História O Playboy Rodou - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Nejiten
Visualizações 71
Palavras 1.917
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction O Playboy Rodou - Capítulo 1 - Único.

- que droga! -gritou o moreno jogando o celular em qualquer canto do quarto e deitando na cama.
-ela vai voltar.. ela vai voltar.. do que eu tô falando ela não vai voltar! -sussurrou para si mesmo levando as mãos a cabeça.
 Já havia se passado uma semana desde de que Tenten o largou, mas ele não a culpava, foi tudo por causa da sua idiotice!
Havia conhecido Tenten a alguns anos em mais uma das suas noites de farra numa corrida de carro clandestina em uma área pobre da cidade, gostava de ir lá sempre  durante as noites de movimento para desestresar e quem sabe arrumar alguma companhia se é que me entendem, ele lembrava claramente daquela noite.
**********


 Como sempre depois de mais um dia trabalhando na empresa de seu tio Hiashi, foi para o seu apartamento se arrumar e pegar seu carro uma Ferrari preta nenhum pouco modesta, sempre gostou de carros e alta velocidade e desde que foi a primeira vez na corrida da "rua do inferno" com o seu amigo Lee, se tornou um frequentador assíduo do ponto de encontro, já participou de algumas corridas de carro e até ganhou algumas assim que venceu a primeira ganhou um apelido dado pelos caras de lá, "Playboy" é como ficou conhecido na 'quebrada' como diriam no linguajar popular. Depois de arrumado pegou seu carro e partiu para o local, já passava das onze o que significa que as corridas já devem ter começado, o percurso durou alguns minutos pois o ponto fica meio longe do seu apartamento que fica no centro da cidade.
 Ao chegar a multidão de gente foi logo se afastando ao reconhecer o carro e o ronco da ferrari do Hyūga. Saiu do automóvel e já foi cercado de gente querendo examinar a máquina, avistou de longe uma cabeleira loira conhecida se aproximando.
-fala ai playboy! A que devo a honra de sua presença na minha área? -disse Naruto um dos melhores no racha, o loiro era conhecido como raposa vermelha por que em todas as suas corridas só se pode ver o borrão vermelho do carro laranja escuro.
-vim me diverti hoje. O pessoal já tá correndo? -perguntou e saiu andando junto com o amigo e avaliando os carros dos novatos e os paredões de som que alguns ostentavam.
-o teme tá num racha com o Kiba!-exclamou devido a música alta.
-o Kiba ainda não desistiu de vencer o Sasuke! -falou descrente pela persistência do outro. Sasuke é o irmão de criação de Naruto os dois tem uma oficina de carros bastante frequentada por ser uma das melhores, mas em questão de rapidez no asfalto os dois quase sempre empatam.
-e parece que não desiste tão cedo. Mas.. ia e quando você vai trazer a Hinatinha aqui denovo?-perguntou sorrindo.
 Uma vez Neji caiu na besteira de trazer sua prima Hinata para ver as corridas por muita insistência da mesma, o que resultou em um Uzumaki todo animado arrastando asa para a Hyūga que mesmo com vergonha dava corda para o malandro sabichão.
-Nem pensar! Já imaginou se meu tio descobri que o tipo de gente que ando apresentando pra Hinata! Sem ofensa! -disse olhando o outro que lhe deu o dedo em sinal de "amizade".
 Naruto não passava uma imagem que está nos "padrões" do grande Hyūga Hiashi, tatuagens no braço, roupas de 'malandro' e um moicano não são o sonho de genro que os pais tem.
-idai! Não quero conhecer o velho! Quero conhecer tua prima! -insistiu fazendo o Hyūga suspirar.
-tá legal! Depois te dou o número dela! -falou desistindo e o Uzumaki sorriu.
-tu é o melhor Neji! -disse fazendo sinal de positivo com as mãos.
-vou ficar com ciúme dobe! -brincou Sasuke chegando junto com Sakura sua namorada.
-fica não. Também te adoro Sasu-kun! -brincou Naruto logo recebendo um tapa na nuca, dado pelo moreno.-ai! Caralho isso dói!
-é pra doer mesmo. Tudo bem Hyūga? -falou Sasuke cumprimentando o outro e Sakura acenou com uma mão enquanto a outra está na cintura do namorado.
- vou levando Uchiha. E você? Naruto me disse que tava num racha com o Inuzuka.-falou Neji.
-venci como sempre. -disse simplesmente.
-Kiba disse vai querer revanche semana que vem. -comentou Sakura e Sasuke apenas deu de ombros. 

-Sasuke não é nenhum pouco convencido! - disse Naruto com sarcasmo para o de olhos brancos.
-mas o Kiba ainda tem que aprender a usar o nitro no tempo certo, ele é muito afobado.-falou Sakura, ela também corria as vezes mas preferia motos.
-ele ainda é novo aqui, vai pegar o jeito. -disse Naruto.
-SUJO! SUJO! A POLÍCIA TÁ VINDO! -gritou um cara e logo todo mundo correu para pegar os seus carros ou tentar fugir.
-a gente se vê depois! -exclamou Neji e eles se dividiram cada um para um lado.
 Neji chegou ao seu carro e deu a partida arrancando rapidamente pelas ruas ouvindo a sirene da polícia se aproximando por todo lado. Virou em uma rua acelerando pelas vielas menos movimentados, dobrou novamente e avistou uma garota correndo pelas calçadas parecia estar fugindo da polícia também, quando ouviu a sirene mais próxima de si. Decidiu fazer uma boa ação e parou ao lado da garota a mandando entrar, ela exitou por alguns minutos mas ao ver a viatura entro no carro e Neji acelerou mais uma vez, dirigiu por um tempo até despistar a viatura.
-qual seu nome? -perguntou a garota o olhando.
-Hyūga Neji. E o seu? -perguntou avaliando a garota, que era bem bonita ela tinha o cabelo castanho e os olhos cor mel, usava uma blusa branca larga um shorts jeans com um tênis cano alto, e para completar um boné vermelho, ela era bem bonita na visão do Hyūga com um rosto de menina e estilo de moleca.
-Mitsashi Tenten. -se apresentou sorrindo, o primeiro de muitos sorrisos que o Hyūga viu.
*********

Depois daquele dia não se separaram mais de início uma amizade que logo virou em um relacionamento sério,  o moreno deixou as noites de farra com várias garotas para ficar com sua morena, e Tenten passou até a dormir algumas noites no apartamento de Neji, tudo as mil maravilhas até a noite que os dois foram em uma festa em clube novo que tinha inaugurado perto do centro de Konoha, lá ele encontrou seu pior pesadelo, sua ex-namorada Yumy um erro de adolescência que lhe perseguia até hoje. Yumy havia lhe dado um drink dizendo para brindarem pela velha amizade e ele acabou aceitando, mas ela tinha colocado uma espécie de droga na bebida do moreno que o deixou meio grogue, para encurtar a história Yumy fez parecer que Neji estava traindo Tenten, o beijando na frente da morena que com raiva apenas terminou com ele saiu de lá. No outro dia tentou falar com ela, mas a mesma não quis lhe ouvir e fecho a porta em seu nariz.
-eu sou um idiota. -falou consigo mesmo suspirando, estava sentindo falta da sua morena sorridente, falta do cheiro de cereja dela que ainda está impregnado em seu travesseiro, falta das piadas sem graça e ser chamado de mandão. Falta da sua Tenten. Ela provavelmente deve estar triste, mas não chorando, Tenten não é o tipo de garota que chora e ele sabe disso, ela é forte e destemida isso é das qualidades que ele mais admira.
 Mas ele não iria perde-la tão facial! Levantou se vestindo rápido e pegou a chave do carro descendo até a garagem. Entrou dando partida e dirigiu até loja de peças de carro que Tenten trabalha, chegou rapidamente e entrou na loja que vem crescendo de uns anos para cá, olhou em volta e a viu no balcão anotando alguma coisa em um caderno e Daik um ruivo persistente tentava chamar ela pra sair.
-Tenten! -chamou se aproximando dos dois.
-o que você quer Hyūga?-perguntou sem olha-lo.
-você sabe o que eu quero. -disse tentando fazê-la olhar para si.
-sai fora, ela não quer falar com você. -falou Daik.
- não precisa me defender. -falou Tenten olhando para o ruivo.
-Tenten vamos conversar? -perguntou Neji.
-ela não quer! -falou Daik tentando ficar entre os dois, sendo fuzilado com o olhar pelo Hyūga ciumento.
-Daik nos de licença.-disse a morena suspirando.
-mas Tenten! -tentou reclamar mas desistiu com o olhar que ela lhe deu e ele saiu vendo o Hyūga sorrir vitorioso.
-não tem nada melhor pra fazer? Eu tô trabalhando.-falou Tenten saindo do balcão e indo arrumar algumas prateleiras.
-qual é Tenten, eu não tive culpa! -tentou se explicar e ela o olhou com debochada.
-ah não me diga! -zombou rindo.
-eu não sabia o que ela ia fazer!-falou a pegando pela mão.
-e quem mandou aceitar aquela bebida senhor inocente.-disse  

-eu devia ter desconfiado. Me desculpa morena! -pediu a olhando nos olhos.
-vai dizer que não gostou relembrar os velhos tempos com a sua "amiga"? -perguntou desviando o olhar.
-é claro que não! Eu gosto de você minha morena maloqueira! -disse se aproximando.
-não sei. Ainda não me convenceu. -sussurrou enquanto ele lhe abraçava pela cintura.
-quem sabe isso não te convencê!-sussurrou a beijando e sendo correspondido. Parace que não foi era só ele tá estava com saudade.
-vou pensar no seu caso. -disse a morena sorrindo de canto ao se separarem.


☆Agora o playboy rodou, tá passando mal
E o remédio é o amor
Aqui se faz se paga, quantos coração brincou
Então avisa, coração é terra que pé de homem não pisa
O cheiro dela, não sai da minha cabeça
 Quero de novo, escutar ela suspirar
 Tá complicado, onde que que eu esteja
Não consigo esquecer (ooh)
Tô preocupado, só pagando
Preço por desmerecer você (rodou)
 Mas quem diria logo eu, várias do meu lado
E o coração de puto
Por que isso Deus?
 Será que isso é justo?
 Cabelos cor de mel, toda angelical 

Jeito de princesa, corpo escultural 

Esquece isso irmão, o coração se engana
Tu que se enganou, hungria também ama
Abro mão de tudo, bebidas e fama 

E vai ser só seu o banco do carona 

Agora o playboy rodou, tá passando mal 

E o remédio é o amor 

Aqui se faz se paga, quantos coração brincou 

Então avisa, coração é terra que pé de homem não pisa 

O cheiro dela, não sai da minha cabeça
Quero de novo, escutar ela suspirar
Ela é saborosa tipo uísque 12 anos 

De tanto eu degustar eu acabei viciando 

Eu tô fora de mim, tô em outra sintonia
Penso em você 24 horas por dia 

Meu jeitão de boy, cachorro no cio Mas só por você eu fecharia o meu canil
O que é carro importado sem você tá do meu lado?
É dinheiro sem valor, é coração machucado
Você é especial, não sai da minha mente
Não é mulher que se vende pelo brilho das corrente
Ela é puta na cama, companheira no asfalto
Ela não é bandida mas me tomou de assalto
Agora o playboy rodou, tá passando mal
E o remédio é o amor
Aqui se faz se paga, quantos coração brincou
Então avisa, coração é terra que pé homem não pisa
O cheiro dela, não sai da minha cabeça
Quero de novo, escutar ela suspirar
Do que vale o dinheiro? Do que vale a fama?
Se a mulher que eu quero tá distante da minha cama
Do que vale os frevo?
Do que vale a grana?
Se a mulher que eu quero tá distante da minha cama
Piloto da carreta não pilota coração☆


Notas Finais


Ouvi essa música e a ideia me veio na mente! Tive que escrever!
Espero que tenham gostado!
Desculpem qualquer erro!

Aviso: Não apostem corrida ou racha é perigoso e você pode provocar acidentes além de machucar outras pessoas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...