História My Little Cat New Generation - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~TheAmrl

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Hayley Kiyoko, One Direction, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez
Visualizações 86
Palavras 981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Droubble, Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap. Espero que gostem. 🌹 ~RockStar- ~TheAmrl

Capítulo 12 - Arrependimento


    Pov Alex Hansen Kordei


Hoje faz duas semanas que descobri que a Beh tinha voltado pro país de origem, ainda não acredito que ela foi embora, não estou com raiva do que o Dilan disse, por uma parte ele tinha razão, é tudo culpa minha, não deveria ter tratado ela daquele jeito, fui tão dura nas minhas palavras, mas eu estava confusa, tive medo. Mas uma coisa que o Dilan falou me deixou pensativa durante esse dias, ele falou que a Beh me Ama, será que é verdade? Será que era isso que ela foi me dizer quando ela foi me procurar? Céus eu fui tão burra por tê-la tratado assim.


- Amor? – Lucca me chama me tirando dos meus pensamentos.


Tinha esquecido que ele estava comigo no meu quarto.


- Oi. – Digo forçando um sorriso.


- Amanhã fazemos dois meses de namoro. – Fala animado, começamos a namorar bem antes de eu revelar para os meus amigos.

- Oh é verdade. Digo sem animação.  - Lucca preciso falar algo sério com você. – falo.

- O que foi? – Pergunta.

- Quero terminar, não foi certo eu ter aceitado, não sinto o mesmo por você. – Falo.

- NÃO!  EU SEI QUE VOCÊ ME AMA, VOCÊ NÃO PODE ME DEIXAR, POR QUE ISSO? VOCÊ TEM OUTRO NÃO É?  – Se levanta e Grita furioso.

- NÃO LUCCA! Grito. - Só não quero mais, não quero te iludir. – Falo tentando me acalmar.

- NÃO. .. NÃO, Você só pode estar brincando né meu amor? – Fala tentando se aproximar de mim, mas eu recuo.

- Não estou brincando Lucca. – Falo olhando pra ele.

- MAS NÃO VOU TE DEIXAR, VOCÊ É MINHA, SÓ MINHA ENTENDEU SUA VADIA? – Fala chegando perto e pega no meu braço o apertando.

- Lucca me solta, você tá me machucando. – Falo com medo.

- NÃO, VOU TE FAZER MINHA E VOCÊ VAI MUDAR COM ESSA IDEIA, SUA VA… .– Ele para de falar.

Vejo mamãe Mani entrar e suspiro um pouco aliviada.

- SOLTA A MINHA FILHA AGORA SEU INFELIZ. – Grita.

- Não é nada disso dona Normani, eu estava só. .. – Tenta se explicar mas a mamãe o interrompeu gritando.

- Não escutou moleque sai da minha casa antes que eu faça você sair. – Fala mama Dinah entrando no meu quarto com o olhar em chamas de raiva.

- Isso não vai ficar assim Alex, vou descobrir com quem você está me traindo, você vai ser minha. – Diz olhando nos meus olhos e sai.

-Garoto petulante se eu vê ele perto de você eu acabo com a raça dele. – Fala mama Dinah se aproximando de nós.

Depois que ele foi embora, abracei a mamãe Mani e comecei a chorar.

- Shii meu anjo ele já foi. – Fala acariciando os meus cabelos. - o que houve aqui?– Pergunta.

- Eu terminei com ele e ele surtou, falando que eu tinha traído ele. – Respondo.

- Fez bem ter terminado, eu e a sua mãe não gostávamos dele mesmo, mas por que você quis terminar minha filha?– Pergunta mamãe Mani.

- Porque eu gosto de outra pessoa mamãe. – Falo olhando nos olhos dela.

- E quem seria essa pessoa meu amor? – Pergunta.

- E a Beh mamãe. – Falo sorrindo ao lembrar dela.

- Sempre soube meu amor, eu a sua mãe víamos o quanto vocês ficavam felizes quando estava uma perto da outra. – Diz sorrindo. – Então por que não vai atrás dela? – Pergunta e eu pare de sorrir na hora lembrando do que fiz.

Conto tudo o que aconteceu pra ela que me ouvia atentamente, falei da burrada que eu fiz quando ela foi atrás de mim no Bistrô, até a parte da briga na casa da Luna.

- Ah por isso que quando a Laur veio te trazer, você entrou com a cara tristinha. – Fala. - Que tal você Ligar para a Beatriz e tentar conversar com ela. – Sugere.

- É isso mesmo que irei fazer mamãe, Obrigado por me ajudar mamãe.. Mama. – Falo abraçando as duas.

Ela se levanta e pega na mão da mama Dinah que estava triste por toda essa situação e quando elas saem do meu quarto eu pego o meu celular e tento ligar pra Beh, mas da como o número não existe. Será que ela trocou de número?

Quer saber, vou na casa da Luna pra tentar conversar com o Dilan pois ele é o mais chegado com a Beh e tentar descobrir se ela trocou de número.

Saio do quarto e aviso para as minhas mães que vou na casa da Luna.

Saio de casa e vou caminhando até chegar à casa dela. Quando chego toco a campainha e quem atende é o Dilan que quando me vê fecha a cara.

- Oi D, vim aqui pra tentarmos conversar. – Falo com receio.

- Tá Alex, entre.– Fala me dando passagem. - Também queria conversar com você, queria pedir desculpas de verdade pelo o que eu falei, não foi certo da minha parte, eu só estava chateado pelo Beh ter ido embora. – Fala já chorando.

- Tudo bem D, você não teve culpa, eu que tive por não dá ouvidos no que ele queria conversar comigo. – Falo chorando também.

- Não foi culpa sua Alex, não  foi culpa de ninguém, foi decisão dele, ele queria dar um tempo para que nos entendêssemos ele, ele quis assim. – Fala limpando o meu rosto.

- Eu só tive medo, e foi por esse medo que perdi ele. – Falo. - Tentei ligar pra ela só que da como o número não existisse.

- Ele mudou de número. – Fala

- Então me dá o novo, preciso falar com ela. – Falo.

- Não posso. – Diz.

- Por favor, eu preciso falar com ela. – Imploro.

- Desculpas Alex, mas não posso. – Fala triste.

Depois dessa nossa conversa vejo que mas nada que eu fale ou faça fará com que eu consiga o que eu estava desejando no momento.

Volto pra casa e quando chego, entro indo direto para o meu quarto, tranco a porta e desabo chorando muito por causa de tudo, eu fui tola e estou pagando por isso, de tanto chorar eu adormeço.



Notas Finais


Comentem e deixe esses dois autores felizes. 🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...