História My Angel - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~idksuckers

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Cher Lloyd, Cody Simpson, Dylan O'Brien, Francisco Lachowski, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Drama, Escola, Família, Festa, Luta, Novela, Romance, Shoujo Romântico, Violencia
Visualizações 2.035
Palavras 771
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O BIEBER APARECE NO CAPÍTULO 13
Nós começamos esta fic e acabamos por perlongar demais a história inicial, então por isso é que ele só entra no capítulo 13, sorry!

Capítulo 3 - Skyscraper


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 3 - Skyscraper

 

1 ano depois

Ano novo, eu nem me reconhecia já não era mais aquela nerd, já não era mais aquela das roupas escuras e folgadas. Você quer saber o que me ajudou a enfrentar tudo isso nas férias? Não. Não foi ninguém, não foi um psocólogo ou coisa parecida, descobri meu entertenimento. Musica.

Hoje iria ser o 1º dia de aulas de um novo ano, e eu? Bem eu estava muito nervosa, e estaria a mentir se disse-se o contrário. Fiquei sabendo que não ia mais ficar na turma que aqueles idiotas, mas pro meu azar só havia uma pessoa comigo na turma nova. Você quer advinhar quem é, deixem-me ajudar vocês, bem eu gostei dele(infelizmente), ele me magoava muito, era um idiota com os amigos, já sabem quem é?

BINGO!!

Disse Ethan estava certa e vai ganhar um óscar por essa.

Tanta gente de minha antiga turma e tinha que ser a que eu mais odeio neste momento, uma das que mais me fez sofrer, aquele que eu “amava”(pensava que amava) mas mesmo sabendo disse me tratava como se eu fosse lixo, mas bem tou me pouco fodendo pra ele neste momento, este é o meu momento, o meu mundo, a minha vida, por isso só entra nela quem eu bem entender que deve entrar.

  Ignora, deixa passar, eles esquecem. Esquece isso, tudo mudou.

«Não confunda fragilidade com inocência.»

Ah esqueci de contar pra vocês, tenho uma nova amiga, quer dizer amiga não, melhor amiga, nem isso ela já e da minha familia é como uma irmã que eu nunca tive. O nome dela é Mary, ela é linda, meio loira meio morena, cabelo encaracolado mas como não gosta ela passa chapinha, uns olhos que deixam as pessoas de boca aberta, ou seja perfeita, tenho que admitir que ela também me ajudou a ser a pessoa que sou hoje, ela era a única que me entendia sem me julgar sabe?

Simplesmente nas férias nos entendemos, visto que ela se separou de muita gente, que por acaso eram daquelas que xingam todo o mundo, ela se fartou, e eu percebi o lado dela também, percebi que ela também sofria, percebi que por trás  daquela faceta de menina forte ela sofria muito também e tudo se escondia pelo seu sorriso, mas ela era forte, determinada, e melhor ainda também AMA cantar, bom pra nós. Eu amei estar com ela nas férias, sempre nos divertimos muito juntas, eu estava a precisar de alguém como ela. Por azar ela ficou numa turma diferente da minha, mas iriamos estar sempre juntas, nos intervalos, nos almoços, sempre.

Tomei meu banho e me vesti (1), calcei minhas Vans pretas. Desci e tomei meu pequeno almoço dando um beijo na minha mãe e no meu pai e logo fui caminhando para a escola.

Estava nervosa, MUITO nervosa não posso negar, na minha cabeça só rodava:

"Será que as pessoas da minha nova turma vao gostar de mim?".

"Será que são simpático?".

"Sera que ele vai la estar?"

É CLARO SUA IDIOTA, ELE É DA MESMA TURMA QUE VOCE NÉ? Mas quer saber foda-se ele.

Cheguei na escola (já atrasada como sempre), bati na porta o que fez todos me olharem, senti-me um pouco envergonhada mas não mostrei, senti o olhar de Ethan em mim mas ignorei, logo o professor me mandou sentar onde eu bem entendesse, e foi o que eu fiz, fui bem pro fundo da sala e me sentei.

Já disse que odeio aulas, não? Bem eu ODEIO aulas, já que não se fazia nada nas aulas comecei conversando com pessoas pra tentar conhecer melhor a turma. O sinal tocou, as aulas passaram bem rápido e eu fui ter com Mary que logo me abraçou com um sorriso e eu retribui.

— Eai? Gostou de sua nova turma?—perguntei sorrindo para mary e nos dirigindo para fora da escola.

—Até que é legal, mas não conhecendo ninguém é estranho sabe?—disse mary com uma cara de enjoada o que me fez rir.

—Digo o mesmo, mas nos habituamos bem rapidinho vai ver.— pisquei o que a fez sorrir.

 — E o Ethan falou com você?—perguntou mary o odio que sentia por ele.

— Não, mas aconselho a não falar tão cedo se tem amor aos dentes.— disse rindo e logo mary também caiu na gargalhada.

No despedimos e fomos pra nossas casas.

Cheguei em casa e não estava ninguém, ótimo, adoro tar sem meus pais em casa até porque já estava acostumada, eles vivem viajando e trabalhando. Fui pro meu quarto fiz minha higiene e vesti meu pijama sem sequer jantar mesmo e me deitei caindo no sono.

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...