História Nas mãos de um psicopata - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans, Shawn Mendes
Personagens Chris Evans, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Amor, Drama, Tortura, Violencia
Visualizações 169
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Comentem

Capítulo 34 - Proteger você


Fanfic / Fanfiction Nas mãos de um psicopata - Capítulo 34 - Proteger você

Shawn on:


Ouvir a voz da minha pequena pela primeira vez depois de todo esse tempo me alivia bastante, só comemoro minha total felicidade por saber que ela corre perigo, ainda na ligação eu pude ouvir a voz do Chris, que soava muito ameaçadora... Aí meu Deus, e agora? Oq eu faço? 


Eu desliguei a minha ligação com a Liza quando vi que não obteria mais respostas e em seguida fui ligando para o delegado que está responsável pelo caso da Liza, e assim que ele atendeu eu passei todas as informações para ele, o mesmo mandou que eu fosse imediatamente para a delegacia para que conseguissem rastrear a ligação e descobrir em qual local de Hamysville eles estão, ainda bem que esta cidade é nossa vizinha...


Elizabeth on:


As palavras ameaçadoras do Chris me deixaram em total pânico, ele me olhava com raiva e então eu desliguei a ligação já temendo que o pior viria...


Elizabeth- Chris, eu posso explicar- eu disse calma, tentando esconder o meu medo, inutilmente, pois minha voz saia trêmula


Chris- explicar o quê Elizabeth?- ele me lançava olhares assustadores


Elizabeth- por quê você fez aquilo com o meu professor? Você tinha me prometido- eu me segurava para não me demonstrar fraca na frente dele


Chris- mas meu amor, eu fiz aquilo para proteger você, se ele continuasse vivo ele viria atrás de você- ele disse se aproximando calmamente


Elizabeth- fica longe, por favor- eu disse firme e então ele parou


Chris- mas tá tudo bem, você vai entrar no carro comigo e vamos ser felizes em outro lugar, tá bem? Assim como você me prometeu, que não iria mais fugir de mim e que iríamos ser felizes juntos, lembra?- ele sorriu enchendo os olhos de lágrimas


Elizabeth- eu não posso Chris- eu tentava segurar as minhas lágrimas mas estas desciam involuntariamente- eu tenho medo de viver com você


Chris- mas eu prometo que vou me comportar bem, que vou fazer tudo o que você quiser, só venha comigo- ele estendeu a sua mão direita com um sorriso preocupado no rosto


Elizabeth- eu não posso Chris, você já havia me prometido isso e sempre volta a ser violento- eu já chorava bastante- eu vou ter que quebrar a promessa- no mesmo instante em que eu disse isso ele abaixou a sua mão- e eu vou voltar a morar com o Shawn- sua face antes preocupada agora se tornou obscura


Chris- por quê as coisas sempre tem de ser forçadas com você Elizabeth?- ele disse num tom de voz assustador- eu não ligo se você desfez a merda da sua promessa, por que nossa felicidade não depende dela- ele se aproximava de mim e eu chorava cada vez mais- quando que você vai entender que você é minha? Que você vai viver ao meu lado, querendo ou não, até morrermos? EU SOU O HOMEM DA SUA VIDA, E SE EU TIVER QUE ELIMINAR QUALQUER UM QUE NOS IMPEÇA DE SERMOS FELIZES JUNTOS, EU ELIMINO- ele gritava, e a cada grito seu eu dava pulos de susto na cadeira, então ele se aproximou por completo e agarrou o meu maxilar com força- até o filha da puta do seu irmão- ele sussurrou muito próximo do meu rosto- agora vamos- ele disse rouco agarrando o meu braço, e eu continuei sentada na cadeira


Elizabeth- eu não vou Chris- eu berrava com muito medo, mas não posso perder essa oportunidade do Shawn me salvar, o Chris respirou por leves segundos e soltou o meu braço mordendo o seu lábio inferior impacientemente, ele evitada olhar para mim, pois a raiva o consumia, então ele se afastou de mim, passando a mão na cabeça- por favor Chris, essa não é a única maneira, tente me entender- eu tentava convencê-lo


Chris- pra mim, essa é a única maneira- ele olhou para mim- você vai levantar agora dessa cadeira, ou vai deixar que eu te relembre como eu sou quando estou com raiva?- ele dizia com a sua voz grave, então eu me levantei lentamente de cabeça baixa e chorando, então quando ele se aproximou instintivamente eu dei alguns passos para trás, então ele rapidamente se aproximou e deu-me um murro na bochecha direita, me fazendo cair no chão e gritar de dor, ele não esperou eu me recuperar e então me agarrou pelos cabelos fazendo-me levantar, eu estava meio tonta por conta do golpe que me acertou em cheio, então ele agarrou o meu braço e me puxou para fora da sala da diretora.


Eu balançava minha cabeça de um lado para o outro, completamente desnorteada pela tontura, eu via o Chris cada vez mais me arrastando para fora do colégio.


Assim que ele saiu completamente do colégio eu ouço sirenes, várias sirenes, vários carros de polícia chegando e parando o mais próximo possível de nós, com o susto eu consegui ficar estável, então pude ver vários policiais saindo do carro e apontando a arma para o Chris, então instintivamente ele me pôs a sua frente e colocou uma arma apontada na minha cabeça, ao qual ele guardava na cintura em baixo da blusa


Policial- LARGUE A GAROTA AGORA- ele gritava e mirava em mim, pois o Chris me usava como escudo


Chris- SE ATIRAREM, EU ATIRO NELA- ele também gritava, e eu estava assustada com tudo aquilo


Shawn- POR FAVOR, SOLTE ELA CHRIS- o Shawn sai de um dos carros e vem correndo em nossa direção, parando assim que o Chris aponta a arma para ele


Elizabeth- POR FAVOR, NÃO- eu gritei tentando abaixar o forte braço do Chris


Chris- e você cala a boca- ele sussurrava no meu ouvido


Policial- EU REPITO, LARGUE A GAROTA- ele repetia atônito


Chris- se você não entrar naquele carro comigo, agora, eu mato o seu irmão na frente de todo mundo, assim como eu fiz com o seu professor de biologia- ele me ameaçou com medo- eu juro!- ele infatizou


Elizabeth- não, por favor, não faz isso- eu chorava muito


Chris- então manda eles abaixarem as armas e entre agora no carro comigo- ele mandava


Elizabeth- eu não posso- eu fracamente chorava, então ele atirou no braço do Shawn me fazendo gritar desesperada, e ele cair de dor no chão


Chris- o próximo vai ser na cabeça- ele me ameaçou, e enquanto os policiais foram ajudar o Shawn e ficaram distraídos com o que acabara de acontecer, e então eu corri até o carro com o Chris e nós fugimos... 


Mais uma vez estou presa nas suas ameaças, mas eu fico até para sempre com ele, se for para proteger o meu irmão... 


Notas Finais


COMENTEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...