História O Melhor amigo do meu namorado - VHope/TaeSeok - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Personagens Originais, Rap Monster, V
Tags Bts, Namjin, Romance, Suspense, Taeseok, Vhope
Visualizações 106
Palavras 1.287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa~
Tudo bom?
Mais um cap aqui pra vocês, espero que gostem

Capítulo 7 - Você precisa de um tempo


Depois do praticamente assédio que Jooweok fez comigo ás uma da manhã, sigo para meu quarto.

Vou chorando mesmo, não ligo mais para nada. Nesse momento, o mundo a minha volta sumiu, apenas conseguia enxergar a porta do meu quarto em meio a borrões. Eu espero que no fim desse túnel tenha uma luz, ainda espero.

Não posso entender... O quê tornou meu antigo Jooweok dessa forma? Ele era alguém tão carinhoso, respeitoso. Meu amigo e namorado. Era alguém admirável, porém algo nos últimos meses tem afetado a sua cabeça. E eu... Eu quero muito descobrir o que é, e o que ele anda fazendo.

Mas não agora... Preciso apenas descansar, se minha cabeça permitir, dormir bastante e sonhar com algo que me possa fazer, mesmo que ficcionalmente, feliz. Então, prossigo com minha caminhada até meu quarto, disposto a trancar a porta e ter profundas relações com meu travesseiro de flor.

**

Se passaram uns dez minutos de que eu e Jooweok discutimos na sala. Não há nem um único barulho nesta casa, ouço apenas minha respiração, o som do vento que bate contra minha janela fechada e pequenos barulhos que se exalam dos apertos que dou em minha almofada. Ainda não consegui dormir. Provavelmente Joo já caiu em um sono pesado, provável que seja no sofá da sala mesmo.

Ouço alguém bater na porta, interrompendo o harmonioso silêncio.

- J-Jooweok? - falo, gaguejando. - Se for você, eu...

- Sou eu. - Taehyung fala bem baixinho, do outro lado da porta. Reconheço pelo seu grave timbre de voz.

- Ahh... Pode entrar. - falo, um um pouco aliviado.

Ele abre a porta, e em seguida entra. Ele estava de pijama listrado e cara de sono. Então, se senta na minha cama, no lado oposto de mim, fazendo-nos ficar frente a frente. 

- O quê te traz aqui a essa hora da madrugada, Tae? 

- Hum? Não gostou da minha companhia? Posso ir ent...

- Não é isso, besta. Você entendeu. - falo. Será que ele...

- É que... Bem, eu ouvi uns barulhos estranhos vindo da sala, logo em seguida alguém chorando. - exatamente o que eu temia que ele tivesse escutado - você... está bem? O que ele fez? A propósito, desculpe me intrometer dessa forma.

- Ahn... Não tem problema. Acho que você é um amigo, então tudo bem... - dou uma pausa, e ele continua esperando a resposta - Jooweok estava bêbado. 

- Ele te agrediu de alguma forma?  O que aconteceu?

- S-Sim, um pouco. Mas... deixe isso para lá.- digo, com a voz trêmula.

- Não. Como assim, deixar para lá? Isso não está certo, Hoseok. Você não pode viver uma vida assim, você não é obrigado a suportar as crises existenciais do Jooweok e muito menos ele se embebedando sempre e te agredindo, depois. Eu irei falar com ele!

- Eu sei... Pode deixar, Tae - brinco com o cabelo dele - e... obrigado pela preocupação. De verdade. Eu vou conseguir dar um jeito. Mas não precisa de você se envolver nisso.

Ele me dá um pequeno abraço, que me atiça um frio na barriga.

- Por nada. Me procure quando precisar. Sabe onde estou! No quarto ao lado.

*********

O dia amanhece. Acordei ás 10:13h. 

Tenho que assumir, depois de colocar tudo para fora com Taehyung, consegui dormir melhor. É bom saber que tem alguém te consolando nos momentos ruins. 

Mas enfim, não acordei naturalmente ou com despertadores. Foi com uma breve ligação de Namjoon. Eu teria ignorado se fosse qualquer um, mas é ele.

Ele: Heeey Hobi, bom dia!

Eu: Bom dia. Que bom que você ligou, despertador humano.

Ele: Que voz mais bosta, em. Espera... Você acabou de acordar? 

Eu: Pois é... Agora que recebi uma duas semanas de folga estou hibernando. 

Ele: Ahh. Estou apenas comendo um cachorro quente.

Eu: Em?? A essa hora da manhã?

Ele: Ahhh, não começa. É só hoje!

Ele: Mas enfim... bom saber que está dormindo bem. Mas você nem contou que havia tirado uma folga, interessante saber. Mas e aí... você tá melhor? Liguei para saber sobre a situação de você e seu amor.

Eu: Amor? Hahah - rio ironicamente - Acho que não há amor aqui mais.

Ele: Hum??O que aconteceu dessa vez? 

Eu: O Jooweok... Ele me agrediu ontem. Não foi tão forte, mas em certos momentos me senti assediado, foi a pior sensação que já senti, Nam... Eu não sei o que eu faço mais. - Digo com a voz muito trêmula, segurando o choro.

Ele: Ah, mas esse.... - ele pausa - Ei, Hoseok. Você vai acabar com seu psicológico totalmente abalado. Você precisa de um tempo. Por quê não passa alguns dias aqui? Sem segundas intensões. A gente apenas vai conversar e ter diversão, você precisa esquecer um pouco da vida dentro de sua casa.

Eu: Não te incomodaria? 

Ele: Claro que não, bobo. Você é meu amigo. Mas bem... Hoje é sexta. Você pode ficar aqui até domingo de noite, o que acha? 

Eu: Ahh, deixa eu ver... Segundo minha agenda de programações... Fim de semana melhor impossível! 

Ele: Fechado!

********

Depois de marcar tudo com Namjoon, vou para a cozinha, tomar meu café da manhã. Eu estava pelo menos um pouquinho feliz agora.

- Bom dia, Hobi-hyung! - diz Taehyung para mim. Ele estava com a cara inchada, provavelmente havia acabado de acordar. Mas continuava com ótima aparência, isso é impressionante - Você está um pouco melhor?

- Ahh, sim, estou. E você, dormiu bem? 

- Sim, apesar de um pouco preocupado com você. - ohh... Ele estava preocupado comigo.

- Obrigado... Por tudo, sério. Desde o começo você vinha me dando suporte. Eu não podia estar mais agradecido! - digo, sorrindo abertamente. Ele retribui o sorriso, estampando um sorriso retangular exótico, cujo eu nunca havia visto igual.

Jooweok ainda estava dormindo num sono pesado. Hm, deixa ele para lá. Vou apenas comer uma fatia de queijo.

- TaeTae... Preciso falar algo.

- Sim? 

- Eu vou passar uns dias fora. Só até domingo, ok? Vou ficar na casa de Namjoon, para me recuperar um pouco. - ele fez uma expressão de tristeza ou é impressão minha? 

- Claro... Você precisa esfriar a cabeça.. - aquela expressão continua.

- Mas não conte onde fui para Jooweok, por favor! Ele vai procurar Namjoon e não vai deixar passar. Se ele perguntar onde fui, pode dizer que não sabe, que eu simplesmente deixei um bilhete falando que iria passar dois dias fora.

- Tudo bem. 

**

Aproveitei que Joo ainda estava dormindo para sair logo. Fiz a mala após tomar meu café da manhã, e então fui me despedir de Tae.

Ele estava sentado em sua cama, vendo um anime que desconheço. Quando me vê com as malas na porta de seu quarto, levanta e vem até mim. Ele me olha de cima a baixo.

- Já vai, Hobi? - ele diz, fazendo beicinho. Ficava extremamente fofo, então não resisti e apertei de leve seu nariz.

- Sim, tenho que aproveitar que ele ainda está dormindo. 

- Tudo bem. 

- Tchau, até daqui alguns dias, Tae!

Ele dá um sorrisinho sem mostrar os dentes, e então me viro para ir. Mas ele agarra meu pulso e me vira para ele novamente, me puxando para um abraço. Por essa eu não esperava.

Devagar, retribuo o gesto, e então ele me diz ainda sem me soltar: 

- Tome cuidado. Aliás, sentirei a falta de seus dramas diários por aqui. 

- Haha, espero que sinta. - dou uma pausa - A propósito... Qualquer coisa errada ou suspeita que Jooweok fizer, me escreva uma mensagem. Volto imediatamente.

- Pode deixar.

Nos soltamos, e então sigo para meu próximo destino.

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...