História O Aluno Nota F - Jikook - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Boyxboy, Bts, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!teacher, Jungkook!tops, Vhope
Visualizações 710
Palavras 2.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioi gente
minha vizinha ta ouvindo uma música muito assustadora parece que ela tá invocando um demônio indiano
GENTE DEEM MUITO AMOR PRA ESSE CAPITULO, ATE AGORA ELE É O MEU FAVORITO E EU TO APX
boa leituraaaa

Capítulo 26 - Margaridas


Fanfic / Fanfiction O Aluno Nota F - Jikook - Capítulo 26 - Margaridas

 

 

"Vamos a um piquenique."

"O quê?" Jimin disse rindo, não acreditando que Jungkook havia trazido uma cesta de piquenique para a escola.

"É, ontem eu estava pensando que nós andamos nos vendo frequentemente por causa das aulas particulares e ainda aqui na escola também, mas nunca paramos para realmente nos conhecermos. E, sabe, isso é bom para a nossa convivência... entre aluno e... professor." O mais velho disse se embolando no final da frase.

"Jeon Jungkook, você está me chamando para um encontro?" Perguntou Jimin brotando um sorriso no rosto.

"Nããão, imagina, eu e você em um encontro? Haha, muito engraçado." Ele disse ironizando, apenas para disfarçar o fato de que queria aquilo há muito tempo, e pela parte de Jimin também não era muito diferente.


"Vamos lá? Meu carro está lá fora."

Jimin apenas acenou com a cabeça e os dois saíram juntos da sala de aula, Jeon segurando suas pastas e a cesta e Park apenas segurando as alças de sua mochila.

Os dois saíram pelos fundos para não atraírem a atenção do resto dos alunos, e entraram silenciosamente no carro do mais velho, deixando seus pertences no banco de trás. Saindo do estacionamento da escola, Jeon ligou o rádio baixinho e pôs os olhos de volta na rua, dirigindo serenamente. O tempo ia passando, e Jimin, percebendo que o trajeto já estava meio longo e eles haviam entrado na estrada, perguntou:

"Onde estamos indo? Por acaso você vai me levar para uma casa no meio do nada e me matar?" Ele riu, olhando para seu professor e esperando a resposta.

"Eu escolhi um lugar mais distante para não ter perigo de alguém do colégio nos ver. Porque... você sabe. E além do mais, se qualquer pessoa ver um cara de roupa social em um piquenique com um garoto baixinho de uniforme, vão pensar que eu sou um pedófilo sequestrador. Mas não se preocupe, o visual do lugar é incrível."

"Você por acaso você disse que eu sou baixinho???" Ele perguntou aumentando o tom de voz e dando um tapa no braço de Jungkook, que começou a rir.

"Eu sou inocente!" Ele ria com a fúria do mais novo, e quando olhou pro lado viu que se fazia presente um bico em seu rosto. Tentou cessar um pouco suas risadas para assim posicionar sua mão direita em cima da coxa do menor e reconfortá-lo. "Não precisa ficar assim..." Ele fez um leve carinho em sua coxa, e Jimin sentiu suas bochechas esquentarem. "Não se preocupe, você é lindo desse jeito." Disse e em seguida deu dois tapinhas em sua perna, retornando sua mão ao volante e dando uma espiada pelo canto dos olhos em seu aluno, que tinha seu rosto como um pimentão. Jimin se calou e olhou pela janela de sua porta para esconder as bochechas vermelhas.

Os dois não falaram mais nada durante o percurso, Jimin ficou vendo as conversas em seu celular por não ter mais o que fazer. O silêncio se quebrou apenas quando Jungkook anunciou: "Chegamos."

Jimin, disperso, nem havia percebido que Jeon já havia parado o carro, e quando olhou para frente teve uma das visões mais bonitas de sua vida: um imenso campo cheio de margaridas, com uma grande árvore no meio. Ele desceu sem dizer uma palavra, de boca aberta, e apenas ficou de pé ao lado do carro observando o lugar, abismado. Jeon chegou ao seu lado e pôs a mão em seu ombro fazendo um leve carinho, sorrindo para o menor. "Gostou?"

"Jungkook eu... meu deus do céu, isso é lindo..." Ele ainda não acreditava que estava mesmo em Seoul, o lugar estava vazio, como ninguém havia descoberto ali? "Como você.."

"Longa história. Vamos lá na árvore?“ Jungkook perguntou e o outro logo concordou. Os dois começaram a andar entre as pequenas margaridas presentes no campo, formando um tipo de tapete sobre a grama. Era lindo. O dia estava ensolarado e a única sombra presente lá era embaixo da grande figueira, então Jungkook tirou de dentro da cesta uma toalha xadrez e a estendeu próxima ao tronco, dizendo para Jimin que ele já podia se sentar. O menor observou o professor tirar da cesta vários potes e uma garrafa com sucos, além de algumas frutas. Ele posicionou os potes sobre a toalha e foi os abrindo um por um, revelando um bolo de cenoura, pequenos sanduíches e - para a alegria de Jimin - cookies.

 

“Uau. Foi você quem fez tudo isso?” Perguntou Park, impressionado por Jungkook ter preparado tudo aquilo para ele.

 

“Sim… na verdade, os cookies eu comprei no mercado porque eu sabia que você gosta, mas é que eu não sei fazer cookies.” Jimin riu pela sinceridade de Jeon, e até ele achou fofo ele ter comprado porque sabia do gosto do menor.

 

“Obrigado… Kookie…” Ele disse a última parte baixinho para o outro não ouvir, mas depois riu da própria piada.

 

“O quê?” Jungkook perguntou para confirmar que ele realmente havia o chamado de Kookie.

“Nada não. Então, já que você queria realmente me conhecer, o que quer saber sobre mim?”

 

“Que tal eu te fazer uma pergunta sobre você e depois eu responder a mesma coisa sobre mim?” Jimin concordou com a cabeça. “Ok, então vamos comecar… qual é sua cor favorita?”

 

Jimin riu. “É sério que você vai fazer esse tipo de pergunta?” Ele o encarou com seu eyesmile, sorrindo abertamente e fazendo Jeon quase babar.

 

“Saber a cor favorita de alguém é algo muito importante tá bom?” Ele disse rindo, se juntando a Park. “E aí, qual é?”

 

“Azul claro. E a sua?”

 

“Vermelho. Mas eu gosto de preto também. Ahn… tem algum irmão ou irmã?”

 

“Não.. e você?”

 

“Tenho uma irmã mais nova e um irmão mais velho que mora na Nova Zelândia.” Jungkook pegou um sanduíche e deu uma mordida. “Hum… orientação sexual?” Ele perguntou de boca cheia e Jimin fez uma cara de tédio.

 

“Pabo, o que você acha??” Jimin riu e jogou uma uva na cara do outro.

 

“AI! Não sei, por isso que estou te perguntando!” Jeon esfregou seu olho que havia sido atingido por uma uva verde. Jimin revirou os olhos rindo por ter jogado a fruta nele, e respondeu sem nenhum mistério:

 

“Bissexual. E você, Jeon Jungkook?” Ele questionou levantando as sobrancelhas.

 

“Eu era hétero… mas agora não sei mais.” Disse um tanto envergonhado, olhando para suas pernas e desenhando um círculo imaginário.

 

“Ah, depois de tudo o que já aconteceu eu te garanto que você não é mais hétero.” Ele riu baixinho, e Jungkook fez o mesmo, seus joelhos encostando levemente por estarem um ao lado do outro. Para encerrar o assunto um tanto desconfortável, o mais velho disse: “Ah, eu tenho a pergunta perfeita.”

 

“E qual seria ela?” O menor perguntou curioso.

 

“Quem é seu professor favorito?” Ele o questionou sorrindo para ele com o apelidado “sorriso de coelho” por Jimin, e o mesmo suspirou rindo.

 

“Eu acho que.. A senhora Choi da classe de matemática!” Ele debochou e ao mesmo tempo sentiu calafrios por estar dizendo que a velha rabugenta era sua professora favorita. Jungkook franziu as sobrancelhas desacreditando a audácia do menor, e assim se inclinou sobre ele, apoiando os braços nos lados da cintura do outro e o perguntando mais uma vez, dessa vez com o rosto a milímetros de distância do aluno e com um sorriso provocante. “Me diga.. quem é seu professor favorito?” Ele disse com a voz grossa e baixa, alternando o olhar entre os olhos e a boca de Jimin. O menor lambeu os lábios ao ouvir o mais velho o provocando, e assim o encarou diretamente nos olhos por algum tempo, percebendo o brilho e ao mesmo tempo a profundidade nos olhos castanhos do homem. Ele desceu o olhar até a boca desenhada e rosada, e instantes depois disse em baixo tom, sorrindo de lado:

 

“Você.”

 

Foi apenas esta palavra que fez com que Jungkook avançasse nos lábios de Jimin, o empurrando levemente e o deitando na toalha do piquenique. Ele explorava a boca de seu aluno, e tudo que este conseguia fazer era saborear o gosto da língua seu professor favorito, e aproveitar ao máximo aquele beijo, que diferente dos outros agora era gentil, cuidadoso e digamos que até um pouco amoroso. Jimin fazia carinho por toda a extensão das costas do maior, e Jeon acariciava as maçã do rosto do menor, macia e lisinha.

 

Park levou as mãos até o cabelo do outro, alisando-os e bagunçando-os depois. O beijo foi aos poucos se cessando, os dois dando pequenos selinhos e rindo baixinho entre eles. Jimin deu um último beijinho e assim disse rindo: “Convencido!” e deu um tapinha fraco no ombro de Jeon.

 

“Mas é a verdade!” Ele disse saindo de cima do menor e dando um beijo em sua bochecha, logo se deitando ao seu lado e encarando o céu azul, com uma sensação boa no peito.






 

“...e depois nós saímos correndo, e até agora eles não sabem que fomos nós que quebramos o vaso.” Jimin se matava de rir com as histórias de adolescência de Jungkook, apesar de o rapaz sempre ter sido um aluno estudioso ele aprontava várias em seu colégio, daí que veio a personalidade extrovertida quando fora da escola.

 

“Eu não acredito! Eu nunca ia imaginar que você era assim na minha idade.” Jimin comentou dando mais uma uva na boca de Jungkook, o que ele anteriormente havia pedido. O maior estava deitado enquanto o menor se encontrava de perna de índio ao seu lado.

 

“Aish, falando assim até parece que eu sou um velho.” Ele disse fazendo um falso bico.

 

“Não é nada.” Jimin o respondeu sorrindo e o deu um selinho. Os dois se encararam por um tempo, sorrindo levemente, e depois Jungkook se virou para a grama, retirando dali uma pequena margarida. Se virou novamente para Park e levou a sua mão até a orelha dele, colocando ali a delicada flor.

 

“Combinou com você.”

 

Jimin apenas sorriu envergonhado e pegou mais um cookie, o mordiscando.

 

“Céus, as vezes nem parece que fodemos loucamente na sala dos empregados da escola há um tempo atrás.”

 

“Park Jimin!” Jungkook o repreendeu assustado por ele ter falado aquele assunto tão “proibido” por elas, do nada.

 

“Mas é verdade!” Ele se defendeu, rindo.

 

“Céus, você não existe…” Jeon também riu, sacudindo a cabeça. Jimin também puxou uma margarida do campo e a colocou entre a orelha e os cabelos do maior e assim ficou o observando. O sol já estava se indo e o céu estava ficando mais escuro, os dois haviam passado a tarde inteira lá, juntos, e tinham se conhecido muito mais, se aproximado mais ainda, e haviam se divertido.

 

Por um momento, um assunto que vinha intrigando Jimin se passou por sua cabeça. Ainda receoso, ele se sentiu na necessidade de perguntar:

 

“Jungkook… eu odeio ter que perguntar isso depois desse ótimo dia que tivemos, mas… e a sua noiva?”

 

Jungkook suspirou, e pôs-se a dizer:

 

“Ah ela está bem, está se preparando para ir de novo a França.” Ele disse em um tom aparentemente nervoso.

 

“Jeon… você sabe que não foi isso que eu quis dizer…” Jimin disse, não tendo coragem de olhar diretamente pra ele. Aquele assunto era delicado demais.

 

Segundos se passaram, e quando Jimin achou que Jungkook não havia o ouvido e estava pronto para falar novamente, ele ouviu a voz do homem:

 

“Eu… eu realmente não sei…” Park podia sentir a confusão presente em suas palavras. “Jimin, você realmente mexe comigo de um jeito que eu não consigo explicar, mas…” Ele se levantou e ficou frente a frente com o menor, que o encarou envergonhadamente. “Eu realmente preciso de tempo para organizar tudo isso, para pensar…” Ele explicava delicadamente, e Jimin olhava para suas mãos. “Eu sinto muito por isso, espero que você consiga entender.” Ele acariciou seu rosto e deu um beijo em sua testa. Jungkook suspirou mais uma vez. “Já está escurecendo, vamos indo? Eu te deixo em casa.” O mais novo acenou com a cabeça e assim eles começaram a guardar tudo de volta na cesta.

 

Caminham mais uma vez em meio as margaridas, os dois ainda com as flores nos cabelos, sentindo o vento de fim de tarde batendo em seus rostos. Entraram no carro e assim Jungkook foi seguindo o caminho de volta.

 

Depois de algum tempo de viagem com o carro um tanto silencioso por os dois já estarem um pouco sonolentos, Jeon parou em frente a casa dos Park, anunciando a chegada.

 

“Nos vemos amanhã na aula então? Não esqueça que tem dever de casa.” Ele disse com um leve sorriso.

 

“Eu já fiz com você na nossa última aula. Nos vemos, sim.” Ele sorriu fraco e olhou por um instante para Jungkook, logo se virando e abrindo a porta do carro. Caminhou em direção ao portão de sua casa, e percebeu que o carro não havia se movimentado ainda pois Jeon sempre o cuidava para ele entrar com segurança. Achando fofo o ato, ele voltou rapidamente até a porta, a abrindo e vendo Jungkook se virar para ele sem entender o que estava acontecendo. Sem pensar, ele colou os lábios com os dele rapidamente.

 

“Tchau.” Disse o mais novo, e Jeon em seguida se desfez em um sorriso encantado, diferente de Jimin, com um semblante preocupado, que mesmo beijando o homem ainda não conseguia retirar o peso na consciência por só agora ter percebido o que andava fazendo.


Notas Finais


AAAAAA EU TO BERRANDO MT
E OLHA QUE FUI EU QUE ESCREVI O CAPITULO, ISSO É ATÉ MEIO ESTRANHO
ai gente esses dois quase namoradinhos eu fico toda melosa
quem nao aguenta mais a noiva do jungkook no meio euuuuuuu
to tão feliz que provavelmente quando eu postar o próximo capítulo eu vou estar de férias aaaa
acabei a primeira temporada de produce 101 to mt feliz
O QUE FOI O VIDEO DO JK E DO JM EM TOKYO EU BERREI TAO ALTO ELES TAO MUITO NAMORADINHOS SE DIVERTINDO EM UMA LUA DE MEL AAAA
chilique realizado com sucesso
quase 40.000 views e 1000 favoritos galera meu deus do ceu amo vcs
até a proxima meus nenes s2s2s2s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...