História My Military — Imagine Jin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Exército, Imagine, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Militar, Yoongi
Visualizações 222
Palavras 1.854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi, tomei vergonha na cara e vim trazer novo capítulo.

Leiam as notas finais :'v

Boa leitura! 🌸

Capítulo 5 - Despedida


Fanfic / Fanfiction My Military — Imagine Jin - Capítulo 5 - Despedida

5.

— Hoje eu vou lhe mostrar o quanto eu amo você, Kim S/N. — Falou antes de abrir a porta.

Jin deu espaço para que sua amada pudesse entrar no cômodo e que ela matasse de vez sua curiosidade. Como esperado, o rapaz deixou o quarto do seu jeitinho, já que o moreno havia passado horas mais cedo lá, para que tudo estivesse perfeito.

Kim sempre foi o tipo de rapaz romântico, nunca deixou de demonstrar seus sentimentos e isso foi um dos argumentos que S/N usou para dizer que amava seu namorado. Mesmo sendo tão jovens, eles tinham certeza do que sentiam um pelo outro e estavam certos que queriam levar isso adiante.

O quarto estava muito bem arrumado, o lençol branco com alguma pétalas de rosas, deixava o ambiente ainda mais harmoniozo, enquanto velas eram expostas com uma fraca iluminação no local.

Com certeza aquela despedida seria única.

— Eu tentei fazer algo que te agradasse, não sei se ficou bonito mas eu tentei. — Jin sabia que era um pouco atrapalhado e logo se preocupou com isso, porém não era nada demais.

S/N olhava o quarto deslumbrada por seu namorado ter preparado essa noite especial para os dois, e que com certeza nunca seria esquecida.

Começaram pouco a pouco e com simples toques, afinal eles não tinham pressa, queriam aproveitar o máximo que pudessem naquele noite.

Fazia um pouco de tempo que S/N e Seokjin não tinham momentos íntimos, talvez por morarem com várias pessoas e juntando os últimos acontecimentos, tudo ficou ainda mais difícil.

Resolverem deixar isso de lado, agora eles queriam pensar somente no presente.

S/N respirou fundo deixando seu desejo falar mais alto, ergueu seu rosto e roçou seus lábios aos dele passando sua mão em todo seu peitoral definido e puxando levemente alguns fios de seu cabelos.

Jin segurou em sua cintura com um pouco de força a levando até a cama, beijaram-se novamente em um beijo caloroso e sentiam cada vez mais o ambiente se esquentar naquele quarto.

Seok desceu seus lábios até o pescoço de sua namorada e depositou um simples selar no local, causando um arrepio imenso na mais nova.

Ora chupava, ora mordia. S/N estava cada vez mais molhada com aqueles toques e tudo só se intensificou quando Jin encostou seu membro endurecido sob a calça social apertada.

Seokjin percorreu suas mãos em cada curva de sua namorada, S/N era extremamente bela e viciante.

Oh, o mereno sentia seu pau latejar há cada instante, sendo assim, S/N usou suas mãos livres para alivia-lo.

A morena desceu o zíper da sua calça e viu o quanto Jin precisava de seus toques. Com um pouco de dificuldade — pois Jin não ajudava muito com sua decisão de marca-la — S/N com sua palma, entrou dentro da cueca box de Jin e tirou-o sem pressa alguma. Começou uma masturbação lenta e dolorosa para o mais velho, de cima para baixo sua mão passava por toda a extensão longa, causando altos arfares sôfregos no moreno.

S/N empurrou Jin pelo peito em sinal para que o mesmo ficasse sentado na beira da cama, Seok entendeu rapidamente do que se tratava e sorriu sacana logo que tirou todos aqueles panos do seu corpo.

— Faz um bom tempo que eu não sinto sua boquinha aqui. — Murmurou deslizando seu polegar em suas veias grossas e arroxeadas. — Vai fazer como nos velhos tempos?

— Com certeza. — Afirmou sorrindo antes de ficar de joelhos na frente do seu namorado. S/N não tardou em começar movimentos com sua mão direita de forma rápida. A jovem observou as reações de Jin, percebendo que seu membro já escorria algumas gotinhas de pré-gozo por toda cabecinha inchada. S/N resolveu não demorar mais, abocanhou todo seu pau e sentiu Jin fazer um rabo de cavalo mal feito em seus cabelos.

Sua língua se movimentava de forma fantástica e mesmo depois de alguns anos, S/N não conseguia colocar o pau de seu namorado por inteiro em sua boca, mas mesmo assim, nunca perdeu a prática e usou sua mão na parte que não cabia iniciando fluxo ainda mais gostoso. S/N arranhava sua coxa farta com intensidade, provavelmente iria ficar algumas marcas vermelhas, porém Jin não se importava, pelo contrário ele amava ser marcado por ela.

Jin movimentava seu quadril em busca de ainda mais prazer, enquanto mordia seu lábio inferior e fechava seus olhos. Mesmo se contendo, ele queria ver cada segundo para depois ter em sua memória nos dois anos de exército. S/N passou a sugar sua cabecinha avermelhada, enquanto fazia barulinhos eróticos ecoarem pelo local.

— Oh, S/N! V-Você é maravilhosa. — Gemeu sentindo S/N tocar levemente suas bolas, e em seguida chupa-las com vontade.

Seok segurou-se para não gozar naquele instante, não queria chegar em seu ápice na boca de sua namorada, mas sim quando estivesse dentro dela.

O moreno segurou nos braços de S/N fazendo-a parar, a mesma só usava uma calcinha minúscula ao mesmo tempo que tinha o resto do seu corpo exposto.

Jin tirou as únicas peças que lhe sobravam e sussurrou no ouvido de S/N, para que a mesma ficasse de quatro, uma das posições favoritas do casal.

O ar-condicionado já não dava mais conta, o calor se estabelecia no local, tornando tudo ainda mais quente. S/N ficou na posição desejada recebendo um breve tapinha em uma de suas nádegas, o que fez a mais nova choramingar baixinho pela enorme tesão.

O mais velho deslizou sua calcinha com suas mãos ágeis por toda sua pele, até chegar no meio de suas pernas. Encarou sua intimidade molhada e Jin não hesitou em passar dois dedos entre seus lábios vaginais e rodear com leveza o seu clitóris sensível.

— Humm! Jin... — Rebolou em seus dedos ganhando um sorriso satisfatório do seu namorado, sinal que ele fazia aquilo muito bem.

Seok se posicionou de frente para sua vagina, enquanto ameaçava entrar somente para provoca-la e deixar sua mulher ainda mais excitada. S/N fechou seus olhos e sentiu seu pênis grosso entrar bem devagar em sua entradinha apertada, segurou-se nos lençóis e gemeu pela sensação prazerosa de senti-lo dentro de si.

Jin começou com um vai e vem demorado e delicioso. O moreno se apoiava em sua cintura, aproveitando sua entrada escorregadia enquanto soltava breves arfares e gemidos.

Mas durou pouco, já que ele deu início as suas estocadas intensas, rápidas e fundas. O corpo de S/N ia para frente e para trás, fazendo com que a cabecinha do seu pau tocasse bem no seu pontinho. Os ritmos não pararam e o corpo de ambos ardiam pela temperatura.

Com seu cabelo colado na testa por causa do suor, Jin investiu mais algumas vezes e logo se desfez dentro de S/N, que não tardou em chegar ao seu limite logo após.

Deitaram na cama completamente esgotados, S/N ainda encontrava-se ofegante quando Jin a puxou para que ela colocasse sua cabeça em seu peito.

— Senti falta disso, de ficarmos só nós dois sozinhos. — Jin falou depois de alguns minutos em silêncio.

— Também senti. — Disse alisando com uma de suas mãos seu braço musculoso. — Você tem mesmo que ir por dois anos?

— Não vamos tocar nesse assunto aqui, está bem? — Indagou e S/N concordou contragosto. — Vamos aproveitar o quanto pudermos.

[...]

Quando à noite caiu, Jin resolveu levar sua amada até o parque de diversões, para que suas memórias fossem relembradas.

S/N e Jin frequentavam o parque constantemente quando eram adolescentes, aliás o mais velho adorava quando eles entravam em algum brinquedo "radical", fazendo S/N soltar gritos finos e agudos enquanto agarrava-se em seu namorado, ou quando Jin conseguia acertar a arma de brinquedo que soltava pequenas bolinhas nas latinhas de refrigerantes e como resultado, S/N ficava feliz com o urso de pelúcia ou com qualquer outro brinde.

S/N segurava seu enorme algodão doce rosa com sua mão esquerda, enquanto a outra se entrelaçava com a mão do seu namorado. Caminhavam felizes e Jin não cansava de encarar o sorriso que S/N fazia.

— Lembra daquele brinquedo? — Apontou para o barco viking.

— Como poderia esquecer? Você insistiu tanto para que deixassem você entrar com aquela sorvete de chocolate, que acabou sujando a minha roupa todinha. — Os dois riram juntos se lembrando daquele tempo.

— Aish! Mas nem sujou tanto assim, eu também te dei um blusa novinha um dia depois, não vem reclamar não. 

— Não estou reclamando, amor. Só estou comentando que você é um pouco desastrada. — Comentou fazendo S/N apertar seus olhos.

— Você não me conhece, Kim Seokjin. — S/N disse em tom divertido. — Não sou desastrada.

— Ah não? — Brincou apena para irrita-la.

— Não. — Respondeu simples comendo um pedaço daquele doce. — Se você duvida tanto assim, que tal irmos no carrinho bate-bate? Garanto que você não vai me acertar nenhuma vez.

— S/N, aquele brinquedo são para crianças. — Relutou.

— Oh, você está com medo? — Desafiou irônica. — Pensei que você era mais forte Jin. — Deixou uma risada sarcástica escapar. Quando S/N focava em algo, não desistia tão fácil. — Mas se você quer assim, eu... — Antes que sua namorada terminasse de falar, Jin a interrompeu.

— Quem ganhar paga um sorvete.

— Fechado. — S/N se aproximou dando um selinho rápido no mesmo. — Agora vamos, bonitão.

Dois meses depois.

Depois da viagem dos jovens, Jin e S/N ficaram ainda mais próximos um do outro. De vez em quando, ele até faltava no trabalho para passar mais tempo com sua família, deixando todos da casa felizes.

Digamos que Senhora Kim está no mesmo modo emocional que S/N, a mesma sempre que pode conversa com sua nora.

S/N irá continuar morando com a família de Jin, e sua omma já disse que as duas ficariam ainda mais unidas nesses dois longos anos.

Kim S/N acordou um pouco mais tarde do que deveria, seu sono está cada vez mais pesado e as vezes senhora Kim a acorda para cuidar de Kookie e Tae, quando ela precisa sair.

Hoje não foi diferente, S/N despertou às onze e meia e Jin já havia ido para o trabalho. Já os pais do seu namordo, saíram com as crianças para resolverem algo da nova escola.

S/N tomou um banho rápido despertando-se do sono e colocou uma roupa simples e aconchegante. Fez seu café e sentou-se na cama colocando em um programa de televisão qualquer.

A mesma segurava uma xícara de café e mantinha seus pés apoiados no sofá, enquanto encarava o comercial, porém ela não dava a mínima.

Uma semana. Uma semana resta para Jin ir ao exército.

A ficha de S/N ainda não caiu, por mais que ambos tenham aproveitado "bastante", ficar longe de uma pessoa que convive com você todos os dias é algo difícil de se acreditar.

A campainha tocou, fazendo S/N sair do seu estado de transe e caminhar até a porta em passos curtos.

Assim que girou a maçaneta e abriu a porta, se deparou com uma figura loira e alta. É que ela saberia muito bem reconhecê-la.

— Oi S/N. — A loira sorriu largo enquanto segurava sua bolsa, que apresentava ser de alto custo. — Seokjin está? — Perguntou olhando para sala um tanto bagunçada, por conta dos brinquedos.

O que Jiwoo estava fazendo ali? S/N perguntou-se para si mesma.


Notas Finais


Procurando o meu maridão, eu não deixava kikikiki.

Gente, me desculpem se o hentai ficou meio bosta/chato ou qualquer outra coisa, mas não sou tão boa quando se trata disso :'/ Foi narrado em terceira pessoa, pois acho que ficou melhor assim.

Se ficou muito ruim me falem tá? Se ficou, eu tento reescrever.

Perfil: @_sory

Bye. 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...