História Minha secretária inocente - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Simón
Tags Aguslina, Michaentina, Ruggarol
Visualizações 40
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction Minha secretária inocente - Capítulo 2 - Capitulo 2

Michael on-

O que dizer do meu primeiro dia? Bem cheio, e também para piorar tenho um secretária irresponsavel que ainda acha que tem razão.

Vou ligar para o meu amigo para a gente ir curtir a noite.

Quero encher a cara, assim me esqueço um pouco do meu dia.

Chamada on-

Michael: lionel bora para a boate hoje?

Lionel: a quanto tempo em michael, claro bora sim. Mas porque depois de tempos que você me convida para ir pra uma boate.

Michael: comecei a trabalhar na empresa do meu pai hoje, e preciso relachar.

Lionel: agora entendi. Te encontro na parte de vip daquela boate que e bem badalada.

Michael: ok

Chamada off-

Saiu do meu escritório e vou em direção ao elevador. Já no andar de baixo falo com todos e vou pegar meu carro.

Chego rápido no meu apartamento, tomo um banho, pego um blusa cinza, uma jaqueta de couro preta e uma calça jeans.

Passo um perfume, pego minha carteira e vou buscar meu carro.

Depois de 15 minutos chego na boate em que Lionel estária me esperando.

Entro direto já que os funcionários já me conhecem e sabem que sempre venho aqui. Vou direto encontrar meu amigo que estava no camarote

Michael: eai lionel

Lionel: cara, quanto tempo.

Michael: nem me fale, bora beber?

Lionel: bora

Fomos para o bar pedir uma caipirinha e lionel vodka. Ficamos bebendo, até que duas mulheres vem até nós.

Mulher 1: boa noite gatinhos, o que fazem sozinhos aqui?

Lionel: procurando boas companhias (sorrir para elas) mas parece que encontramos.

Mulher 2: nossa que sorte a nossa então (diz vindo para perto de mim) me chamo giovanna.

Mulher 1: e eu me chamo ada

Lionel: vamos dançar ada?

Ada: vamos gato.

Giovanna: e você lindo, não quer dançar?

Michael: não, prefiro ficar bebendo aqui.

Giovanna: posso te fazer companhia?

Michael: claro, vai querer o que?

Giovanna: vodka

Michael: moço traga uma garrafa de vodka

Giovanna: ai sim.

Ficamos conversando e bebendo até que eu vejo um aglomerado de gente fazendo circulo no meio da pista de dança.

E percebo que tem uma loira e uma morena dançando no meio da pista.

Pera, aquela loira parece minha secretária. Não, não pode ser.

Me levanto, mas sou interrompido por giovanna.

Giovanna: onde vai gatinho?

Michael: vou ao banheiro já volto.

Giovanna: ok (voltou a beber)

Fui para o meio da pista e realmente era ela. Dançando com um vestido meio curto até o chão.

Percebir que um homem ia se aproximando dela, então decidir tirar ela de lá.

Afinal, não ia permetir isso!

Fui lá e colei nossos corpos enquanto sussurava em seu ouvido.

Michael: valentina, o que você está fazendo.

Valentina: ah chefinho eu não estou fazendo nada, só me divertindo. (Diz um pouco animada demais)

Michael: quanto que você bebeu?

Valentina: acho que cinco copos de vodka

Michael: vem vamos embora.

Valentina: ei, eu estou com minha amiga.

Michael: cadê ela.

Valentina: tá aqui. (Diz virando para a morena) kah.

Karol: oi amiga.(diz se virando para ela)

Michael: vou levar ela pra casa.

Karol: eu nem conheço você, e a valen está sobre minha responsabilidade.

Michael: eu sou o patrão da valentina

Karol: (ela pareceu se assustar um pouco) ah então ok. Vou indo também!

Puxei Valentina até meu carro

Valentina: poxa, eu tava me divertindo.

Michael: você está bebada isso sim.

Valentina: eu não estou bebada, só bebir um pouco para me soltar, eu me lembro perfeitamente que você e o novo presidentr filho da puta que não verdade e meu chefinho (diz com uma voz ironica)

Michael: ai garota cala boca, vai me diz onde você mora.

Valentina: pode ir embora, eu vou ficar. Meu objetivo hoje era ficar com alguém e nem isso eu conseguir.

Michael: vamos logo fala onde e sua casa.

Valentina: aff tá e depois de quatro quarteirão.

Michael: ok

Fui dirigindo até chegar na frente a uma casa amarela de dois andar.

Valentina: ops

Michael: o que foi?

Valentina: esqueci minha chave no carro da minha amiga.

Michael: ai não.

Valentina: psé você vai ter que me deixar em algum hotel

Michael: já sei pra onde vou levar você.

Dirigir até meu apartamento, chegando lá estacionei o carro e puxei ela até o elevador.

Quando a porta do elevador fechou que fui presta atenção em Valentina que se encontrava de olhos fechados e com a boca entre aberta.

E como e que só agora percebir no corpo dessa mulher. Meu deus! Ela é muito gostosa.

O elevador parou no nosso andar e puxei ela até meu apartamento.

Valentina: onde estamos?

Michael: meu apartamento

Valentina: ah então seu objetivo era me ter na tua cama?

Michael: você tá ficando doida.

Valentina: eu doida, você me trás para meu apartamento e quer que eu pense o que?

Michael: se te trouxe para cá foi por sua culpa que deixou a chave da sua casa com sua amiga

Valentina: ah então isso aqui também e minha culpa.

Quando ela disse isso não entendi, até o momento que ela me jogou no sofá e se deitou por cima me beijando.

Não sou nenhum idiota e por isso continuei beijando ela

O beijo foi esquentando e ela ficava se mechendo em meu colo, já estava ficando exitado quando ela começou arranhar meu peitoral por baixo da camisa.

Michael: você tá conciente do que está fazendo?

Valentina: sim

Michael: então vamos pro quarto.

Levei ela até meu quarto e a prensei na porta enquanto beijava seu pescoço, deixando várias marcas naquela região.

Ela dava vários suspiros enquanto passaba a mão por meu peitoral.

Tirei minha camisa e meu sapato enquanto ela tirava o sapato dela.

Empurrei ela na cama, ficando por cima dela,  e comecei abrir o vestido dela.

Tirei seu sutiã e comecei a trabalhar em seu ceios, dava leves mordidas e chupava com vontade.

Valentina: aa..aa.h.h is..so

Passei meus dedos por cima de sua calcinha e pude sentir a exitação que estava.

Michael: tudo isso e pra mim valentina?

Valentina: s..im (disse como um levo gemido)

Michael: quer que eu te chupe?

Valentina: q..ue..ro

Michael: você quer o que?

Valentina: m..e ch.u..pa log..o che..fi.n..h..o

Não aguentei e pus logo a boca em sua intimidade e comecei a chupar com vontade, depois estimulei seu critoris com minha lingua.

Valentina: AAA..H che...fi..n..h..o qu..e bo..ca go..st..o..sa

Sentir que ela iria gozar e metir dois dedos em sua intimidade. E sentir algo impedindo de meus dedos entrarem.

Pera ela era virgem? Tirei meus dedos de lá e continuei chupando ela, quando ela gozou.

Estava muito ofegante.

Michael: valentina você e virgem?

Valentina: sou (disse baixo) você não vai querer fazer nada comigo né?

Michael: eu só quero saber se tem certeza que quer perder a virgindande comigo?

Valentina: sim eu tenho.

Michael: ok, no começo vai doer tá, mas depois vai melhorando.

Valentina: tá.

Voltei a beijar ela com luxuria, tirei minha calça botei o preservativo em meu membro que já estava ereto e subi em cima dela e fui penetrando dando leves estocadas.

Até que sentir sua barreira ser rompida. E parei de movimentar.

Michael: tá doendo?

Valentina: já passou a dor. (Disse se movimentando)

Comecei a me movimentar fazendo vários movimentos rápidos e nós dois gemiamos.

Valentina: AAAAAH. Is..so che..fi..n..h..o me..te a..ssi..m aaa..h q..ue d..e..licia

Michael: po...rra. v..ocê e go...sto..sa

Sentir sua buceta aperta meu pau indicando que ela iria gozar e comecei a acelerar meus movimentos.

Até que gozamos juntos e me joguei para o lado enquanto nossas respirações normalizavam.

Estava exausto, puxei valentina para meu corpo e logo adormeci.




Notas Finais


E ai gostaram?
Espero que sim!
Mereço comentários?
O que será que vai acontecer quando eles acordarem? Alguma aposta?
Até mais! Deixe seus comentários e me insentivem a escrever mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...