História O Espírito do Halloween - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Desafiocnh, Desafionh, Eventohalloweenrnh, Fanficsnaruhina, Fanficsnh, Fnh, Halloweenfnh, Halloweennaruhina, Halloweennh, Itsumonh, Naruhina, Naruhina4ever, Revolução Naruhina
Visualizações 81
Palavras 1.530
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ! 🎃🎃🎃

Sou o Espirito do Halloween (nessa história ainda é dia 31 de Outubro) e vim deixar o ultimo capitulo para voces...
Ahhhhhhhhhhhhhhhh (som de desapontamento) eu sei que vocês vão sentir saudade da minha pessoa (fazer oq, todo mundo me adora), mas é assim mesmo, gente. Tudo tem um começo, meio e fim.

Espero que vocês tenham gostado da minha participação nessa história e que tenham se divertido.
Gostaria de agradeçer a todos que leram e se envolveram com a fic, fiquei sabendo que alguém até se identifica comigo!!!
Gostaria de agradecer (e a autora também) a cada favorito e comentário!

E agora fiquem o capitulo! 💛🎃

Capítulo 4 - Travessura melhor que gostosura



A noite havia caído sob a cidade de Konoha, a lua estava magnífica no céu estrelado. Nas ruas da cidade havia muito mais crianças do que mais cedo e dessa vez estavam todas fantasiadas.

Naruto acompanhou um grupo, extremamente animado, que carregava vários baldes cheios de doces e iam de casa em casa pedindo doces. O loiro notou o quanto eles estavam se divertindo, aproveitando aquele momento como se fosse o ultimo. Algumas nem estavam esperando chegar em casa e já estavam se entupindo de doces imediatamente, como se o amanha não importasse. E realmente não importava.

O amanhã a Deus pertence, essa é uma frase famosa e mostra que tudo que é novo é incerto. A cada novo amanhecer, um novo dia começa e é assim que se dá o futuro. Ao contrario do que muitos pensam o futuro não é nada relacionado a tecnologias, o futuro na verdade é o simples e puro novo dia. O tempo é rápido, ao mesmo momento que estamos no presente –  assim que um novo dia começa, o presente se transforma em passado – também estamos constantemente, a cada segundo, vivendo o futuro.

Refletindo sobre isso, o loiro voltou-se na direção da cafeteria da morena, sentindo o coração angustiado. E eu, estou aqui apenas observando e com uma vontade imensa de bater nesse bocó. Na realidade, juro em meu nome, de Rei dos Mortos, que vou arrancar as tripas desse loiro cabeça oca!

Ele tava indo tão bem, tinha saído daquele casulo – vulgo casa – da qual ele mora, estava se permitindo viver novamente e ficar ao lado da mulher que ama e que também ama ele, mas ai ele me pisa na bola! Eu não tenho paciência pra isso!

Eu sabia que a única pessoa que poderia ajuda-lo era Hinata. Amaldiçoar esse paspalho era juntar dois coelhos com uma só cajadada, pois ele deixaria de odiar o Halloween – consequentemente deixaria de me odiar, pois eu gosto que todos me adorem – e voltaria a praticar esse dia – que já é comemorado no mundo todo e é uma das datas que mais se vende doces no Estados Unidos (estou muito orgulhoso disso) – e também estaria junto da pessoa que gosta (também faço Free Lance de Cupido e modéstia a parte, creio que sou muito melhor que um anjo de fraldas). Porém ele faz questão de estragar tudo! Mas isso não vai ficar assim, não vai mesmo.

Estava na hora de colocar em prática meu Plano B...

- Naruto... – O sussurro foi feito próximo ao ouvido do loiro e o mesmo se arrepiou inteiro. – Buuuh! – O toque no ombro fez com que ele desse um pequeno pulo por causa do susto.

- Você! – O olhar proferido estava cheio de irritação. Acho que ele se esqueceu do que sou capaz, posso transformar essa feição raivosa em uma apavorada em questão de segundos.

- Acabou o seu tempo – Não daria tempo para ele reclamar. Como num passe de mágica o cenário mudou e o loiro se encontrava em casa.
 

 

O O O

 


Hinata observou as densas nuvens se formarem e cobrirem todo céu. Estranhou, pois minutos atrás o céu estava limpo e de repente tudo fica nublado, escuro e frio. A Hyuuga se encolheu com o calafrio que passou pelo seu corpo e em um ato involuntário, abraçou a si mesma e afastou-se da janela no mesmo instante que um relâmpago iluminou todo o céu.

A morena olhou para o aparelho celular pela milésima vez, apesar de chateada era inevitável não se preocupar com Naruto.  Ela sentia um aperto no peito e tinha o pressentimento que alguma coisa estava errada.

Decidida, por fim, pegou o celular e discou o numero do celular do loiro, mas o mesmo dava desligado. Persistiu mais duas vezes e logo depois passou a tentar o telefone da casa, onde ninguém atendia também, só dava caixa postal. Outra pessoa pensaria que estava sendo ignorada, mas algo na mente da morena a alertava.

Sem nem pensar duas vezes ou nem ligando para o temporal que se formava do lado de fora, a perolada simplesmente pegou um casaco e saiu em busca de loiro.
 

 

O O O

 


- Me deixa em paz! – Ele se afastou atordoado. – Eu fiz o que você queria...

- Oh... Você não fez nem metade do que era pra ser feito. – Aproximei-me dele. – Muito pelo contrário... Foi um babaca a maior parte do tempo e ainda tirou onda com a minha cara! – Sim, eu estava raivoso. – Um ultraje aquela imitação barata com uma abobora ridícula.

- Perdão se lhe ofendi...

- Eu não vou perdoar nada! – Bradei e ele se encolheu. – Não sou a menina Hyuuga pra ficar relevando cada vacilo teu! -  As chamas dentro dos meus olhos se acenderam. – Te dei uma oportunidade e você não soube aproveitar. Você é burro!

- Hey... Olha o respeito... – Reclamou.

- Sério? Estou prestes a tirar sua alma e você esta preocupado comigo lhe chamando de burro? – Esse cara realmente é uma comédia, um cabeça oca e não tem noção nenhuma. – Você é incrivelmente ridículo, sabia disso? – Questionei.

- Obrigado pela parte que me toca - Ele e disse e eu fechei os olhos respirando fundo e desejando paciência, porque se tivesse força eu matava ele na hora.

- Oh seu... Seu.... Seu... – Trinquei os dentes e apertei as mãos em punhos. – Seu humano sem massa encefálica! – Bradei. – Para de me irritar. – Minha vontade era de esgana-lo, mas respirei fundo.

Olhei para o relógio em meu pulso - sim, eu tenho um relógio - e conferi que faltava cinco minutos para a meia noite, olhei novamente para o loiro, o mesmo engoliu em seco, e sorri. Um sorriso realmente maldoso.

- Naruto-kun!

As batidas nas portas chamaram tanto a atenção dele, como também a minha. Amaldiçoei internamente aquela Hyuuga.

Sério? Nem quando sou eu narrando o capitulo, não posso ditar o rumo da história. Ninguém deixa eu fazer meu trabalho em paz. Pessoas amarguradas e que só reclamam da vida querem continuar a viver por que? Só estou fazendo um favor e devorando a almas delas!

Mas, pensando bem... Ele ainda tem cinco minutos, detesto estar hesitando, porém, trato é trato e eu sou um Espirito de palavra. Eu disse meia noite e ele tem cinco minutos pra se redimir.

- Naruto, abre a porta por favor... – Ela bateu novamente, mas o palerma não se mexia.

- Hinata? – Ele se manifestou, finalmente. O loiro olhou para mim e eu apenas suspirei.

Suspirei porque estava cansado. Tinha colocado esse cabeçudo pra trabalhar no meu lugar, mas ele só ficou do lado dessa garota e no fim eu tive que praticar todas as travessuras. Suspirei dando-me por derrotado. Sim, muito humildade da minha parte assumir isso, eu sei, mas devemos reconhecer quando estamos errados ou quando perdemos.

Porém, eu não perdi para ele. Isso me recuso a afirmar, mas na verdade perdi para a Hyuuga. A garota era determinada e não desistia desse cabeça oca, por mais que ele tenha desistido dele mesmo. E por ela, somente por ela, não seria justo arrancar a alma desse palerma.

- Agradeça a Hyuuga por continuar vivo – Murmurei e vi o mesmo franzir o cenho – Feliz Halloween – Desejei e desapareci.

O loiro piscou confuso e esfregou os olhos para ter a certeza que não estava alucinando, mas novamente batidas na porta chamaram a atenção dele.

- Hinata – Ele sorriu ao abrir a porta e no mesmo instante foi interceptado por um abraço apertado da morena. – Hey... Calma – Ele a abraçou também.

- Você está vivo – Ela o olhou – Estava preocupada, liguei e você não me atendeu.  

Ele sorriu e acariciou o rosto dela.

- Jamais lhe deixaria. Perdão por ter sido tão idiota, perdão por lhe ignorar por tanto tempo e perdão por não ter dito antes que lhe amo. – Declarou.

- Como? – Ela piscou surpresa e confusa e ele riu, uma risada gostosa e contagiante.

- É isso mesmo que você ouviu. Eu sempre gostei de você, mas fui um covarde e nunca me declarei. – Suspirou – O incrível, que me apaixonei por você num dia de Halloween, mas esse dia passou a perder o brilho, a magia, a graça e a diversão, quando meus pais foram assassinados. Então eu fechei meu coração e fui me tornando uma pessoa amargurada, mas é mais incrível ainda o quanto esse dia de hoje me recordou a primeira vez que apaixonei por você. – Confessou.

- Ah... Naruto – A morena suspirou feliz e novamente o abraçou. – Não sabe o quanto estou feliz por finalmente ser correspondida. – O olhou e sorriu.

- E você não sabe o quanto estou feliz por tê-la em minha vida. – Sorriu também, a olhando. Os rostos a centímetros de distância – Amo você. – Declarou ainda sorrindo, os olhos azuis transmitindo toda a sinceridade da alma e do coração.  

- Eu também amo você – Exclamou e o beijou.
 

Assim como todas as datas comemorativas, o Halloween também possuí um Espírito. Ele que faz as pessoas irem atrás de doces e praticarem travessuras, mas cuidado, algumas travessuras tem um preço muito caro a ser pago....

Mas também, certas travessuras podem ser muito melhores, mais divertidas e mais gostosas do que muitas gostosuras.
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, caso contrário vou devorar a alma de cada um! Muhahahaha...
Não tenham medo, digam o que acharam. Quero conversar com vcs hehehe 🎃🤗

Um beijão da minha pessoa
Novamente obrigado a todos vcs leitores, pois vocês contribuem com a história e ter um resultado positivo é gratificante.
Feliz Halloween! 🎃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...