História O garoto dos meus sonhos (Jungkook) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bangtan Boys
Visualizações 38
Palavras 1.629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiii, gente me desculpem a demora, eu estava muito ocupada esses dias, poriço não postei o capítulo, mas ka estou eu de novo! Espero que vocês gostem. A e muito obrigada pelos favoritos, sério fico feliz em saber que vocês estam gostando.
OK, boa leitura ~~ ❤

Capítulo 9 - "Vida nova, amigo novo" Pt 2


Fanfic / Fanfiction O garoto dos meus sonhos (Jungkook) - Capítulo 9 - "Vida nova, amigo novo" Pt 2

S/n -- Ai Jungkook, espero que você não tenha me deixado pra sempre...

...


No dia seguinte...

Acordo com alguns raios de sol batendo em meu rosto. Fico pensando, por que o Jungkook não aparecia mais em meus sonhos, agora era definitivo, ele não ia voltar, e eu acabei me iludindo por um sonho.


S/n -- Burra! -- por fora eu estava bem, mas por dentro, eu só queria chorar e chorar e... chorar de novo e de novo e de novo. Aish, tenho que pensar em coisas mais importantes.

 Hoje eu não vou pra escola, estou um pouco cansada, mas mesmo assim vou com o Jimin conhecer Seul, estou um pouquinho animada com isso, ele é muito gentil, fofo, bonito... Mas o que será que o senhor Chang estava falando? O que era pra mim aceitar? Por que meus pais estavam daquele jeito? Milhoēs e milhoēs de perguntas se formavam em minha mente. Vou até a janela e abro a mesma, tinha uma vista muito bonita. Vou ao banheiro, faço minhas ingiênes e tomo banho. Assim que termino o banho, coloco uma blusa branca e uma saia branca com grandes flores azul céu na barra, calço uma sapatilha azul e ajeito meu cabelo. Pego meu celular em cima da cama, ao ver que tinha menssagem recente, uma felicidade sem explicação enche meu peito.

Abro a menssagem e era do Stive.


Mensagem On


St: Fico feliz por você! Á e "Bom dia pequena"

 St: Bom acho que aí pra você é de manhã né? Aqui já é noite. 20:30. Kkkk, acho que você me ensinou bem.

St: E aí, o que você vai fazer hoje?

S/n: Oi, boa noite.

S/n: É você aprendeu rápido. Eu vou sair com um amigo novo. Ele vai me levar pra conhecer a cidade. Eu queria que vocês se conhecesem.

St: Wow, mal chegou e já vai me trocando? É assim S/N?

S/n: Você está com ciumes?

St: Eu? Não, é claro que não!

S/n: Não precisa ficar assim, esqueceu que é você o meu melhor amigo?

St: Ok vou confiar em você, bom eu vou dormir agora, tenha um bom dia pequena.

St: E você tenha uma boa noite.


Menssagem Off


Desço para a cozinha e preparo meu café. Meus pais haviam ido viajar com o senhor Chang. Espero que dê tudo certo com a viajem, o bom é que vai ser apenas um mês...


Jm -- Bom dia S/n, e aí pronta? -- Jimin aparece do nada, cortando meus pensamentos e fazendo com que eu me assuste.


S/n -- C-como entrou aqui? -- ele dá um leve sorriso e levanta a mão onde estava um molho de chaves. -- A você tem as chaves. -- falo um pouco desanimada.


Jm -- O que foi? -- ele se senta ao meu lado.


S/n -- Nada, por que? -- volto a tomar meu café.


Jm -- Você está um pouco distânte.


S/n -- Aish! não é nada Jimin, não se preocupe.


Jm -- Ok se você diz, então vamos?


S/n -- Sim vamos. -- vou com Jimin até a sala, quando chegamos vejo que tem algumas malas no chão. -- Wow, tudo isso? -- Aponto para as malas.


Jm -- Sim, por que? Você acha que é muito? -- ele fala de um geito tao inocênte, que chego a duvidar que ele seja um adulto. Que fofo.


S/n -- Talvéz.


Jm -- Hum, onde é meu quarto? -- Ele pega as malas. Que forte esse garoto hem?


S/n -- Vem comigo.

Após mostrar o quarto para Jimin, finalmente saímos. Estou anciosa para conhecer a minha cidade natal, espero também poder encontrar meus pais algum dia.

Depois de conhecer alguns lugares em Seul, Jimin me leva á um restaurante para almoçarmos. Ele estava sendo bem legal, as vezes, era como se ele já me conhecesse, isso era um pouco estranho, não lembro de ter dito qual a minha comida favorita, mas talvéz meus pais tenham falado, eu não sei.

Finalmente a comida chega.

S/n -- Como sabia qual era a minha comida favorita?


Jm -- Ham... acho que você me falou.


S/n -- Não, eu não falei não.


Jm -- Então foram seus pais eu acho.


S/n -- Hum, entendi. Parece estar bom.

Comemos e conversamos, logo depois do almoço Jimin me levou para conhecer mais um pouco da cidade. Depois de horas e horas passeando e tomando sorvete, fomos para casa. Ao chegarmos, minha irmã estava assistindo Dorama.


S/n -- Oi Lisa. Lisa dorama á essa hora?


Ls -- Oi maninha, oi Jimin, sim por que?


S/n -- Por nada não. Vamos Jimin. -- Subimos para o quarto de Jimin. 


Jm -- Hey S/n, a casa é sua então fique a vontade, eu vou tomar banho. -- fala indo em direção ao banheiro.


S/n -- Ok, não demora.


Ele pega uma toalha e entra para o banheiro, enquanto isso eu fico ajeitando suas roupas. Ele realmente era alguém refinado, suas roupas eram de grif e eram muito bonitas. O cheiro doce empregnado em suas roupas era algo impossível de descrever, eu estava me perdendo com seu cheiro. Estava prestes á abrir a última mala, quando ele abre a porta.


Jm -- S/n o que você... -- ao notar que eu ia abrir a mala ele vem correndo em minha direção e fecha a mesma. -- Por que está mechendo nas minhas coisas?


S/n -- Desculpa eu estava arrumando as roupas pra você... -- com todo esse alvoroço eu não havia percebido que ele estava apenas com uma toalha na cintura, deixando todo o seu Abs à amostra. Meu Deus que homem maravilhoso é esse? Eu não tirava os olhos do seu lindo corpo. Ele percebe e fica um pouco corado. -- Desculpa.


Jm -- Tudo bem, só... não faz mais isso, eu sou um homem reservado, não gosto que fiquem mexendo em minhas coisas.


S/n -- Ok. Eu... já vou... pro meu quarto, se precisar é só chamar. -- droga eu não conseguia tira os olhos dele, e ele concerteza percebeu isso.

Vou para o meu quarto e logo para o banheiro. A imagem de Jimin não saia da minha mente.


S/n -- Droga! -- falo pra mim mesma. Depois do banho pego meu celular, já eram 18:00, não tinha menssagem de Stive. Me troquei e desci para fazer algo para meus pais jantarem.


Ls -- Oi -- lisa chega por tráz de mim.


S/n -- Oi Lisa.


Ls -- Acho que o Jimin gosta de você? -- fala um pouco baixo.


S/n -- Acho que você assistiu doramas de mais e agora fica me enchendo com bobagens! -- falo um pouco seca.


Ls -- Aff, S/n, ok se você não...


S/n -- Ele é meu amigo Lisa! Tá? Só isso! Amigos! Bota isso na sua cabeça!


Ls -- Tá tá, eu vou parar... o que você está fazendo?


S/n -- Comida.


Ls -- Aff, faz pipoca tá? Vamos assistir um filme! -- ela sai da cozinha e sobe as escadas.

Termino o que tinha pra terminar, incluíndo a pipoca e vou para o sofá.


Jm -- Hey, vamos assistir um filme? -- Jimin fala se sentando no sofá ao meu lado.


S/n -- Hurrum! Lisaaaa!!


Ls -- Oi, já tô aqui.


Ela coloca um filme de terror e então começamos a assistir.

Quando o filme estava quase no final, vejo que Jimin e Lisa já estavam dormindo.


S/n -- Fracos. -- dou uma risadinha baixa.

O dia foi bem cheio, e amanhã eu tenho aula. Aos poucos caio no sono também...


[{Quebra de tempo}]


Vou abrindo os meus pequenos olhinhos aos poucos, para poder me acostumar com a claridade, assim que os abrir totalmente pude perceber que eu não estava mais na sala e sim na minha cama. Como eu havia ido parar lá? Será que sou sonambula? Será que... não! Não é possível! Lisa ou Jimin?


Ls -- Bom dia S/N. Dormiu bem? -- Lisa entra no quarto com uma expresão feliz.


S/n -- Bom dia, mais ou menos e você? -- falo me levantando da cama e coçando os olhos.


Ls -- É também foi mais ou menos. -- fala um pouco desanimada. -- Você se lembra como veio parar no quarto?


S/n -- Não... foi... você? -- purfavor diz que sim, diz que foi você!


Ls -- Hum -- ela coloca a mão no queixo e fica com expressão de pensativa. -- Não! -- ela fala séria.


S/n -- Ai Lisa não diz isso! -- falo cobrindo o rosto com o travesseiro, eu estava tao vermelha de vergonha. Teria sido ele?


Ls -- Acho que você tem que descer para tomar café! -- fala saindo do quarto.

Vou ao banheiro, faço minhas ingiênes e tomo um banho. Coloco meu uniforme da escola nova, arrumo meu cabelo, coloco um tênis, pego minha mochila e saio do quarto, desço as escadas, indo em direção à cozinha. Concerteza o Jimin ainda estaria dormindo.

Entro na cozinha e Lisa não estava lá, coloco meu café e começo a tomar.


Jm -- Bom dia minha pequena! -- Jimin aparece atrás de mim (Jimin- de mim- kkkk entendeu?)


S/n -- Bom dia. Hum, por que me chamou assim?


Jm -- Assim como? Pequena? Achei que você gostasse! -- fala se sentando e colocando café pra sí.


S/n -- Não é isso, é que... Só uma pessoa me chamava assim...


Jm -- O Stive? -- ele me enterrompe. Eu o olho espantada, como ele sabia disso?


S/n -- Sim, ele mesmo. -- falo desanimada.


Jm -- Hey, o que foi S/n? Por que tá com essa carinha? -- fala com uma voz doce. 


S/n -- É que eu estou com saldade dele, ele sempre foi meu único amigo. -- eu queria falava "deles" pos a maior parte da dor que eu sentia era pela falta do Jungkook. 


Jm -- Tudo bem S/n, eu estou aqui agora, sou seu amigo, e não quero que você sofra, ok. -- ele se levanta e me obraça, era tão bom isso, sinto que tudo o que eu precisava agora era de um abraço amigo. Nos separamos do abraço e voltamos a tomar café. -- Vai logo, que eu vou te levar na escola S/n.


S/n -- Ok Jimin.






Continua...


Notas Finais


Que amor o Jimin né? Se eu fosse a S/n eu pegava logo, mas já que eu não sou, eu vou deixa-la com as "fantasias" com o Jungkook.
Espero que tenham gostado. Até o próximo cap.
Beijinhos 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...