História Night Glow - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alec, Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Carlisle Cullen, Carmen Denali, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Eleazar Denali, Emmett Cullen, Eric Yorkie, Esme Cullen, Felix, Garrett, Irina Denali, J Jenks, Jacob Black, James, Jane, Jared Cameron, Jasper Hale, Jessica Stanley, Kate Denali, Laurent, Maria, Mike Newton, Personagens Originais, Peter, Renée Dwyer, Rosalie Hale, Seth Clearwater, Tânya Denali, Victoria
Tags Amor, Bella Swan, Deusa Da Lua, Deusa Do Amor, Edward Cullen, Pedidos, Saga Crepúsculo
Visualizações 16
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 1 - Perdas


Estava indo em direção a sala quando ouvi uma conversa, um tanto interesse.

— São três segundo Carlisle, qual vai ser o nome? – perguntou Rosalie

— Bom, a menina pode se chamar Isabelly.

— Tá esse é bom, mas é os outros dois? – perguntou Alice.

— Pode ser Nikolaus e Michael.

Cheguei na sala e me fiz notável.

— São perfeitos os nomes. – Mabelle sorriu lindamente.

Rosalie e Alice saíram da sala nos deixando a sós. Me ajoelhei na sua frente, e acariciei sua barriga de 4 meses. Só de pensar que em pouco tempo irei a perder, me causa uma aperto no coração, mesmo que ele não bata. Não me dei conta de que estava chorando abraçado a ela.

— shhh, acalme-se querido. – falou afagando meus cabelos.

— Não era pra ser assim. Era pra estarmos juntos e felizes. Casados. Não era pra ser assim! Por favor, Mabelle... – implorei chorando.

— Amor, eles serão perfeitos. Você vai ver.

— Belle, eu não quero te perder, não vou conseguir viver sem você. – falei chorando.

— Vai sim, pois eu sempre estarei aqui, – falou pondo a mão em meu peito – e aqui. – Pôs a mão na barriga de 4 meses – Você tem um motivo pra viver, eles. Assim como eu tenho um motivo para morrer. Todos nós temos uma razão para lutar, e se sacrificar. Eu pelo menos tenho. Enquanto nós vivermos, há uma razão para estarmos vivos, que vai além da vida e da morte, e com certeza além do tempo.

— Belle...

— Amor olhe pra mim. Não importa o que aconteça comigo, saiba que fiz por amor a você e a eles. Eu o amo mais que tudo, e embora eu já saiba o meu fim, sabia que sempre irei amar você. Você tem que me deixar partir Edward. Eles terão uma parte de mim, você terá três mini alturas perfeitas de nós dois. Eu o amo. Sempre vou amar. Não quero que viva só por eles, mas também porque enquanto viver, haverá um propósito para você. Entende? – assenti ainda tremendo pelo choro, quando ouvi um grito dela e o barulho de ossos se quebrando.

— CARLISLE OS BEBÊS VAI NASCER!!!

Carlisle veio e fez o parto, fiquei ao lado dela o tempo todo. Coloquei meu veneno nela para ver se a salvava... Mas não! Seu destino foi o esperado. Ela se foi... Mabelle se foi.

[ Isabella Swan ]

Estava esperando Tristan chegar para contar a novidade, nossa! Grávida! Quem diria! Tenho certeza que ele irá amar a notícia.

— Cheguei!

— Tristan! – corri para abraça-lo – Tenho NOVIDADES.

— Sério!? Deve ser muito boa mesmo. Qual!?

— Eu estou grávida!

Tristan ficou parado em choque, mas depois de um tempo voltou ao normal. Tristan me olhou, mas o que ele disse não foi nada agradável.

— É meu?

— O que... Mas é claro que é!

— Tem certeza!?

— Como assim é claro que é! O que você acha que eu sou? Acha mesmo que eu mentiria? Tristan não me julgue tão baixo! Eu...

Eu comecei a ficar nervosa e aos poucos tudo ficou escuro...

Ao acordar estava no sofá da sala, Tristan ao meu lado.

— O que houve?

— Você desmaiou amor. Desculpa por ter te desesperado.

— Tudo bem, por quanto tempo fiquei desacordada?

— Quase 4 horas pra se mais preciso.

— O.. – fui perguntar sobre a agulha na mesinha de centro, mas senti uma dor na barriga e algo escorrendo entre as minhas pernas. Sangue. – Tristan... O que você fez?

— Veja bem, minha carreira começou a decolar agora na área da medicina, um filho agora atrapalharia tudo, e também você está começando agora a faculdade e...

Eu não acredito nisso!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...