História O executivo e a piriguete - Camren - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren G!p
Visualizações 359
Palavras 2.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei...
Desculpa a demora é q ando passando por um bloqueio e tbm não tem muita motivação... espero q essa fase passe... se nao voi parar por aqui...
Boa leitura

Capítulo 46 - Ciúmes e hot


 Luanna

As aulas já haviam acabado, eu e Ari estávamos indo ate meu armário guarda minhas coisas para irmos embora.

Luanna: Você vai lá para casa hoje? – pergunto escorada no armário.

Ari: Sim, se não for incomodar. – sorri tímida.

Luanna: Que nada, mama vai andar ter ver ela gostou de você. – ela sorri e fica na minha frente colocando os braços em volta do meu pescoço por reflexo levo minhas mãos para sua cintura. – Quer foi ?

Ari: Você é tão linda. – nego com a cabeça e ela me rouba um selinho.

Luanna: Não faz isso.

Ari: Porque não?

Luanna: Não quero que nossa amizade acabe.

Ari: Não vai acabar, ela só vai ficar mais interessante. – diz antes de colar nossos lábios, era um beijo calmo não t9nha nenhuma malícia nele. Depois de um tempo encerro o beijo puxando seu lábio inferior para mim. – Uau

Luanna: Eu sei, eu beijo bem de mais neh. – sorrio convencida e ela me dá um tapa. – Oush mulher seu tapa dói. – faço bico.

Ari: Oh tira esse boca. – nego com a cabeça. – Não vai tirar não?

Luanna: Quero beijinho. – dou um sorriso de lado.

Ari: Nem parece a mesma Luanna que a minutos atrás não queira me beijar.

Luanna: Mas já estamos aqui neh, só resto aproveitar. – ela sorri e cola nossos lábios novamente, ficamos nos beijando até que alguém força a garganta fazendo a gente parar olho por cima do ombro de Ariana e vejo Bem com os braços cruzados ao lado de Felipe . – Er.. Bea. – Coço a nuca sem graça.

Bea: Sabia que eu te casei feito louca por essa escola Luanna. – diz séria... eita falou meu nome.

Luanna: É eu tava aqui conversando com a Ari. – Ari sorri e encosta a cabeça no meu ombro.

Bea: Conversando sei. – ergue uma sobrancelha olhando para Ariana.

Ari: Sim Beatriz, a gente estava conversando e fazendo umas coisas q mais algum problema. – diz fazendo o clima ficar pesado. Essas duas não se descem.

Bea: Não Ariana nenhum. – responde olhando para mim. – Pensei que iríamos juntas para casa.

Luanna: A gente vai, só perdi a noção do tempo. – sorrio fraco. – Vamos ? – chamo e pego na mão de Ari.

Bea: Ela vai com a gente?

Luanna: Sim, ela vai passar a tarde lá em casa hoje. – após isso ela pega a mão do Lipe e vai andando na frente.

Após alguns minutos andando chegamos em casa Bea passou direto bem ao menos me falou tchau. Aquilo me deixou um pouco mal, porque sempre ela almoça comigo ou eu vou para casa dela.

Luanna: MAMA CHEGUEI. – gritei assim que passamos pela porta.

Camila: Não precisa gritar menina. – fala saindo da cozinha mas para assim que ver Ari.

Luanna: Mama se você não lembra essa é Ariana ela já veio aqui em casa para fazemos alguns trabalhos.

Ari: Oi Sra. Cabello. – estende a mão para mama.

Camila: Assim eu me sinto velha, Camila apenas. – puxa Ariana para um abraço. – O almoço já está pronto, podemos comer sua papa não vem hoje.

Luanna: A gente só vai colocar as coisas no meu quarto e já descemos.

Fomos até meu quarto e guardamos nossas mochilas, lábios as mãos e voltamos para a cozinha.

Camila: Cadê a Bea ela sempre almoça conosco.

Luanna: Eu não sei o que ouve, ela passou reto nem ao mesmo falou um Tchau.

Camila: Estranho. – diz e olha para Ariana.

Luanna: Porque a papa não vem hoje.

Camila: Teve alguns problemas na empresa e ela teve que ficar por lá para resolver.

Depois disso comemos em um silêncio agradável, de vez enquanto mama puxava assunto com Ariana, as vezes a deixando sem graça fazendo perguntas um tanto constrangedoras.

Terminamos de comer subimos para meu quarto para ver um filme qualquer. Enquanto ela escolhia o filme fui até meu closet vesti uma calça moletom e uma regata, peguei um dos meus short moletom e uma blusa para ela vestir. Voltei para o quarto e ela estava deitada na cama.

Luanna: Veste Ari para você ficar mais confortável. – estendo a roupa para ela, ela pega e eu me deito na cama. Ela se levanta e tira a blusa me fazendo corar e desviar o olhar. – V-você vai se vestir aqui ?

Ari: Vou, algum problema? – veste a blusa e em seguida começa a descer a calça, ela estava com uma calcinha de renda Rosa bebe, sinto meu pau ganhar vida dentro da minha cueca pego uma almofada e coloco por cima. – Prontinho.

Ela vem se deita ao meu lado é da play no filme, ficamos vendo o filme por alguns minutos até que ela se deita sobre mim.

Ari: Eu não quero ver mais filme. – diz colocando os braços em volta do meu pescoço.

Luanna: É o que você quer fazer ?

Ari: Que tal isso. – diz antes de colar nossos lábios em um beijo lento que logo vai ganhando intensidade, ela da dá uma leve rebolada no meu colo fazendo eu apertar sua cintura.

Luanna: É melhor a gente parar. – digo entre o beijo.

Ari: Calma bebê, não vamos faze nada de mais. – ela arranha minha nuca, desço minhas mãos para sua bunda e aperto fazendo ela gemer contra minha boca, nisso meu pau já estava duro contra sua bunda. Ela se afasta um pouco leva a mão até a barra da sua blusa e tira do seu corpo me deixando ver seus seios cobertos pelo sutiã de renda também rosa bebê.

Comecei a distribuir beijos pelo seu busto descendo até chegar nos seus seios e bebeu por cima do sutiã, sua minha mão ate seu seio esquerdo e apertei ali enquanto dava cupões pelo seu pescoço, sinto uma mão descendo entre nossos corpos e logo em seguida meu pau, gemo contra sua boca. Quando eu ia tira seu sutiã alguém abre a porta me fazendo joga Ariana para o lado.

Bea: Luanna eu vim me descul... – ela para de falar assim que vê Ari ao meu. – É d-desculpa. – ela fecha a porta, me levanto e corro atrás dela.

Luanna: Bea espera. – ela já estava chegando na escada. – Não é nada disso que você tá pensando.

Bea: Vocês estão namorando?

Luanna: Não, somos apenas amigas. – chego perto dela.

Bea: Não parecia.

Luanna: A gente só estava trocando uns beijos e passou um pouco do limite.

Bea: Tem certeza que não estão namorando? – a puxo para um abraço.

Luanna: Tenho pequena. – escondo o rosto na curva do seu pescoço. – Isto é ciúmes é?

Bea: Eu com ciúmes de você. – fingi pensar. – Acho que não.

Luanna: Não seja má. – ficamos nesse abraço por alguns segundos até que vejo Ari caminhar até nós. – Já vai?

Ari: Já, esta tarde. – me solto de Bea e vou até ela lhe abraçando. – A gente se ver na escola. – diz assim que quebramos o abraço e me dá um selinho. – Tchau Baby, Tchau Beatriz.

Bea: Tchau Ariana. – diz fazendo careta assim que Ari passa por nós. – Tchau Baby. – afina a fiz tentando imitar Ari.

Luanna: Não seja má. – digo e puxo ela para meu quarto.

Bea: Pode troca esses lençóis porque não vou deitar ai não. – solto uma risadinha e fui troca as roupas de cama.

***

POV Lauren

Estava revisando alguns documentos até que alguém bate na porta. Murmuro um entra, já sabendo quem era pois seus perfume inundou minhas narinas me fazendo sorri. Ouço a porta ser fechada. Camila tem um cheiro sem igual, eu reconheceria o cheiro dela a quilômetros de distância.

Lauren: O que devo a honra da visita Sra. Cabello Jauregui. – levanto o rosto e vejo ela até minha mesa e se sentando na mesma.

Camila: Vim ver se minha querida Marida precisa de alguma coisa. – sorriso de lado me levanto ficando entre suas pernas.

Lauren: Eu só preciso de você. – nossos olhares estavam ligados um ao outro, era como se não existisse mais ninguém além de nós.

Camila: Humm... acho que Isso você já tem. – levo minha mão para sua bunda que estava totalmente marcada no seu vestido preto super justo no seu corpo.

Lauren: Não faz isso Camila, se não eu vou te foder aqui mesmo. – aperto sua cintura e subo se eu vestido para cima me ajeitando mais entre as pernas dela.

Aproximei nossos rostos, lhe deu um selinho demorado, ela mordeu o lábio inferior e eu não pude mais me controlar, seleto nossos lábios pedi passagem com língua e ela cedeu dando início a um beijo carregado de desejo e amor.

Finalizei o beijo e desci para seu pescoço depositando beijos molhados e alguns chupões na região, ela soltou um gemido baixo quando mordo o lóbulo da sua orelha, meu pau já estava duro sufocado pela calça.

Camila: Lo. – geme entre os beijos.

Lauren: Hum... – disse mordendo de leve seu pescoço.

Camila: Vamos para o sofá. – diz mordendo meu lábio, a pegou no colo e vou até o sofá, coloco ela deitada e começo a descer o zíper do seu vestido fico surpresa ao ver que ela está sem calcinha. Ela pega minha mão e leva dois dedos até sua boca e chupo me fazendo sentir uma fisgada no meu pau.

Lauren: Meu Deus Camz. – digo levanto minha mão até sua intimidade, todo seu clitóris fazendo uma leve massagem. – Tão molhada.

Camila: Laur. – gemi baixinho arranhado minha nuca.

Lauren: Eu vou te foder tão gostoso, você vai gemer baixinho no meu ouvido enquanto eu te fodo forte e fundo. – falo mordendo sua orelha e acelero meus movimentos passando meus dedos por toda sua bucetinha até chegar na sua entrada onde eu ameaço penetra.

Camila: Humm..laur Não enrola. – começa a rebolar nos meus dedos e escorrego dois dedos até sua entrada e começo a fazer um vai e vem lento. – Isso... Lo mais rápido. – pede entre os gemidos.

Lauren: Eu vou acabar com você, vou fazer você sentir meu pau te rasgando todinha.... vai amor goza para mim. – acelero meus movimentos fazendo ela arcar e puxar mais forte meus cabelos.

Camila: Hm... Ahhh.. isso.. – geme fechando os olhos com força e gozando nos meus dedos. Tiro meus dedos da sua buceta e vou descendo os beijos pelo seu corpo até chegar na sua bucetinha risadinha e livre de pelos. Caio de boca na sua buceta e começo a chupar fortemente, seguro sua coxa e a puxo mais para frente afundando meu rosto no meio das suas pernas, chupo seu clitóris fazendo movimentos com a língua e logo digo com força. – Ooohbh Laur... isso chupa minha buceta.... não para ... – geme descontrolada de tanto excitada que está, entrelaça seus dedos nos meus cabelos fazendo mais pressão contra sua buceta, começa a rebolar na minha cara, mordo de leve seu clitóris logo em seguida faço uma pressão com a língua, começo a lamber de cima para baixo. – Ahhh... porra... isso... merda. – desço minha língua até sua entrada e penetro fazendo um vai e vem rápido, sinto sua buceta aperta minha língua indicando seu gozo. – LAUREEENN. – ela geme alto antes de gozar na minha boca, chupo todo seu gozo a deixando limpinha e vou subindo pelo seu corpo.

Lauren: Te amo. – beijo seus lábios.

Camila: Muita roupa. – diz quebrando o beijo, saio de cima dela e começo a tirar minhas roupas. Depois de tirar toda minha roupa massageio meu pau que estava doendo de tão duro que estava. – Vem. – me chama com o dedo.

Me deito sobre ela, começo a roçar nosso sexos fazendo um vai e vem gostoso que já estava me levanto a loucura em um movimento rápido ela nos gira no sofá ficando por cima de cima, ela abre seu sutiã jogando um qualquer canto da sala. Ela rebola mas um pouco mas logo guia meu pau ate sua entrada melado e senta de uma vez, ela fica parada de se acostumando com meu tamanho, não é sempre que ela vem por cima e ainda entra tudo. Logo ela começa a rebolar no meu pau me deixando louca colocando sua boca em mim.

Lauren: Ahhh... isso senta gostoso no meu pau. – gemo alto.

Começo a chupar seus seios e empurro meu quadril contra o seu ajudando ela a cavalgar. Ela aumentou o ritmo pulando em cima de mim, era delicioso sentir ela me engolindo toda. Ela é tão apertadinha e quente.

Lauren: Fica de quatro vai amor. – peço ela prontamente atende ficando de quatro do sofá balançando sua bunda na minha direção.

Seguro sua cintura firme e enfio de uma vez meu pau nela, fazendo ela gemer alto. Comecei a foder sem dó, metia com força, alcançava o fim dela sentia a cabeça do meu pau batendo no fundo do seu útero. Deu alguns tapas na sai bunda deixando minha marca ali. Eu disse que iria cavar com ela.

Camila: Isso bate.. me fode... gostosa do caralho... meu me faz gozar no seu pau.

Depois disso eu aumentei o ritmo das minhas estocadas fazendo ela gozar no meu pau apertando ele todinho. Eu já estava quase gozando aquilo foi o estopim para mim gozar fortemente dentro dela.

Caímos exaustas no sofá com ela deitada sobre meu corpo, estávamos controlando nossas respirações. Ficamos em um silêncio gostoso até que ela falar.

Camila: Eu te amo.

Lauren: Também te amo.

Camila: Hoje Luanna levou uma menina para almoçar la em casa. – diz depois de um tempo.

Lauren: Hum... a gente conhece?

Camila: Lembra daquela ruivinha?

Lauren: Sim, como era o nome dela mesmo?! Ariane.

Camila: Ariana amor. – sorri. – Você acha que elas estão namorando?

Lauren: Não, Luh gosta da Bea amor.

Camila: Acho que elas brigaram. – olho curiosa. – Hoje a Bea nem foi lá me casa.

Lauren: Deve ser ciúmes. Você sabe que a Bea não suporta ver outra garota perto da Luanna.

Camila: Verdade.

     Lauren: Você vai ver. Aquelas duas ainda vão casar. – sorrio e lhe dou um selinho. Depois disso ficamos ali abraçadas fazendo carinho uma na outra até decidimos ir embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...