História O brilho nos meus olhos - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Visualizações 135
Palavras 3.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas lindas do meu ❤ como vocês estão? Bom eu espero beemm.
Gente eu imagino que queiram me mata por conta da demora. Eu peço mil desculpas por ter demorado tanto, mas tenho na desculpa plausível, não sei se lembram mais na nota inicial do outro cap falei que tinha pego uma virose, que não dois dias depois descobrir não ser virose coisa nem uma, o que eu tinha era "dengue" fiquei internada por 11 dias, e horrível esse negócio. Boom tá explicado agora sem mais delongas vamos ao cap

Capítulo 16 - Capítulo 16


                  Pov’s Sakura

Aguardei ansiosamente o retorno de Sasuke para casa; estava ansiosa e nervosa ao mesmo tempo. Tinha refletido bastante sobre tudo que estava acontecendo entre nós e depois de ouvi-lo ontem, comecei a me questiona a respeito do que sinto por ele e do que ele sente por mim também, mas o que me deixava mais confusa era que tipo de relação tínhamos além de um casamento falso, eu não sabia. Estávamos nós envolvendo cada vez mais e eu tinha muito medo de me machucar no final de tudo isso, mas ao mesmo tempo não queria pensa no futuro queria apenas viver o presente...

Observava as luzes da cidade da varanda do quarto, enquanto pensava em como fala sobre isso com ele, logo ouço o barulho da porta se fecha e ouço os passos do mesmo se aproximando, mas então os passos cessão e o silêncio toma de conta do cômodo, após um longo minuto me virou o encontrando de braços cruzados encostado na porta corrediça de vidro que dava acessos a varanda, sorrir sem jeito para ele enquanto me seu semblante estava sério e inindecifrável...

_ oi _ coloco uma mexa do meu cabelo atrás da orelha e mexi nos meus próprios dedos _ está tudo bem ?_ questiono, pois ele não disse nada apenas me fitava, o mesmo continuo calado e apenas andou até mim enlaçando minha cintura e me puxando para mais perto de si, tremi assim que sentir sua mão em minha nuca e seus olhos penetrarem o meu

_ me encanto cada dia mais por você_ sussurrou, beijando lentamente meus lábios, sujando o inferior, fazendo meu estômago se contrair, minhas mãos suarem e minhas pernas tremerem. sorrir entre o beijo o correspondendo na mesma intensidade

_sentir sua falta _ confessei enquanto ele acariciava meu rosto, me mantive de olhos fechados curtindo o carinho

_huum_ resmungou _ quero tenta uma coisa hoje_ abrir meus olhos e o encarei

_ tenta?_ questiono _ algo que você nunca fez ?_ perguntei curiosa ainda mirando os olhos negros do mesmo, que sorriu de canto

_ não!_ respondeu sério_ algo que você nunca fez _ o fitei sem entender

_ e o que seria isso ?_ questiono curiosa, logo sentindo o mesmo me pega no colo e me leva até a cama _ Sasuke _ o repreendo, enquanto sentia seus beijos subir por minha perna

_ relaxa rosada_ murmurou com a voz rouca

_ é sério Uchiha, preciso fala com você_ sentia o mesmo subir a camisola que usava _ Sasuke _ me sentei de vez me afastando _ já disse que ainda não _ falei o fitando nos olhos

_ eu sei _ respondeu sentando-se também_ não vou fazer o que pensa, apenas fique quieta e confie em mim_ enlaçou meu calcanhar e me puxou para baixo, ficando em cima de mim, olhando em meus olhos

_ eu devo mesmo confia?_ perguntei divertida, acariciando a ponta do seu nariz com meu dedo indicador

_ caso não goste de algo que eu faça, peça e eu paro_ mirou meus olhos me fazendo tremer, confirmei com a cabeça, sentindo suas mãos correr pelo o meu corpo enquanto o mesmo beijava meu pescoço; logo sinto seus dedos segurarem as laterais de minha calcinha, fazendo-a descer

_ Sasuke_ repreendi, cruzando a pernas

_ xiii_ murmurou abocanhando meu seio direito, enquanto tocava levemente minha intimidade, levei minha mão rápido até a sua segurando a e o impedindo de continua mexendo ali, Sasuke largou meu peito e mirou meus olhos, com seu semblante extremamente sério me fazendo extreme-se_ fique quieta ok!_ segurou meus pulso prendendo-os acima de minha cabeça com apenas uma de suas mãos segurava os dois, volto a suja meus seios revezando entre os dois, fazendo eu me contorcer enquanto tentava abafa os gemidos mordendo meus próprios lábios. Sensações iam e vinham, uma mais diferente que a outra, uma melhor que a outra _ não mexa suas mãos_ disse me libertando e descendo seus beijos por minha barriga, logo encarando minha intimidade e lançando um olhar para mim e logo voltando a mira-la, a essa altura já tinha perdido minha sanidade mais ainda sim sentir vergonha por ele está me vendo totalmente nua, minha bochechas já queimavam e quando o mesmo me olhou novamente com seu maldito sorriso de canto, elas queimaram mais ainda, fechei meus olhos tentando afasta todos os pensamentos pecaminosos que passavam em minha cabeça naquele momento _ má ideia minha_ sentir seus lábios quentes tocarem minha intimidade e suja meu clitóris, uma corrente elétrica subiu por minha espinha espalhando-se por todo meu corpo, me fazendo tremer; fechei minhas pernas quase prendendo a cabeça dele, abrir meus olhos surpresa e o encarei incrédula, e totalmente envergonhada, me encolhendo. Sasuke me olhava sério, como se me repreendesse; sem fala nada levou suas mãos aos meus joelhos sem desviar seus olhos dos meus e começou a afasta-los um do outro lentamente deixando minha intimidade totalmente a mostra, desviou seus olhos para lá e lambel seus lábios, logo voltando a me fita

_ quero prova-la_ falou tocando meu potinho rosa com seu polegar me fazendo fecha os olhos e solta um gemido _ não terá penetração se não quiser_ sussurrou beijando minhas coxas descendo os beijos em direção a minha intimidade enquanto massageava meu clitóris com seu polegar, fazendo eu me contorcer. Queria repreende-lo e impedi-lo, mas aquilo era boom demais, estava encharcada como nuca estive. minhas entranhas se apertava cada vez mais, como se gritassem por algo, levanto minha cabeça fechando os olhos e gemendo enquanto me contorcia, ouço o resmungo de satisfação de Sasuke e logo sinto sua língua passa por minha fenda, lambeando a todinha, fazendo eu me abrir e gemer mais alto fazendo tudo que eu já tinha sentindo até agora não se compara com aquela sensação, ele mordia, sugava, mordiscava e se lambuzava com meu líquido em meio a rosnados e gemidos masculinos, eu gemia alto e me contorcia rebolando em sua boca me sentindo a pior das pervertida; a cada lambida meu corpo pedia por mais, em um ato de desespero segurei em seus cabelos e afundei sua cabeça mais entre minhas pernas, percebendo que o mesmo havia entendido que eu queria mais, volto a toca meu clitóris com o polegar e penetrou sua língua em minha fenda, logo começando a fazer no movimento de entrada sai com ela, para minha surpresa aquilo tudo ficou melhor, puxei seus cabelos, sentindo minha intimidade se contrair, como se quisesse esmaga algo que não estava ali dentro...

_ aaaaan Sa.sasuke_ gemi alto sentindo todo meu corpo estremecer enquanto Sasuke sujava o líquido que saia de mim dando lambidas lentas e demoras, eu parecia está com hispamos. O mesmo subir beijando todo o meu corpo, com um sorriso satisfeito enquanto lambi seus lábios logo beijando os meus, ficando por cima de mim e acariciando meus cabelos molhados de suor, não tinha feito nenhum esforço, porém estava exausta, minha respiração estava tão precária que eu tinha a sensação de te corrido em uma maratona, meu corpo inteiro suava e minhas pernas estavam fracas, Sasuke beijava todo meu rosto sem desfazer seu sorriso de satisfação.

_ kami_ falei em murmúrio, abrindo meus olhos e voltando a realidade, o mesmo me olho nos olhos com um sorriso divertido

_ apresento-lhe a um orgasmo _ sussurrou em meu ouvido me fazendo tremer

_ v.você é um pervertido _ sorriu divertido, brincado o bico do peito esquerdo

_ e você uma delícia_ respondeu apertando minha bunda _ disse que queria fala comigo_ o olhei franzindo o cenho, mas logo voltando a me lembra

_ Ah sim!_ falei sem jeito, puxando o lençol e me cobrindo, olhei nos olhos do mesmo que estava com seu típico semblante fechado, porém era possível notasse a tranquilidade em seus olhos _ q.que tipo de relacionamento temos ?!_ fui direta, seu semblante continuou o mesmo

_ somos casados Sakura_ respondeu sério olhando em meus olhos

_ além disso?_ insistir _ além desse casamento falso o que temos? Eu gosto de você de verdade _ confessei cabisbaixa brincando com meus dedos _ eu sinto aqui_ coloquei minha mão no peito e olhei em seus olhos_ que a cada dia isso fica mais forte, cada dia eu me entrego mais a você, veja o que acabamos de fazer _ sentir minhas bochechas queima_ o que sente por mim é que tipo de relacionamento temos além de um título de casados que não é verdade? _ talvez eu o estivesse pressionando, mas eu precisava que ele falasse algo que me deixasse segura, de que tudo aquilo Valéria a pena

_ não quero rotular nosso relacionamento_ respondeu sério_ quero continua te ganhando mais e mais cada dia_ tocou meu rosto o acariciando _ você é minha rosada _ sorriu me fazendo sorrir também_ não sinta-se pressionada a nada. _ depósito um beijo em meus lábios e se levantou, desabotoando a camisa social indo até a porta que dava acesso ao banheiro e adentrou ali, não disse nada apenas o observei e quando ele passou pelo a porta me joguei na cama, cobrindo minha cabeça com o lençol e dando um gritinho baixo eufórico, ainda desacreditada do que tinha acabado de acontece

(...)

            Pov's Itachi

_ ele não me escuta _ falei passando a mão nós cabelos em desespero _ o tempo está passando e das dia mais ele comete erros que não poderá ser revertidos depois _ eu não sabia o que fazer para Sasuke me ouvir e isso estava acabando comigo

_ já falou com Sakura?_ pergunto Kakashi, chamando minha atenção

_ ela disse que me ajudaria, mas assim como não deu ouvidos a mim a ela também não_ mirei o Hatake que parecia pensativo _ se tem algo em mente Kakashi por favor diga-me logo_ a minha vontade era de subir até o quarto de Sasuke, amara-lo ao pé da cama e lhe conta tudo que eu sabia e o que planejavam contra ele

_ acho que Naruto pode nos ajuda _ concluiu Kakashi_ o que ele disse sobre a sua oferta de ajuda?_ olhei para o Hatake em questionamento a sua pergunta

_ como esperado negou. Quase saímos nos soco_ suspirei_ ele se torna mais difícil a cada dia que se passa, eu não sei mais o que fazer. Ele me odeia a cada dia mais e agora mais ainda, pois me encantei por Sakura_ confessei, vendo nos olhos do Hatake tédio

_ bom.._ suspirou pesado_ isso e um problema _ levantou trocando passos lentos até a saída_ amanha chame Sakura; Naruto e eu estaremos aqui antes de Sasuke chegar, contaremos a verdade a ele, nem que precisemos amara-lo _ concluiu o acinzentado sem ânimo, confirmei com a cabeça

_ obrigado!_ o observei passa pelo a porta fechando a logo em seguida. Caminhei lentamente até o sofá e me joguei ali... Eu tinha me privado de tantas coisas para protegê-lo, contudo acabei distanciando. Neguei a ele o convívio que ambos precisávamos, ele talvez mais que eu... Às vezes pego me perguntando se eu não fui covarde, talvez se eu tivesse dito a verdade desde o início às coisas poderiam ser diferentes... Melhor! Quem sabe nossos pais não estivessem vivos! E eu tivesse visto e acompanhado de perto o crescimento de Sasuke, ele talvez tivesse se tornado uma pessoa melhor, uma homem feliz... Não queria mais pensa o que podia te acontecido, minha preocupação maior agora seria a reação de Sasuke ao descobrir toda verdade por trás do meu sumiço e da morte dos nossos pais. Eu tinha muito medo que ele tenta-se fazer justiça com a suas próprias mãos, eram tantos medos nesse momento, queria protegê-lo de tudo e todos de todas as dores, mas ele não era mais um criança que procurava colo, ele era um homem; um homem impulsivo e forte

(...)

                  Autora-N

O loiro saiu do elevador e seguiu em frente, dando três passos até a porta do seu apartamento colocando a chave na fechadura e a girando, destrancando a porta e logo adentrando o local suspirando pesado, sem ligar a luz caminho lentamente e logo se jogou no sofá

_ o.o que acontece?_ a voz feminina chamou sua atenção, Hinata aproximou-se por trás enlaçando o pescoço do noivo e depositando um beijo tímido ali_ nem ao menos me viu aqui _completou com as bochechas coradas enquanto o loiro sorria de lado

_ estou preocupado _ confessou o mesmo segurando a pequena mão é a fazendo da volta e sentasse em seu colo, logo depositando um beijo em seu pescoço_ adorei vê-la aqui _ deu um beijo casto nos lábios avermelhados da morena _ você e tudo que eu preciso_ beijou o pescoço da menina já correndo as maos pelo o corpo da mesma

_ Naturo-kun_ o afastou _ me diz que tá preocupado e não me diz o motivo, assim me deixa preocupada também_ o loiro sorriu coçando a nuca sem jeito

_ e que vê-la aqui me fez esquece de tudo, não é sempre que venha a noite, vai ficar?! _ perguntou fazendo manha_ ficaa por favor! _ sorriu

_ só se me conta o que lhe aflige_ disse sentindo o beijo quente do loiro em seu pescoço, sentindo seu corpo responder

_ tudo bem_ disse entre os beijos_ algo referente ao Sasuke, Kakashi me ligou e amanhã Itachi falará algo para ele que pode o estraçalhar_ falou mais sério agora mirando os olhos pérola da noiva

_ intendo. Você irá apoia-lo amanhã não é?_ o loiro confirmo com a cabeça

_ vamos deixar a conversa para mais tarde e subir para o quarto_ disse voltando a beijei-la levantando-se com Hinata no colo a obrigando a enlaça sua cintura com as pernas

_ não precisa ser no quarto_ sorriu tímida Mirando o mar azul que eram as orbes de Naruto fazendo o mesmo sorrir satisfeito

_ amoo você_ declarou-se deixando a meninas ainda mais corada, logo em seguida abocanhando os lábios da mesma e os devorando, prensando-a contra a parede e esmagando seus seios antes de devora-lo

(...)

                 Pov's Ino

Acordei sentindo o peso dos braços do ruivo que enlaçava-me, estávamos em uma perfeita conchinha, me virei lentamente para observa-lo; o mesmo dormia tranquilamente, sua pele era tão macia ele era tão lindo, sorrir do meu próprio estado. Estava boba e encantada, ele era perfeito... O observei por alguns minutos, até que algo estala em minha cabeça. Eu tinha me comportado como uma qualquer, mal o conhecia e olha onde eu estava em sua cama

_será que ele também pensava assim?_ me questiono o observando. _ será que eu era apenas mais de suas conquistas?_ eram tantas perguntas que martelavam em minha cabeça, cada uma fazia eu me sentir pior, já sentia as lágrimas escorrerem por minha face, tentei segura-las mas não conseguir; me sentir tão fraca, eu não era assim, eu não me portava assim. eu nunca tive meu medo de te o coração partido, eu quem partia coração sempre foi assim! em menos de 24 horas ele me conseguiu me lava para sua cama e agora eu estava aqui assustada, morrendo de medo do que ele pensa de mim ou se penas fui mais uma em sua vida que não tive significado algum. Me encontrava sentada sobre a cama, abraçando meus próprios joelhos nunca tinha sentindo isso antes, estava tão desnorteada sem saber o que fazer

_ bom dia_ sua voz grossa soou, virei o rosto antes que ele notasse as marcas de lágrimas em meu rosto, o mesmo sentou-se do meu lado depositando um beijo em meu ombro

_ bom dia!_ tentei disfarça a voz para que ele não notasse, enquanto o mesmo deposita beijo em meu pescoço e alisava minha nuca

_ está tudo bem ?_ sussurrou em meu ouvido pegando em meu queixo e virando meu rosto para encara-lo, abaixei meus olhos pois não tinha coragem para isso_ ei _ falou baixinho passando a ponta do nariz em meu rosto me fazendo fechas os olhos e um nó se for em minha garganta _ se arrependeu? _ perguntou com a voz grossa mais baixa enquanto acaricia meu rosto com seu dedo indicador

_ não _ respondi mexendo em meus próprios dedos

_ então o que aconteceu ? _ questionou segurando minhas mãos e regendo novamente minha cabeça _esta machucada?_ olhei por míseros segundos em seus olhos e vir preocupação

_ não estou machucada_ comecei insegura _ apenas envergonhada_ continuei_ deve está me achando uma qualquer _ falei baixo e ouvir seu sorriso baixo e divertido

_ loira a última coisa que eu pensaria de você e que é uma qualquer._ virou eergueu meu rosto para olha-lo _uma qualquer por mais cedo que tenha ido para na cama de um homem ela jamais seria virgem está longe de ser uma qualquer loira_ depositou um beijo em meus lábios_ agora venha toma banho comigo _ me puxou para seus braços fazendo nossos corpos nus se chocarem

(...)

             Pov’s Temari

Acordei junto com Shikamaru ou seja cedo demais, esperamos Gaara para o café, mas o mesmo não deu as caras o que era estranho pois ele era sempre o primeiro a está de pé e nunca se atrasava e já estava com quase 15 minutos de atrasado

_ vou vê se ele ta vivo_ avisei a Shikamaru saindo da mesa, logo cheguei a porta e sem bate adentrei encontrando Gaara organizando alguns papéis, olhei ao redor e o quarto estava uma zona, para minha surpresa, pois ele sempre fora tão organizado_ atrasado _ ele nem ao menos me olhou continuou a fazer o que fazia_ está tudo bem?_ questiono ouvindo o chuveiro ainda ligado

_ por que não estaria_ franzir o cenho ao ouvir o barulho da porta se aberta, logo vendo a loira passa por ela, me surpreendendo

_ Ino?_ a mesma sorriu sem jeito. Gaara foi até a mesma e depositou um beijo em seus lábios

_ nos vemos mais tarde_ falou para ela que confirmou com a cabeça

_ acho que está esquecendo que voltamos hoje a noite para suna_ falei antes que ele desse as costa para ela vendo o semblante da mesma muda

_ Ino_ chamou meu irmão sério_ está de férias não está?!_ a mesma confirmou com a cabeça_ então passará as férias em suna _ disse passando por nós deixando Ino sem reação enquanto me olhava com os olhos arregalados

_ espere aqui_ falei para ela e fui atrás dele o encontrando já próximo da cozinha _ ei_ chamei sua atenção tocando seu ombro_ dormiu com ela?_ questiono o mirando nos olhos

_ o que você acha?_ disse sério sem desviar

_ Ino e uma de minhas melhores amigas, se machuca-la eu não vou te perdoar_ disse seria. Ontem mesmo Ino disse que era virgem ou seja meu irmão foi seu primeiro, isso poderia se complica, eu sabia que Gaara não levava ninguém a serio e Ino poderia ser apenas sua diversão de verão é isso me incomodava

_ ela é diferente _ falou passando por mim_ arrume tudo para que ela possa viaja hoje comigo_ o mesmo continuou a caminha enquanto eu o olhava se afasta ainda surpresa e em uma impasse pois queria ir até ele é questiona-lo do que ele estava fazendo, mas tinha Ino e eu precisava falar com ela e entende o que aconteceu. Voltei ao quarto e Ino se encontrava arrumado a cama e recolhendo os forros do chão

_ Ino_ chamei sua atenção

_desculpe por isso_ pedi-o sem jeito é cabisbaixo

_ desculpa-la pelo o que esta louca loira_ sorrir me jogando na cama_ então você se entregou aos encanto de um Sabaku_ sorrir divertida

_ para tema isso não tem graça_ falou sem jeito

_ foi bom ?_ eu e minha curiosidade_ a mesma confirmou com a cabeça sorrindo e sentando-se na cama

_ vocês vão volta mesmo hoje para suna_ confirmei com a cabeça

_ sim e você vai com a gente

_ posso ser maior de idade e tal, mas ainda moro com meus pais é preciso da permissão deles para sair da cidade_ falou e logo sobre salto_ kami _ disse com os olhos arregalados_ esqueci de meus pais, eles devem está pirando sem saber de mim _ disse preocupada

_ falo com ele e, digo que ficou tarde e achei melhor dormi no meu apartamento_ tentei tranquiliza-la, mas a mesma continuo imóvel_ então o que tá esperando, ponha uma roupa e vamos ate sua casa, precisamos da autorização de seus pais pare que viaje_ disse a observando ainda vestida em um dos roupão de Gaara

_ m.me empresta uma calcinha_ falou baixo

_ o que aconteceu com a sua ?_ arqueei uma sobrancelha, olhando-a divertida

_ está rasgada_ praticamente sussurro, sorrir eufórica vendo a cara da mesma de reprovação

_ vamos logo, pega uma bem sexy para você.._ sorrir puxando a

             Continua...


Notas Finais


É isso amores, espero que gostem, saudades dos comentários, louca para devora-los bjus bjus até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...