História Mudança de perspectiva - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger
Visualizações 21
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 8 - O começo de amizades, banquete e pensamentos errantes.


POV Narrador

Os novos alunos desceram dos barcos e esperavam que alguém os levasse para a temida seleção de casa...pequenos grupos se formaram, conversando, para tentar diminuir o nervosismo...é claro que ninguém sabia se esses grupos iriam permanecer ou não após a seleção de suas futuras casas.

Um pouco mais a frente, próximo a porta que deve levar para fora da antecâmara em que as crianças estavam esperando, um grupo se destacava por sua exuberância e animação; James Potter, Sirius Black, Peter Petigrew e Remus Lupin, que por infelicidade do destino foi arrastado para uma conversa sobre quadribol por um irmão ciumento, observava com desejo um outro pequeno grupo, composto por duas garotas e um garoto, ele não sabia o por que, mas desejava ardentemente estar ali; Sirius Black, sabia, mesmo sendo tão novo que a sua beleza poderia leva-lo longe, mas nesse exato momento, conversando sobre algo que amava, seus olhos dançavam para o grupo em que estava as irmãs de seu novo amigo, ele queria que Liz Potter estivesse ali com ele e não com Lilian Evans ou o Ranhoso Snape; James Potter estava chateado e feliz ao mesmo tempo: suas irmãs estavam conversando com o ranhoso e com a Evans, que deixava seu jovem coração batendo rápido sem realmente o deixar saber o porque. Peter Petigrew, bem ele estava feliz e esperava estar na mesma casa que seus novos amigos, torcendo que dessa vez tivesse sorte.

A porta se abriu e entrou na sala uma mulher de aparência austera e composta, que se apresentou como a profª Mcgonagall e depois de organizar os alunos em uma fila, abriu as portas do salão principal e levou os pequenos calouros para a sua seleção de casas. Os alunos tentavam andar de maneira reta e elegante, não demonstrando o sentimento de espanto pelo salão magnifico que entraram...quando chegaram próximos a um certo ponto do corredor entre duas das quatro longas mesas, um homem muito velho e com uma longa barba branca se levantou de seu lugar no centro da mesa.

- Queridos antigos e novos alunos, antes de se iniciar o banquete de boas vindas, vai ser feita a seleção de casas. As casas de Hogwarts são quatro: Lufa-lufa – a mesa da extremidade a direita aplaudiu forte – tem a Corvinal – a mesa a direita dos novos alunos aplaudiu – a Grinfinória – a mesa a esquerda aplaudiu forte e alto – e Sonserina – a mesa a extremidade esquerda aplaudiu forte... e essas casas serão como a família de vocês, suas vitorias renderão pontos a sua casa e suas derrotas irão custar pontos a mesma; então espero que todos aproveitem seu ano em Hogwarts.

- Quando eu chamar o seu nome se dirijam ao banquinho e eu porei o chapéu seletor na sua cabeça, ele decidirá para que casa vocês irão. – A prof.ª Mcgonagall disse com sua forte voz.

- Adams, Marie. – Uma garota loira com longas tranças se dirigiu ao banquinho quando a prof.ª pôs o chapéu na sua cabeça ele sem demorar falou: Lufa-lufa, a mesa aplaudiu e a garota se dirigiu ate eles se sentando.

- Black, Sirius. – O garoto se dirigiu ao banquinho e depois de um momento com o chapéu seletor: Grinfinória.

- Evans, Lilian. – A garota ruiva deu um sorriso ao seu amigo taciturno e se dirigiu ao banquinho que antes mesmo de encostar na cabeça dela gritou: Grinfinória.

- Fremont, Beau. – Um garoto moreno com ar calmo e confiante, se dirigiu com confiança ao banquinho e o chapéu disse sem hesitar: Corvinal.

- Linder, Meredith – Uma garota pequenina com cabelos ruivos foi ate o banquinho e o chapéu: Corvinal.

- Lupin, Remus. – O pálido garoto tinha apenas um desejo no seu coração: ser aceito; o chapéu seletor ponderou e: Grinfinória.

- Mcgavin, Gustav – Um garoto grande para idade e muito loiro se dirigiu ao banquinho e antes do chapéu chegar a ficar um tempo na sua cabeça: Lufa-lufa.

- Petigrew, Peter. – O pequeno garoto loiro foi com a cabeça baixa ao banquinho, e depois de um tempo: Grinfinória.

- Potter, Hermione. – A garota caminhou com graça, sendo observada por um garoto pálido de cabelo castanho, ate o banquinho onde após ponderar o chapéu: Grinfinória.

- Potter, James. – O garoto se dirigiu altivo ao banquinho e antes mesmo do chapéu tocar a sua cabeça: Grinfinória.

- Potter, Lisbete. – Depois de ser chamada uma segunda vez, já que distraída não tinha notado que tinham lhe chamado, a garota se dirigiu ao banquinho com um ar feliz e aéreo, sem notar um par de olhos cinzas a seguindo e um par de olhos azuis quase violeta a olhando de longe, curioso sobre a garota distraída, o chapéu nem bem tocou a sua cabeça: Grinfinória.

- Snape, Severus. – O garoto deu um ultimo olhar a amiga sentada na mesa da Grinfinória e sem demora o chapéu: Sonserina.

- Sloane, Libaen – Um garoto muito loiro deu um ultimo olhar a garota de olhos bicolores, distraída sentada na mesa da Grinfinória, se dirigiu ao banquinho e o chapéu sem demora: Sonserina.

Depois de mais alguns alunos a seleção se encerrou e o banquete começou com apenas mais algumas palavras do amado diretor:

- E vivam bem.

Durante cerca de duas horas, no salão principal se ouvia muita conversa enquanto todos se deliciavam com a incrível comida servida.

 

POV Hermione

Eu estava sentada entre o Remus e a Lilian e conversávamos sobre as matérias que faríamos nesse primeiro ano, estávamos muito animados, mas dava para notar o olhar triste que a Lilian dava para a mesa da Sonserina, quando segui o seu olhar notei que ela olhava para aquele que seria conhecido um dia como o “morcegão das masmorras”, mas aqui nessa época ele só me parece um garoto solitário, será que uma simples mudança de atitude para com ele poderia mudar o futuro? Voltei a conversar com o Remus ao meu lado que estranhamente corava toda vez que eu sorria para ele.

 

POV Lilian

A Hermione e o Remus não eram tão ruins, acho que foi como a Liz disse se eu der uma chance posso até gostar deles, é claro menos aquele tal de James Potter e o Sirius Black, já que eles deram aquele apelido ridículo ao Sev...olhei para o Sev e vi que ele estava irritado se ele continuasse desse jeito ele não faria amigos...olhei para a Hermione que sorria para o Remus que corava muito para ela...hum isso é interessante, voltei a conversar com eles, amanhã eu falo com o Sev.

 

POV Remus

Certo, acho que estou doente, só pode por que o meu peito fica estranho quando a Hermione sorri para mim? Eu estou em uma casa legal, estou com pessoas que parecem gostar de mim, mas só com ela meu peito dói e eu sinto que vou corar de novo... acho melhor ir na enfermaria se isso continuar a acontecer.

 

POV James

Sabia que ia ficar na casa dos corajosos... e para melhorar minhas irmãs estão aqui também...papai vai adorar saber...mas adoraria descobrir por que meus olhos insistem em vagar até aquela ruivinha....espera aí o Remus está corando enquanto a Mione fala com ele? Eu vou ter que... a ruivinha fica tão linda quando sorri... acho que vou na enfermaria ver por que meu peito esta tão estranho.

 

POV Sirius

Como é que uma garota pode ser interessante? Ainda mais uma garota tão estranha e avoada e linda... vou parar de olhar para a irmã do James e voltar a conversa, mas ela parece tão interessante e ...foco Sirius ela é estranha e você fica estranho perto dela.

 

POV Severus

Como vou sobreviver esses sete anos com a minha Lilian naquela casa? E para piorar aqueles moleques irritantes estão próximos a ela... bom pelo menos ela não fala com os babacas...no momento ela fala com o garoto Lupin e com uma garota que parece arrogante, se me lembro bem ela é irmã do babaca mestre do Potter mas ao contrario dele ela parece ter cérebro.

 

POV Libaen

Eu não entendo por que Sonserina? Queria tanto estar em outra mesa... talvez perto da garota com olhos coloridos...Lisbete.

 

POV Narrador

Após o banquete e últimos avisos, os monitores levaram os novatos para um tour pelo melhor caminho para as devidas casas, onde com diferentes questões, que não seriam respondidas a não ser com mais alguns anos e experiências, todos dormiam esperando pelo que vai vir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...