História Minha bela dama - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Charlie, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Nashi Dragneel, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Ultear Milkovich, Ur, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Fairy Tail, Nalu
Visualizações 177
Palavras 714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Guerra declarada


 Eu acordei ao amanhecer e vi Natsu dormindo na poltrona ao lado de minha cama, passei a observá-lo, ele vestia uma camisa larga branca, uma calça com o tecido mais leve do que eu estou acostumada haver ele usar, seu cabelo despenteado e face serena ao dormir, um sorriso surgiu em meus lábios por velo daquele jeito e saber que daqui alguns meses essa seria a cena que varia toda manhã.

- pode parar de me encarar. - pediu Natsu sem abrir os olhos, eu me assustei achei que ele estava dormindo.

- desculpa, pensei que você dormia.

- estava, mas eu sinto quando tem alguém me observando enquanto durmo. - falou brindo os olhos.

- sério.

- sim. Eu criei esse ..." dom " por assim dizer, quando Wendy tinha algum pesadelo durante a noite, ela entrava em meu quarto e ficava me olhando até eu acordar para ficar com ela em seu quarto, acredite era assustador acordar a noite e ver alguém te observando. - eu ri de sua história. - não ri acredite não tem graça. Mas bom e melhor eu ir para meu quarto, pois se alguém entrar em seu quarto e me ver aqui vamos ter problemas. - disse se levantando a indo até mim e me dando um beijo rápido antes de sair.

Assim que ele saiu alguém bateu em minha porta, eu corri até ela é a abri achando que era o Natsu novamente, mas não era ele e sim uma garota que nunca tinha visto antes.

- Oi posso ajudar? - perguntei, mas ela nada respondeu, apenas foi entrando em meu quarto. - licença mas eu não te dei permissão de entrar em meus aposentos.

- Eu não preciso da sua permissão, essa casa é mais minha do que sua. - falou em um tom de deboche, em quanto me olhava de cima a baixo, como se estivesse me avaliando.

- posso saber quem é você? - falei ignorando aquele olhar sobre mim.

- Meredy Dragneel, sobrinha favorita de Igneel e prima de seu noivo.- se apresentou tentando ser mais superior possível.

- E oque você quer?

- Eu quero ver se você é digna de receber o sobrenome dos Dragneel, e por ter visto meu primo sair escondido essa manhã de seu quarto, vejo que você não é tão santa quanto meu tio te desenhou ontem para meus pais, ao falar nele, ele está sabendo Natsu passa a noite junto a ti. - é claro que Igneel não sabia sobre as invasões de Natsu a meu quarto, mas de uma coisa eu sabia, isso não era da conta dessa garota. - pela cara que você fez acredito que não.

- não aconteceu nada entre nós, não a necessidade de Igneel saber.

- acredito em você, sua cama está muito arrumada para ter acontecido algo entre vocês.

- então você não irá dizer nada a ele.

- eu não disse isso, pois ainda é errado o Natsu ter passado a noite aqui. - eu estava me segurando para não voar na cara dessa garota intrometida.

- você vai contar ou não? - falei ja perdendo a paciência.

- calma loira, não se exalte, não irei contar... bom não agora.

- bom então você há pode ir. - pedi para que ela se retira-se.

- ainda não terminei minha análise. - ela disse em quanto mexia em algumas coisas minhas, oque estava na deixando com mais raiva dela. - nossa como você é brega, sério oque o Natsu viu em você? A Lis era mais elegante tinha mais bom gosto.

- Ha agora entendi, você é mais uma do fã clube da Lisanna. - so podia ser isso, ela mal me conhecia a ja não gostava de mim.

- Eu que apresentei a Lis para o Natsu.

- Grande erro seu.

- pequena Lucy, eu não perguntei nada a você. Quer saber eu vou tomar meu café da manhã, continuamos essa conversa depois.- falou largando meus vestidos e saiu.

       Com raiva da Meredy, eu peguei o objeto mais próximo de mim e joguei contra a parede, tive sorte que foi apenas uma almofada, e não fez barulho, a guerra estava declarada. Se ela pensa que me intimidou estava muito enganada, e eu ia mostrar isso a ela.


Notas Finais


Quem aí também achou a Meredy entrometida lavanta a mão🙌 kkk
Mas a nossa Lucy com certeza não vai deixar barato.😜😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...