História My Boyfriend is a Superstar - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, J-hope, Jung Hoseok, Min Yoongi, Namjin, Romance, Sobi, Sope, Suga, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 250
Palavras 3.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Isso lá são horas de dar a cara por aqui?
Não me julguem a inspiração bateu agorakkkk
Esse é um daqueles capítulos que você se orgulha de ter postado sabe?
Ele é um dos meus favoritos.
DEEM MUITO AMOR PRA ELE VIU

Capítulo 11 - 11. Amor


Assim que acordou, Hoseok girou o olhar por todo o lugar, constatando que havia dormido por acidente no meio do dorama ao ver o balde de pipoca jogado no chão e um Min Yoongi sonolento quase caindo do sofá.

Sorriu, achando aquela cena digna de uma foto, e sem delongas, pegou seu celular que estava jogado de lado e tirou foto do momento, colocando de plano de fundo em seguida.

Aproveitando que já estava acordado, e, já estava tarde, resolveu acordar o namorado também, que dormia como uma pedra.

- Hyung, acorda… - Balançou-o de leve sem muito sucesso - Yoongi! - Gritou, e mesmo assim, o baixinho continuou dormindo como uma pedra, como ele conseguia?

Pensou em desistir, mas, uma ideia veio em sua cabeça. Se aproximou lentamente do Min e deixou vários selinhos em seu rosto, sorrindo ao ver que funcionou para acordá-lo.

- Bom dia - Diz quando o mais velho abre os olhos e os coça de maneira, que, se não fosse trágica pela sua aparência bagunçada, seria no mínimo icônica e fofa.

- Quero acordar assim todos os dias quando nos casarmos - Yoongi disse a pérola e Hoseok sentiu suas bochechas corarem como nos contos clichês que lia, e em um momento sentiu-se nervoso perante ao sorriso doce gengival que o moreno le lançou ao ver seu rubor.

- Eu...eu…- Olhou para os lados pronto para dar uma desculpa esfarrapada para usar o banheiro, mas, Yoongi foi mais rápido.

- Que horas são? - Perguntou

- São dez da manhã, seu dorminhoco - Estalou a coluna  ao se levantar, ainda com um leve rubor no rosto - Minhas costas doem, nunca mais quero dormir nesse seu sofá.

- Isso me parece síndrome da velhice - Provocou Yoongi.

- Quem tem a mente de velho aqui é você, não eu - Respondeu.

- Você me ofende desse jeito - Fez um bico infantil e sentou de costas para o namorado.

- Mas eu não estou mentindo, estou? - Hoseok voltou-se a sentar no sofá, abraçando o Min e deixando beijos nos ombros dele - Estou brincando, você sabe que bem no fundo eu gosto de você.

- Gosta é? - Fez drama - Não parece.

- Yah! Está duvidando da minha palavra? Como pôde Min Yoongi - Entrou no teatro dramático do mais velho.

- Como poderei acreditar em vossa palavra, Hoseok? - Fingiu enxugar as falsas lágrimas - Como poderia esquecer aquela cortante cena de ter te visto aos braços de outro, logo aquele cabra safado de Oh Sehun?

- Você ainda não esqueceu isso? - Revirou os olhos saindo da brincadeira.

- Fiquei traumatizado com a possibilidade de te perder para aquele gigante que parece um palito de dente - Deitou a cabeça no ombro do namorado - Não gostei nada daquela cena.

- Ele não é gigante, você que é pequenininho demais - Explicou Hoseok e em seguida foi acertado diversas vezes pelo travesseiro amassado de seu namorado que parecia bem raivoso com suas piadinhas sobre seu tamanho.

Hobi cuidado com o…-Antes que pudesse avisar, o corpo magro e alto de Hoseok foi contudo para o chão ao trombar com os brinquedos de Holly que estavam jogados no tapete felpudo da sala, causando várias risadas por parte de Yoongi - Só faltou o Sweet Dreams* para isso ficar mais engraçado ainda.

- HaHaHa, como você é piadista Yoongi - Revirou os olhos - Da próxima vez te acordo com tapas e uma bacia de água fria.

- Não ‘tá mais aqui quem falou - Ergueu as mãos parando de rir, mas, continuando com o típico sorriso debochado.

Hoseok tentou se pôr de pé após isso, porém, ao pisar no chão com a perna direita sentiu uma forte dor e teria caído novamente se não fosse pelo namorado que o segurou antes.

- Acho que eu torci a perna - Apontou o óbvio.

- Isso é minha culpa, desculpe - Diz Yoongi em um tom preocupado - Quer que eu te leve ao médico? Compre algum remédio?

- Calma Suga-ah, foi só uma torcidinha de leve - Riu pela preocupação do mais velho - Eu vou ficar bem.

- Mas pode ser algo sério, e se você tiver que amputar a perna e nunca mais poder dançar? - A preocupação de Min Yoongi em relação a si fazia Jung se sentir nas nuvens, pois, parecia que finalmente havia encontrado alguém perfeito para amar.

Amor.

Essa palavra era estranha para o ruivo, ele não fazia ideia se o que sentia pelo moreno era amor, mas, tinha certeza de que era algo forte.

- Pare de ser tão dramático, você anda vendo Greys Anatony* demais - Riu baixinho - Já que quer me ajudar, você poderia trocar essa roupa e me dar uma carona até em casa, que tal?

- Já quer me deixar de novo? - Fez bico - Tudo bem, vamos lá.

O moreno arrumou  levemente o cabelo, o que não deu muito certo pois continuou bagunçado, mas, valeu a tentativa e se dirigiu até a porta com a penca de chaves na mão, não sendo seguido pelo ruivo.

- Yoongi, eu meio que não consigo andar - Hoseok explicou com as bochechas coradas - Como vamos fazer para descer até o térreo?

- Não seja por isso - O de fios negros se aproximou do namorado e passou os braços pela cintura fina do mesmo - Hora de testar meus dotes de academia.

- Yoongi o que você vai faz- - Foi cortado ao ser pego no colo pelo Min - YOONGI VOCÊ VAI ME DERRUBAR ME COLOCA NO CHÃO, PÉSSIMA IDEIA, PÉSSIMA IDEIA!

O outro apenas riu do desespero e gritos do Jung, não o colocando no chão.

- Você é mais leve do que parece - Comentou enquanto andava até a porta.

- Está insinuando que me achava gordo antes de me carregar? - Hoseok deu um tapa na nuca do mais velho que reclamou em um resmungo.

- Hoseok de onde você tira essas ideias? Se olha no meu espelho mais vezes, você é a porra de um Deus grego.

O dançarino novamente estava com o rosto rosado e envergonhando, vivia em uma relação de amor e ódio com as coisas que seu hyung dizia a si.

Assim que abriram a porta do apartamento, deram de cara com a figura ruiva que sorriu animada ao vê-los, e involuntariamente Hoseok fez uma expressão de descontentamento, ainda sentia muito ciúmes de Seungji.

- Bom dia Yoongi, bom dia Hoseok - Fez uma reverência - Atrapalho?

“Sim! Você atrapalha muito, cai fora oferenda e volta pro mar!” Hoseok quis dizer, mas, sua educação não permitia tal feito.

- Na verdade eu só estava levando Hoseok para casa e ia te buscar para irmos naquele parque que você gosta - Ele sorriu ternamente para a garota que retribuiu - Já que chegou mais cedo, pode vir conosco, assim que sairmos da casa dele podemos partir para nossa diversão.

- Oba! - Comemorou, a ruiva realmente gostava de parques - Só uma pergunta, por que está carregando ele nas costas? É alguma brincadeira de casais coreanos ou algo assim?

- É que eu meio que não consigo andar - Explicou Hoseok tentando ao máximo não soar falso.

- Ahh, entendi - Seungji sorriu maliciosa - A noite foi tão boa assim?

Os dois ficaram extremamente envergonhados com a fala da garota russa e gaguejando em uma forma de explicar o real acontecimento daquela queda e torcimento do pé enquanto ela ria das expressões do casal.

- Que bonitinhos, melhor casal - Riu de lado - Yoongi só fala de você Hoseok, nunca vi o Suguinha tão apaixonado assim desde o colegial, que tipo de magia você fez?

- Eu não faço ideia - Riu verdadeiramente, a Lee parecia ser alguém legal, mas, seu radar de ciúmes apitava alto, afinal, eles iriam se divertir e o Min não havia nem o avisado, isso o deixava com uma pulga atrás da orelha.

- Bom, melhor a gente ir indo porque eu já estou ficando com dor nas costas por carregar o Hobi, retiro o que eu disse antes você é pesadinho sim - Reclamou Yoongi recebendo outro tapa na nuca - Ai! Não me bate amor é brincadeira.

- E o respeito com os encalhados cadê? - Seungji fez um bico - Não acredito que vão me fazer de vela já de manhã.

Os dois namorados riram, e em seguida a russa e o rapper com o dançarino nas costas, desceram até o térreo de elevador, pegando o carro do Min e partindo para a estrada até a casa de Hoseok.

(...)

O caminho havia sido levemente agradável, apesar de Jung ter ficado perdido nas conversas dos velhos tempos que os melhores amigos falavam, preferindo ficar em silêncio nesses momentos, apenas assistindo a paisagem da cidade que passava pela janela.

Logo chegaram na vizinhança do Jung, parando próximo a sua casa, em seguida, ajudando o morador da casa á andar até a mesma, sendo os três recebidos por Dawon, que arregalou os olhos ao ver a ruiva, olhando-a dos pés a cabeça.

- Olá? - Diz a Jung - Pensei que fosse ficar na casa do Yoongi Oppa por hoje, Hoseok, você parece que só fica por lá agora - Virou o rosto ciumenta, não sabendo Hoseok se era por si ou pelo rapper.

- Não precisa ficar com ciúmes do Yoongi, eu não vou tirar o seu posto de maior fã dele, relaxa - Brincou Jung e a irmã ficou extremamente raivosa, dando-lhe tapas no braço.

- SEU IDIOTA NÃO ME FAÇA PARECER UMA SASAENG NA FRENTE DO AGUST D! - Xingou, enquanto o rapper e sua melhor amiga riam da cena um tanto cômica.

- Você tem uma coleção de camisinhas com a foto dele, mais sasaeng que isso? - Hoseok contou.

- Espera existem camisinhas com a minha cara? - Yoongi franziu a testa - Que bizarro.

- Ah é? Pois saiba Oppa, que o Hoseok pegou uma dessas camisinhas e não me disse até hoje o que fez com ela! - Dawon entregou o irmão que desejou se jogar em um buraco de vergonha depois dessa pérola.

- É mesmo, Hoseokie? - Sussurrou de forma sexy no ouvido do outro que sentiu um choque percorrer seu corpo.

- Olha hora, vocês não tinham um parque para visitar? - Praticamente os expulsou dali tentando ignorar a dor insuportável do pé enquanto mancava para fechar a porta - Tchau!

Assim que os dois foram embora aos risos, Hoseok se permitiu jogar-se no sofá, pegar uma almofada, colocar no rosto, e gritar de vergonha.

- Dawon eu vou te matar - Disse com uma voz brava - Seu projeto de capeta.

- Vai me dizer que nunca transou com seu próprio namorado - A Jung diz brincando  e o outro abaixa a cabeça e coça a nuca - Meu santo Agust D não me diga que… - Hoseok olhou a irmã com a famosa cara de constrangimento - HOSEOK VOCÊ NAMORA COM MIN YOONGI E NUNCA TRANSOU COM ELE?
- Fala baixo, você sabe como a mamãe fica quando escuta algum de nós falando de sexo - Repreendeu-a.

- Eu ouvi a palavra sexo? - Sooyeon, ou popularmente conhecida como Sra.Jung diz sentando-se no sofá entre os dois filhos - Então, qual dos dois perdeu as pregas?

- MAMÃE! - Reclamaram os irmãos, sentindo uma vergonha alheia da Jung mais velha.

- O que? Eu disse algo errado? - Fez de desentendida.

- Depois dessa eu até perdi o apetite de tomar café, vou pro meu quarto terminar o TCC - Se levantou e logo lembrou da sua perna machucada, tombando com tudo no chão, o que fez Dawon rir histéricamente.

- Hoseok deu tanto que nem consegue andar, coitado - Sooyeon zoou o filho que apenas resmungou algo indecifrável e se arrastou de volta para o sofá - Vem cá deixa que a mamãe Jung cuida disso.

- Cuidado para não quebrar minha per- AHHHH! - Soltou um grito ao sentir a mãe mexendo na parte machucada virando com tudo, causando um estalo - QUER ME MATAR MAMÃE?

- Não seu escandaloso, você só tinha deslocado um pouco o osso, eu só coloquei de volta no lugar.

Dessa vez ao se levantar, a dor foi menos intensa, e ele pôde caminhar quase que tranquilamente até o quarto, já ligando o computador e preparando-se mentalmente para o maldito TCC que teria de terminar.

(...)

Eram quase uma da tarde quando Hoseok terminou o TCC e ficou sem muito o que fazer, optando por se deitar em sua cama e olhar para o teto refletindo sobre a sua vida como gostava de fazer nos seus momentos de tédio.

Ficou cerca de cinco minutos preso em sua própria mente e resolveu checar o instagram, rindo de algumas fotos bizarras, comentando nas de seus amigos, apenas ignorando as que não lhe interessavam, até que parou em algo que chamou bastante sua atenção, e de um jeito ruim.

Era uma foto de Yoongi e Seungji no tal parque, parecendo muito felizes, com a seguinte legenda:

“_minsugaagustd: Me divertindo com a melhor jejeje @_jijilee”

 

Hoseok quase conseguiu não sentir ciúmes daquilo, porém , foi mais forte que si e logo já estava abraçado com seu travesseiro controlando as lágrimas e os pensamentos negativos, era muito sensível e inseguro, principalmente depois do que Hyosang fez a si.

Ele tentava ao máximo se lembrar que eram apenas amigos, e que os comentários de fãs insinuando que eram um casal não fariam diferença alguma, mas quem disse que o coração do ruivo ouvia sua mente?

Jogou o celular em um canto depois de um tempo e girou pela cama em busca de uma posição boa o suficiente para dormir, pois só aquilo o faria se sentir melhor naquele momento.

Por fim acabou rolando tanto que foi parar no chão, pela terceira vez só naquele dia, o que estava acontecendo com sua sorte que não havia dado o ar da graça até agora?

- Fala sério, o que eu fiz para merecer isso senhor? - Dramatizou enquanto alisava sua testa dolorida por ter batido-a no chão de madeira - Nem dormir em paz eu posso.

Após muito cogitar se deveria ou não voltar para a cama, seu estômago roncou, exigindo comida.

Desceu as escadas ainda mancando e encontrou a mãe cozinhando algo muito cheiroso que só o deixou ainda mais faminto.

- Quando sai o almoço? - Perguntou - Estou morrendo de fome.

- Já já sai, aguente as pontas aí - Respondeu Sooyeon enquanto terminava o rámen.

Se tinha uma coisa que a Jung sabia era quando suas duas crias estavam tristes, apenas pelo olhar diferente ou pela forma de agir, e aquele era um desses momentos.

- O que aconteceu Hoseok? - Virou-se e encarou o filho - Eu te conheço, sei que não está bem.

- Ah é só que uma amiga russa do Yoongi que por sinal é muito bonita veio passar uns tempos em Seul e eles andam muito colados...sabe ontem ele praticamente não me disse nada de quem ela era e hoje os dois saíram e aquele rapper maldito nem cogitou me falar disso, fiquei sabendo só quando ela chegou no apartamento pronta para ir - Desabafou tudo com a mãe que ouviu tudo com atenção.

- Os dois estão errados - Hoseok franziu a testa - Ele por não explicar direito quem é essa garota e você por não ter confiança em seu namorado. Hobi, ele nunca te trairia, eu mesma vi com meus próprios olhos o quanto ele se importa com você, controle esse ciúmes ele pode fazer seu relacionamento acabar.

- Wow… - Foi tudo que pôde dizer - Não sabia que era tão boa conselheira.

- Eu sou mãe Hoseok, mães possuem super poderes - Explicou com um sorriso orgulhosa.

Hoseok concordava, pois, após a fala da mãe ficou muito mais tranquilo.

(...)

Jung se encarava no espelho de minuto em minuto, checando as horas no mesmo intervalo de tempo, sentindo-se muito nervoso, não sabia o que poderia acontecer, Yoongi era muito imprevisível.

Havia ido surpreendido no final da tarde quando o namorado o mandou uma mensagem estranha, dizendo para que ele se vestisse elegantemente pois tinha uma surpresa para ele.

Estava curioso sobre aquilo, muito curioso.

Em sua mente imaginava diversas cenas, das mais realistas até as mais malucas.

Quando a campainha tocou ele quase teve um ataque do coração, pois, lá estava ninguém menos ninguém mais do que Lee Seungji, vestida com um terno feminino e um chapéu de motorista.

- Boa noite Senhor Jung, o senhor foi intimado a comparecer em um lugar confidencial pelo Senhor Min, para que tenha um agradável jantar a luz de velas - Hoseok arregalou os olhos com a fala da ruiva e sentiu seu coração bater mais rápido - Queira por favor, me acompanhar, eu serei sua motorista particular essa noite.

Fez o que a ruiva pediu, caminhando até uma linda e discreta limousine, onde um cartão rosa com as letras do Min estava sob o banco.

Pegou-o com cuidado sentindo o cheiro do perfume francês que o namorado usava e o ruivo achava simplesmente viciante.

Leu a carta, maravilhado com cada palavra ali escrita.

“Espero que goste dessa surpresa, meu amor.

Eu não consegui pensar em nada melhor para te surpreender, afinal eu sou imprevisível apenas nas palavras jejejeje.

Espero que você esteja gostando do passeio de limousine, aproveite bem, essa noite é sua.”

- Do seu Yoonnie.

Apertou o cartão contra seu corpo, suspirando apaixonado em seguida.

Yoongi era perfeito, perfeito para si.

O caminho passou lento na visão do Jung, não sabia se era pelo seu nervosismo mas tinha uma pequena certeza que era este o motivo, queria chegar logo nesse lugar misterioso e matar a saudade que nem percebeu estar sentindo do seu moreno baixinho de sorriso doce.

Hoseok era um bobo apaixonado, e tinha plena certeza disso.

Quanto mais pensava em seu namorado, mais sentia seu coração bater rápido, a ação do moreno realmente o havia surpreendido, jamais imaginou que ele faria algo tipo, e nem imaginava as surpresas que aquela noite ainda o mostrariam.

Quando o carro finalmente parou, ele respirou fundo tentando se acalmar e não surtar, algo que ele julgava ser impossível em uma situação daquelas.

- Chegamos ao seu destino - A motorista da noite levou-o até um caminho curvo de pedras iluminado por luzes amarelas que entravam em um lindo contraste com a noite, a paisagem e o som da natureza.

Seungji logo sumiu de vista, e ele teve de continuar sozinho, maravilhado e emocionado com cada detalhe, seja ele importante ou não, afinal, queria guardar tudo aquilo em sua memória.

Ao chegar ao fim, tudo que viu foi uma simples mesa colocada em um canto escuro, iluminado apenas por várias velas postas uma do lado das outras, arrumadas para evitar qualquer incêndio inesperado, e seu namorado, deslumbrante com um lindo sorriso estampado no rosto e uma rosa vermelha em sua mão.

- Boa noite - Disse-lhe entregando a ele a flor - Rosas são tão belas como  você, meu amor.

- Isso está lindo… - Sorriu - Eu estou surtando por dentro e talvez um pouco por fora, só para deixar claro.

Yoongi riu e os dois se sentaram na mesa.

- O que deu em você para fazer isso do nada - Perguntou Hoseok - Não que eu esteja reclamando, eu amei tudo isso.

- Eu deveria dizer só depois do jantar, mas eu estou nervoso demais e creio que isso só vai piorar depois, então - Respirou fundo - Vamos lá.

O moreno se pôs de pé, e tirou um papel amassado de seu bolso, pondo-se a ler o que estava escrito ali.

- Eu poderia tentar dizer isso sem usar um rascunho, mas, eu sei que vou acabar me perdendo e estragar tudo, então vamos  lá - Desamassou a folha - Hoseok, da primeira vez que eu pus os olhos em você, eu vi ali alguém que com certeza merecia minha atenção, você com aquele seu jeito bruto de dizer que era um hater meu me causou uma imensa curiosidade sobre quem seria aquele ruivo um tanto peculiar.

“ Eu pensei que nunca mais te veria depois daquele episódio do banheiro, mas, então lá estava você no café, trabalhando com uma cara bem feliz (Sinta minha ironia).

Tudo que eu consegui fazer foi me arrastar até lá e tentar de alguma forma, conseguir me aproximar daquele ser humano que me causava tanta curiosidade sem eu nem ao menos conhecer.

Eu agradeço muito a Jimin por ter me passado seu número, pois aquilo me poupou o trabalho de ter de visitar o Sugar&Coffee todos os dias até conseguir o que queria.

O tempo passou, e eu cada vez mais me vi encantado com Jung Hoseok, o homem por quem eu me apaixonei perdidamente sem perceber.

Quando quase nos beijamos naquela sala escura tendo a Lua como a única de prova daquela mistura de sentimentos, eu podia jurar que teria um ataque.

E quando realmente nos beijamos, ah, eu me senti o filho da puta mais feliz do mundo, e ninguém poderia estragar a aquilo.

O desespero que tomou conta de mim quando você foi internado por overdose era incontrolável, a dor da culpa foi forte demais, eu tive medo de te perder, de não poder mais dizer o quando achava lindo seus sorriso, de apreciar sua arte da dança, de te beijar e sussurrar o quanto eu estava loucamente apaixonado por tudo em você.

Mas, aqui estamos, firmes e fortes, você não desistiu de mim e nem eu de ti, e se depender de mim eu pretendo que isso continue assim até o fim dos meus dias.

Eu te amo Hoseok, eu te amo mais do que nunca amei ninguém na vida.

Me desculpe se eu demorei tanto para dizer essas três palavrinhas, mas, esse me pareceu o momento certo para a primeira vez delas, e espero que você pense assim também”

No fim da carta, Hoseok já se encontrava em prantos, pronto para abraçar o namorado e dizer o quanto o amava também, mas, antes que pudesse, foi surpreendido pelo ato do mais velho se ajoelhar no chão e abrir uma caixinha de veludo vermelha revelando um par de alianças com os nomes dos dois gravados.

- Você aceita namorar comigo, Hoseok? - Perguntou Yoongi com um sorriso - Dessa vez, sem ser com um anel velho em um hospital cheirando a produtos de limpeza e ninguém internado.


Notas Finais


* Sweet Dreams é um meme que surgiu na internet de um garoto dançando no casos de família, que várias pessoas fizeram montagens.
* Greys Anatony é uma série que fala sobre coisas de hospital, médico, e etc.

SERÁ QUE O HOBIZINHO ACEITOU O PEDIDO DO YOONGI?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...