História My Angel - Capítulo 26


Escrita por: ~ e ~idksuckers

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Cher Lloyd, Cody Simpson, Dylan O'Brien, Francisco Lachowski, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Drama, Escola, Família, Festa, Luta, Novela, Romance, Shoujo Romântico, Violencia
Visualizações 596
Palavras 2.164
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡
HEY NÃO SE ESQUEÇAM DE DEIXAR VCS COMENTÁRIOS!
♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡ ♡ ❤ ♡

Capítulo 26 - Get used to me touching you


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 26 - Get used to me touching you

Emma’s Pov On

Eu devo ser louca. Num momento tou odiando por ele ser um cara grosso e sem compaixão, e noutro momento tou beijando ele como fosse a última coisa deste mundo. Por mais que tente ficar longe é como se fosse impossível, somos tão diferentes mas os opostos se atraem, e cada vez eu me tornava mais ciente disso. E ao pensar que talvez ele poderia sentir o mesmo me deixava com esperanças que isto fosse resultar em algo mais.

Cada vez que olhava em seus olhos caramelos via o garoto que me conseguia tirar o sono, que estava a todo o minuto em meu pensamento mesmo eu não querendo. O seu beijo acaba sempre por me prender, me deixa sem forças, não tinha como o evitar era como uma droga que você vicia e não quer largar mais.

Depois de algum tempo dirigindo logo chegamos em casa do Bieber, o mesmo guardou seu carro. Iria ser uma noite divertida já deu pra entender. Chaz, Chris, Jack, Mary estavam todos rindo e conversando na sala, até sentirem nossa presença.

— Os pombinhos tavam demorados né?— disse Chaz me dando um beijo na bochecha e fazendo um passe qualquer com justin.

— Onde vocês andaram? —perguntou Chris com um sorriso malicioso.

—Noe. — Chris revirou os olhos já sabendo o que eu ia falar.

—Noe? — perguntou Chaz confuso, idiota.

—Noe da sua conta. — logo cai na gargalhada junto de todo mundo, reparando Chaz que tava com uma cara de tacho me encarando.

— Você é muito idiota. — disse Chris negando com a cabeça.

Comprimentamos todo mundo e nos sentamos. Ficamos assistindo um filme por um tempo e depois iriamos decidir o que fazer pois tava todo mundo aborrecido.

— O que vamos fazer agora? — perguntou Bieber que se sentou no chão do meu lado pondo seu braço em volta do meu pescoço, sorri com sua atitude sabendo que ele não era de mostrar muito afeto.

— Passa aí outro filme qualquer. — disse Jack encolhenco os ombros, sentado do lado de Mary que estava encostada em seu peito.

— Aí não, tem que ser mais algo divertido. — disse Chris fazendo cara enjoada.

— E que tal jogarmos verdade ou consequência? — perguntou Chaz, todo mundo o encarou.

— Eu topo. — disse Justin, claro que ele topa só quer sacanagem.

—Eu também. — disseram Jack e Mary ao mesmo tempo o que nos fez rir.

— Não. Esse jogo é muito chato. — disse negando com a cabeça.

— Larga de ser fresca, que droga! — disse Chris me encarando feio.

— Cala boca seu pónei louco.— disse fazendo todo mundo rir enquanto Chris me encarava furioso.— Tabom, vamos lá. — disse bufando e revirando os olhos. — Mas e se não fizer?

— Hm... quem não fizer tem que rapar o cabelo. — disse Chaz sorrindo esfregando sua mão uma na outra.

— Me parece que vou fazer o Bizzle perder. — disse Jack rindo.

Todo esse tempo e ainda não entendi o porque deles chamarem de "Bizzle". Tenho mesmo que perguntar pra ele.

— Porquê eu? — perguntou justin sem entender, revirei meus olhos.

— Você é lerdo mesmo. — Justin agora me encarava confuso. — É porque você tem mais amor nesse topete do que devia. — o mesmo me encarou e logo riu.

Nos sentamos numa roda, esperando Chaz que trazia uma garrafa na mão que servia pra ver quem perguntava ou dava uma consequência e para quem teria que responder ou cumprir uma consequência. Chaz começou rodando a garrafa que parou apontando pra Chris e Justin.

— Verdade ou consequência?— perguntou Chris encarando Justin.

— Consequência. — disse sorrindo orgulhoso. — Verdade é pra viadinhos. — revirei os olhos fazendo o mesmo me fuzilar com os olhos e chegar perto do meu ouvido me fazendo arrepiar por sentir o ar  quente no meu pescoço. — Eu vi isso. Já falei pra você parar com essa porra de ficar revirando os olhos. — o mesmo sorriu demostrando que não estava tão irritado assim e voltou sua atenção pro jogo e eu fiz o mesmo.

— Bem, minha consequência é... você vai pular na piscina pelado. — disse sorrindo.

— Chris, tá muito frio lá fora. — disse Jack.

— Não tinha mais díficil Beadles? — disse Justin o encarando com um sorriso vitorioso.

O mesmo saiu correndo feito louco pelo jardim e todo mundo foi atrás, tirou sua roupa ficando apenas de boxer, o que me fez encarar aquele corpo dos deuses com suas tatuagens combrindo grande parte de seus braços, peito e barriga. Ai mãezinha me ajuda meu deus, me segura. O mesmo saltou feito louco deixando alguma água saltar pra fora por conta da força do impacto, logo surgiu no cimo de novo e foi subindo as escadinhas pra sair da piscina vindo pro pé de nós sorrindo. Todo mundo ficou rindo e chamando ele de louco mas logo entraram pra continuarem o jogo, deixando nós  dois sozinhos lá fora.

— Você tá louco?— disse pegando uma toalha que estava pousada num banco no meio do jardim e colocando em sua volta, o mesmo em encarava com seu sorriso branco e entrelaçando seus braços de volta da minha cintura me fazendo sentir segura, meu deus pode parar Bieber? Assim tá díficil odiar você.— Vai apanhar um resfriado, vamos pra dentro.

Trá preocupada bravinha?— disse sussurando e depositando um beijo no meu pescoço fazendo todos pelos do meu corpo arrepiar, eu juro que este homem faz de propósito.

— Não provoca.— disse me soltando e vi Justin rir safado.

Entramos e nos sentamos juntos deles, a garrafa foi girada de novo desta vez por Justin e apontou pro Jack.

— Verdade ou consequência? — disse esfregando suas mãos.

— Verdade. — disse Jack.

— Então...consequência.

— Eu disse verdade bizzle. — disse bufando.

— Cala a boca. — o mesmo ficou pensando por um tempo e logo falou.— Tem que usar um soutien até ao fim do jogo. — disse fazendo todo mundo rir.

— Eu não sou nenhuma bichinha. — disse Jack irritado.

— Então me parece que vamos rapar seu cabelinho. — disse Chaz sorrindo com a máquina na sua mão indo na sua direção fazendo o mesmo se levantar e se afastar de Chaz.

— E onde eu vou arranjar isso?­— disse Jack derrotado.

 Justin subiu as escadas voltando em pouco tempo com um soutien rosa com um desenho de coelhinho num dos lados fazendo todo mundo rir.

— Pega, este combina com seus olhos. — disse rindo da cara de Jack.

— Você me paga Bizzle. — bufou vestindo o mesmo.

Gostava de saber onde arranjou isso. — disse sussurando no ouvido do Bieber

Eu estava irritada e não consegui guardar isso pra mim, aposto que era de uma das vagabundas que ele andava comendo.

Ciúme? — disse sussurando de volta depositando um beijo no meu pescoço, bufei e voltei prestando atenção no jogo.

Jack girou a garrafa e calhou eu mim, pronto fudeu.

— Verdade ou consequência?

— Verdade. — disse confiante.

— É verdade que gosta do Justin? — logo toda a confiança que eu estava sentindo desapareceu e minhas bochechas começaram fervendo de tão envergonhada que estava.

— Consequência. — o mesmo riu por eu ter evitado a pergunta, e justin me encarava sorrindo também.

— Lap dance á pessoa do seu lado direito. — senti vontade de me enfiar num buraco naquele momento, olhei pro meu lado direito e vi que era Justin. Ele sorria malicioso, que mal que eu fiz a deus pra merecer isto?

— Não. — disse cruzando meus braços.

— Então vamos cortar seu cabelo. — disse Chris simples.

— Eu não vou fazer essa bagunça. Ainda pra mais em frente de vocês. — disse irritada.

— Tudo bem.— senti um alívio pois pensei que Jack tivesse desistido dessa ideia idiota, mas meus dez segundo de alegria logo acabaram. — Então vão ali no quarto e você vai fazer isso. Sem truques. Justin depois vai dizer pra gente se você fez ou não. — o mesmo acenava com a cabeça confirmando e rindo de tudo aquilo, eu só queria fugir pra bem longe.

Logo nos acompanharam até ao quarto e desceram de novo. Comecei andando dum lado pro outro pensando no que raio eu tava fazendo e ouço o trinco ser fechado, o que me fez olhar para porta tendo a visão de Bieber sorrindo malicioso enquanto trancava a mesma. Comecei sentindo calafrios, minhas pernas tremiam e minhas mãos soavam.

— Tá pronta? — disse me encarando.

— Justin eu não vou fazer isso. — disse cruzando meus braços o encarando.

— Vai sim ou vai rapar seu cabelo. — disse sorrindo vitorioso, bufei e comecei ganhando coragem para fazer a consequência que Jack me tinha dado.

Peguei em suas mãos o fazendo me olhar desconfiando, e arrastei uma cadeira empurrando Justin fazendo seu corpo cair sobre ela, tirei sua camisola fazendo todas suas tatuagens ficarem visivéis enquanto ele me encarava já sorrindo. Ele gosta de provocar, então vamos fazer o mesmo.

Liguei uma música qualquer que fosse mais adequando e começou tocando "Dance For You" da Beyoncé que fez Justin sorrir pois deve ter reconhecido a música. Justin me encarava com seus olhos brilhando e um sorrindo malicioso nos lábios, decidi entrar no seu jogo e sorri de volta mordendo meu lábio, que fez ele se acomodar na cadeira me olhando de cima a baixo enquanto eu andava sensualmente até ele. Parei na sua frente e comecei me movendo ao mesmo tempo em que minhas mãos iam deslizando em minhas curvas. Logo seu olhar foi acompanhando minhas mãos, que logo tentaram ir de encontro á minha cintura mas o parei.

— Não...sem tocar. — disse piscando o que o fez sorrir e morder seu lábio.

Continuei dançando sensualmente, ou pelo menos tentando, e pude notar que seu amiguinho tava dando sinal. Me senti uma idiota desengonçada fazendo aquilo, mas tinha que conseguir. Apoiei minhas mãos em suas pernas e me curvei, chegando até seus lábios dando um leve selinho sem deixar que fosse algo mais. Dava para perceber que ele já se sentia incomodado com aquela situação, ele queria estar no comando. Mas hoje não seria do seu jeito.

— Emma, assim nã... — tapei sua boca.

— Calado.

Fiquei de costas enquanto continuava tirando a roupa. Depois que passou na minha bunda, fiz questão de virar pra ele tirando por completo lhe dando a visão completa da mesma. Movimentava meu corpo de acordo com a batida da música. Me sentei virada pra ele, que me tentou tocar de novo mordendo seu lábio.

— Já falei. Sem tocar.

— Está me dando ordens bravinha? — sorriu safado.

— Estou. — disse devolvendo o sorriso. — Hoje sou eu quem manda. — ele soltou uma gargalhada gostosa e eu não pude deixar de rir também.

Continuei dançando, mas já estava perdendo a concentração cada vez que Justin passava a lingua em seus lábios e sorria me encarando. Me puxou pra mais perto dele me fazendo sentar em suas pernas.

— Já não tou gostando mais de brincar.— nossa respiração já se cruzava e antes que eu pudesse reagir ou falar algo senti seus lábios nos meus, era um beijo quente, cheio de desejo por ambas as partes, com as suas mãos bobas descendo pelas minhas costas até chegar á minha bunda onde deixou um leve aperto.

Cada vez que Justin me beijava eu sentia que podia morrer daquele jeito que não me importaria, apesar de eu não saber se ele sentia o mesmo era bom tê-lo só para mim, me fazia sentir especial nem que fosse só por pouco tempo. Nos separamos por conta da falta de ar e nossa respiração estava descompassada, sorri olhando pro Justin que sorria de volta.

— Você é um idiota. Nem pra me abedecer, Bieber. — disse encarando seus olhos. — Eu disse pra você não me tocar.

— Sério? Ah não ouvi bem, estava demasiado concentrado com você jogando sua bunda na minha cara. — disse sorrindo me beijando de novo. Ficamos um tempo trocando carícias que tavam indo pra outra direção por conta de bieber ser safado demais.

[...]

Nos deitamos por conta do cançaso tentando que nossa respiração voltasse ao normal, pois Bieber não apaga esse fogo de qualquer jeito. Deitei minha cabeça no seu peito enquanto falavamos algumas idiotices e riamos.

— Vá dormir. —  ergui minha sobrancelha o fitando, se o olhar matasse ele estaria a mais de 1000 metros do chão neste momento. — Você é linda desse jeito. — disse mexendo no meu cabelo me encarando com seu olhar sereno, que era raro de se ver pois nunca o conseguia o decifrar.

—Que jeito?

—Irritada. — disse rindo, revirei meus olhos.

— É, você também. — disse levantando minha cabeça o encarando.

— Também sou lindo deste jeito? — disse já sorrindo malicioso pra mim. — Sou lindo de qualquer jeito. — babaca convencido.

— Não. Também vá dormir. — disse séria mas logo depois rindo da sua cara que me fuziláva com o olhar. — Tou brincando idiota. — cheguei perto dele lhe dando um tapa fazendo ele dar uma gargalhada gostosa seguido de um beijo que causou uma corrente elétrica por todo meu corpo fazendo Justin sorrir.

Fiquei acariciando o cabelo do louro deitada sobre seu peito, encarando seus olhos caramelos enquanto o mesmo me olhava pensativo, as vezes me pergunto o que ele tanto pensava mas também acho que nunca teria a coragem de perguntar, com isso cai no sono.

Mesmo com todos os medos, as incertezas, as duvidas ele me fazia bem.


Notas Finais


TRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=FvUe7cpS60Y
WATTPAD: https://www.wattpad.com/324793469-my-angel-one-more-day-in-hell

Espero que tenham gostado!♡ ❤ ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...