História Nem a Morte, Nem a Vida ou Poderes podem nos Separar... - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~NepomucenoSz

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 20
Palavras 1.446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hora de descobri o que havia na bolinha de papel...
Bjs de Luz...

Capítulo 3 - O Sequestro


Fanfic / Fanfiction Nem a Morte, Nem a Vida ou Poderes podem nos Separar... - Capítulo 3 - O Sequestro

Abri a bolinha, estava escrito, " Me encontre atrás da quadra, depois da aula".... Não tinha nome. Fiquei na dúvida se iria ou não, porque eu não sabia quem foi que mandou,.. Olhei para trás, já não havia mas ninguém na sala, todos desceram para a quadra na Aula de ED. FISICA: 

 - Di você vem?

 - Ah? Nataly! Vou sim.                  

Narrador Pov's 

 Ingrid desceu para a quadra com Natali, com os braços cruzados. Stefani, estava com Beatriz, Agatha, Erica, Havila e Janaína, outras amigas de Ingrid e Stefani. Elas eram incríveis, mesmo que elas tirassem Ingrid do sério, ainda sim Ingrid gostava delas.. As vezes Ingrid se sentia isolada de muitas coisas, sofria Preconceito de algumas pessoas, sentiu o que era a Depressão. Mas depois que ela conheceu essas menina, e principalmente a Stefani e voltou a falar com uma de suas primas, Franciele, foi como se tudo aquilo não existisse mas. Hoje ela não liga, para o que vão dizer dela, ou vão pensar dela. Ela quer mas é ser feliz.. Ela pensa que uma das melhores coisas, terem acontecido com ela foi aela decisão de seus pai de ter voltado a falar com os Seus Tios, ea sua Prima. Foi um dos pontos principais para que Ingrid acordasse e percebesse que nem tudo era ruim, que havia coisas boas, como, Sua Família, seus amigos, Suas Amigas: Stefani, Natali, Beatriz, Erica. Haviam outros também lógico, mas não tem o porque citar, se a amizade e muito grande, se os laços são fortes, não tem como serem desfeitos tão fácil..                  

 18:20 PM 

 Estavam todos saindo da escola E indo para suas casas, 

 - Ingrid você não vai embora? 

- Ste, Nath, eu já vou tenho que ir na Diretoria. 

- Pra que, quer que te esperamos ? - Não precisa podem ir embora, só preciso ir buscar um fichário que estão minhas notas do primeiro bimestre. 

- Ah sim! Então até amanhã. 

- Até...                   

Ingrid: On 

 Pulei o portão da quadra, encostei em uma árvore, esperando que alguém aparecesse, mas nada, até que comecei a escultar Passos, virei para trás e vi uma silhueta parecia se um homem, mas assim que fechei os olhos desapareceu. Fiquei com medo, mas pensava que estava louca ou sei la, comecei a escalar a grade que separava a quadra, do bosque que fica logo atrás da escola. Assim que comecei a subir senti alguém me puxar para baixo. 

 - Aiiiiiieeee!!!! Bati as costas em um tronco de árvore, Comecei a ficar tonta, minha visão começou a ficar distorcida, só conseguia ver uma sombra de capuz, até que. .................................             

05/10/20 19:22PM 

 Acordei em uma cama, estava amarrada, e com um pedaço de pano na boca. Olhei para o lado, eu vi Stefani, ela estava com o corpo com vários ematomas, como se alguém tivesse espancado ela. Fiquei me debatendo na cama, mas olhei pro lado e vi a maçaneta da porta ser virada. Parecia ser uma mulher, não tinha como ver seu rosto so a tatuagem em seu pescoço que parecia ser um Corvo, atrás dela mas duas pessoas, eram homens e também tinha tatuagens um no braço e o outro nas mãos, ambos os três estavam com uma máscara, eram a sustadoras. A mulher chegou mas perto de mim, e ficou sentada sobre mim e tirou o pedaço de pano que cobria minha boca: 

 - Então querida?  Vai começar a falar,? 

- Falar o que? 

Eu dizia com o rosto cheio de lágrimas: 

 - Dizer qual eo envolvimento de vocês duas com os Senhores, Hyung's? 

- Jimin Hyung e Jung-Kook Hyung? 

- Isso, garota esperta! 

- Nenhum, nós duas mal os conhecemos! 

- Esta mentindo! 

- Não, não estou! Por favor deixa eu e ela irmos embora? 

- NÃO!!! Enquanto você não falar o que sabe! Você deve morrer, antes da profecia seja comprida. O Demônio eo Anjo, devem voltar para seus lugares de origem! 

- O que? Do que você está falando? 

- Você sabe muito bem, não se faça de sonça, odeio pessoas assim! Ela dizia gritando. 

Vi Stefani acordar, gemendo de dor... 

 - Olha Por favor, deixe nos duas irmos embora? 

- Não!!!! Um dos homens mascarados que estavam atrás dela, deram para ela um pano e um frasco que parecia ser um medicamento, ela molhou o pano, com o líquido e colocou em meu nariz, depois disso, desmaiei...                Jungkook: On

 - Namjoon! Cadê a Nataly? 

- Eu não sei! Ela falou que já estava chegando... 

- Se algo tiver acontecido com as meninas eu não vou me perdoar! 

Jungkook falava com os olhos cheio das lágrimas: 

 - Jungkook fica calmo, nos vamos encontrar as meninas. 

- Jimin como você sabe? 

- Porque eu am... 

Interropido: 

 - Oi Cheguei! 

- Nataly aonde você deixou a Stefani? 

- Ea Ingrid? 

- Calma eu vou explicar! 

- Então começa! 

 Ela cumprimenta Namjoon, com um selinho, e se senta do sofa da mansão dos Hyung! 

 - Então, assim que saímos do Colégio, a Ingrid estava estranha, ela falava que tinha que ir na Diretoria buscar uns arquivos sobre as notas delas. Eu eá Stefani perguntamos se ela queria que a esperassemos ela, mas ela disse que não, então viemos embora. 

- Ok, ea Stefani?  

Jimin perguntava nervoso. 

- Ela eu deixei na frente da casa dela, mas ela me disse que não teria ninguém na casa dela hoje, porque os pais foram para a chácara que tem em São Bernado, so que quando ela entrou e eu virei parar olhar para trás ela já não estava mas lá, e agora eu não sei o que realmente aconteceu! 

 Jungkook: 

 - Isso foi toda culpa minha, 

 - Não foi so sua Kook, foi de todos nós... 

Assim disse Namjoon: 

- Se tivéssemos optado pelo lado de escolher deixar elas, assim que soubemos da profecia, nada disso estaria acontecendo. Teria sido mas fácil, não so para mim, para Você é para Jimin, como teria sido fácil para a Ingrid e para Stefani. 

- Você tem razão, não devíamos ter deixado elas não mão... 

Interropidos: 

 - Meninos, vocês tentaram fazer o certo, ok? Para mim não foi fácil também, mesmo sabendo de uma hora para a outra sobre essa profecia, e que eu era parte dela, e é foi ainda mas difícil saber a parte da Ingrid e da Stefani nisso tudo, porque o peso maior está para elas, não para mim e nem para nenhum de vocês. Mas agora, alguém mas sabe dessa profecia, ou alguém que saiba gostaria de usar isso contra vocês? Eles se olharam pensativos, até que: 

 - Eu, Namjoon, Yoongi, Taehyung e Hoseok. Uma veze sofremos a ameaças de um Clã, e considerado não muito forte entre nós, Anjos e Demônios.. 

- E qual seria Jimin? 

Namjoon:

- Seria os Dallor's. 

- Dallors? Namjoon porque você nunca me falou nada disso? 

- Eu achei que não iria ser necessário. 

- Pois é, isso foi nescessario nesse momento. Jimin como faremos para encontrar esses Dallor's? - Bem, sabemos que todos eles tem uma tatuagem representando um corvo, eles usam mascaras, e so podem ser encontrados se, você estiver com a mente limpa de tudo aquilo que te conecta com o presente, você so pode deixar em sua mente.os seus pensamentos mas sombrios.. 

- Como faremos isso? 

- Tem que ser em um lugar aberto. 

Nataly:

- O Bosque atrás da quadra? 

- Isso! 

Nataly:

- Vamos meninos? 

Namjoon:

- Vamos em dois carros, Jungkook e Jimin, eu e Nataly, de acordo? 

- Sim.              

Narrador; Pov's 

 Namjoon abriu o portão da garagem que ficava no fundo da mansão, haviam três carros e duas motos. Um dos carros era uma McLaren 570s, e os outros dois eram uma BMW i8, preto e Jeep Grand Cherokee vermelho. As motos eram MV Agusta F3 Serie Oro  vermelha e dourada e MV Agusta F4 RR Corsa Braco e preto.. Namjoon e Natali, entraram na BMW e Jimin e Jungkook no Jeep... Estavam quase no bosque, eles colocaram o carro em um lugar perto mas disfarçado para que ninguém suspeite de algo: 

 - Mor♡! Liga pros pais da Ingrid, e fala pra eles que o ônibus atrasou, e agora ela está indo pra sua casa que ela vai pegar as apostilas dela. 

- Ok, Mor♡!                            

Narrador: Pov's 

Jimin consegue se concentrar em achar o lugar, mas Jungkook na ele fica com as pernas cruzadas sentado no chão, e tenta tirar da cabeça dele que Ingrid pode estar sendo torturada agora. Até que do nada na mente de Jimin e Jungkook, começam a aparecer imagens aleatórias de uma empresa afastada do centro da cidade enorme, parecia estar abandonada, uma estrada, era a do trevo entre Franco da Rocha e Caieiras...


Notas Finais


O porque desse sequestro? O que esses meninos escondem??
Ass: D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...