História O Inesperado - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli, Salve Jorge
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli, Heloísa "Helô" Sampaio Alencar, Lívia Marini, Wanda Rodrigues
Visualizações 92
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 48 - Só faltava você


Fanfic / Fanfiction O Inesperado - Capítulo 48 - Só faltava você

S: Acha que dá pra pagar o que eu bebi, se não der tu paga to indo!

O: Pow! Vou jogar no bingo ou algum desses jogos de adivinhação..kk! acabei de acertar que você iria embora em meia hora..kkk!

S: Vai se fuder..kk! to indo valeu por ter vindo!.. semana que vem a gente marca alguma coisa pra você apresentar a namoradinha..rs!

O: Ta ok! Vai lá cuzão..kkk!(viu ele estirar o dedo e sair rindo.. Ota sabia que ele estava doidinha pela helô..)

Stênio saiu rapidinho do bar e foi pra casa já era 21:15 e com certeza já estariam servindo a janta.. Foi no caminho pensando e não se reconhecia por ceder a ela assim tão fácil. Chegou em 15 min e foi direto pro andar chegando, apertou a campainha e todos já estava a mesa sendo servidos e helô sorrir sabendo quem era ele.. Maria abriu e disse que ele tinha chegado na hora.... ele estranhou pelo horário de estar sendo servido e foi em direção a sala, mas eles estavam na sacada que era ampla e um lugar lindo aconchegante já servindo.. Helô o olhou e o viu de cara fechada e constatou que ele ficava lindo de qualquer jeito e sorriu..

V:Vem filho senta! Ta atrasado... senta aqui perto da helô tem um lugar.. 

S: Já vou mãe vou lavar as mãos..(a olhou mais uma vez e saiu pra lavar as mãos e o rosto..)

A: Vou erguer um altar pra você porque olha você esta operando um milagre..kkk! nunca vi ele largar nada por nenhuma mulher ainda mais quando saia com os amigos.. santa helô (fez gestos reverenciando helô que era só sorrisos.. Ana tinha muito a vibe de sua irmã..)

H: Ele ta puto isso sim! Viu a cara né?!

A: Nada que a santa helô resolva e contorne depois..kkk!

H: kkkk! Ai Ana! Tu parece minha irmã por isso se deram tão bem! Rs!

A: Falando nela você ficou de trazer ela aqui e não trousse!

H: Foi corrido eu ter vindo hoje, mas numa próxima pode ter certeza que ela e drika vem comigo..rs!

Nessa hora stênio voltou e se sentou ao lado dela ele queria evitar olhá-la sabendo que ela estava o olhando com um sorrisinho de deboche e Ana também do outro lado.. mas queria ver ela de perto e acabou olhando enquanto era servido..Com a cara fechada a olhou e desceu olhar pra ver como ela estava maravilhosa naquela roupa mais confortável e despojada .. um decote generoso e um shortinho que deixava amostra suas pernas torneadas voltou o olhar e balançou a cabeça se virando ouvindo ela sorrir baixinho e o deu um beijo no rosto... o pessoal da mesa estava descontraído ele a olhou pelo ato, mas não desfez a cara, viu Ana do outro lado rir e gesticulou com a boca um “vai se fuder” pra ela que riu mais ainda junto a helô.. 

Se concentram na comida conversando com as pessoas da mesa, mas ele não conversava com ela.. Assim que terminou de jantar stênio engatou uma conversa com seu primo que estava do lado. Helô conversava com aninha, mas estava com saudades de falar com ele e resolveu chamar a atenção passando a mão na coxa dele.. ele que estava segurando vinho com a mão esquerda quase deixou cair com o susto ela fez de novo e ele segurou a mão dela a impedindo de continuar.. ela tentou puxar, mas ele tinha mais força então deixou a mão ali com ele até ele acabar a conversa.. quando ele terminou virou pra ela..

S: Tem como você parar de provocar?(perguntou serio a vendo negar sorrindo com a cabeça..)

H: Para de ser chatinho e me dar atenção!

S: Você acha que merece a minha atenção?

H: Acho..rs! E depois você vai até concordar comigo.. agora fica assim..(entrelaçou as mãos na dele e deixou em sua perna..) quando todo mundo for embora a gente conversa.. ta bom?(estavam falando baixinho e ela com manha na voz.. stênio não tirou a mão que estava entrelaçada, sentia falta dela não fazia ideia de como seria aquela noite dos dois..)

Assim que desfrutaram da sobremesa alguns se dispersaram, dona verônica chamou helô para contar as suas amigas como foi o dia do assalto e stênio ficou conversando com a irmã..

A: Stênio..rs! por que ainda esta com essa cara? Ta doido pra puxar a helô e beijar ela e fica ai, se fazendo de durão..kk!

S: Ana as coisas não se resolvem assim e você sabe muito bem.. To chateado com ela e pronto!

A: Ué! Mas ela não esta aqui com você?! Devia ficar feliz..rs!

S: Eu to feliz pra caramba! Você não ta vendo?(abriu um sorriso sem vontade..)

A: kkkkk! Bebeu muito lá no bar? Não me diz que fez besteira e beijou alguém lá? ..rs!

S: Bebi um pouco! Mas foi de raiva por ela exigir que eu viesse pra cá.. agora me diz o que esta acontecendo comigo? Eu nunca deixei mulher nenhum mandar em mim..

A: kkkkk! Eu falei que um dia isso ia acontecer.. A verdade é que você esta apaixonado por ela ... iiih irmão..rs! tu ta amando..kkk! por isso que fica assim todo bobo..

Ele ficou quieto não ia dizer que não, talvez esse sentimento diferente e forte fosse isso mesmo..

A: Ficou quieto é porque concorda..rs!

S: Não tenho o que dizer é recente isso que vem acontecendo, e talvez seja o que você disse. Não vou mais questionar e nem negar..

A: É irmão mesmo que você sofra um pouquinho você deve viver isso..”Até porque você merece já fez muitos corações se partir”..kkkk!

S: kk! Ou um. .. sai pra lá com esse agoro..kk!

A: kk! Tudo bem.. Não ta mais aqui quem falou! Olha ai quem esta vindo..

Helô veio até eles e sentou perto de stênio já super entrosada com o pessoal da casa, estava feliz por sempre ser tão bem recebida ali..

H: E ai?! O que os irmãos Alencar estão conversando?..rs!

A: Nada de mais.. só perguntando ao stênio se ele bebeu muito lá no bar..kk!(stênio a olhou feio..)

H: E ai? Bebeu?..rs!

S: Bebi o suficiente..ok?!

H: Te fiz um grande favor de não chegar bêbado em casa viu? .kkkk! (Ana riu e stênio a olhou sério..) cadê seu bom humor em?!

S: Eu não ia ficar bêbado.. E hoje meu humor não esta muito bom pra gracinha de vocês duas..

A: Rs! Stênio larga de mentira que você ia vir sim..(escutou helô gargalhar com Ana expondo ele..) e esse mal humor só você pode resolver helô..(olhou helô que ria ainda dele..)

H: Vou tentar Ana, não garanto nada..kkk!

Stênio não quis dizer nada e virou pra ver TV enquanto Ana e helô conversavam.. Já era tarde e os parentes deles e as amigas de dona verônica tinha ido só faltava aninha e helô..

A: tchau helô! To indo.. vê se na próxima traz sua irmã ok? Não esquece..kk!

H: Ta ok aninha..rs! Boa noite..! manda tchau pra Henrique..

A: Mando sim! Tchau irmão.. e vê se melhora essa cara..rs!

S: Henrique ta te chamando já era pra ter ido.. (falou olhando pra TV e rindo..)

A: Mal educado..rs! tchau gente.. aguenta ai helô..kkk!(Ana saiu rindo deixando os dois na sala..)

Helô bocejou e disse..

H: uhum to tão cansadinha..(ele a olhou e viu a carinha dela de que realmente estava, viu também que não ia ter conversa aquela noite..)

S: Vamos vou te levar já esta tarde, pensei que a gente ia conversar por isso não te chamei antes..(ela o olhou e riu..)

H: Vai me levar pra onde?(ele não entendeu a pergunta..)

S: Pra onde?! Pra casa né!(viu ela sorri mais ainda e mais uma vez não entendeu..)Por que ta rindo ooh maluca?(helô chegou perto dele e disse..)

H: Você vai me levar só se for para o seu quarto porque hoje vou dormir aqui com você..rs!(falou o olhando pra ver a reação dele que foi de incredulidade..)

S: Para de brincadeira vamos embora! É serio isso??( ele se levantou e a viu confirmar com a cabeça e ela se levantou também..)

H: kk! Surpreso? Mas fique sabendo que não é essa a novidade que te falei..kk! Agora vamos que eu to bem cansada mesmo, mas antes tenho que falar com sua mãe que vou dormir aqui... será que ela está na cozinha?

S: Surpreso sim! Já que me evitou a semana toda e ficou de gracinha com aquele policial lá no churrasco..(viu ela sorrir dele, que não gostou..)

H: Para de bobeira..rs! vi suas curtidas lá! E você viu duas pessoas conversando sobre trabalho ponto final.. agora deixa eu ir procurar sua mãe..

S: Sei! Vou acreditar que o cara depois daquele jantar não investe em você.. mas não precisa falar com minha mãe.. vamos!

H: Precisa sim! Ta maluco?! Vou dormir na casa dela sem avisar e amanhã apareço com que cara quando ela me ver? Não sou essas menininhas que você trazia pra sua casa..(viu ele revirar os olhos impaciente..)

S: Só pra você ficar sabendo que eu nunca trousse qualquer uma pra conhecer minha família.. vai lá que ela está na cozinha vou te esperar aqui..(helô o olhou quando ele tinha falado aquilo e se sentiu especial com a sinceridade dele..)

Antes de ir segurou a bochecha dele com uma mão e apertou dando um selinho demorado no biquinho da boca dele que tinha se formado.. o olhou e disse..

H: Adoro essa carinha de bravo..rs!( saiu pra ver se encontrava dona verônica na cozinha o deixando com uma carinha de bobo, mas logo escondeu pra cara de sério pra não dar o braço a torcer..)


Notas Finais


Esse dois é um caso sério. .kkk!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...