História O namorado da minha melhor amiga! (Suga) - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens Jungkook, Suga
Tags Bts, Drama Escola, Suga
Visualizações 173
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 🌚🌚🌚🌚🌚🌚🌚

Capitulo especial e inpactante. Então cuidensse para que não infartem🙂💗💗

Prevejo pessoas felizes e tristes com esse cap.🙂💛

Capítulo 57 - Despedidas da melhor forma. (Últimos capitulos.)


Fanfic / Fanfiction O namorado da minha melhor amiga! (Suga) - Capítulo 57 - Despedidas da melhor forma. (Últimos capitulos.)

Eu: Não...- dei uma risada.- Não...omma para de brincar, não tem mais graça.

Omma: Mas não é brincadeira, filha você vai mesmo ir morar comigo nos EUA.

Appa: E eu vou ir uma vez por ano para te visitar e passar um mês lá, então você não vai precisar se preocupar. Eu vou sempre estar presente..sempre que der.

Senti meus olhos se encherem de água e antes de eu começar a dizer algo, elas começaram a cair.

Eu: Eu..eu não quero, eu não posso me mudar. E minha vida aqui? Como vai ficar? Meus amigos, meus estudos, meus parentes, como fica?

Eles se entre olharam.

Appa: Filha, mudar coisas em nós que gostamos não é facil, eu sei! Mas...você precisa de coisas novas para sua vida.

Omma: É, seu pai esta certo. Você vai fazer novas amizades, conhecer pessoas novas....

Eu: Mas vocês não entendem? EU NÃO QUERO MUDAR. Se vocês fossem bons pais, nunca iriam fazer isso comigo e com minha irmã.

Subi correndo para meu quarto, fechei a porta trancando-a, me joguei na minha cama e começei a molhar meu travesseiro em lágrimas.


1 mes depois.....

Um mês se passou desde que recebi a pior noticia que eu poderia receber. Com o tempo, percebi que não teria escolha, a não ser me mudar com minha omma.

Quando contei para jung kook, ele não reagiu bem, ficou mal por 2 semanas mas acabou aceitando. Bom, já Suga....ainda não quer aceitar que eu vou embora.

Combinei com meu pai sobre o j hope, e ele disse que ele pode continuar morando com ele até encontrar seus familiares.


Hoje é um dos últimos dias que ficarei aqui, então já tenho que fazer minhas malas.


Omma: Filha já arrumou suas malas?- disse chegando na porta do meu quarto.

Eu: Não- disse manhosa.- Estou com muita preguiça.

Omma: Trate de levantar dessa cama agora e ir fazer essa mala, quando eu voltar aqui, quero tudo isso prontinho! Você só tem hoje e mais amanhã para fazer isso. Entendido?

Eu: Sim.- respondi com uma voz cansada.

Me levantei e fui fazer minha mala.

Mais tarde.....

Quando finalmente terminei. Olhei no relógio e vi que já era de noite. "Que macumba é essa?"- pensei.

Me levantei e desci para a cozinha comer algo porque eu estava faminta.

Enquanto comia, escutei meu celular tocar.

Ligação/on.

Eu: Oii!

Jk: Oii morzin, tudo bem?

Eu: Estou bem sim! Porque esta me ligando essa hora? Você deveria estar dormindo.

Jk: Nem esta tão tarde assim, são só 21:00 da noite.

Eu: É...mais porque me ligou?

Jk: Eu queria saber se você pode vir aqui em casa hoje, na verdade, agora! Eu estou muito sozinho aqui, estou com um pouco de medo.

Eu: Seus pais não estão ai?

Jk: Não, vem por favor.

Eu: Ta, vou perguntar para minha omma se posso ir, se ela deixar eu apareço ai, se não, te mando uma mensagem.

Jk: Tabom. Tchau!

Eu: Tchau!

Ligação/off.

Desliguei e fui até minha omma perguntar se eu poderia ir. 

Depois de insistir tanto, ela acabou deixando. Então, fui para meu quarto, vesti uma roupa, penteei meus cabelos deixando ele solto, passei apenas um pó, uma mascara de cílios e um batom e depois sai a caminho da casa do jung kook.

(Autora: É eu sei oque vocês estão pensando safajins 🌚)

☆~Quebra de tempo~☆

Cheguei na porta da casa dele e toquei a campainha. Logo, fui atendida pelo mesmo que aparentava uma cara assustada.

Eu: Jung kook? Oque aconteceu com você? Esta com uma cara de assustado.

Jk: Estou com medo.

Eu: Do que?

Jk: Porque estou sozinho.- fez uma cara fofa de assustado.

Eu: Ain kookie, agora eu to aqui! Vamo entra porque ta friu.

Nós entramos e fomos para o quarto dele. Vi que a cama dele estava bagunçada com comida em cima, e a televisão de seu quarto, também, estava ligada.

Eu: Oque você andou fazendo jung kook?

Jk: Nada eu só passei o dia inteiro aqui, assistindo doramas.-Dei risada. Tirei meus sapatos e deitei na cama, ele logo se juntou a mim.-Oque quer assistir?

Eu: Pode ser oque você estava assistindo antes de eu chegar.

Jk: Tabom.

Ele colocou o dorama e nós começamos a assistir.

Mais tarde....

O dorama acabou e eu sem perceber estava chorando por conta da cena final.

Kook percebeu que eu estava chorando e perguntou:

Jk: Você esta chorando?

Eu: Na-Não.- falei tentando esconder as lagrimas com os braços.

Jk: Oh, não chore amorzin, é só uma atuação.

Eu: Mas mesmo assim,  continua sendo triste.- deixei as lagrimas a mostra.

Jk: Ai que fofaaa.-Ele subiu em cima de mim.- Ja sei como curar essa sua tristeza.

Ele sorriu malisiosamente e começou a me dar cócegas. 

(Autora: Não foi dessa vez caros expectadores.🌚)

Eu: Aaaahh, para, para. Por favor- disse dando risada.

Jk: Tabom.- disse rindo com aquele sorriso que amo tanto.- agora é beijinhos.

Ele começou a distribuir beijos pelo meu pescoço, depois levantou minha camiseta um pouco e começou a dar beijinhos na minha barriga. 

Quando percebi, ele estava me beijando calorosamente. Entendi suas intenções, por isso parei o beijo.

Eu: Jun-jung kook.- sussurrei.

Jk: Tudo bem para você? Se nós....

Eu: Sim, mas estou com medo, faz tempo desde a primeira vez que fiz isso.

Jk: Não se preucupe, eu estou aqui com você!- olhou em meus olhos.- E você sabe que eu te amo, então, se não quiser, tudo bem para mim.

Eu: Não....tu-tudo bem! 

Jk: Se quiser que eu pare, me aperte um pouco.

Assenti com a cabeça e ele voltou a me beijar, com um beijo indescrevivel.

Ele continuou me beijando e logo foi erguendo minha camiseta passando sua mão junto a minha barriga subindo a camiseta. Ele parou de me beijar e começou a dar chupos em meu pescoço, depois desceu para minha barriga e deu pequenos beijinhos por ela. Depois começou a tirar minha calça lentamente com sua mão passando em minhas pernas calmamente me deixando apenas de roupa intima. Ele voltou a me beixar e eu começei a tirar sua camisa e logo depois sua calça, que me deu a visão da ereção dele.

Ele terminou de tirar minha roupa e eu a dele, ele colocou seu membro em minha intimidade e eu apoiei meus braços em sua costa. Apoiei minha cabeça em seu ombro e ele começou a fazer os movimentos.

Eu: Kook!- disse o apertando.

Jk: Quer que eu pare coelhinha?

Eu: Não...continue!

Jk: Ho ha ni! Eu te amo.- sussurrou em meu ouvido.

Eu: E eu também meu amor.

Me deu um beijo profundo. Começou a doer mais que a primeira vez, oque me fez gemer alto. 

Eu: Oww jung kook!!- percebi ele ofegante.


Quando ele terminou, se deitou ao meu lado respirando ofegante.

Eu: E se...alguém tiver nos ouvido?

Jk: Bom...não se pode deixar crianças sozinhas....e eu tinha que me despedir da melhor forma......

Continua.....



Notas Finais


É eu estou com mt vergonha agora, mas o pedido de vcs é uma ordem e então aqui esta. Não foi um hot daqueles que acho que esperavam, mass é que eu não sou mt dessas coisas entendem? Mesmo com minha imagem estragada, estarei atendendo aos pedidos de vcs. 🙂💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...