História O Ignorante e o Gentil - 2Jae - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae
Visualizações 171
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então gente, Quando eu comecei a escrever essa fanfic eu pensei em só fazer do GOT7, mas aí eu pensei... Seria mt legal eu colocar um outro grupo. Então eu coloquei o BTS :)

Desculpa qualquer coisa e boa leitura

Capítulo 15 - Irmão adotivo


Fanfic / Fanfiction O Ignorante e o Gentil - 2Jae - Capítulo 15 - Irmão adotivo

P.O.V JaeBum

Acordei com o despertador, desliguei o mesmo e continuei deitado de olhos fechados. Sabe quando você tem vontade de se matar só porque você tem que ir pra faculdade? Essa era a vontade que eu estava tentando naquele exato momento.

Levantei e fui pro meu banheiro, tomei meu banho e coloquei uma camisa marrom com uma calça preta, uma blusa xadrez cor vermelha e preto e por último coloquei meu tênis.

Desci pra cozinha e vi o YugYeom comendo pão.

— você tá bem? — ele falou enquanto mordia um pedaço de seu pão.

— estou. Aliás liga pra sua mãe e conta tudo pra ela ou eu faço isso. — falei sentando na mesa e comendo o pão que estava em cima da mesma.

— ah não JaeBummie!!! — ele falou manhoso.

— nem adianta reclamar, aguente a consequências.

— mas eu me arrependi de ter transado com aquele idiota.

— normal, isso acontece com todo mundo que transa com ele. — ele revirou os olhos.

Eu terminei de comer e subi pro meu banheiro, escovei os dentes e pentiei o cabelo. Fui pro meu quarto arrumar meu material e fui pra faculdade.

Estava no ponto quando vejo o BamBam se aproximar, pior que eu não estava nem um pouco afim de falar com aquele desgraçado.

— JaeBum.

— o que você quer praga?

— me desculpar... Eu fiz uma coisa horrorosa e já arrumei tudo.

— arrumou foi?

— eu vi o YugYeom andando na rua então peguei a primeira garota que vi e beijei ela. Depois que ele saiu correndo de lá ela me empurrou, me deu um tapa na cara e falou que eu era um tarado.

— então... Você gosta mesmo do YugYeom?

— gosto.

— olha, eu o que eu vou te falar pode parecer loucura porque é totalmente errado, mas eu vou falar mesmo assim. — ele me olhou curioso. — eu sei que o YugYeom gosta de você, e já que você também gosta dele... Acho que posso encobrir o namoro de vocês.

— tá de zuação né?

— não.

— Im JaeBum está me ajudando a namorar o primo de 16 anos? Tua família não isola quem comete pedófilia?

— sim. Você não ouviu eu falando que vou encobrir vocês? 

— da sua família inteira? Como vai fazer isso?

— esqueceu com quem tá falando? Eu sou foda quando o assunto é esconder algo da minha família inteira, você melhor que todos deveria saber.

— eu sei.

— então não se preocupe. Hoje quando chegar em casa eu vou conversar com o YugYeom e explicar tudo pra ele.

— obrigado JaeBum.

— não estou fazendo isso por você, estou fazendo isso pelo YugYeom porque eu sei que ele gosta de você.

— mesmo assim obrigado. — eu revirei os olhos.

— tá então.

Nosso ônibus apareceu e nós entramos no mesmo.

πxπ

Cheguei na faculdade e fui direto pra minha sala, sentei em minha cadeira e fiquei quieto na minha até o Júnior aparecer.

— hey JaeBum!

— oi Júlia.

— eu vou te matar se me chamar mais uma vez assim. — eu dei uma leve risada.

— foi mal então JinYoung.

— por que faltou ontem?

— tava doente.

— ah, e você tá bem agora?

— se eu estou aqui.

— vai que você veio doente.

— eu não, iria aproveitar pra ficar em casa.

— eu já imaginava isso vindo de você.

— hum.

— bem, eu tenho que resolver uma coisa com o Jackson, a gente se fala okay?

— tá. — o Júnior foi embora.

Fechei os olhos achando que finalmente ia ter paz mas me enganei.

— JB!!!!! — abri os olhos e vi a pessoa que mais odeio nesse mundo... Meu irmão.

— aí satanás, o que tu tá fazendo aqui? Você não tava em Busan desgraça? 

— é bom te ver também maninho.

— eu não estou feliz em te ver Jungkook

— nossa! Aliás, faz temporada que a gente não se vê né? Faz uns 2 anos né?

— faz 5 anos Jungkook.

— o que? Sério? Tudo isso? Caralho pareceu que foi ontem que a gente se viu pela última vez.

— ah você quer dizer no dia que você falou que eu era um inútil desgraçado e que eu nunca deveria ter nascido?

— sobre isso... Eu estava nervoso, você tinha transado com minha namorada. 

— e você transou com o BamBam. E se eu não me engano na época ele era meu namorado.

— e se eu disser que eu fui estrupado?

— eu não vou acreditar. 

Então os alunos foram entrando e logo atrás o professor, eu fiz sinal pro Jungkook ir embora e assim ele fez.

Jungkook era meu irmão adotivo, ele tem 19 anos. Quando éramos crianças nós éramos próximos. Mas aí ele transou com o meu namorado, Bambam, e eu transei com a dele.

πxπ

Chegou o intervalo e o YoungJae veio falar comigo.

— hey JaeBum-hyung! Você tá bem?

— estou, aliás... Não comenta com ninguém sobre ontem.

— contar o que? Que você ficou doente?

— daquele negócio de eu pedir pra você tirar minha roupa. — o YoungJae corou.

— e-eu nem tava lembrando desse momento.

— aé?

— u-uhum.

— então tá. Quer almoçar comigo?

— não dá, meu amigo voltou de viagem e eu combinei que iria almoçar com ele.

— seu amigo? Outro?

— é, depois se quiser eu te apresento ele.

— não, chega de amigos.

— você que sabe. — o YoungJae foi embora.

Eu saí da sala e fui pra lanchonete perto da faculdade, pedi meu lanche e comi lá. Então o BamBam apareceu.

— o que o desgraçado do seu irmão tá fazendo aqui?

— parece que ele voltou de Busan pra infernizar a minha vida. — ele bufou.

— tava tão bom sem ele por aqui. Você sabe que ele vai tentar me separar do YugYeom né?

— só se ele descobrir de vocês, uma coisa que não vai acontecer.

— eu sei que você é ótimo em mentir e esconder as coisas... Mas eu também sei que o Jungkook é tão filho do capeta quanto você.

— ele não vai fazer nada. Dica tranquilo, agora me deixa em paz. — então ele foi embora.

Continuei a comer meu lanche na maior tranquilidade como sempre.

— ahn... Posso sentar aqui? As outras mesas estão vazias. — falou um garoto alto de cabelo roxo que eu não conhecia.

— não. — respondi frio.

— acho que vou sentar mesmo assim. — ele falou sentando do meu lado.

— cai fora. 

— me obrigue.

— tá bom. — peguei meu suco e virei em cima dele. — vaza. — ele me olhou com cara de nervoso.

— você tem problemas de relacionamentos.

— não que isso seja da sua conta.

— vai se fuder então desgraça.

— vou falar só mais uma vez: cai fora.

— não mesmo. 

— JaeBum! — vi o Jackson e o Mark do outro lado da rua acenando pra mim.

— aí Jesus chegou. — murmurei e fui pra perto dos meninos. — Obrigado por terem aparecido, aquele garoto não parava de encher meu saco.

— de nada então, vamos lá pra a faculdade. — o Mark falou abraçando o Jackson.

— tá.

Nós fomos pra sala, sentei em minha cadeira e fiquei lá conversando com os meninos quando o YoungJae aparece com o Jungkook.

— gente esse aqui é o Jeon Jungkook, ele é meu amigo. Acabou de vir de Busan. — YoungJae sorriu ao falar.

— tá de zuação né? Vocês são amigos?

— sim, qual o problema? Não posso mais ter amigos que nem você? Maninho.

— MANINHO? — todos falaram juntos.

— ah... Esqueci de falar. Eu sou Jeon Jungkook, o irmão adotivo do JaeBum. — ele falou sorrindo amarelo.

— Jungkook, se nós quiséssemos a pizza falsidade nós teríamos pedido. — falei calmo ao ver o sorriso mais falso que já vi na vida.

— JaeBum não seja assim com ele!!! — YoungJae me deu um tapa fraco nas costas.

— não me bate desgraça.

Então os alunos entraram e o professor também, os meninos foram pra sala deles menos eu e o YoungJae que já estávamos em nossa sala.

πxπ

Acabou a aula e eu fui pro meu ponto, logo o YoungJae apareceu do meu lado.

— o que deu um você naquela hora?

— nada.

— me fala exatamente o motivo de você tratar seu irmão daquele jeito.

— lembra quando falei pra você não se meter em briga de família? Faz o favor e fica longe. — o nosso ônibus apareceu e a gente entrou no mesmo.

Chegando no trabalho eu fui trabalhar é óbvio. Ignorei totalmente os olhares do YoungJae, estava bem nervoso pela aparição do Jungkook.

πxπ

Meu turno tinha acabado e o chefe pediu pra todos os funcionários esperarem antes de irem embora. 

— bem, eu pedi pra vocês ficaram porque a partir de agora esse restaurante não é mais meu... Ele agora pertence ao meu entiado... Kim Namjoon. — o tal Kim Namjoon apareceu e eu o olhei surpreso: era o cara do suco.

— muito prazer. — ele sorriu.

Ele fez um discurso meio desnecessário, eu só fiquei pensando em como vou ter um chefe que há algumas horas atras eu virei um copo de suco nele.

Após o discurso chato eu fui embora pra minha casa. Chegando lá vi o YugYeom conversando e rindo com o Jungkook.

— você tá me seguindo praga?

— oi JaeBum, eu estava contando algumas histórias de Busan pro YugYeom.

— foda-se, YugYeom eu preciso falar com você. — eu peguei no braço dele e sai puxando o mesmo até o meu quarto.

— o que foi?

— e se o BamBam quisesse te namorar?

— eu não quero saber do Bambam.

— acho que vai mudar de idéia depois que eu te contar tudo.

Contei tudo pro YugYeom e no final ele ficou muito feliz de saber daquilo e de saber que eu apoiava o relacionamento deles. Eu fui pra sala e vi o Jungkook brincando com os dedos.

— vá embora Jungkook.

— eu iria, mas não tenho aonde ficar.

— vá morar com nossos pais, aqui não tem lugar pra você.

— vai mesmo tratar seu irmão mais novo desse jeito?

— vou, agora cai fora. — então o Jungkook foi embora.

Eu fui pro meu quarto e dormi.

CONTINUA...


Notas Finais


Espero que tenham gostado :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...