História O Alvorecer de Um Novo Sol - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Tags Filhos, Luffy X Nami, Lunami, Nova Geração, One Piece, Piratas, Zoro X Robin, Zorobin
Visualizações 16
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Tudo bem? :)
Bem, esse é o primeiro de uma série de capítulos extras que ainda terão no decorrer de toda a fic. Os capítulos extras são capítulos sobre assuntos diversos, que não estão ligados a história corrente propriamente, mas que aconteceram em algum momento inespecífico dela.
Espero que gostem! :)
Beijos.

Capítulo 45 - Capítulo Extra I - Dias Chuvosos


Dias chuvosos eram melancólicos.

Não que ela não gostasse da chuva. Pelo contrário, era um dos fenômenos naturais que mais amava. Gostava de ficar na janela observando as gotas caírem, sem cessar, ouvir o barulho delas indo contra o telhado de sua casa...

Então talvez, quem sabe, devesse mudar a frase.

Aquele dia chuvoso era definitivamente melancólico.

Estava frio e Nami permanecia sentada no sofá, enrolada em sua coberta e com uma caneca de chocolate quente em mãos. O livro que lia minutos antes havia sido deixado de lado sobre o criado próximo ao móvel confortável e seus olhos fixavam-se na chuva que insistia em cair lá fora há mais de duas horas.

Suspirou.

Era aniversário de alguém especial. Alguém que merecia todos os presentes mais maravilhosos que poderiam existir. Alguém, porém, que não podia mais comemorar aquela data. Nem mesmo faria sentido comemorá-la. Afinal de contas, em seu aniversário, você comemora mais um ano de vida e ele já havia partido dessa vida há um longo tempo...

Levou o líquido fumegante a boca novamente, tomando mais um longo gole.

Era curioso a forma como presenciar aquele fenômeno natural havia, há quase 18 anos, se tornado um momento contraditório.

Chuva trazia boas lembranças à navegadora. Contudo, essas boas lembranças, na maior parte da vezes, acabavam por fazê-la chorar. Inacreditável como, mesmo depois de quase duas décadas, as lágrimas insistiam em aparecer em dias como aquele.

Seu olhar desviou-se da janela por um momento, fixando-se agora no porta-retratos sobre a estante do outro lado da sala, onde a foto de Seion gargalhando abertamente enquanto a levantava do chão repousava.

Sorriu.

Como será que estava indo a aventura de seu mais recente pirata? Provavelmente, se metendo nas maiores encrencas possíveis e arrancando os fios brancos que possivelmente havia feito crescer em seus nakamas.

Riu com o pensamento e então seu olhar voltou-se para a janela novamente, fazendo com que voltasse a divagar.

(...)

Aquele sentimento. Aquela sensação. Aquele sorriso.

As gotas de chuva escorriam por sua pele, enquanto seu olhar divagava pela imensidão escura do mar. Não importava o quanto estava molhada e suas roupas coladas em seu corpo. Nada poderia traduzir o que seu coração trazia naquele momento.

Fechou os olhos. Sentiu mais uma vez as gotas frias baterem contra sua pele, agora gelada.

Podia senti-lo ali. Sim, ele estava ali. Por mais que soubesse que ao abrir os olhos tudo o que veria ao seu lado seria a grama encharcada, ela sabia. Ela sentia.

Não conseguiu evitar mais um sorriso.

― Feliz aniversário, Luffy...

E ainda sorrindo, a chuva já havia se fundido com as duas solitárias lágrimas.

Chuva era algo realmente nostálgico.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...