História My pet - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ai no Kusabi, Dragon Ball
Personagens Goku, Vegeta
Tags Amizade, Dono, Dor, Escravo, Gohan, Gravidez Masculina, Lemon, Mpreg, Pet, Pet!goku, Prazer, Submisso, Vegekaka, Vibrador, Yaoi
Visualizações 211
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora, tive problemas com a continuação, tipo um bloqueio criativo mas já superei

Boa leitura

Capítulo 19 - O conflito de Vegeta e a despedida de Gohan


Fanfic / Fanfiction My pet - Capítulo 19 - O conflito de Vegeta e a despedida de Gohan

ANOS DEPOIS ....

Gohan estava para fazer quatro anos, dali dois dias. Goku nunca estivera de coração tão apertado como agora, queria fugir com seu pequeno e sumir, mas sabia que Vegeta não ia deixar barato.

Des da humilhante noite de Vegeta chorando, o mesmo se fechou como nunca, terminou sua faculdade e já trabalhava com o pai nos negócios da família. Claro sua rotina com Goku não mudara, quando chegava mais cansado ia dormir, quando voltava cedo o menor deixava Gohan com o mordomo e se dirigia para a cama de casal do Dono. Aquilo era quase como uma rotina, o pequeno entendia que sua mãe não era esposa do pai, mas sim um acessório. Goku achava que seu filho era pequeno demais para entender essas coisas, reles engano, o menino era inteligente e até um pouco frio, tinha apenas o problema que Gohan chorava bastante e nunca ficava muito tempo longe da mãe.

Certas atitudes preocupavam Goku e Al, em relação ao pequeno. Sua personalidade calma de desde bebê, permanecia, mas sentiam que ele podia ser gentil demais e sua "sogra" perceber isso junto de Vegeta. Seria o fim de Gohan caso ele fosse dado como Pet, com 6 anos seria estuprado por um gordo nojento. As vezes Goku se via com sorte, por só ser descoberto Pet com 16 anos, o corpo já era desenvolvido e tinha uma noção do mundo ai fora, por mais inteligente que Gohan seja, ele ainda é uma criança

Nesse momento Goku arrumava a mochila do filho, no quarto dele. O pequeno acabara de sair do banheiro e vestia um belo quimono amarelo, sua cauda ficava no ar para ele andar melhor

Mamãe ?- Chamou baixinho coçando os olhos, Goku o olhou e sorriu- Pra que isso ?

É sua mochila, meu amor, você vai fazer uma viajem- Se aproximou do filho, pegando-o no colo- O Senhor Vegeta vai te levar para conhecer a vovó

Você também vai, mamãe ?- Perguntou pondo as mãozinhas no rosto do maior, Goku sentiu os olhos marejarem

Não, só você, mas a mamãe vai estar aqui esperando quando voltar, ok ?- Deu um beijo no bochecha do pequeno

Mas eu não quero ficar longe de você- Gohan disse choroso e indignado, cruzando os bracinhos gordinhos

Seja um bom menino- Levou-o para a cama, enchendo o filho de beijos e cócegas, fazendo Gohan cair na gargalhada

há há há ah p-para ... Faz cócegas hah há há há- Tentava falar mas era difícil, Goku parou e o encarou chorando- Por que esta chorando, mamãe ?

Não é nada, só vou sentir saudades- Beijou a testa do pequeno fazendo uma leve caricia- Te amo

Também te amo, mãe- Fechou seus olhinhos e dormiu por mais um pouco

DOIS DIAS DEPOIS

Gohan vestia sua mochila, estava na porta de casa, Goku lhe olhava choroso, enquanto Vegeta ficava escorado na batente da porta indiferente, Al nem quis se despedir pois sabia que não iria aguantar tanta emoção. Chow estava ao lado de uma limusine preta, com seu Pet Riki abria a porta para o pequeno entrar

Tchau mamãe !- Acenou sorridente entrando no carro, Riki fechou a porta e entrou no outro lado

Goku acenou de volta com um pequeno sorriso. Imaginar em nunca mais ver seu filhote lhe partia o coração. Vamos, Entre !!- Ordenou Vegeta impaciente, logo dando as costas, o Pat seguiu seus passos até o quarto- Tire essa roupa e me espere na cama !!

Saiu para a sala, o menor baixou a cabeça e entrou no quarto. Tirou a roupa de frio, deitou na cama de modo desajeitado. Apenas esperando sua vida continuar o inferno que era. Por vários dias rezou para que algo acontecesse a Vegeta, para se livrar de tanto dor, física e emocional

A porta se abriu e o Dono entrou, tirou toda a roupa, ficando por cima de Goku, que fechou os olhos ... A língua traçava um caminho por sua clavícula, até o mamilo, Vegeta nunca ia cansar de tê-los para si. Chupou com maestria, se deliciando com o doce gosto da pele bem cuidada por si, Goku apenas suspirou.

Vegeta não é a pessoa mais calma ou paciente do mundo, também não era de fazer preliminares e ainda não iria fazer. Afundou o rosto no pescoço do menor, segurou as coxas dele erguendo um pouco, fazendo a cauda de Goku se enrrolar no ante braço de Vegeta.

O maior que já estava nem excitado não demorou a invadir seu Pet, firme e forte, na hora gemeu, Goku fez o mesmo junto de lágrimas finas

Nunca vou me cansar de você... aah- Vegeta mal falava aquilo era muito bom, logo se movia indo para frente e para trás

Mmph- Goku reprimia seus lábios a fim de ocultar qualquer som

Vegeta sentia-se pressionado, mesmo depois de anos o menor ainda era o melhor, totalmente apertado reprimindo seu membro. Depois de estocar mais algumas vezes sentiu o orgasmo lhe atingir

AARRH- Vegeta mordeu o ombro de Goku arrancando um pouco de sangue. O corpo do menor ficou mole, fechou os olhos e deixou-se perder a consciência, sua entrada ardia e sangrava um pouco

O maior saiu de dentro e sentou na cama, olhou Goku e algo não estava certo, sentia seu peito apertar os olhos vacilaram mas não se permitiu chorar, sentiu falta de seu filho, apesar de não ter certeza se podia chama-lo assim

Correu para o banheiro, deixando seus sentimentos transparecerem como nunca em lágrimas de dor

Aquele era de fato o fim de Vegeta, ele não podia mais viver assim



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...