História More than friendship - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Isabelle, Lily
Visualizações 3
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi meus amores tudo bem com vocês?? Tomara que vocês gostem desse capítulo.

Boa leitura.

Capítulo 25 - Uma Ajuda


Fanfic / Fanfiction More than friendship - Capítulo 25 - Uma Ajuda

- Você ficará no meu quarto, ok ? - Eu concordei - Se quiser pode dormir na cama, já que tem muita coisa acontecendo na sua vida, eu deixei um lugar no guarda roupa para você guardar as suas - Nós chegamos no quarto, ele era bem escuro, mas confortável. Tinha uma cama encostada na parede, um guarda roupa na frente da cama, também encostado na parede, ao lado da cama um pequeno criado mudo, ao lado desse, uma janela coberta com a cortina escura. Uma mesinha com alguns livros e um computador, também tinha uma estante grudada na parede, cheia de livros e mangás - Antes de perguntar, isso tava uma bagunça também. Eu vou arrumar um café, daqui a pouco volto, vai arrumando suas coisas.

- Ok - Concordei e comecei a arrumar minhas coisas.

A Isa estava a um bom tempo na " cozinha ", eu talvez o tempo estava passando bem devagar.

- AII ! - Ouvi um " grito " da Isa.

- O que aconteceu ? - Corri até lá. Ela estava com uma parte da mão da na boca - Se queimou?

- Sim, eu tava coando o café, aí de alguma forma meio estranha, eu consegui me queimar - Ela tirou a mão da boca quando falou, deu para ver uma grande parte vermelha. Eu ia me aproximar dela, mas alguém entrou na casa.

- Isabelle! Onde você tá ? - Uma mulher gritou, ela era alta, com cabelos castanhos longos e olhos castanhos claros, a única diferença dela e da Isa, eram a altura - Ohh ! Uma amiga ? Finalmente, você não traz nenhum amigo para casa, desde tanto tempo.

- Mãe, assim você me magoa - A Isa falou - Ahhh, essa é Liliane William, Lily, essa é minha mãe, Camilla - A Isa tinha pegado nos meus ombros, ela parecia com um pouco de medo - Onde está meu Alexandre?

- Seu pai está lá em baixo falando com o novo " vizinho ", por quê vocês não vão lá? Ele parece estar um pouco atrapalhado.

- Mas eu preciso fazer a jant-

- Pode ir, você até está com a sua amiga, aproveitem e o ensinem a manter uma casa limpa.

- O-Ok - A Isa concordou - Lily, você precisa pegar alguma coisa ?

- Não, meu celular está aqui, podemos ir.

- Ok, até logo - A Isa se despediu e pegou minha mão, indo para fora.

- É impressão minha ou você tenta não os chamar de pai e mãe?

- Eu evito.

- Por quê?

- Longa história.

- Temos muito tempo.

- Não temos não. Oi…Brayan

- A-Ahh, Oi Liliane, Oi Isabelle - O Brayan nos comprimentou, ele estava cheio de sabão e com o cabelo bagunçado - O que fazem aqui ?

- Viemos te ajudar. Alexandre, ela está te chamando - A Isa falou para seu pai, se referindo a sua mãe como "ela". Ele logo foi para casa.

- Eu tô de boa, não é necessário ajuda.

- Eu até te levaria a sério, se você não estivesse cheio de sabão e com o cabelo bagunçado - Falei.

- Parece um cachorrinho abandonado…VAMOS FICAR COM ELE LILY ? - A Isa se grudou na minha perna, parecia uma criança que viu um brinquedo super legal.

- Isa…Acho que você precisa ir para um psicólogo.

- Vishii, assim tu me machuca - Ela se levantou e colocou a mão no coração.

- Eu vou fingir que não ouvi me chamarem de cachorro - O Brayan falou.

- Foi no bom sentido! - A Isa o respondeu, animada.

- Não acredito que tenha um bom sentido para isso - Falei - Mas vamos, eu quero te ajudar, já que você também me ajudou.

- Verdade, né ? Você a ajudou a fugir de mim - A Isa parecia um pouco Brava, só parecia. Nós entramos e apreciamos a bagunça que aquili estava. Tivemos que o ajudar a tirar toda aquela espuma e bagunça. Demorou umas duas horas para tirarmos tudo. Depois de um tempo, pedimos uma pizza, estavamos esperando ela, sentados no sofá - Em…Brayan, esse apartamento já era da sua família?

- Ahhh, sim, como você sabe?

- Quando eu me mudei para cá, o quarto e o quinto apartamento já estavam vendidos. Mas, eu nunca vi ninguém vindo aqui. E ainda sim, tinha vários copos, pratos, talheres, até tv's e outros objetos, que dava para ver que estavam todos empoeirado-

- No caso, alguém morou aqui, porém se mudou ou parou de vir, é isso ? - Terminei a frase da Isa.

- Sim, eu moro com meus avós faz uns cinco anos…Quando meus pais ainda estavam vivos, moramos aqui por um tempo, nós tínhamos um dinheiro bom, mas os dois eram professores e ficavam muito tempo fora de casa, era melhor para mim, já que era mais seguro - Ele parecia triste e perdido em pensamentos.

- Desculpe tocar em algo tão ruim - A Isa se Desculpou, também triste. Eu também me desculpei, assim como ela, toquei em uma parte do passado dele, um tanto quanto difícil.

- Mas, isso é passado. Agora temos que seguir em frente - Ele falou, com um sorriso, falso.

- Verdade, Hahaha - Eu ri, tentando dispensar o clima ruim. A campainha tinha tocado, o entregador já tinha subido direto, pois já havíamos avisado o porteiro.

- Eu pego - A Isa se levantou, quase correndo.

- Brayan, eu sei que é difícil, mas, eu vou te ajudar…Então, por favor, confie em mim, eu realmente quero te ajudar - Eu falei, o encarando, determinada. Ele sorriu, um sorriso doce e gentil.

- Obrigado, conte comigo para o que precisar - Concordei e vi a Isa chegar.

- Do que estavam falando ? - Ela perguntou, colocando a caixa da pizza e um refrigerante na mesinha, a nossa frente.

- De como você é desastrada - O Brayan inventou uma desculpa.

- Verdade mano, como alguém consegue se queimar com café ? - Completei a mentira.

- O bastante para ter que fazer um curativo.

- Ei! A culpa não é minha!

- É sim - Eu falei e nós começamos a comer.


Notas Finais


E aí gostaram??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...