História Northampton - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 28
Palavras 1.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Disclaimer: Apenas a família Davies me pertence, assim como George Jackson, Peter Evans, Marie Hiddleston e Elizabeth Wood. Outros nomes conhecidos são de celebridades públicas, ou seja, sou totalmente livre para usar suas imagens na história e distorcer suas personalidades e vida.

Avisos: Conterá cenas explícidas, linguagem imprópria (o mínimo possível) e pode haver falas que não são costumeiras com nosso século atual. Por favor, se você se ofende com os costumes do século xix, não leia essa fic.

Nota da Autora: Okay, primeiro quero agradecer a @BabeLaufey e @SadDelReyGirl por terem me dado um empurrão para escrever Northampton. Eu sei que iria postar apenas nas férias, mas eu resolvir pelo menos começá-la para logo no meio de dezembro eu pegar o trem e terminar a fanfic. Eu mudei bastante coisa no plot de uma noite para outra e agora pareço estar 100% satisfeita. Espero que minha história não fique "sem pé nem cabeça" rsrsr

É a primeira vez que me atrevo a usar celebridades em uma história (mesmo que eu já estivesse acostumada a ler fics como as da One Direction). Não sei no que vai ser dessa fic, mas resolvir montar esse surubão de personagens e ver no que dá. Obviamente nenhuma celebridade aqui tem a personalidade descrita na narrativa, estou me aproveitando apenas da beleza e dos nomes.

Anyway, espero que tenham uma boa leitura e que gostem do primeiro capítulo. Nas notas finais teremos alguns detalhes importantes da fic e o link oficial do tumbrl dela, onde faço algumas fichas técnicas e deixo alguns spoilers marotos.
{Tinha feito uma capa para o capítulo mas ela não quer entrar no arquivo do spirit, que grande bosta, ignora e segue o baile}

Link da capa do capítulo: https://northamptonfafiction.tumblr.com/post/167487233105/capítulo-um-disponível

Capítulo 1 - Capítulo um


Fanfic / Fanfiction Northampton - Capítulo 1 - Capítulo um

LISSY DAVIES ERA uma dama entre muitas do Condado de Northampton. Havia chegado em sua maioridade ainda naquele mês, sem brilho e sem qualquer traço impressionante e único de beleza; Lissy era como todas as damas do lugar, contudo, com uma personalidade exclusivamente forte para o seu status. Excessivamente orgulhosa, erguia-se quando o assunto que lhe dizia a respeito incomodava-a. Risonha e de modos muitas vezes masculinos: Lissy era o principal alvo de fofocas pelo Condado, conhecida como a única mulher solteira da Casa dos Davies; decidida a viver apenas dos livros e de sua inteligência, o que era para suas vizinhas e amigas, um ultraje sem limites.



Mas apesar de desajeitada com os afazeres de uma dama, não era vulgar. Sua voz era doce e quando falava seu semblante era bonito; não passava tão despercebida dos olhares do moços solteiros, mas ninguém parecia ser bom o bastante. Sua prima, Elizabeth Wood, gabava-se de ter se casado ainda naquele ano com um Militar que ganhava três mil por ano e, sendo dois anos mais nova que Lissy, tomou aquela oportunidade como um verdadeiro show, a negligindo e humilhando-na. A jovem moça apenas ria das cartas de Elizabeth e as respondia com um real humor contido, contornando a situação e sempre dizendo que preferia casar-se com uma rocha a ter que aguentar um homem roncar ao seu lado pelo resto de sua vida.



Suas atitudes se dão ao fato de ter sido criada em meio a imagens masculinas. Os jovens da casa eram de fato o centro das atenções em Northampton; possuíam toda grandeza de homens feitos aos olhos das moças. Luke era o mais complexo dos dois, sempre dizia querer ter seu coração enlaçado por alguma dama, por isso, convidava quantas podiam para dançar nos bailes públicos, iludindo-nas com seu sorriso e beleza jovial. Já Thomas, era um homem feito e não pensava em casamentos ou mulheres; por muitas vezes chamado de nomes nada agradáveis por suas respostas curtas. Thomas não falava muito, isso era um fato inegável.



Era uma família bastante fina, os filhos muito atraentes, a filha decididamente bela, todos bem educados e adiantados em seus pensamentos. Ainda havia o Senhor Davies, homem sorridente e muito bem humorado que casou-se com a Senhora Davies ainda muito jovem. A mulher por sua vez era exigente com os afazeres da casa e com Lissy, que tentava ficar boa parte de seu dia longe de sua amada mãe. A mulher era simplesmente obcecada pela ideia de ver sua única filha moça casada, muitas vezes a oferecendo para partidos vergonhosos e desesperados. Lissy negava todos, seus irmãos e pai riam da situação e sua mãe apenas gritava, lembrando-na sempre de sua idade avançada e de que Lissy não herdaria absolutamente nada dos Davies.



Em uma manhã qualquer, - poderia dizer monótoma, mas certamente não era - Senhora Davies rompeu as portas da sala de leitura com uma novidade lhe coçando a língua. Lissy conhecia aquele olhar: as pálpebras bem abertas, as bochechas avermelhadas e a boca semi-aberta. Sua mãe realmente tinha algo importante para dizer.



— Senhor Davies, não vai acreditar no que Senhora Roberts acaba de me contar. — despejou de uma só vez, sem respirar e nem dá algum tipo de descanso. Os olhares de Lissy, Luke e Thomas recaíram sobre sua mãe, curiosos com a novidade. — Disse-me que Mansfield Park foi finalmente ocupada. É uma família e vieram acompanhados de mais dois amigos, pelo que descobrir.



— Descobriu isto tudo em tão pouco tempo, Senhora Davies? — disse em tom brincalhão o Senhor Davies, fechando suas anotações e deslubrando sua esposa com um olhar emburrado. — E o que isto implica conosco?



— Boatos dizem que todos os moços que agora estão alojados em Mansfield Park são solteiros. — falou e limpou suas mãos na saia do vestido. Lissy fechou seu livro e virou o olhar para os dois irmãos mais velhos que pareciam absortos e hipnotizados pelas palavras da matriarca. — Pensei que, em um ato totalmente educado e cortês, nossa família pudesse visitá-los e dar as boas vindas. 



— É uma ideia agradável. O que me diz, Lissy? — a jovem sorriu orgulhosamente de poder ter sua voz dita naquela casa. 



— Acho que será uma honra poder fazer alguns vínculos amigáveis além das costumeiras pessoas do Condado. — disse em um tom totalmente malicioso e sarcástico. Senhora Davies a encarou mais vermelha do que nunca, o rosto se fechando em um sereno horrror como quem iria explodir a qualquer momento.



— Talvez a apresentar para um dos bons homens solteiros de Mansfield Park. Essa será a sua chance. — disse as verdadeiras intenções. Lissy abriu a boca para provanar palavras mal-criadas, mas logo Luke interviu.



— Acho que será muito agradável. Pouparei o seu trabalho, meu pai, e eu mesmo mandarei a correspondência. — falou se levantando e sorrindo abertamente, tombando sua cabeça na direção de Thomas. — Você vem irmão? Precisarei de seu dom com palavras curtas, não quero me estender em minha carta.



Thomas sorriu de modo engraçado, como quem havia entendido a fuga do irmão.



— É claro. — disse e se levantou, estendendo de maneira elegante a mão para sua irmãzinha. Lissy acompanhou os dois irmãos de má vontade para fora da sala e pôde ouvir o começo de uma discussão entre seus pais. 



— Uma saída elegante e disfarçada. — Luke disse teatralmente. Thomas e Lissy riram do irmão. — Parece que terá mais alguns pretendentes, querida irmã.



— Negarei a todos. — disse convencida. Thomas fez um estalo com a língua, segurando a mão delicada de sua irmã e sorrindo de modo carinhoso para ela:



— Um dia, um homem roubará o seu coração e então, todo seu orgulho cairá diante de seus pés. — disse e Lissy apenas riu, achando graça da fala do irmão. Luke soltou uma gargalhada alta, nada elegante.



Os três irmãos entraram no escritório e começaram a projetar a carta para o proprietário de Mansfield Park. Lissy nem ao menos imaginava que à partir daquele momento a fala de Thomas se tornaria tão real quanto o orgulho que vivia em seu ser.





Notas Finais


Tumblr: https://northamptonfafiction.tumblr.com

Nothampton: é uma cidade inglesa.

Mansfield Park: é uma mansão-fazenda. Me inspirei na obra de Jane Austen "Mansfield Park" para criá-lo. Na realidade eu copiei bem na cara de pau, ignorem.

E então, esse foi o primeiro capítulo. Bem pequeno, leve, mais como uma apresentação. Devo ressaltar que as mulheres dessa época não tinha tantos direitos ou falas, por isso, alguém como Lissy é realmente estranho para aquela sociedade que é extremamente patriarcal. 

O que acharam? Espero que tenham gostado. Anyway, até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...