História Never Be Alone - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 16
Palavras 2.796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Cap 25


 

Cami: Ter me deixado sem andar! 

 Bia: Safados!- Reviro os olhos e Jack me pega subindo as escadas.

Gilinsky: Se troca logo!- Ele me coloca no sofá do closet.

Cami: Quer que eu pegue a roupa como?- Ele revira os olhos e abre os guarda roupas, monta um look e me entrega. - Se isso ficar horrível vai ter que fazer outro. 

Gilinsky: Ok!- Me troco ( https://www.instagram.com/p/BVsP9NNA6yZ/)

Cami: Onde a gente vai? 

Gilinsky: A lugar nenhum! 

Cami: Mais eu quero sair!  

Gilinsky: Ok, vamos pro parque então!  

Cami: Ah não,  vamos no cinema!

Gilinsky: E o Austin? - Bufo!

Cami: Ta!!! Vamos pro parque então, só me da um tênis- Ele revira os olhos e me entrega um, descemos as escadas, pego meu bebê no colo. 

Bia: Pais desnaturados, deixaram a criança mais de 5 horas com a baba. 

Cami: Não começa Bia!- Troco a roupinha dele ( https://www.instagram.com/p/BQ3L0gBBGtw/ ), me levanto e coloco o mesmo no carrinho, arrumo uma mochila com as coisas do mesmo que provavelmente iria precisar.

Riley: Onde a gente vai?- Olho pra trás vendo ela ja pronta. 

Cami: No parque,  isso é obra do seu pai neh? 

Riley: Foi! - Rio e coloco as coisas no carrinho. 

Cami: Vai levar alguma coisa?- Ela nega com a cabeça e desce as escadas, pego Austin e desço enquanto Matt e Gilinsky se viravam em descer o carrinho com as coisas. 

Gilinsky: Vamos?- Assenti e abri a porta indo pro carro,  abro as portas do mesmo colocando o bebê na cadeirinha e faço o mesmo com Riley do outro lado,  fecho as portas e entro no carro, partimos em direção ao parque.

Riley: Posso brincar no parquinho? 

Gilinsky: Pode desde que você não faça amizades com meninos! 

Riley: Mas pai...

Gilinsky: Não vai adiantar discutir - Ela revira os olhos e Jack olha pra mim- Igualzinha a mãe! 

Cami: A filha não é só minha não! - Ele ri e logo estaciona o carro, desço do mesmo e vou até a parte de trás tirando as crianças enquanto Gilinsky pega as coisas, coloco Austin no carrinho e entramos no parque, Riley já sai correndo até onde queria.

Gilinsky: Eu cuido dele! Relaxa um pouco!

Cami: Isso pra mim tá mais pra "Eu vou querer uma recompensa depois" 

Gilinsky: Eh você tá certa mais relevamos! - Nego com a cabeça e me sento em um dos bancos observando a Riley brincar uma 1/2 hora depois Jack volta me olhando já cansado e rio.- Não sei como você consegue fazer ele dormir todos os dias- Se senta do meu lado e me abraça.

Cami: Se eu não cuido dele você também não cuida e sobra tudo pra babá.

Gilinsky: Eu cuido do meu filho sim tá!?

Cami: Cuida, mas as vezes faz coisas erradas. 

Gilinsky: Eu tento ao menos! Tenho mais tempo que antes.

Cami: E era por isso que eu sempre neguei outra criança.

Gilinsky: SHHHHH! Não fala isso! Ele ouve sabia?- Ele sorri.

Cami: Ain desculpa então Baby! 

Gilinsky: Baby é você!

Cami: Daddy! 

Gilinsky: Melhor! Quem vai querer sorvete? 

Cami: Quero!- Riley grita de cima do brinquedo falando que quer, tinha que ser! Não sei como ela ouviu, rio  e Jack se levanta pra comprar, logo ele volta e se senta, pego o meu.- Amor eu acho que você tá meio sujo aqui..-Escosto meu sorvete nele.

Gilinsky: Ah não Cami! -Ele ri e se limpa.- Agr sua...-Ele faz o mesmo- Opa! - Rimos e me limpo em seguida.

Riley: Cansei quero ir pra casa! 

Gilinsky: Você acabou de chegar e já quer ir embora? 

Riley: Elas são chatas! Ficaram falando que me viram na TV e que sou chata! -Jack ri e olho pra ele.

Gilinsky: Normal!

Riley: Não  é normal! - Chega um grupo de meninas correndo até nos

Cami: Nem tudo vai ser fácil Riley! Às vezes as pessoas vão falar isso, mas nem liga muito.

Riley: Eu quero ir embora!- Ela fala olhando pro Jack que conversava com as fãs.

Cami: Nós já vamos, espera um pouco.

Riley: Não! Eu quero ir agora!- Ela sai empurrando o grupo e se senta no colo do pai, nego com a cabeça isso já é ciúme.

Gilinsky: Riley!- Ele coloca ela do lado

Riley: EU VOU EMBORA SOZINHA ENTÃO!- Ela da um grito e levanta, pego ela no colo.

Cami: Chega Riley! Você vai esperar e pronto.- Jack logo se livra das meninas e olha pra nós.

Gilinsky: Isso tudo se chama ciúmes! 

Cami: Eu não tenho nada a ver com isso.

Gilinsky: Não...- Ele fala irônico e suspiro.

Cami: EU NÃO CONTROLO ÀS AÇÕES DA SUA FILHA! 

Gilinsky: Não é só minha, ela sempre ouve melhor quando é você.

Cami:  NÃO JACK ELA NÃO OUVE! E isso é culpa sua por sempre mimar seus filhos.

Gilinsky: Eu faço de tudo mesmo! Era você que sempre reclamava que eu não tinha tempo pra eles e nem mesmo pra você.

Cami: Eu nunca reclamei quando era eu que tinha que ficar de lado, mas seus filhos sim! Porque eles são seus filhos e merecem um pouco da sua atenção. Seu foco foi sempre a música.

Gilinsky: Eu não podia simplesmente largar tudo! Você mesma pediu pra mim insistir falando que era meu sonho,você mesma sabe que eu já teria desistido por vocês.

Cami: Esfrega mesmo na minha cara, não importa não é mesmo? Porque eu sempre soube que no momento que você largasse a música você iria mudar.

Gilinsky: Talvez seria bom, eu não estou jogando as palavras em você.

Cami: Você está sim Jack, porque quem queira isso tudo não era eu, no momento que você concordou com a Riley sobre outra gravidez eu não concordei porque eu sabia que um dia daria nisso e se já era complicado antes imagina agora!

Gilinsky: Você me implorava pela criança que por nossa culpa...- Suspiro- não tivemos e de qualquer maneira eu sempre me senti culpado por isso.

Cami: Não toca nesse assunto!- Sinto meus olhos com lágrimas- Você nunca teve total culpa.

Gilinsky: Eu era o motivo dos seus cortes, eu sou o motivo das suas cicatrizes você acha que isso não me faz me sentir culpado? 

Cami: Talvez porque eu sempre fui fraca demais quando o assunto é você.

Gilinsky: Não vou responder! Vamos embora.- Me viro empurrando o carrinho até o carro coloco as crianças no mesmo é entro, o caminho todo foi silencioso. Desci do carro e peguei Austin que estava chorando assim que entrei em casa, subi e o amamentei, coloquei o mesmo na minha cama que estava acordado.

Riley: Mamãe?

Cami: Oi Riley!- Ela entra no quarto e se senta na cama.

Riley: Não era pra vocês brigarem! 

Cami: Tá tudo bem meu amor!- Ela me abraça e sou obrigada a fazer o mesmo, desce da cama e sai do quarto, olho pro lado e Austin dormia tranquilo.

Gilinsky: A gente pode conversar? -Neguei com a cabeça- Por favor esse clima já tá me enchendo, me incomodando.

Cami: Não estaria se você não jogasse a culpa em mim.

Gilinsky: Não quero brigar novamente.- Ele se senta na borda.- Me desculpa! - Ele olha pra mim.

Cami: Não sei! 

Gilinsky: Você vai insistir nesse clima chato que ficou? A gente sempre briga por causa deles e isso deveria ser normal!

Cami: Não é por isso! 

Gilinsky: Pelo o que então? 

Cami: Você não podia ter tocado num assunto de cinco anos atrás.

Gilinsky: Eu sei que isso ainda te machuca! 

Cami: Então por que falou? 

Gilinsky: Porque eu me sinto culpado por ter  te feito perder a criança.

Cami: Se a gente não tivesse...

Gilinsky: Não imagina um presente com aquela criança! Você é feliz nesse não é?- Nego.-O que falta? 

Cami: Não sei o que falta! 

Gilinsky: Vai me perdoar? - Sorri e o abracei.- Não quero só um abraço- ele afasta nossos rostos e me beija.- Já tava com saudade- Rio anazalado.

Cami: Vamos pedir pizza? 

Gilinsky: Eu tava com vontade de descer e ir cozinhar com você mais tá vamos pedir pizza! 

Cami: A gente faz então!

Gilinsky: Fazia comida mais sua pizza é horrível!

Cami: Nossa! tá bom não fala mais comigo!- Cruzo meus braços e ele ri.

Gilinsky: É uma criancinha mesmo!- Ele se inclina me enchendo de beijos.

Cami: Para eu não quero!

Gilinsky: Quer sim!

Cami: Quero não - Começo  a rir.

Gilinsky: Viu não tá mais brava, vou pedir a pizza! -Assenti e me levantei info pro banheiro, tomei um banho rápido e sai, coloquei meu pijama.- Já tá cansada? 

Cami: Me lembra de não ter mais filhos na próxima vida.

Gilinsky: Eu te convenço a ter!

Cami: Fica longe de mim então!- Me deitei no seu colo.

Gilinsky: Não vou, nem se você implorar.- Reviro meus olhos e a campainha toca

Cami: Gilinsky meu amor lindo...

Gilinsky: O que você quer?

Cami: Trás aqui em cima pra mim!- Sorrio

Gilinsky: Tá!....- Ele me empurra pro lado e resmungo, o mesmo desce e fico fitando o teto até a pizza chegar.

Cami:Obrigada meu amor! 

Gilinsky: Quero uma recompensa!

Cami: Tem duas já!

Gilinsky: Tenho não!

Cami:Seus filhos contam!- Rio e abro pegando um pedaço.

Gilinsky: Uma recompensa diferente!- Ele beija meu pescoço e me afasto.

Cami: Nem pende nisso!

Gilinsky: Qual o problema? 

Cami: Ainda tô dolorida!

Gilinsky: Esse é o problema? - Jack revira os olhos e pega uma fatia comendo. 

...

Cami: Riley faz as suas malas que vamos viajar e não garanto que voltaremos tão cedo, pegue tudo! 

Riley: Pra onde vamos? 

Cami: Surpresa meu amor! pede pra babá ajudar você e a outra arrumar as coisas do seu irmão! - Me levanto da minha cama e começo a arrumar minhas coisas, pra onde estamos indo? Simplesmente pra minha casa de onde eu jamais deveria ter saído, nem se quer eu entrei lá! 

Olho pras malas prontas.

Hailey: Pra onde estão indo? 

Cami: Apenas uma viagem! 

Hailey: Não consta nada disso na agenda de vocês.

Cami: Decidi agora mesmo, a  propósito tá demitida! - Ela me olha sem entender - Sua incompetência. - Coloco as coisas no meu carro, pego Austin e Riley fazendo o mesmo.

Riley:Pra onde estamos indo mãe? Papai não me disse que nos iríamos viajar.

Cami: Seu pai não sabe disso!

Riley: Por que? 

Cami:A partir de hoje não falamos mais dele tudo bem?

Riley: Mas..

Cami: Você entendeu Riley?

Riley: Sim! - Ela diz cabisbaixa, entro no estacionamento.

Cami: Vou pegar um carrinho pra colocar as coisas pra subornos, já volto, não sai do carro!-Desligo o carro e tiro a chave, pego o carrinho e coloco as coisas,coloco o bebê confort com o Austin de um jeito seguro e subo com os mesmos até o apartamento.

Riley: Por que estamos aqui?

Cami: A culpa é do seu pai! Não vou responder mais perguntas- Coloco o bebê no sofá enquanto arrumava as coisas, meu celular tocou o dia inteiro Gilinsky,Johnson, Bia, Ross, Matthew ligando pra mim não atendi nenhum deles.

*Povs Gilinsky* 

Gilinsky: Podem ir embora já tá tarde demais! 

Matt: Não vou! Minha irmã saiu por aí com meus sobrinhos e você acha que eu vou deixar pra lá? Jack eu vou ligar pra polícia.

Bia: Eu acho que sei onde ela está!

Gilinsky: Ah ótimo e não falou até agora?

Bia: Grosso!

Matt: Tão parecendo crianças! Onde ela está?

Bia: Ela comprou um apartamento antes do Jack falar dessa casa.

Gilinsky: E só me fala isso agora?

Bia: Ela não me deixou contar! Mas deixa ela pensar um pouco,eu vou pra lá sozinha.

Gilinsky: Não vai mesmo! Meus filhos estão com ela.

Johnson: Que grande merda você fez agora hein Jack? 

Gilinsky:Por que eu teria feito algo?

Bia: Ela não teria sumido sem você ter feito.

Gilinsky: Vamos parar e ir logo? 

Bia: Vocês ficam no carro! Entenderam? -Argentinos todos.

*Povs Cami* 

Riley:Eu posso ligar e dar boa noite pro papai antes de dormir? 

Cami: Não! Agora vai dormir logo!- Digo autoritaria e ela obedece,interfone toca e me levanto pra atender. Como é que a Bia descobriu que eu estaria aqui? Deixei somente ela subir e abri a porta. - Como você descobriu?

Bia: Você me contou uma vez sobre aqui!- bufo- O que aconteceu? 

Cami: Foi o Jack!

Bia: Vai me contar?

Cami: Eu tô cansada de tanta mentira!

Bia: Como assim?

Cami: Como assim que ele forjo a última tour deles pra ir pra Europa e nem te conto mais! 

Bia: Como você descobriu isso?

Cami: Fotos! Elas sempre entregam, o pior era que a pessoa tava usando coisas idênticas as minhas e até mesmo se parecia comigo.

Bia: Você não quer ao menos dizer a ele o que ouve? 

Cami: Ele sabe o que aconteceu se é que não tem mais segredos! 

Bia: Você tem os seus!

Cami: Ele sabe de tudo! Sempre soube de tudo o que acontecia - Tiro meu anel- Devolve pra mim?

Bia: Não! Você vai descer e falar com ele! 

Cami: Bia devolve logo essa merda pra mim! 

Bia: Eu não vou!

Cami: Ok! Fica com as crianças? 

Bia: Fico!-Suspiro e me levanto, desço o elevador e abro a porta dando de cara com Ross, Gilinsky, Johnson e Matthew. 

Matt: Da pra senhora me explicar as ligações ignoradas? 

Cami: Não tirei o celular do silencioso a tarde inteira.

Gilinsky: Você com certeza viu uma delas.

Cami:Eu vi mais que uma e ignorei todas!

Gilinsky: Não faz mais isso!- Ele segura minha mão e solto a mesma- O que aconteceu agora? 

Cami: Nos vamos entrar e sentar no banco e aí eu explico- Ele assente e assim fizemos.

Gilinsky: Por que você sumiu e ainda demitiu a Halsey?

Cami: Por que você mentiu? 

Gilinsky:Eu não menti pra você! 

Cami:Jack por que você preferiu mentir do que simplesmente terminar?

Gilinsky: Do que você tá falando? Eu não menti pra você, nos nunca tivemos segredos.

Cami: Eu nunca! Mais você sempre teve vários. Como foi a sua tour Jack? Aliás não teve tour neh?

Gilinsky: Não! Não teve nenhuma tour na Europa!

Cami: Por que você mentiu? 

Gilinsky: Eu e você estivemos tão distantes geralmente desde que o Austin nasceu parece que o nós sumiu! 

Cami: Da sua parte ele sumiu! Porquê todos os planos que eu tinha pra nós dois você tinha compromissos Jack, da sua parte quem se distanciou de nos foi você.

Gilinsky: Você mesma disse pra mim focar no trabalho e quando eu chegava você estava acabada e extremamente cansada do dia.

Cami: E mesmo assim eu tinha forças pra você, quem sumiu Jack? Quem deixou de se importar Jack? Quem se distanciou? Nunca fui eu! Sempre foi você!

Gilinsky: Foi por isso que você sumiu? 

Cami: Não foi só por isso! Ter que disfarçar alguém pra se parecer comigo? Você foi baixo, pode ter mentido pra todo mundo que aquela mulher era eu, mas todos que te conhecem de verdade sabe que não era.

Gilinsky: Era a produtora!

Cami: A produtora da qual supria suas necessidades porque eu não tinha tempo pra você  Jack?- Digo com raiva.

Gilinsky: Não! Eu jamais te trairia!

Cami: Eu acreditaria em você se fosse a anos atrás.

Gilinsky: Nos não tivemos nada!

Cami:Tem razão pra você nunca significou nada!- Entrego o anel.

Gilinsky: Você não tá fazendo isso!

Cami: Eu já fiz! E dessa vez não tem volta!

Gilinsky: Eu quero ver meus filhos!

Cami: NOS MEUS FILHOS VOCÊ NÃO CHEGA PERTO! CHAMA A POLÍCIA ALEGA O QUE QUISER MAIS VOCÊ NÃO VAI, NEM QUE EU TENHA QUE SER PRESA VOCÊ NÃO CHEGA PERTO DELES.

Matt: Cami... ele é o pai.

Cami: Disso eu não tenho tanta certeza!- Me viro e ele segura meu braço.

Gilinsky: VOCÊ O QUE?

Cami:O que garante? 

Gilinsky: Você tá brincando!

Cami: A sua sorte é que sim eles são seus filhos! Sim eles são seus também! Mas não mais!- Me solto e ando até a entrada- Adeus Jack! 

Gilinsky: Você ainda vai me ver! Eu te amo!

Cami:EU TE ODEIO! - Digo firme e subo de uma vez.

Bia:E? 

Cami: Foi menos doloroso do que eu achei que seria.

Bia: Vocês não vão aguentar ficar longe! Anota o que eu disse, Austin estava chorando deve ser por causa da casa nova.

Cami: Sim é  não deu o tempo ainda.

Bia: Você sabe que o Jack vai fazer de tudo pra ter eles não sabe?

Cami: Ele não vai tirar meus filhos de mim!

Bia: E você também sabe que ele vai fazer de tudo pra te ter de volta! 

Cami: Eu não perdoo mentiras!

Bia: Se fosse só uma mentira você teria perdoado já! Eu conheço  esse coração, quando o assunto é o Gilinsky ele é mole!

Cami:Cala a boca! Nos jamais vamos voltar!

Bia:Não tenho tanta certeza não!

Cami:...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...