História Mitologias-Interativa♣ - Capítulo 80


Escrita por: ~

Visualizações 20
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 80 - Léon, o salvador de Gizé


P.OV~Autor

Após Léon humilhar o escaravelho de Seth, e ser recebido com seus amigos por Ramsés, eles decidem ir até a pousada onde estava o jovem. Ao chegarem, todos se acomodam em seus respectivos quartos.

Depois de Léon e Nanda entrarem em seu quarto, ele se despe, desliga a luz e deita ao lado de sua esposa. Então quando ele vai abraçá-la ela se separa dele e diz:

Nanda: você não me ama de verdade. Se me amasse teria trazido apenas eu.- diz, meio triste.

Léon: *Suspira*.....Nanda, eu sinto muito se eu te fiz mal quando me casei com a Elen e as outras. Eu só queria assegurar que a futura geração fosse mais forte.....

Nanda: me deixando como uma desleixada.- diz, desviando o olhar.

Léon: Nanda, eu....não sei como dizer isso, Mas eu me enganei ao respeito de nosso filho. Eu tive filhos com as outras pra ver se meus filhos seriam fortes como eu. Pois os pais delas são deuses fortes, e eu achei que tendo filhos com elas o filho nasceria forte.- diz, cruzando os braços e olhando pra cima.

Nanda: e por que você quer tantos filhos?- diz, emburrada.

Léon: por que eu desejo que tenhamos um reino próspero. Que meus filhos sejam fortes e que possam proteger o reino.- diz, tentando tocá-la no ombro.

Nanda: isso não muda nada. Você me deixa como uma concubina e sai por aí me traindo. Por que você simplesmente não me mata?- diz, enquanto não aguentava as lágrimas.

Léon: por que eu amo você....

Nanda: você diz isso pra todas.- diz, chorando do outro lado da cama.

Léon: Nanda, você é diferente. É a única que eu realmente amo. As outras realmente não passam de concubinas, mas você não. Eu nunca disse que amava a minha antiga esposa, Lydia. Jamais disse que amei alguém. Você é a primeira pessoa que eu digo que amo.- diz, enquanto ela se virava para ele lhe abraçando.

Nanda: por quê você nunca disse que me amava? Você sabe o que eu passei? Eu também amo você, e sou bem diferente da minha mãe que se deita com qualquer um. Eu jamais iria te trair, mas você me traiu. Não tem sentido você dizer isso.- diz, enquanto suas lágrimas caíam sobre o peitoral do espartano.

Léon: *Abraça ela*....Você me deu um filho, Nanda. Nosso filho será o meu sucessor. Ele será tão forte quanto eu, ou até mais. Ele puxou seu talento com o arco e puxou o seus olhos. E você não é filha de uma deusa forte, sua mãe é a mais fraca dentre os olimpianos, e mesmo assim você deu a luz à um filho que pode chegar a ser mais forte que eu.- diz, acariciando os cabelos dourados de sua esposa.

Nanda: Eu amo você, Léon.- diz, beijando-o apaixonadamente.

Léon: Eu também. Quando voltarmos para nosso reino, eu.....te tornarei rainha.- diz, pegando-a com força.

Nanda: Você o quê?!- diz, surpresa com a frase.

Léon: A razão pela qual eu sempre levei meus filhos pra caçar, é que eu queria saber qual das mães seria a rainha. Eu vi potencial em todos, mas não em Areu. Nenhum deles herdou meu maior poder.....

Nanda: Tá falando da.....

Léon:......Esperança. Areu herdou a esperança. Algo que nenhum dos meus filhos herdou. Por isso Areu sabe falar todos os idiomas. Ele é especial. Como a mãe.- diz, enquanto Nanda ficava sem palavras.

Nanda: Eu não sabia disso.- diz, meio sem jeito.

Léon: você será a rainha. Minha rainha.- diz, enquanto ela não podia reagir.

Nanda: Léon....*pega Ele atraindo-o para perto, beijando-o apaixonadamente*.....Eu te amo.- diz, enquanto limpava as lágrimas.

Enquanto isso.....

Sigrid: Areu, que bom nós dois pegarmos o mesmo quarto.- diz, de forma amorosa.

Areu: Eu também acho.- diz, de forma séria. 

Os anos de treino com seu pai lhe amadureceram. Agora ele era quase uma cópia menor de seu pai, com a única diferença que ele era gentil e amigável. Sigrid e ele sustentavam um tipo de relação semelhante à de Léon e Nanda.

Sigrid: quando nós matarmos os deuses deste panteão você.....quer se casar comigo?- diz, desviando o olhar. 

Por conviver muito com Areu, a jovem havia desenvolvido um tipo de sentimento amoroso por ele assim como ele por ela. Agora com 16 anos ela já era mais madura, porém ainda conservava sua inocência e bondade. De vez em quando ela dizia algumas coisas sem pensar ou simplesmente para brincar ou provocar seu amado Areu.

Areu: ainda somos jovens, Sigrid. Eu quero ter a força de meu pai, e só então eu poderei me casar. Para que eu possa te proteger.- diz, abraçando-a, ainda com semblante sério. 

A jovem comparada ao Areu era baixa, em estatura. Areu media 1,83 com apenas 15 anos, enquanto que ela media 1,54 com 16. Areu podia colocar seu queixo sobre a cabeça dela devido à isto.

10 horas depois....

Todos estavam reunidos no salão principal da pousada. Quando eles saem dali acompanhados de Ramsés, uma multidão de pessoas aparece e observa Léon dizendo:

??????: eis o salvador de Gizé!!!- dizem todos ao Uníssono. 

Léon: como é? Eu não salvei a cidade sozinho.- diz, meio surpreso.

??????: mas você humilhou o escaravelho quando ele voltou à forma humana.- diz, uma das pessoas.

Léon: sim, mas meus amigos também ajudaram.- diz, apontando para Andrew e os demais.

Andrew: espere aí, como você viu ele enfrentar o escaravelho?- diz, parando a multidão.

??????: Eu estava atrás de uma casa, aí eu vi ele aparecer na frente do homem o humilhando.- diz, engolindo saliva.

Andrew: tudo bem. Onde está o rei desta cidade?- diz, curioso.

??????: o Faraó? Ele tá naquele Palácio. Ele conquistou em 7 anos todos os povos do sul e do oeste. O reino dele se extende da fronteira com a Palestina até a Etiópia do Sul (Autor: no caso Etiópia do Sul corresponde às áreas do sul da Etiópia, Somália, Quênia e Uganda) e se extende também até a metade da Númidia (Autor: ou Tunísia e Líbia) fazendo fronteira com Cartago.- diz, enquanto Léon cruzava os braços.

Léon (pensando): os espartanos podem vencer esse reino facilmente. Nosso exército mesmo não sendo numeroso conseguiu conquistar toda a Grécia e se extendeu até a Ásia menor (Autor: Turquia), Sicília, Itália, Córsega, chegamos até a Gália (Autor: França). Além disso pelo que vejo os soldados daqui não usam armadura, muito menos armas muito fortes. As espadas deles é feita de Bronze e Aço Inoxidável fundidos, os escudos eu diria que são de Ferro. E isso sem falar que a cidade não tem muralha. Aqui é o alvo perfeito para uma invasão.- pensa, enquanto dava um suspiro para não ter que ofender os egípcios.

Ramsés: bom, temos que ir. Eu devo levar vocês até aquele lugar.- diz, chamando a  de forma séria e fria.

Após caminharem alguns metros eles chegam em uma pirâmide, a qual continha escrituras dizendo:

"Saiam, e suas vidas serão poupadas"

Léon: vamos entrar, precisamos chegar lá logo.- diz, entrando na pirâmide com eles.

Todos: Sim!- dizem, entrando junto com ele.

Após isso eles entram na pirâmide, sem saberem os desafios que lhes esperam lá dentro.


Notas Finais


Será que essa é a pirâmide verdadeira? Será que Léon poderá encontrar os deuses Egípcios?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...