História No coracão do Deserto (Camren) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Harry Styles, Justin Bieber, Shawn Mendes
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags Camren, Justin Bieber, Shawn Mendes
Visualizações 98
Palavras 717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - -7


— Eu te amo, mamãe.

Aquela recordação a emocionou. Sentiu de volta uma ponta de medo, que sempre surgia quando o beijava antes de dormir. E se alguma coisa acontecesse? E se sofresse um acidente? E se o perdesse? E se... Tantas dúvidas pareciam querer levá-la à loucura.

Um ímpeto amoroso cresceu em seu peito, pleno de determinação e convicção. Camila não falharia com Ben. Lutaria com unhas e dentes para protegê-lo. Ele era o que de melhor lhe conhecera. Camila fitou Lauren, com um tímido sorriso.

— Há alguma coisa ilegal em querer caminhar?

— Você nunca gostou de andar.

— Lógico que não. Eu tinha dezoito anos, naquela época. Preferia motocicletas e carros de corrida, e qualquer coisa que alegrasse o meu coração.

"Como você, que me fazia exultar."

Lauren pediu ao motorista que as levasse até um parque popular, que estava quase vazio. O motorista as deixou à beira da calçada, e então começaram a dar uma volta pelo quarteirão. O anoitecer, calmo para setembro, estava mais perfumado do que de hábito pelas folhas maduras caindo ao final do verão, abrindo o outono. Lauren não disse uma palavra. Camila mordia o lábio inferior, procurando uma alternativa para a proposta dela, que poderia talvez ser uma tentativa de vingança, sem colocar Ben em perigo. Mas nenhuma solução lhe ocorreu. Dessa vez, Lauren não a deixaria em paz. Ela a encontrara, e agora queria vingança. Lauren colocou as mãos no bolso.

— Você está sem saída, Mila. Não irá escapar sem uma solução para este jogo. 

Um estremecimento a atravessou implacável. Ela tinha mesmo o dom de saber tudo o que ela pensava?!

"Lauren está tentando me humilhar."

— Garota esperta... — Parou de andar, encarando-a, com um ar zombeteiro. — Você me humilhou diante de minha família e meu povo. Tem tanta sorte que sua humilhação será... em particular.

— O que a leva a crer que aceitarei o que quer?

— Costumava ser mais corajosa, Camz. Era louca por aventuras, viagens e o desconhecido. Isso já não a atrai mais?

"Não. Não desde que dei à luz. Todo meu interesse está voltado para Ben."

— Agora prefiro uma vida mais simples e relações menos complicadas.

— Como Shawn?

— Deixe-o fora disso.

— Como poderia? Ele é o inimigo.

— De modo algum. O inimigo aqui é você!

Lauren deu risada, e o som áspero atravessou a noite.

— Quatro dias, Mila. Quatro dias e estará livre. Poderá se casar com o Mendes, ter uma família, seguir avante.

"Oh, Lauren, como você é esperta e manipuladora! Seria mais inteligente de minha parte confiar no Diabo!"

A desvantagem de Camila era que Lauren a conhecia. Ela sabia quanto a procurara, por vezes e vezes, dominada pelo desejo de saciar seu corpo, tão inexperiente que não conseguia se fartar, sua voluptuosidade liberada querendo mais e mais. Esse, todavia, não era o relacionamento que tinha com Shawn. Era um problema seu, claro, mas apesar de sua gratidão em relação a Shawn, não gostava quando ele a tocava. Achava que suas sensações mudariam quando se casassem, mas será que conseguiria? Poderiam, mesmo? Olhou para Lauren com cautela. Seu semblante estava iluminado pelo luar. Se ela aceitasse o convite, ela a deixaria livre? Se confiasse nela, honraria a palavra dada?

— Muito bem, então, vamos acabar logo com isso — disse ela, sentindo-se caçada, o ar comprimindo-lhe os pulmões. Não respiraria direito até que se livrasse dela. — Quatro dias e três noites. Escolha o lugar, a cidade e o hotel.

— Céus! Agora você soa paranóica.

Camila se recusou a ceder à tentação, muito envolvida para analisar a proposta por todos os ângulos. Algumas noites com ela em Nova York seria algo muito ruim? Faria o que Lauren pedia, e depois obteria o divórcio.

— Nova York, no Ritz-Carlton Hotel.- Lauren disse pensando um pouco. — Paris, no Ritz-Carlton.

— Não sairei dos Estados Unidos, Lauren.

— Não confia em mim?

— De jeito nenhum. — Camila se endireitou. — Afinal, você está me julgando, de acordo com seu ponto de vista, e dando as cartas. Não me parece muito justo.

Lauren esboçou um sorriso sem humor.

— Acho que terá de se esforçar muito para me agradar... Agitada, Camila voltou para a limusine. Sabia muito bem que estava apenas perdendo tempo,seu, dela e de Ben.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...