História Minha Secretária - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, TenTen Mitsashi
Tags Escritório, Naruto, Romance, Sasunaru
Visualizações 655
Palavras 2.523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas do meu agrado cheguei!!!

Bom, espero que gostem do capitulo e aproveitem cada momento, ok?

PS: Não esqueçam de ler as notas finais é importante!!!!

Boa leitura!!!

Capítulo 13 - Conviva com isso agora!!!


Fanfic / Fanfiction Minha Secretária - Capítulo 13 - Conviva com isso agora!!!

Naruto...........

 

Eu odeio a forma como esse homem consegue me desestabilizar com tanta facilidade – pensei irritado após ver em seus olhos a acusação eminente contra mim.

– Não tem vergonha de ficar flertando em seu ambiente de trabalho não?! – perguntou irritado assim que Kiba saiu da copa, nós deixando sozinhos.

             - Desculpe-me Uchiha-Sama, mas, não estava flertando com ninguém – afirmei irritado com seu modo grosso de falar – Estava apenas preparando o café do Itachi-Sama, não tive culpa alguma de encontrar o senhor Inuzuka aqui – informei me recriminando internamente por estar dando alguma satisfação a ele.

            - Claro que teve culpa – grunhiu aborrecido – Você deveria ter saído assim que ele chegou. Mas, não... Resolveu ficar escutando o papinho dele não é mesmo? Você deve ser desse tipinho que fica seduzindo a todos que conhece, não é verdade? – perguntou segurando meu braço – É isso que você faz Uzumaki?

            Ah como esse idiota ousa me chamar de oferecido dessa forma hein? – pensei me controlando para não jogar a xicara de café que estava em minhas mãos em seu rosto lindo e perfeito.... Lindo e perfeito coisa nenhuma Naruto- repreende-me - Foco ok? Você está com raiva criatura – minha mente me alertou.

- Pense o que quiser - afirmei irritado - Sinceramente pouco me importa o que o senhor pensa de mim, ok? Eu tenho a minha consciência limpa, sei bem o meu caráter e não vai ser as suas falsas acusações que vão me fazer abaixar a cabeça, entendeu? – frisei querendo manter a posse, mas, por dentro fervendo de odeio desse teme, bastado de uma figa.

- Arg como você é petulante sabia? – disse empresando-me na parede – Com quem você pensa que está falando hein? – perguntou olhando em meus olhos se aproximando lentamente de meu rosto – Acha mesmo que pode falar assim comigo?! Hein?! Acha?! – desafiou falando tão próximo de meus lábios que nossas respirações podiam ser confundidas com uma só.

Kami-Sama o que esse homem pretende hein? Ele quer acabar com o meu juízo é isso? – pensei sentindo meu coração palpitar como louco dentro do meu peito, enquanto, eu estava completamente hipnotizado naqueles lábios vermelhos.

- U-uchiha-Sa-sama – gaguejei nervoso sentindo meu rosto pegar fogo, mas, ele não me ouviu e continuou a me encarrar de forma profunda. Ah Kami-Sama o que eu faço? Eu já estou todo arrepiado.

- O que foi? – perguntou inocentemente – Por acaso tem algum motivo para você estar nervoso? – indagou em desafio.

Sim eu tenho, eu estou extremamente nervoso aqui – pensei em dizer - As minhas pernas estão bambas, meu coração parece que vai sair pela minha boca e meus olhos não conseguem desviar de seus lábios. Sim, eu tenho muitos motivos para estar nervoso droga.

 

- N-não, não tenho – balbuciei tremulo mentindo.

- Que bom – sussurrou tão próximo que nossos lábios não chegaram a se encostar por milímetros de centímetros.

Ah Kami-Sama como eu estou completamente, irrevogavelmente fodido – pensei fechando meus olhos, pronto para cometer a maior loucura da minha vida e beijar esse maldito Uchiha, mas, bem nesse momento quando eu pensei que ia rolar o beijo... Tudo foi estragado.

- Naruto?! Itachi-S-sama es-está te c-chamando – gaguejou Hinata olhando abismada para nossa situação.

- Ah eu j-já estou indo – afirmei nervoso me afastando do Uchiha rapidamente. Eu nem pensei direito, mas, coloquei a xicara na bancada e sai daquela sala com mais de mil por hora sendo seguido de perto por uma Hinata extremamente vermelha.

 – Não é nada disso que você está pensando – afirmei me voltando para Hinata assim que chegamos a nossa sala.

- E o que é que eu estou pensando? – ela perguntou tentando esconder o riso.

- Exatamente isso – pontuei nervoso vendo-a sorrir de forma maliciosa – Eu te juro que não aconteceu nada naquela copa Hinata.

- Não aconteceu porque eu cheguei e atrapalhei não foi? – perguntou empolgada – Mas, se eu não tivesse chegando com toda certeza vocês dois estariam no maior pega naquela copa... Ahhhh que droga, já estou shippando vocês horrores agora sabia?

- E-eu e o capeta disfarçado de homem juntos? Se pegando? Não viaja Hinata – resmunguei sentindo meu rosto esquentar mais ainda – Para de ficar imaginando cenas das suas fanfictions de yaoi, ok? E vamos trabalhar – desconversei trêmulo – Aquele homem me odeia lembra? Nunca que olharia para mim dessa forma – murmurei sentindo certa tristeza repentina me abater.

- Você que pensa meu querido – respondeu toda animada – Você estava envolvido na cena, mas, eu fui a espectadora... Eu vi com meus próprios olhos a forma como o Sasuke-Sama te olhava garoto, e que olhar viu? – comentou se abanando – Se ele pudesse tinha arrancado tuas roupas e feito você dele ali mesmo, aquele olhar era de puro desejo.

- HINATA – exclamei horrorizado – Kami-sama, quem não te conhece pensa que você é uma moça recatada e pura, mas, você é... você é uma pervertida, sabia? – afirmei sem saber onde colocar minha cara depois desse comentário.

- Só estou falando a verdade Narutinho, apenas, a verdade e nada mais – comentou sorrindo amplamente. Mas, resolvi não dá bola para seus comentários quando o telefone tocou.

- Naruto? – disse Itachi-sama ao telefone.

- Sim, deseja algo Itachi-sama? – perguntei solicito.

- Você esqueceu o meu café? – perguntou sorrindo.

- Ahhhh o café, desculpe-me eu já estou indo busca-lo – afirmei nervoso – Desculpe-me, trago em alguns minutos – disse desligando o telefone – Ahhh que droga, eu esqueci o café – murmurei com medo de voltar lá e dá de cara com o Uchiha mais novo de novo – Hinatinha do meu coração... Você não poderia voltar lá na copa e pegar o café do Itachi-sama? – perguntei com uma carinha de cachorro que caiu da mudança – Por favorzinho.

- E estragar a sua chance de encontrar o Sasuke-sama novamente? Não, obrigada.... Eu sou pervertida lembra? Então, eu quero mais é que ele te devore naquela copa – murmurou sorrindo maliciosamente – Te devore por inteiro.

- Sua ridícula – grunhi irritado – Te odeio, bruxa maquiavélica – murmurei baixinho seguindo em direção a copa novamente pedindo por tudo que é mais sagrado que ele não estivesse por lá ainda.

E para a minha sorte ele não estava, então, pude pegar o café do Itachi-sama rapidamente antes que uma nova surpresa desagradável me acontecesse novamente.

- Aqui está seu café Itachi-sama – afirmei ao entrar em sua sala e lhe entregar a xícara fumegante.

- Obrigado Naruto – agradeceu gentil como sempre – Por favor, pegue esses documentos e leve até o Sasuke para recolher a assinatura dele – disse me entregando uns papeis.

- Ir até o seu irmão? Recolher assinaturas? – perguntei coçando a cabeça.

- Sim, por favor – pediu – Ele terá que ler os contratos, então, você deve ficar e esperar ele terminar.

- Ah Itachi-sama não acha melhor a Hinata fazer isso? – indaguei na esperança de continuar o evitado como estava fazendo nas ultimas semanas.

- Não, seria problemático mandar a Hinata lembra? – disse com uma sobrancelha erguida.

- Ah claro, a Ginofobia – murmurei derrotado – Ok, já estou indo.

Kami deve me odiar mesmo – pensei desiludido seguindo para a sala do diabo... Vulgo Uchiha Sasuke – É hoje que esse Uchiha me mata com certeza. É Naruto você não pode reclamar... Sua vida foi boa enquanto durou.

 

Sasuke ................

 

Eu estava prestes a beija-lo? Se aquele projeto de Gasparzinho que o Itachi tem como secretaria não chegasse eu o teria beijado? Sim, eu o teria beijado – minha consciência acusou – Droga, o que está acontecendo comigo? Eu jurava que o desejo que eu sentia era apenas por pensar que ele era uma mulher, mas, hoje ao vê-lo e senti-lo tão perto de mim... Vi que eu ainda estou atraído por ele.

- Não, isso não pode estar acontecendo – murmurei bagunçando os meus cabelos de forma desesperada – Eu não posso ficar atraído por um homem, não posso.

 Isso deve ser alguma mandiga do Itachi, com certeza – pensei maldizendo-o – Esse infeliz sempre insinuou que eu sou gay, sempre implicou comigo por causa da minha doença... Por eu não conseguir me envolver com mulher nenhuma. Ele deve ter me jogado uma praga e esse loiro é a manifestação dessa praga na minha vida.

- Infeliz, desgraçado, miserável, estúpido – grunhi todas as ofensas possíveis e que eu conheço para o meu irmão de cabeça baixa. Mas, bem no momento que ergui a cabeça e olhei para a porta do meu escritório lá estava o meu maior tormento no momento, parado na porta com o rosto aparentemente vermelho me olhando com uma expressão que eu podia reconhecer de longe.... Medo.

- D-desculpe-me Uchiha-Sama, mas, seu irmão pediu que eu trouxesse alguns contratos para que verifique – afirmou nervoso.

- Traga-os – afirmei seriamente.

- Aqui estão – disse entrando em minha sala e estendo os papeis a mim.

- Sente-se – ordenei apontando para a cadeira a minha frente.

- Hã?! Ah não é necessário eu volto daqui a pouco para verificar se já terminou – comentou visivelmente desconfortável com a minha presença.

- Sente-se não vou falar uma outra vez – afirmei com rispidez.

- Hai – concordou suspirando, obedecendo-me mesmo contrariado.

Era claro o seu desconforto em minha presença, isso ficava mais do que evidente ao olhar a forma como mordia seus lábios ou como seus dedos não paravam quietos ou até mesmo como seu olhar seguia em todas as direções menos para mim.

Eu sinceramente não sei como ele tem a capacidade de me fazer observar esses pequenos detalhes. Eu não sou mais capaz de me reconhecer, não quando estou em sua presença – pensei irritado com os rumos de meus pensamentos.

- Diga a Itachi que terei que analisar detalhadamente esses balanços antes de assinar – afirmei friamente depois de um tempo lendo os contratos – Só depois de confirmar alguns detalhes é que assinarei.

- Hai, darei seu recado – disse fazendo uma reverência.

- Espere – pedi assim que ele estava prestes a sair da sala – Não tire conclusões precipitadas pelo o que aconteceu na copa, entendeu? Jamais lhe beijaria, quero deixar isso bem claro – menti na tentativa de convence-lo e me convencer também.

- N-não precisa dizer o que já sei – afirmou ainda de costas para mim – O senhor já deixou bem claro o quanto me enoja, não se preocupe – disse saindo da sala rapidamente.

Sim, eu te enojo – tentei convencer a mim mesmo. Mas, vacilando por um breve momento ao imaginar como seria beija-lo novamente.

 

 

Naruto ...............

 

A minha mãe sempre diz que as palavras tem o poder de fazer-nos sorrir, mas, também tem o poder de nós machucar. Ela com sempre tem toda razão, elas machucam mais do que um tapa – pensei sentindo algumas lágrimas descerem por meu rosto sem minha permissão.

- Naruto?! O que aconteceu?! – perguntou Hinata se aproximando de mim no corredor do banheiro.

- Hã?! Nada não aconteceu nada – afirmei enxugando meu rosto rapidamente – Acho que a minha alergia atacou novamente – comentei entrando no banheiro rapidamente na tentativa de fugir de suas perguntas.

- Alergia?! Fala sério isso não cola comigo – disse invadindo o banheiro masculino – O que aconteceu? Me diz, quem sabe eu posso ajudar.

- Eu agradeço Hinata, mas, você não pode me ajudar – afirmei lavando o rosto na piá do banheiro – Eu cometi o erro de me apaixonar por quem não devia e agora estou pagando o preço por isso – comentei tristemente – Infelizmente ninguém pode me ajudar quanto a isso, mas, não se preocupe... Eu vou ficar bem.

- Ahhhh Naruto – murmurou me abraçando – Força viu? E sabe, a minha mãe sempre diz que nada melhor para  esquecer um amor não correspondido do que um novo amor viu? Você é lindo, fofo e com certeza tem um monte assim atrás de ti, então, mantenha a cabeça erguida ok?

- Ok – concordei sorrindo com sua gentileza.

Depois dá força que a Hinata me deu no banheiro voltei ao trabalho decidido a seguir em frente e esquecer qualquer coisa relacionada a Uchiha Sasuke. Eu estava tão convencido disso que até cogitei seguir os conselhos da Hinata e dar uma chance ao Kiba.

Ele é um cara legal, me faz rir e já está dando em cima de mim a um bom tempo. Talvez ele seja o responsável por me fazer esquecer esses sentimentos confusos que estou sentindo.

E com esse pensamento assim que cheguei ao fim do meu expediente, segui em direção ao estacionamento da empresa Uchiha onde sabia que encontrá-lo-ia.

- Naruto – gritou Kiba acenando assim que me visualizou – Ah que coincidência sabia? Eu estava querendo te ver.... Eu queria saber se você não se encrencou por minha causa. O Uchiha parecia realmente irritado hoje – comentou coçando a cabeça sem jeito – Desculpe se compliquei a sua vida, não foi a minha intenção.

- Não se preocupe, eu estou bem – garanti tocado por sua preocupação – Bom, eu estava pensando... Bom, estava pensando se você não quer sair para beber ou algo assim – falei tomando coragem.

- Sério?! Eu adoraria – concordou animado – Uau, eu nem acredito nisso... Sério mesmo que você quer sair comigo?

- S-sim eu quero – afirmei decidido – Eu quero sair com você.

- Naruto... Você nem imagina como esperei por isso – comentou sorrindo segurando meu rosto – Desde o momento que eu te vi... eu juro que não sei o que aconteceu, mas, eu não consigo te tirar da minha cabeça sabia? – confessou me deixando extremamente desconfortável por querer usá-lo dessa forma – Naruto, por favor me deixe beija-lo – pediu olhando em meus olhos.

- Hã?! Beijar-me?! – indaguei assustado – Kiba, eu.. eu acho que.. que não seria adequado – comentei, mas, ele não me ouviu e já estava prestes a me beijar... Mas, mais uma vez por ironia do destino o Uchiha apareceu e jogou-o no chão. Me puxando em direção ao seu carro e me obrigando a entrar no lado do carona.

- O QUE PENSA QUE ESTAVA FAZENDO HEIN? – gritou realmente irritado assim que entrou no lado do motorista – VOCÊ PERDEU A CABEÇA POR ACASO HEIN? ELE IRIA TE BEIJAR E VOCÊ E IA PERMITIR ERA ISSO?

- SIM, EU IA PERMITIR – gritei também depois que me recuperei do susto – E você não tem nada a ver com isso.

- CLARO QUE TENHO A VER – afirmou segurando meu braço – ISSO É NOJENTO ENTENDEU? Você não pode beijar ele, eu não permito isso. Onde já se viu dois homens se beijando hein?

- Hã?! Nojento?! – debochei realmente irritado agora – Você pode até ter esquecido, mas, você já me beijou esqueceu? E pelo o que eu lembro gostou e muito por sinal.

- Eu pensei que você era uma mulher – acusou irritado – Só por isso te beijei. Eu jamais beijaria um homem conscientemente disso.

Ouvir esse comentário foi a gota d’água para mim, então, munido de uma coragem que sinceramente eu não sabia que tinha o agarrei pelo colarinho da camisa e o puxei em minha direção. O beijando como nunca beijei outro alguém... No primeiro momento ele até tentou se afastar, mas, assim que segure-o pela nuca e intensifiquei o beijo ele começou a corresponder da mesma forma.

Travamos um verdadeiro duelo por dominância e em certo momento ele passou a conduzir o beijo e eu apenas me entreguei ao momento, esquecendo completamente o motivo pelo qual iniciei esse beijo.

- Conviva com isso agora – afirmei ofegante assim que nós separamos, saindo do carro logo em seguida.

 

Continua.........

 

 

 

 


Notas Finais


Bom, pessoal antes de me despedir gostaria de deixar meu desabafo ok? Eu sinceramente fico muito grata pelo acompanhamento e carinho recebido por parte de vocês, mas, ultimamente ALGUNS leitores estão exagerando na questão de cobrança de atualizações e já tive que ser grossa com essas pessoas. Eu sei que quando gostamos de uma fic queremos a continuação o mais rápido possível (EU SEI DISSO TAMBÉM SOU LEITORA), mas, lembre-se isso é algo feito de fã para fã. É UM HOBBY para mim e como hobby eu tenho que conciliar com meu trabalho, com a minha faculdade e com a minha vida pessoal também. Então, por favor sejam mais compreensivos com o tempo de atualização... Eu sempre tento o meu melhor para atualizar o mais rápido possível, porém, tem vezes que não dá!!!

ESPERO A COMPREENSÃO DE TODOS!!!

Kissus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...