História My (future) boyfriend - Jikook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jimin, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jimin Bottom, Jimin Ômega, Jimin!bottom, Jimin!ômega, Jungkook, Jungkook Alfa, Jungkook Tops, Jungkook!alfa, Jungkook!tops, Kookmin, Park Jimin, Tops!jungkook, Yaoi
Visualizações 459
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo Oito


Jimin caminhava lentamente para a escola. Ele havia pegado um resfriado e um dos fortes.

Isso que dá dormir de cabelo molhado!

Ele tinha um biquinho enorme nos lábios, poxa! Ele não poderia dar beijinhos em Jungkook!

Chegou na escola e logo avistou Jungkook lhe esperando, com um enorme sorriso no rosto.

Jeon observou o pequeno com o cenho franzido. Jimin estava com os ombros caídos e também com enormes olheiras debaixo de seus olhos.

Quando o mesmo se aproximou de sí, deu um abraço apertado nele e se afastou.

— O que aconteceu bebê? Tá triste? — Jeon perguntou preocupado, fazendo carinho nas bochechas fofas de seu ômega.

Jimin suspirou e negou, encarando o maior com um sorriso leve no rosto. Ele ficava tão fofo preocupado!

— Não aconteceu nada Gguk, apenas estou doente. Dormi de cabelo molhado. — fez um biquinho e Jungkook suspirou, resmungando baixinho.

— Aigo Jiminiie! Tem que tomar cuidado. Você não pode ficar assim aqui na escola, vem. — e simplesmente saiu puxando o Park.

Jimin arregalou os olhos e encarou Jungkook preocupado.

— Não podemos Jungkook! A-a gente está matando aula! Jungkook! Acabou de bater, seu pabo! — falava totalmente preocupado, poxa! Nunca em sua vida tinha feito algo parecido.

Jeon continuou puxando delicadamente o menor.

— Calma Jimin-ah. É por um bom motivo, você tá doente. Estamos indo para minha casa. — falou, soltando a mão do menor e passando o braço pelo os ombros desse.

Jimin suspirou derrotado.

— Mas você não está! — resmungou baixinho.

Jeon mordeu levemente a bochecha do menor, rindo com a preocupação desnecessária dele.

— Só fica quieto amor. Não complica. — riu alto, lambendo em seguida a bochecha do outro.

Jimin arregalou os olhos, choramingando. LM

— Gguk-ah! Seu idio- — Jimin espirrou, e logo choramingou.

Ainda bem que o famoso ranho não saiu de seu nariz, porque seria muito vergonhoso!

— Viu? Apresse o passo Jimin-ah. — sorriu sapeca, pegando o menor do colo e começando a correr como se estivesse carregando uma pena.

Jimin soltou um grito fino do fundo de sua garganta, se segurando fortemente no pescoço do amado.

Jungkook riu alto, indo na direção de sua casa.

Quando chegaram lá, Jeon abriu a porta com o pequeno em seus braços, logo entrou na residência e colocou o mesmo no sofá.

— Já te levo para o quarto. — falou há fechando a porta e indo para a cozinha. — Vou fazer uma sopa.

Jimin choramingou, assentindo e se encolhendo no sofá. Sentia muito frio, poxa! Odiava ficar doente.

— Não se encolha, vai ficar mais quente e a febre vai aumentar. — Jungkook falou já cortando os ingredientes da sopa e Jimin apenas resmungou. — Vamos! Fique reto. — Jungkook falou rindo e assim Jimin fez.

Ficou ali um bom tempo, logo Jungkook se aproximou e colocou a caneca de sopa em cima da mesinha.

— Vem pro meu colo bebê. — chamou o menor, que novamente estava todo encolhido. Em seguida, com cuidado é claro, colocou ele em seu colo.

Jimin escondeu a cabeça no pescoço de seu alfa, choramingando.

— Senta direito para comer amor. — sussurrou baixinho, dando um selinho demorado nos lábios do outro que assentiu e assim fez.

Logo Jeon com todo cuidado do mundo começou a dar comida na boca de seu bebê, esse que estava amando esse jeitinho doce do outro.

— Jimin-ah, por que depois a gente não se conhece melhor? Tudo bem que estamos apaixonados, mas quero saber tudo de importante sobre você e vice-versa. É bom para manter um relacionamento saudável! — Jeon sussurrou cuidadosamente, não querendo meter pressão do ômega.

O ômega assentiu manhoso, apenas abrindo a boca novamente e esperando a colher cheia de sopa entrar na sua boca.

Estava tão confortável ali que nem percebeu quando a sopa já havia acabado.

— Acabou, fecha essa boquinha amor. — Jungkook falou doce, sorrindo carinhoso para seu futuro namorado.

Jimin sem falar nada fechou sua boca, escondendo novamente o rosto no pescoço do outro, que sorriu doce.

— Vou começar com o básico da minha vida, sim? Sou Jeon Jungkook, tenho 21 anos de idade e sou um alfa lúpus... Na minha infância todos pensavam que iria ser ômega, por conta de sempre ser gentil e dócil, mas hoje provo que oque pensam sobre os alfas é totalmente errado; um alfa pode ser sim gentil. Sou uma pessoa com opiniões fortes e amo cantar, meu estilo de música preferido é pop em geral. Sou uma pessoa que quer seguir com a carreira de cantor. Minha mãe e meu pai sempre me apoiaram em tudo que escolhi, tanto a homossexualidade tanto meu sonho! Por isso amo eles demais... Nunca tive problemas com preconceito em nada do tipo. É isso em geral. — sorriu doce finalizando a mini-apresentação.

Jimin sorriu doce e fraco, observando o maior.

— Okay... Também tenho que fazer, né? — Jungkook assentiu rindo baixinho ao ver o ômega choramingar por preguiça. — Sou Park Jimin, tenho vinte anos. Sou apaixonado por ensinar, por isso vou ser professor! Sempre acharam que seria ômega, e aqui estou... Uh, meus pais não estão nem aí e eu também, realmente não temos um bom relacionamento. Gosto muito de pop, mas músicas mais calmas. Amo política e amo crianças, além de amar dançar. Toco violino, piano e flauta doce, amo tocar eles e fui ensinado por volta dos meus cinco até oito anos ou dez de idade. Amo muito Harry Potter e amo mais ainda mangás e animes. Sou um otaku fedido e é isso... Além de ser panssexual. — finalizou rindo baixinho pela cara perplexa de Jungkook.

— Aigo! Você dança, ensina e toca! É uma maravilha mesmo. Me sinto tão inútil agora! — reclamou baixinho, vendo o menor tentar falar algo mas espirrar.

Jungkook riu baixinho e pegou o menor no colo.

— Vamos para o quarto, sim? Vamos conversar mais sobre nós. — disse já indo para cima com o Park.

Jimin assentiu sem nada falar, logo já estava deitado na cama com Jungkook, todo encolhido.

— Então amor, qual é seu doce preferido? — Jeon perguntou fofo, sorrindo amoroso para Jimin.

O Park encarou Jungkook, pensando um pouco.

Por conta da sopa e dos cuidados de Jungkook se sentia bem melhor, bem mais saudável vamos dizer.

— Marshmallow! Eles são ótimos. E você Gguk-ah? — sussurrou baixinho, dando um beijinho na bochecha do mais velho que sorriu doce.

— Balinhas de goma, são ótimas! Qual sua frita preferida? — pergunto sorrindo.

E assim foi a tarde, repleta de perguntas doces sendo respondidas da mesma forma.

Nesta tarde, os dois se conheceram mais ainda e provaram que eram feitos um para o outro.

Depois de um tempo, Jungkook observava o menor que ficou em silêncio por um longo tempo, apenas encarando o outro.

— O que fo- — Jungkook foi interrompido por um selinho demorado em seus finos lábios.

Sentiu Jimin pedir passagem com a língua e logo cedeu, segurando levemente a cintura desse; já o pequeno abraçou seu príncipe pelo pescoço.

O beijo era quente e calmo, aproveitavam o sabor um do outro; se sentiam nas nuvens.

Se afastaram quando o ar fez falta, e logo Jungkook aproximou seu rosto do pescoço do baixinho, lambendo ali e logo mordendo levemente, escutando um arfar baixinho do outro.

Jimin apenas se deixou levar, sentia as mordidas leves em seu pescoço.

Jungkook aproveitava a pele deleitosa, tão branquinha ficando avermelhada por suas mordidas! Era seu sonho marcar aquele lugar!

Estava tão quente, eles já estavam um pouco exitados quando Jimin se afastou totalmente e espirrou, logo choramingou por ter broxado o momento.

— Desculpa Gguk. — sussurrou envergonhado, querendo tampar a cara!

Jungkook sorriu reconfortante e deixou um selinho demorado nos lábios do outro.

— Vamos ter muito tempo para isso.


Notas Finais


Hey minha gente! Tudo bem amores? Espero que sim! Aqui está mais um capítulo fresquinho!

Queria agradecer a @FilhaDeJikook1 por ter me ajudado, vão lá e sigam ela e vejam as histórias dela, são ótimas! Ela escreve muito bem <3

BROXEI LEGAL Q

DESCULPA HSJSJA

Beijinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...