História (Não) foda com seus amigos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Abo, Bts, Jimin, Jungkook
Visualizações 34
Palavras 1.633
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ei ei ei! Ola!
Primeiramente, bem vindos a mais uma fic minha (nem sei se alguém já leu alguma outra minha, mas ok), eu espero que vocês gostem bastante, eu estou muito empolgada em fazê-la, é a minha primeira fic ABÔ, o que me leva a segunda coisa que eu queria falar.
Sempre que eu for modificar ou acrescentar algo em algum capítulo sobre o Universo ABÔ, voi avisar e explicar aqui nas notas do autor, por isso, sempre que vocês perceberem que está grande, leiam, por favor.
Certo, sobre esse capítulo, eu vou explicar sobre a "tpc", "Tensão pre-cio", é algo que todos os ômegas tem, é a mesma coisa que tpm, mas marca o período hormonal antes do cio, não antes da menstruação. As ômegas mulheres menstruam também, mas o período menstrual é o mesmo período da tpc. Ou seja, uma merda em dobro, mas ok.
Espero que tenha dado pra entender, se não ficou muito claro, escrevam aí nos comentários.
Espero que gostem, boa leitura ❤

Capítulo 1 - (Não) se apaixone por seus melhores amigos


Fanfic / Fanfiction (Não) foda com seus amigos - Capítulo 1 - (Não) se apaixone por seus melhores amigos

Ei! Você! Você mesmo! Parada aí, espere apenas um minuto, já irei contar como toda essa confusão começou com nossos amados personagens - isso é, se alguém conseguir entender como começou -, mas antes, lei as notas do autor, lá em cima. Vamos! É apenas um minuto, algumas coisas sobre essa história precisam ser esclarecidas, então, vá lá, arraste um pouco o dedo e entenda algumas coisinhas.




Já leu?


Leu mesmo?


Pois bem, vamos começar essa história.


-------------------------------------

⁃ Vocês ao menos prestaram alguma atenção na aula? - perguntou a pequena - bem pequena, mesmo - Ômega de cabelos rosas, frustrada, sentando-se na mesa de seus melhores amigos, enquanto apoiava sua bandeja na mesma.

⁃ Me desculpa, Yang. Estava distraído. - o Alfa acastanhado, Jungkook, disse com um biquinho em seus lábios, apelando para a menor, sabendo que a mesma o desculparia.

⁃ Mi, você sabe que nós a amamos, mas sua aula é um porre. Sem ofensas. - Jimin, comentou com comida na boca, rindo de seu próprio comentário. A pequena Ômega, de nome Yang-Mi, apenas bufou fazendo bico, coisa que nela ficou adorável, ao invés de parecer "assustadora" como imaginava.

⁃ Vocês sabiam que mesmo eu sendo melhor amiga de vocês, eu ainda posso deixar os dois de recuperação? - ameaçou, tentando soar tenebrosa.

⁃ Nah, você tem coração de manteiga, não faria isso. - o loiro provocou, fazendo a garota cruzar os braços, antes de começar a comer, brava. Jungkook deu uma cotovelada no mais velho.

⁃ Não fique assim Noona! Prestaremos mais atenção, juro.

Era sempre assim, praticamente todos os dias da semana. Não que algum deles contasse ou se importasse com quantas vezes eles prometeram prestar atenção na aula da mais velha e não prestaram. Na verdade, os rapazes prestavam pouca atenção em tudo que não tivesse um moletom, cabelos rosas, sardas, um metro e quarenta e nove de altura, coxas grossas ou óculos redondos, resumindo, nada que não fosse Choi Yang-Mi.

As três figuras eram amigas desde suas infâncias, Yang tinha sete anos quando Jimin tinha quatro e Jungkook três, eles eram vizinhos e era tão fácil se encontrarem, idade nunca foi um problema real para eles. Mesmo quando a garota entrou na adolescência, os dois mais novos continuaram amigos dela, afinal, ela nunca foi boa mesmo em fazer amigos de sua idade. Ela sempre foi considerada muito "infantil". Até mesmo sua aparência se virava contra ela nesse quesito, mesmo com um corpo com bastante curvas, seu ar tão docemente fofo e suas bochechas gordinhas - que ficavam ruborizadas por pouca coisa - a deixava infantil. Os meninos estiveram com ela basicamente em todos os momentos de sua vida, na morte da sua mãe - a qual foi muito dolorosa para ela e seu amado pai -, em sua primeira menstruação, onde mesmo não sabendo nada, tentaram a ajudar, afinal, a garota que mal entendia o que estava acontecendo, ficou desesperada achando que estava passando mal. Estavam lá pra ela quando teve seu período mais que difícil. E o contrario era verdadeiro também, sempre que Jimin ou Jungkook precisavam, mesmo sem pedir, Yang estava lá. Em cada dia. Eram como os três mosqueteiros sem D'Artagnan, isso é, se os três mosqueteiros se apaixonassem.

|| Treze anos atrás ||

Yang tinha apenas onze anos quando sua mãe foi tirada dela em um acidente de avião. O dia do funeral foi o pior da vida dela. Viu pessoas da família, que a muito eram brigadas com sua mãe chorando pela mesma - afinal, não era uma briga boba que a tiraria da família -, amigos que sequer sabia que sua mãe tinha em prantos. O velório estava cheio, mas ninguém sentiria a mesma dor que ela, afinal, a morta era sua mãe, sua tão doce mãe. Seria mentira se não dissesse que todos na sala se surpreenderam como alguém tão pequeno tinha tanta lágrima. Até mesmo Choi se chocou, mas a tristeza era tanta que as lágrimas que ela tinha e não tinha escorriam por seu rosto, até o momento em que ficou triste demais para sequer conseguir chorar. O caminho de volta pra casa foi quieto, seu pai e ela carregavam marcas de lágrimas recentes e olhos vermelhos, hora ou outra o mais velho apertava a mão da pequena tentando consola-la e a si mesmo. Não demorou muito para chegarem e a mais nova entrar no seu quarto, se trancando lá. Ela não chorou, como previsto, sequer gritou como o imaginado, apenas colocou os fones e ouviu uma música. A favorita dela e de sua mãe. Sua cama que antes era tão grande - tão grande pelo fato de sua mãe, noite sim noite não, ter que dormir com ela -, agora parecia tão pequena e vazia. Ela poderia dormir, se não estivesse tão atormentada e se duas figuras pequenas - naquela época, acreditem, menor que ela - não tivessem aparecido pela janela entrando no quarto. Jimin e Jungkook pararam em frente à ela.

⁃ Noona, você está bem? - Jimin perguntou, inclinando a cabeça um pouco ao lado para olhá-la melhor, mesmo com apenas nove anos, o loiro era bem esperto, mais inteligente ainda quando a questão era Jungkook ou Yang, já que os conhecia das cabeça aos pés.

⁃ N-nós sabemos que di-a é hoje - Jungkook disse com um olhar triste sobre a mesma, a criança tinha o costume de gaguejar, não sempre, apenas ao lado dos seus amigos.

⁃ Estou bem meninos.. - Yang respondeu sem olhá-los, sabia que se olhasse para seus rostos diria a verdade, não sabendo que isso já entregava sua verdadeira emoção, isso é, não que fosse preciso, os garotos conheciam ela. - eu só preciso ficar sozinha, por isso, ia pedir, inclusive, pra vocês irem embora.

Os mais novos apenas se entreolharam, logo voltando seu olhar para a mais velha novamente e deitando junto a ela na cama, um de cada lado. Tiraram o fone dela e deixaram a música ecoar livremente pelo quarto, logo depois de apoiar suas cabeças em seu ombro.

⁃ Meninos, vocês não ouviram o que eu disse?

⁃ O-ouvimos. V-você disse que iria nos pedir pra sair.

⁃ Então, até que você peça pra sairmos, nós vamos ficar. - Jimin disse fechando deus olhos.

Yang permaneceu um pouco em silêncio, sabendo que não podia ter amigos melhores. Ela conseguiu ficar um pouco melhor, apenas por saber que eles estavam lá.

⁃ Obrigada - ela sussurrou e então os três deram um sorriso triste, e assim ficaram o resto da tarde, em silêncio, apenas aproveitando a companhia um do outro e da música.

|| dias atuais ||

E lá estava Yang, novamente em seu quarto, sentada em sua mesa, se estressando por mais uma prova a ter que ser feita. O pior? Sua tpc já havia começado, e tudo a preocupava. A roseada sabia que teria que ficar uma semana afastada do seu amado emprego por conta do seu cio, e isso era bom. O real problema era o cio em si. Uma semana de luxuria, sem poder ser satisfeita adequadamente - afinal, nenhuma masturbação era o suficiente para satisfazer alguém no cio. Uma semana de uma dor horrível, sem poder fazer nada para pará-la. De fato, o cio era um inferno para a garota. Além de que, vamos admitir, a jovem sempre teve um desejo de passar seu cio com seus dois melhores amigos.

Fora de questão.

Obviamente.

Um barulho na janela a desperta de seus pensamentos tenebrosos e pervertidos - os quais eu vou poupa-los, afinal, não quero que estraguem sua visão fofa de Yang -, a deixando com mais raiva ainda. Felizmente, era seus melhores amigos, logo, ela pode xinga-los livremente assim que eles passaram pela janela, com algumas sacolas em mao. Infelizmente, isso só fez os dois rirem.

Filhos da puta.

⁃ O que, caralhos, vocês estão fazendo aqui? - Yang perguntou semi-serrando os olhos. O que, obviamente fez os dois sorrirem mais ainda.

Ela ficava tão fofa assim.

⁃ Trouxemos doces e filmes dor de cotovelo. - Jimin disse.

⁃ Gosta desse tipo de coisa quando está de tpc, não é? - Jungkook disse se jogando na cama da mais velha descarregando as sacolas na mesma. O que, claro, fez Yang corar. Por que eles sempre falavam dessas coisas com tanta naturalidade? Sequer parecia que eles estavam falando sobre semana que vem ela se tornar completamente movida pela luxuria!

⁃ Jungkook! - repreendeu ela, envergonhada.

⁃ O que? Erramos a semana?

⁃ N-não! Como vocês sabem dessas coisas?

⁃ É, por que nem nos conhecemos a anos. - Jimin disse rindo pelo nervosismo da garota, logo voltando sua atenção ao rosto de Jungkook rindo, apoiado no travesseiro da mais velha. Ele era realmente lindo.

⁃ Nós conhecemos tudo de você, lembra? Agora vem aqui e descanse. Já fez muita prova hoje. Come um chocolate.

Yang pega um travesseiro e joga neles.

⁃ Ah! Então era tudo pra não ter prova né? Safados! - ela disse rindo, recebendo uma almofadada do mais novo.

⁃ Não! A gente só estava tentando ser bons amigos - Jungkook levou a mão ao peito, falando fingindo estar abalado.

⁃ Ah tá, então passa esse chocolate.

⁃ Vem buscar. - Yang se levantou de sua escrivaninha indo até a cama, logo recebendo uma almofadada na cara, seguida de outra, as duas acertadas por Jungkook. - CONHEÇA A IRA DE JEON, O DEFENSOR DO CHOCOLATE - e assim recebeu uma travesseirada na cara, logo acertando outra em Yang. Jimin, apenas se pôs a rir daquela cena tão cômica.

⁃ Vocês são duas crianças! - Jimin exclamou, mais nada foi preciso pros dois mencionados se entreolharem e atacarem o loiro.

E assim passaram a tarde, comendo besteiras, vendo filmes, travando guerras, berrando, e tentando abafar o som de seus corações que insistiam em berrar o quando um amava o outro.


Notas Finais


Então, os que acharam? Continuo?
Ah sim, vocês preferem que eu escreva em terceira pessoa (como foi esse capitulo) ou é, primeira?
Comentem o que acharam e favoritem se gostaram!
Até a próxima marujos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...