de ansiedade? - disse Guto assustado. -- Sim. - disse Bebê. -- Benê me perdoa, por favor, eu não queria ter causado isso, meu amor por favor me desculpa. - disse Guto abraçando Benê. -- Guto, tá tudo bem, ei, eu tô bem agora, nós estamos bem. - disse Benê olhando nos olhos de Guto. -- Eu não sei o que faria sem você. - disse Guto. -- Nem eu sem você. - disse Benê. -- Benê, eu te amo. - disse Guto acariciando o rosto de Benê e depois a beijando. Depois do beijo. -- Eu também te amo, Guto. - disse Benê sorrindo de lado. -- Agora você precisa entrar, já tá muito tarde. - disse Guto. -- Eu vou, mas só quando seu motorista já estiver aqui. - disse Benê. Benê sentou na calçada e chamou Guto, mas ele voltou sua atenção para a coxa da garota que estava um pouco á mostra graças ao lascado de seu vestido, seus ombros também estavam a mostra o que deixava tudo mais difícil pra Guto, que se sentou ao lado da garota, Guto já havia chamado o motorista. -- Daqui a pouco ele chega. - disse Guto. -- Nossa, a festa fez mesmo sucesso, a rua ainda tá meio cheia. - disse Benê. -- É, fez sim, mas o que eu mais gostei foi da nossa reconciliação. - disse Guto fazendo Benê lembrar daquele beijo. -- Também gostei. - disse Benê. -- Como eu disse pra você mais cedo, foi gostoso, e eu gostaria de repetir, claro quando você quiser. - disse Guto sussurrando no ouvido de Benê e dando um beijo em seu pescoço fazendo a garota se arrepiar por inteira. -- Não faz isso. - disse Benê fechando os olhos.


Notas Finais


Cometem e curta e favorite e boa leitura.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...