História Minha pequena humana - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Camren, Dinally, Homossexualidade, Larry, Lobo, Sobrenatural, Transexualidade, Vampiro, Vercy
Visualizações 26
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Luta, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - O encontro


POV.THALLES

Eu estava a olhando por um bom tempo desde a hora que fui caçar, só que por um momento me distrai com umas crianças se divertindo em um parquinho, bem perto daqui, que nem vi ela saindo, definitivamente ela me pegou no flagra.

- Quem é você?_ Eu me assustei e cai da árvore aonde estava sentado, eu juro que se não fosse um vampiro, teria me quebrado inteiro.

- Desculpa, meu Deus você esta bem?_ Perguntou preocupada vindo até mim.

- Estou, m-me desculpa, eu sempre venho a-aqui olhar as c-crianças, e.. Não deveria ter invadido seu quintal_ Tentei me explicar, e falhei miseravelmente, Gaguejei e falei rapido demais.

- Hey, esta tudo bem, ah.. E sobre invadir nem ligo_ Deu de ombro.

- Ah.. Sou Thalles.. Thalles Arthur_ Ofereci minha mão.

- Sou Beatrice, mas pode me chamar de Bea_ Sorriu fraco, e me deu a mão.

Quando nossas mãos se tocaram, foi como se o mundo tivesse sumido, e ainda mais quando nossos olhos se cruzaram, senti um arrepio enorme no corpo, e com ela não foi diferente.

- Ah.. Eu ja vou indo, seus pais podem chegar e.._ Droga eu tenho que abrir a boca.

Ela de fato não estranhou, ela estava triste era perceptível, estava com olheiras, mas continuava linda como sempre.

- Tudo bem.. Ah, sabe.. Vai ter uma festa amanhã e.. Minha irmã me obrigou a ir, ah.. E como sei que vai ser chato porque não gosto de festas.. E não vou conversar com.._ Eu a interrompi.

- Quer que eu vá te fazer companhia é isso?_ Falei sorrindo.

- Olha, eu sei que é estranho, porque tipo.. Te conheci agora mas.. De alguma forma.. Esquece_ Se negou a dizer.

- Mas se senti bem, não é? Como nunca se sentiu antes.._ Respondi por ela.

- Sim_ Falou envergonhada.

- Vai.. Pra essa festa sem seus pais saberem certo?

- Ah... N-não é que.._ Desconversou.

- Não minta, seus pais não deixaria_ Olhei nos fundos de seus olhos.

- Falando assim, parece que sabe da minha vida inteira_ Falou com medo em seus olhos.

- Eu.. Não, é porque não é tão normal os pais deixarem certo..?_ Meu Deus..

- Mesmo assim.. É uma sensação como se você me conhecesse a anos_ Agora foi ela que me olhou profundamente.

- E eu conheço_ pensei_ Quem sabe.._ Desviei o olhar.

- Tudo bem então.. Eu vou entrar, meus pais podem chegar e..

- Claro, te encontro na festa..?_ Perguntei curioso.

- Isso é óbvio, quero que você vai_ Sorriu pra mim.

- Ah.. Só mais uma coisa, posso levar meus irmãos e primos e bem.. Quando digo irmãos e primos.. É varios.._ Falei envergonhado, claro que eu não iria falar que a maioria era tios, e que eu tinha duas mães que mais pareciam irmãs, e eu ainda parecia mais velho!.. E Além do mais eu só tenho três irmãos mas.... É melhor não arriscar.

- Leve quem quiser, é livre, encontro vocês a noite_  Piscou pra mim e deu um sorriso antes de entrar.

- A Dinah vai ficar louca_ Ri sozinho.

Fui pra casa rapidamente e encontrei todos jogando algo ou apenas conversando, quem visse pensaria que somos uma família normal.

- Família amanhã temos uma festa pra ir_ Falei empolgado.

- DE QUEM?_ Não disse? Dinah ficou louca.

- Priminha.. Eu a encontrei.. E..

- A BEA?_ Cada grito meu Deus.

- Filha, para de gritos meu Deus_ Chris a repreendeu.

- Foi mal Pai_ Sorriu amarelo e Ally negou com a cabeça.

- Amor, deixe o Alle falar e Pai fique tranquilo se ela gritar de novo ela fica sem a língua_ Ally falou e Dinah arregalou os olhos, a baixinha conseguia por medo em qualquer um.

Sim, Dinah e Ally namoravam, eram almas gemêas, e são filhas de Chris e Normani, mas isso é normal, são irmãs, mas só por consideraçao assim como a maioria daqui.

Comecei a contar como a encontrei, detalhe por detalhe, e todos concordaram em ir a festa, ja que era muita gente, nós iriamos se misturar, não queríamos chamar a atenção.

- Festa, ai vamos nós_ Demi disse entre risos.

Pois é, minha família é realmente louca...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...