História Minha outra vida (Long imagine with Wonho) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X, Originais
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Ação, Drama, Hyungwon, Jooheon, K-idol, Kyhyun, Minhyuk, Monsta X, Romance, Shownu, Tortura, Wonho
Visualizações 27
Palavras 529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Capítulo 5:

Depois de um tempo sem me soltar Wonho acabou adormecendo em meu colo, eu não tinha forças o suficiente para levá-lo de volta para a fazenda então só fiquei ali alisando seus cabelos enquanto observava o seu rosto angelical. Mais ou menos umas 3, 4 horas depois ele acordou um tanto desorientado e confuso olhando para os lados pensando o que estava fazendo no meio do jardim.

WONHO - OH! My Lady, eu dormi? Aish sinto muito, a fiz ficar acordada e com frio.

Balancei minha cabeça negativamente sorrindo.

- Não se preocupe com isso, afinal, fazia muito tempo que eu não o via dormir bem.

WONHO - Você estava me olhando dormir?

- Como se você nunca tivesse me olhado dormir quando eramos pequenos.

Rimos juntos e ele repousou sua mão sobre minha bochecha acariciando a mesma com o polegar.

WONHO - Por que meu pai não escolheu alguém como você para mim?

Disse o garoto olhando em meus olhos sorrindo levemente com um olhar cabisbaixo, tirei sua mão de meu rosto a pousando sobre suas pernas um pouco séria, mas logo abro um sorriso um tanto forçado.

- Vá para o seu quarto, já esta amanhecendo e seu pai desconfiará se não o encontrar em sua cama pela manhã.

WONHO - Tudo bem então, escutarei o que você disse e voltarei, mas antes...

Disse o garoto se aproximando rapidamente selando os seus lábios nos meus.

WONHO - Boa noite, My Lady.

Disse o garoto correndo de volta para a grande fazenda.

Um pouco mais tarde:

MUCAMA 1 - Ouvi que o senhorio brigou com seu filho antes mesmo do sol nascer.

MUCAMA 2 - Ouvi dizer que o senhorzinho não pousou em seu quarto a noite toda.

- YA! Está louça está bem alta não é mesmo? Por que não põe o papo em dia quando terminarem?

Disse e as mulheres rapidamente começaram a lavar tudo, esses boatos estavam me incomodando muito mas a única pessoa que podia acabar de vez com a minha curiosidade havia sumido.

SENHORIO - MUCAMA MADRE?! ONDE ESTÁ SUA FILHA?!

Disse o homem totalmente vermelho e furioso.

MUCAMA MADRE - Ela deve estar limpando as pratarias na cozinha.

Disse a mulher trêmula, sua filha nunca havia feito nada demais e sempre foi na sua, o que ela havia feito para o deixar tão furioso?

SENHORIO - Pequena megera venha comigo agora! Capataz, pegue minha chibata e chame todos os mulatos e mucamas para fora. AGORA!

Disse o homem amarrando a garota ao poste e deixando sua pele das costas totalmente amostra, depois que todos estavam fora da fazenda observando o homem finalmente iniciou seu castigo.

SENHORIO - Isso é para todos vocês aprenderem a não se esgueirarem em minha família, ESSA MULHER ENTROU NA VIDA DE MEU FILHO E COM SUAS GARRAS ARRANCOU O SEU CORAÇÃO DELE, EU AGORA IREI PEGAR DE VOLTA O QUE É DE MEU FILHO!

Disse descendo a primeira chibata sobre a pele da garota que nunca havia passado por esse processo, arrancando da mesma um gemido de dor, depois de muitas chibatas a garota estava quase inconsciente, logo alguém que não estava entre a roda correu para fora da grande fazenda arrancando do senhorio a chibata.

WONHO - Você não tem o direito de tomar algo que nunca sequer foi roubado, meu pai.


Notas Finais


Durmam bem com esse capítulo.
Beijos rosinhas. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...