História NEW BEGINNiNG - Capítulo 12


Escrita por: ~

Visualizações 3
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


este capitulo não ficou bom mas prometo que vou tentar melhorar no próximo.
boa leitura

Capítulo 12 - Capitulo 12 - "eu acabei com ela"


As aulas passaram a correr. Tenho de admitir que estou entusiasmada para sair com o Nash. Preciso de algo que me distraia desta rotina aborrecida e chata, e principalmente que me distraia da existência do meu querido vizinho.

Às vezes esqueço-me dele como vizinho e penso que é apenas o meu melhor amigo, não posso fingir que não o é. 

Lembro-me da maneira como conheci o Shawn, parece que já foi há meses, mas na verdade não.

A primeira impressão mostrava um rapaz todo confiante, mas ele é um coração de manteiga, demasiado preocupado com tudo e todos, para não dizer que parece ciumento quando o Nash chega… quer dizer, eu sei que tiveram problemas no passado mas ele só fica irritado quando o Nash se aproxima de mim e honestamente isso começa a irritar-me, odeio que me controlem, ainda mais vindo dele, que devia entender que eu sei cuidar de mim.

-Vamos? – pergunta o Shawn aproximando-se sem me olhar. Ele trouxe o carro de manhã então aproveito a boleia para casa já que o Nash só me vai buscar depois de almoço.

Seguimos até ao estacionamento sem falar, ele seguia sempre dois passos mais adiantado que eu, mesmo quando o tentava alcançar era escusado porque ele conseguia andar mais rápido.

Quando ele ia a colocar a mão no puxador consegui empurrá-lo contra o carro para o obrigar a olhar para mim. Ele olhava-me com um ar confuso e um pouco assustado.

-Posso saber o porquê de estares assim comigo? Que mal é que eu te fiz para tu me tratares assim? Ahan?

A minha voz saiu mais alta e irritada do que devia, não era a minha intenção que ele repara-se o quanto estou chateada.

-Estou como sempre.

-Para de ser estupido comigo, odeio quando ficas assim! Nós somos amigos ou não? É que se não somos parece que andei enganada este tempo todo. Tu não fazes ideia do quanto me magoa quando ficas assim comigo, e também não me parece que queiras saber. Às vezes és tão idiota que eu nem sei porque é que sou tua amiga.

-Não sou idiota Anita, para de ser má comigo.

-Má contigo? Tu és controlador Shawn! Isso quase que parece uma doença. Eu já ando farta das tuas parvoíces e reações de quando o Nash se aproxima. Para que conste eu não tenho nada com ele nem tenciono ter para tu ficares aí todo ciumento com cara de quem comeu e não gostou.

-Tu és muito cruel sabes? – disse num tom de voz baixo e triste que me deixou de coração nas mãos e fez com que toda a raiva que eu tinha no momento desaparecesse como se fosse por magia. Ver o Shawn triste ou desiludido é como ver um cachorro magoado.

Algumas lágrimas começaram-se a formar nos meus olhos. Não pestanejei para que nenhuma caísse enquanto ele olhava para mim.

-Eu odeio ver-vos juntos porque tu ficas sempre com um brilho diferente nos olhos. Odeio quando ele te chama “princesa” porque tu pareces ficar feliz e isso é uma coisa que apenas eu te chamava. E o pior é que eu sei que ele gosta de ti da mesma maneira que eu. Tenho medo de te perder para ele. Eu gosto de ti a sério, não imagino como seria se tu me trocasses por ele.

-Magoa-me que penses que eu te podia trocar, tu és o meu melhor amigo, eu nunca te faria isso.

-O problema talvez esteja ai. Tu colocaste-me na friendzone.

-Isso é porque queres estar na friendzone Shawn!

-Ainda não entendeste que quando eu digo que gosto de ti não é apenas como amigo? – olhei para ele sem qualquer expressão,  ele tem a lata de me dizer isto depois de tudo?

-Tu és mesmo idiota para me estares a dizer isto tendo namorada! E ainda te queixas de eu andar às vezes com o Nash, pelo menos eu não devo fidelidade a ninguém. Eu até podia andar a comer o Nash se quisesse porque não há nada que me prenda, mas tu não podes fazer isso. – disse irritada. Irrito-me com facilidade, mas com o Shawn é raro, parece que a minha paciência é maior, mas não é infinita.

-Eu acabei com ela. – disse-me num tom baixo virando-te para abrir a porta mas voltei a puxa-lo para o fazer olhar para mim.

-Porque?

Encarou-me durante alguns segundos alternando o seu olhar entre os meus olhos e nariz até finalmente responder.

-Desde do dia em chegaste que eu não paro de pensar em ti. Pensava que ainda gostava da Laur mas quando estou com ela só consigo pensar em ti. Tenho um enorme carinho por ela, mas é apenas isso e lamento imenso não ter percebido mais cedo.

Afastei-me dele e caminhei até ao outro lado do carro para entrar. Não quero discutir com o Shawn aqui no meio do parque de estacionamento da escola. Ele entrou também e colocou o sinto tal como eu.

-Eu ainda te vou mostrar que sou a pessoa certa para ti, vais ver. – disse agarrando-me na mão entanto me olha nos olhos.

Agora é certo o que ela sente por mim, e eu sei o que sinto por ele mas tenho de ver se a Lauren vai ficar magoada com tudo isto. Não quero perder uma amiga por causa de namorar com o ex dela, não gostava que o fizessem comigo.

O Shawn conduziu até casa, o único som era o de rádio a dar notícias de alguns acidentes que aconteceram durante a hora de ponta da manhã em Toronto. Reparei que ele olhava para mim pelo canto do olho, não me incomoda que o faça, na verdade eu gosto que ele olhe para mim tal como gosto de olhar para ele mas a sensação de culpa é mais pesada.

Almocei rápido a primeira coisa que encontrei no frigorifico porque ainda me tinha de preparar já que vou sair com o Nash.

Nem digo nada ao Shawn para ele não me chatear, ele é irritante às vezes, mas até nessas vezes eu gosto dele, nem posso dizer que não gosto da preocupação que ele tem por mim.

Que nojo agora parecia uma miúda apaixonada, continuando…

Vesti um vestido azul-escuro pelo joelho, umas all star da mesma cor e a mala de ombro que uso sempre. Desci as escadas e esperei no sofá da sala até chegar a hora.

A campainha tocou alguns minutos depois, fui rapidamente atender.

-Anita! – diz a pessoa que tinha tocado a porta com a cara molhada com algumas lágrimas enquanto avançava para me abraçar.

-Laur o que aconteceu???

-O Shawn acabou tudo comigo. – disse entre um soluço.

Abracei-a com mais força para ver se ajudava mas cada vez ela parecia pior.

-Entra – disse soltando-a. – Vamos para o meu quanto conversar.

Subimos as escadas. Discretamente mandei uma mensagem ao Nash a dizer “Desculpa, surgiu um problema não sei se vamos poder sair“

-Então Laur conta-me o que aconteceu.

-Ele acabou comigo do nada! Estava a correr tudo tão bem, eu pensava que ele me amava… - alguns soluços escapavam-se da garganta.

-Ele disse-te o porquê?

-Disse que já não sentia o mesmo de antes, mas que me adorava como amiga e que não queria que as coisas mudassem porque eu ainda sou importante na vida dele.

-Lamento muito… – na verdade eu nunca sei o que dizer nestas situações, tive apenas 1 namorado e fui eu que acabei com ele mas imagino que magoe.

-Eu sei que há alguém no meio disto, alguém de quem ele gosta mais – o meu coração acelerou ao ouvir esta frase mas tentei permanecer calma – Eu conheço-o desde pequena sei reconhecer isso. – olhou-me com atenção com os olhos semicerrados como se estivesse a procura de algo já bastante mais calma – Eu acho que és tu.

-Eu?? Porque??

-Sim, eu até achava que vocês tinham alguma coisa antes de ele estar comigo e a maneira como ele te olha! Parece que os olhos dele brilham mais. - ela levanta-se da cama como se finalmente estivesse a ver o desenho da realidade no meio de todos os pontos soltos aumentando o pânico crescente na minha cara. - E tu, gostas dele?

-Lauren eu….

-Sê honesta, nós somos amigas, e se vocês gostarem mesmo um do outro eu apoio, tal como tu me apoias-te.

Fechei os olhos e respirei fundo, não quero pensar muito sobre este assunto, só quero que tudo acabe e fique bem sem tanta indecisão e problemas.

-Obrigada por me ouvires – ela abraça-me como se eu não tivesse culpa do que está a acontecer – Eu sei que és demasiado minha amiga para namorar com o meu ex mas se gostas dele como pareces gostar vai atrás dele, eu sei que é de ti que ele gosta, sempre vi isso mas acreditei no que ele me disse.

-Ele adora-te Laur, tenho a certeza que nunca te mentiu.

-Eu sei, mas ele talvez gostasses de nós as duas, só que escolheu-te a ti. – ela levantou-se da cama fazendo me olhar para cima – E sei que gostas dele, ou pensas que não via como me olhavam?

Corei repentinamente, ela reparou que eu ficava chateada ou triste por vê-los, deve achar-me uma péssima amiga.

-D-desculpa! Não era minha intensão ser má ou algo do gênero…

-Não te preocupes. – riu.

Ela fez uma pausa quando ouviu o som da campainha – Parece que tens visitas e eu tenho de andando. Obrigada, ajudou-me a refletir, reflete tu também.

Descemos as escadas e fui abrir a porta e dei de caras com o Nash. A Laur passou e saiu depois de o cumprimentar com um breve Olá.

-Nash! Desculpa houve um problema com a Laur e não podia deixa-la sozinha! – disse um pouco aflita, já passava algum tempo da hora combinada.

-Só desculpo se me deres um abraço – disse ele num tom amigável com aquele olhar malandro que sempre tem.

Abracei o seu pescoço e ele a minha cintura segurando–me em seguida ao colo.

-SOLTA-ME NASH!! NÃO! EU ESTOU DE VESTIDO AS PESSOAS VÊEM-ME AS CUECAS ASSIM. -  gritei fazendo com que ele me soltasse.

-Desculpa, tens razão. Além disso só eu é que as posso ver não é?

-Quê?? – perguntei chocada fazendo com que ele se risse.

-Levas tudo muito a sério – riu mostrando os seus dentes incrivelmente brancos – Relaxa.

Seguimos a pé até ao fim da rua, até onde ele tinha deixado o seu carro e entramos.

-Que te parece se formos a um bar de sorvetes a algumas ruas daqui?

-Uma ótima ideia. – sorri.

 

Espero que isto me tire o Shawn da cabeça, porque já não sei mais o que ei de fazer.


Notas Finais


espero que tenham gostado. digam o que acharam do capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...