História My Angel - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~idksuckers

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Cher Lloyd, Cody Simpson, Dylan O'Brien, Francisco Lachowski, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Drama, Escola, Família, Festa, Luta, Novela, Romance, Shoujo Romântico, Violencia
Visualizações 1.200
Palavras 1.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DEIXEM SEUS COMENTÁRIOS! ESPERO QUE GOSTEM!
♥ ♡ ♥

Capítulo 6 - Scare to fall in love again


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 6 - Scare to fall in love again

Acordei com algo me batendo  mas continuei meu sono de beleza profundo, sinto de novo algo sendo tacado em mim e logo ouço Mary rindo. Essa cadela me paga.

—Faz isso mais uma vez e eu mato você. — disse com a voz rouca, ouvi Mary rindo e tacando de novo uma almofada.

— Vou continuar fazendo isso até você levantar essa bunda da cama, está ficando tarde.

Me levantei bufando e aproveitei que Mary estava de costas e taquei uma almofada bem na sua cabeça e comecei a correr vendo Mary irritada mas sem conseguir parar de rir, me tranquei na casa de banho e fui fazer minha higiene e me vestir. Quando saí já estava pronta (1).

Saímos em direção á escola e cada uma foi para sua sala.

A primeira pessoa que meu olhar cruzou foi Ethan, deu um arrepio na espinha e senti minhas pernas tremerem, mas porque? Porque que eu fico nervosa desse jeito? Eu não sei mas tenho medo de vir a descobrir. Me sentei bem lá no fundo da sala e só via as horas passando, fui acordada do transe pela campainha, saí da sala e fui ter com Mary. 

Estava andando pelo corredor vazio, mas para onde foi todo mundo? Mary já deve estar puta da vida comigo.  Senti algo puxar meu braço me fazendo olhar para trás vendo Ethan, não consegui falar nada, eu queria dizer para ele largar a porra do meu braço mas simplesmente não consegui. 

Estávamos nos olhando nos olhos á uns bons minutos  até que ele decidiu abrir a boca.

— Emma eu queria pedir desculpa sabe, pelo...pelo... — disse se notando o nervosismo na sua voz mas logo falei para acabar com aquilo.

—Não faz mal, acontece.— disse simples e calma.

—Emma sabe,  eu peço desculpa, desculpa por tudo. —disse encarando o chão e mexendo no cabelo.

—Ãh? Desculpa? — eu sou lerda mesmo, ou talvez não.

— Me desculpe por tudo, por o sofrimento que causei em você, por ser um parvo e ver a garota que tinha na minha frente, por não perceber o o quanto você é linda, não perceber que quando você fica nervosa olha para o chão e fica vermelha, não perceber que os seus olhos brilham quando você esta contente, que você é a pessoa mais bondosa que eu já conheci, por não perceber que te poderia perder e que você me iria fazer falta, por não perceber que .. perceber que eu gosto de você, por tudo. Me desculpe Emma eu sou um idiota. — fiquei o encarando sem saber o que falar, ele estava deitando tudo para fora, consegui ver uma pequena lágrima escorrendo de sua face, mas logo disfarçou e a limpou. 

Eu senti que ele queria falar aquilo já á um tempo atrás, ele apenas olhava para o chão derrotado, e eu não conseguia falar um ''ai''. Ethan me olhou  e foi se aproximando cada vez mais de mim, eu não me conseguia mexer, senti nossas respirações se cruzarem  mas eu virei a cara.

Aquele garoto que eu amei ou pelo menos penso ter amado, aquele  que nos meus olhos era meu tudo, mas que me zoava sem dó nem piedade, acabou de dizer que gosta de mim, o que faço agora? Eu não sei porque mas apenas não conseguia falar nada, aquele beijo que eu esperei durante um ano, eu  não quero me apaixonar de novo, eu tenho medo de me apaixonar de novo. 

Passado um bom tempo me soltei de Ethan e o olhei sem saber o que fazer. Ele levou a mão á cabeça. 

 

—Desculpa Emma eu não sei o que deu em mim, eu.....eu não sei. —disse me olhando nos olhos.

—Eu ... eu tenho de ir ter com Mary. — me lembrei do que Mary falou e decedi seguir seu concelho. — Sexta tem festa em minha casa se quiser aparecer. — o mesmo me olhou e um pequeno sorriso brutou. — Adeus Ethan. —disse me engasgando em cada palavra que dizia, ouvi um "adeus" muito baixo da parte dele e me fui embora  olhando uma última vez para trás e o vendo no encostado nos cacifos olhando para cima como se estivesse pensando.

Eu não sabia o que fazer, eu gostei muito dele como nunca gostei de um garoto, mas ele me machucou.. Eu não sei bem, eu não sei se estou apaixonada por ele, eu estou confusa, tenho tanto medo de me machucar de novo sabe? Mas é como se meu coração disse-se "Emma vai em frente, não pensa na consequência, viva sua vida e perdoe Ethan." mas minha consiência dizia  " Cuidado Emma, você vai se machucar de novo, vai sofrer e vai ser pior." eu não sei, só o tempo o dirá.

Fui andando para casa, pois não encontrei minha girafa Mary, entrei e a mesma estava deitada no sofá vendo TV, me sentei do seu lado. Fiquei pensando no que fazer ou como reagir, o que  falar, como respirar, eu já nem sabia respirar sabe?

—EMMA!! —gritou Mary na minha frente.

—DIZ, não é preciso gritar. — disse metendo as mãos nos ouvidos por um tempo.

— Estou chamando você á mais de 10 minutos e você não responde. — revirei meus olhos, Mary é muito exagerada mesmo. — E então quer sair?— disse Mary sorridente, essa mina nem a morrer fica quieta em casa.

—Temos aula amanhã, mas na sexta faço festa aqui, convida seus amigos, que eu convido meus. —disse sorridente.

—UEEEE, FESTA NA CASA DA EMMA!!!! — Mary gritava saltando no sofá. —Posso trazer Jonny?

—Jonny, hmmm...? — disse a olhando maliciosa.

—Sim Emma, mas somos só amigos tá bom? — disse Mary revirando os olhos.

—Pode claro, eu convidei Ethan, acha que foi mal? — perguntei olhando para minhas pernas. 

Sei lá eu ficava sem jeito falando dele ou estando com ele, apenas olhando para seus olhos  eu só não me quero machucar de novo.

— Você vai se divertir você vai ver. — disse Mary sorridente, ia subindo as escadas quando ouço Mary me chamar— EMMA! —olhei para ela. — Dá uma chance pro Ethan. — ela sorriu e eu fui subindo pensando em tudo.

No beijo, no que Mary disse,  eu vou seguir meu coração e vou dar uma chance para ele, vou conhecer este novo Ethan. Só espero não me arrepender.


Notas Finais


O BIEBER APARECE NO CAPÍTULO 13
Nós começamos esta fic e acabamos por perlongar demais a história inicial, então por isso é que ele só entra no capítulo 13, sorry!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...