História My Different Love. - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~Matheus_TM

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Diferente, Felipe, Morador De Rua, Nathan, Rua
Visualizações 118
Palavras 463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente. Aqui é o Matheus.

Leiam as notas pfv. Brigado. De nada.

Boa leitura.

Capítulo 15 - Passado on. (2/5)


~Passado do Lipe ON~Pov's Lipe~

Agora eu tenho 11 anos. Meu pai faleceu quando eu tinha 5 anos e minha mãe está muito doente, mas ela sempre melhora e depois piora denovo. O resto minha familia me despreza, pois sizem que eu fui o culpado pela morte de meu pai. Pois ele morreu de uma bala perdida, enquanto estavamos brincando juntos num parque.

@[email protected](3 anos depois)[email protected]@

Agora tenho 14 anos, e minha mãe faleceu, agora eu não tenho mais ninguem. Estou voltando de carro do velório de minha mãe. Quando derrepente decido sair do carro, durante um engarrafamento, e corro sem nem saber pra onde estaria indo. Derrepente um cara se aproxima de mim.

Homem: Garoto... está perdido?

Lipe: Não. Eu não tenho casa.

Homem: Ah. Desculpe mas não posso ajuda-lo com muito, mais toma aqui, um pacote de biscoitos, para passar a fome.

Lipe: Tudo bem. Muito obrigado.

Estava muito assustado pela morte de minha mãe. E por isso eu andava enquanto me derramava em lágrimas. Sento no chão de um beco, para chorar, maa acabo adormecendo(chorar me da sono).

Acordo com muito frio, está a noite. Não sei exatamente a hora, mais eu acho que está bem tarde, pois a rua esta deserta, e raramente passa um ônibus aqui.

Levanto pego meu pacote de biscoito, e comerço a andar, olhando para todos os lados para comerçar a conhecer a rua.

Biiii Biiii (um carro comerça a businar)

Havia um garoto, que parecia não está escutando a buzina do carro. O garoto estava no meio da pista, e o carro parecia não consseguir parar.

O carro bate no garoto o arremeçando pra longe.

O carro para perto de mim, abre a porta, mas logo fecha a porta nova mente e da partida. Sem nem raciocinar eu entro na frente do carro.

Lipe: Você não vai dar socorro aquele garoto?

Um homem sai do carro e comerça a chorar.

Homem: Oque que eu ia fazer...

Ele coloca eu e o garoto no carro e dirige rapido até o hospital.

Homem: me perdoe. Você é oque dele?

Ai meu deus. Eu não posso dizer que nem conheço o garoto. Na verdade eu nem estou acreditando que estou fazendo isso tudo por um desconhecido

Lipe: Irmão.

O garoto estava no banco de tráz, junto comigo. A iliminação estava ruim, mas vez ou outra o carro era iluminado pela luz dos postes de iluminação, e eu via o rosto do garoto. Ele era lindo. Branco, fofo, cabelos ruivos e espetados, e os olhos estavam fechados, então não dava pra ver. Ele tava com uma camisa escrito, Nathan, então eu imaginei de este ser seu nome.

Chegamos ao hospital e eu não quis sair um minuto do lado dele. Acho que pelo fato de esta tão ligado a ele sem nem o conhecer, eu estou gostando dele.

Ele acorda e eu vejo seus olhos verdes como um capo gramados, me olharem.

Continua...


Notas Finais


Mensagens:

Para leitores da Fic do Spaike:

Ele pediu para informar que ele está em semana de prova, e como a maioria das pessoas que lêem a outra fic, lê está também... Vim informar isso: o cap da Fic dele vai atrasar.

Para leitores desta fic:

A fic pode atrasar um pouco pra ser postada, pois o Spaike está em semana de prova, e não tem como eu escrever a fic sozinho e diariamente, esta semana, pois meu braço direito está enfaixado (leitores da Fic do Spaike vão saber o motivo) e isso me atrapalha pakas.

Até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...