História Minha amada imperfeição - Camren - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camally, Caminah, Camren, Infantilismo, Normila
Visualizações 317
Palavras 1.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa não ter postado antes é q o capítulo não tava pronto e eu não tinha muita ideia e também passei a manhã, tarde e noite fazendo trabalho de biologia pra entregar hoje, mano, fazer um trabalho de 10 páginas falando sobre fotossíntese, respiração e fermentação é UM SACO, fora que você não tem porra nenhuma pra falar
Enfim, não sei se vai sair mais um hoje pq vou tentar escrever pras minhas outras duas fic mas se ser eu posto outro hj, se não, até amanhã
Boa leitura

Capítulo 9 - Ciúmes


Fanfic / Fanfiction Minha amada imperfeição - Camren - Capítulo 9 - Ciúmes

Lauren POV

   No caminho tive que ir no banco de trás com Camila já que ela fez birra (de novo) querendo ficar no meu colo. Eu como uma bela trouxa de carteirinha VIP (N/A: roubando meu cargo Lauren? Nao, pera, esqueci q meu nome é TROUXA) não consegui negar. Tudo culpa daquele biquinho extremamente fofo dá mi... Da Camz, isso, dá Camz.

   Okay Lauren, o que tá havendo contigo? Beleza que Camila é super apaixonavel mas tu tem que tá ligada que sua vida está em risco caso você se apaixone por ela. 

   Allyluia que me livre,  só de pensar na possibilidade do que Dinah pode fazer comigo se um dia descobrir que sou apaixonada por Camila.

   ESPERA AÍ, eu estou apaixonada por ela? Tipo, de verdade mesmo?

   Deus socorro, eu tô enlouquecendo.

   __LOLO - sai dos meus devaneios com o grito de Camila, olhei pra ela - Allyluia oio pa mim - fez bico emburrada

   __Ate você Camila? - acabei gargalhando mais ainda - foi uma péssima ideia deixar ela e Lauren se juntarem - negou com a cabeça

   __Hey, eu ouvi tá? - falei indignada olhando pra baixinha na frente que apenas me ignorou e riu - pode falar o que você quer bebê, tem toda minha atenção

   __Bebe té abaço e bejinho Lo - pediu manhosa. Dei um forte abraço nela que estava no meu colo e enchi seu rosto com vários beijos - e ati? - apontou pra boca.

   Agora fudeu. Beleza, eu ta... LAUREN CARALHO, ELA É UM BEBÊ, PARA DE PENSAR NESSAS COISAS. Se bem que beijo na boca não é tão mal assim, neh?

   Okay, eu definitivamente estou enlouquecendo. Ally minha baixinha psicóloga favorita ajuda eu aqui vai, eu tô ficando doida.

   __Ai não pode bebê - sorri meio forçado tentando não mostrar meu nervosismo quanto a isso. Mas só tentando mesmo, e falhando com gosto

   __Pu te? - cruzou os bracinhos e ficou me encarando

   Porra Camz, assim você me fode, e nem pra ser de um jeito bom pelo menos. AAAAAAAAAAA PARA CABEÇA, POR FAVOR, EU VOU ENLOUQUECER DE VEZ

   __Porque... - olhei pra frente a procura de uma resposta do além

   PÉSSIMA IDEIA LAUREN

   Ally que antes prestava atenção na rua estava com boa parte de sua atenção voltada pra nós duas lá trás

   __Porque a gente não pode fazer isso bebê - ótima resposta Lauren, parabéns viu, merece até um Oscar de melhor resposta

   Já falei que odeio meu subconsciente? Se não, falei agora

   EU ODEIO MEU SUBCONSCIENTE

   __Maise os píncipes e as pincesas faize ixo - agora tu me fudeu de verdade hein Camila, ou nem tão de verdade assim... ENFIM

   __Mas é porque eles namoram - ALLYLUIA LAUREN, PENSOU EM ALGO INTELIGENTE

   __Entaum amu namoia tamem - contra-ataque rápido hein, foi até mais rápido que o flash

   __Chegamos crianças - Ally falou nos tirando daquela conversa. Salva pela santa Ally

   EU TE AMO BAIXINHA VULGO ALLY BROOKE

   __Eu não dou criança - resmunguei saindo do carro com Camila

   __Pra mim é então calada - decidi não discutir

   __Onde noise amu? - perguntou Camila segurando minha mão e olhando todo o shopping

   __Vamos no cinema, no parquinho brincar, comer algumas besteiras, comprar alguns brinquedos e roupas e tomar sorvete - Ally respondeu fazendo os olhos de Camila brilharem ao falar de comer e sorvete

   __Resumindo, nos divertir - completei sorrindo recebendo a concordância de Ally logo em seguida - onde quer ir primeiro princesa?

   __No... - colocou a mão no queixo parecendo pensar - cinema

   __Proxima parada cinema - falei seguida de Ally que completou a frase

   __Lolo leva eu de cavainho? - quando se tem Camila Cabello fazendo bico É IMPOSSÍVEL NEGAR ALGO A ELA

   __Levo pequena - falei derrotada depois de tentar, inutilmente, resistir a sua fofura. Obviamente Ally riu. Eu ri junto mas só quando Camila comemorou - sobe aí senhorita - me virei de costas pra Camila e abaixei um pouco, logo ela pulou segurando no meu pescoço com tanta força que quase me matou sufocada

   __O que é cola quente perto do grude de vocês? - rimos do comentário de Ally

   Fomos pro cinema discutindo sobre qual filme veríamos, eu achava que Camila iria querer desenho, mas por incrível que pareça ela escolheu Transformers, nem eu e nem Ally negamos então acabou sendo esse mesmo.

   Enquanto a baixinha comprava os ingressos junto a Camila, eu fui comprar pipoca. A fila não estava muito grande então rapidamente chegou minha vez, olhei pras duas baixinhas favoritas minha e vi que elas ainda não chegou a vez delas ainda.

   __Boa noite senhorita - desviei minha atenção das meninas e olhei pra atendente que estava com um sorriso nada legal pra mim - o que deseja?

   __Duas pipocas grande e uma média, três refrigerantes médios e... - antes que eu terminasse de falar Camila apareceu do meu lado e me abraçou de forma possessiva dando um olhar bem furioso (que eu achei muito fofo) pra atendente

   __Lolo coinho - pediu manhosa me estendendo os bracinhos

   __Bebe se eu te pegar no colo não vou conseguir levar as coisas - expliquei acariciando a bochecha dela

   __Coinho - pediu de novo fazendo um bico enorme. Quase que eu mordo ela

   __Algo mais senhorita? - a atendente disse antes que eu falasse algo, olhei pra ela que me estendia o que eu tinha pedido

   __Lolo queio doxinho - falou animada, sorri e dei um beijo na bochecha dela antes de voltar minha atenção a atendente

   __Só os doces dela mesmo - sorri pra ela e fiquei apenas observando o pequeno ser fofo a minha frente pedindo uma variedade de doces

   __Aqui menina - falou seca dando os doces pra Camz que pegou tudo e já queria comer

   __Hey princesa calma, os doces não vão sair correndo - ri do desespero dela tentando segurar tudo - dá uma sacola pra mim por favor - pedi pra moça e ela logo deu, coloquei tudo na sacola e vi Ally se aproximando

   __Hey Camren - ri negando com a cabeça. Ela pegou os refrigerantes e eu as pipocas - vamos?

   __Sim - assenti, estava pra sair mas a atendente segurou meu braço - pois não? - a olhei incomodada

   __Caso queira uma noite divertida - sorriu maliciosa e me entregou um papel com seu número. Olhei pro lado e vi Camila com uma cara nada boa

   __Que eu saiba você trabalha aqui pra atender seus clientes, não ficar dando em cima dele, agora com licença que eu vim aqui pra assistir um filme com meu bebê e minha namorada, agora com licença - sai dali  sem nem esperar resposta dá outra

   Camila estava com um sorriso enorme no rosto, isso me fez sorrir que nem uma besta, Ally apenas via tudo segurando a vontade de rir. Depois de dar os ingressos pro moço ficamos bem no fundo do cinema, lá era bem melhor pra assistir filme.

   __Que história é essa de minha bebê e namorada em dona Jauregui? - Ally questionou sentada ao meu lado de braços cruzados

   Sabe uma pessoa travada? Então, essa pessoa sou eu. Além de travada tô muito vermelha e sem resposta.

   __E-eu... - tentei falar mas não saiu nada. Camila já gargalhava pelo meu nervosismo, Ally acabou por gargalhar junto - suas chatas - resmunguei e fiquei olhando os trailers

   __Tambem te amo, namorada - falou a última palavra brincando, revirei os olhos

   __Num gotei dixo - ouvi Camila reclamar já que na mesma hora ela parou de rir. Foi quase impossível conter o sorriso

   __Meu Deus, bebezinha mais ciumenta você Camila - Ally falou rindo - aliás Lauren, quem seria a sua namorada e a sua bebê? - corei mais ainda

   __Lolo xe noise ti foxe namoiaxe noise ia dá bejinho ati na ota? - apontou pra própria boca, mesmo não querendo e querendo ao mesmo tempo assenti - entaum amu namoia? - travei de novo

   Tô pior que o Windows de 1900 e bolinha. Pera, existia Windows nessa época? Enfim, o foco não é esse Lauren, volta pra realidade e não começa com suas paranóias malucas.

   __Porque... - olhei pra todo lugar procurando uma resposta do além. Sei lá, vai que Zeus me ajuda. Até que olhei pra Ally e tive uma ideia - porque a gente não pode

   __Pu te naum? - nunca odiei tanto a curiosidade

   __Verdade, por que não Lauren? - PORRA ALLY, NAO FODE NEH. Se for fuder, fode de um jeito que de prazer pelo menos

   __N-nao sei, não depende só de nos duas - obrigado ideia que saiu do cu dá cabrita

   __Vocês sabem que eu super apoio - obrigado hein Ally, muito obrigado

   __Viu Lo - eu já não tô conseguindo controlar a minha situação e a Camila ainda faz bico, aí fica difícil

__Mas o problema não é esse meu anjo - expliquei pedindo pra Deus e todos os santos e santas me ajudarem já que minha santa me abandonou

__Voxê num gota dá bebê? - perguntou com um bico triste e os olhos cheios de lágrimas, meu coração apertou

__NAO, quer dizer, gosto, mas é que... - falei rapidamente pra ela não chorar. Porra mano, como não gostar dela? É impossível, a não ser que você não tenha um coração

__Entaum pu te voxê num namoia a bebê? - argumentos argumentos cadê vocês quando preciso? - voxê num té namoia ca bebê?

__Claro que eu quero bebê - sorri boba olhando pra ela

Acho que falei merda pela cara dá Ally, assim que vi a expressão dela meu sorriso morreu e meu cu trancou. Tá ligado quando você tá comendo algo tão gostoso aí aparece aquele esfomeado e você não quer dá pra ele entao esconde aquilo? Então, meu cu tá mais trancado do que aquela comida maravilhosa que você esconde do esfomeado.

__Entaum agoia a bebê namoia ca Lolo? - perguntou com um sorriso tão lindo no rosto que me fez olhar pra ela com cara de trouxa (mais trouxa do que o normal)

__Sim bebê - sorri pra ela que infelizmente tava meio longe já que Ally estava entre nós - agora vamos prestar atenção no filme que vai começar - nem pra começar antes pra me livrar dessa

__Podi xenta no xeu coinho Lo? - eu já não consigo negar nada a Camila, quando ela faz bico então, aí que eu não nego. Ela pode me pedir qualquer coisa, se fizer esse bico, eu dou na mesma hora o que ela pediu

__Pode bebê, vem cá - estendi minha mão que ela logo pegou.

Evitei olhar pra Ally pra não ficar com o cu mais trancado, passa nem ar nessa porra.

Camila prontamente veio pra perto de mim e sentou no meu colo ainda sem soltar minha mão. O resto do filme foi assim, Camila no meu colo sem soltar assistindo filme enquanto eu dava pipoca, refrigerante e algumas balas pra ela e comia também,m alternava entre mim e ela.

Tudo bem que ela meio que mandou (ela fez bico então não resisti) eu dar as coisas na boca dela mas eu não liguei, gosto de dar comida na boca do, agora, meu bebê.

   As vezes eu percebia o olhar da Ally em nós mas ignorava (ou tentava) pra não ficar com mais medo ainda. Eu sentia aquele suor escorrendo pela minha testa, indo pro pescoço e se perdendo nas minhas costas. Tirando isso, foi bem legal, principalmente a cara de tacho dá atendente depois que eu e Camila saímos de mãos dadas dá sala de cinema e só pra ser a cereja do bolo, demos um rápido selinho bem na frente dela, aí fomos embora.

Mas uma coisa que me incomodou foi a sensação de estar sendo seguida e observada o tempo todo 


Notas Finais


Nossa Lauren, você mudou msm hein, aposto q se fosse antes ela não pensaria duas vezes antes de arrancar as roupas dá atendente ali mesmo e fuder com ela logo quando a outra desse apenas o sorriso
Surpreendente essa mudança
E esse namoro hein? Camila nem é insistente
Qual será a reação dá Allyluia???? E oq aconteceu com Dinah?????? E Normani? Bom, a Mani tá num encontro, com quem será?????
ATE MAIS, BJS, LOVE U


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...