História O Porão - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Got7, TWICE
Personagens BamBam, Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé, Tzuyu, Yugyeom
Visualizações 8
Palavras 1.373
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Mistério, Suspense, Terror e Horror

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Descobertas


Fanfic / Fanfiction O Porão - Capítulo 2 - Descobertas

Seis da manhã , meu celular despertou com um som estridente. 

Me levantei e fui direto tomar um banho. Coloquei meu uniforme , peguei minha mochila e desci para a cozinha para o café da manhã. Quando cheguei na cozinha percebi que o café não estava pronto como sempre , isso significava que minha avó havia saído , mas porque tã cedo? . Subi as escadas e voltei para o segundo andar e fui até o quarto de Bambam chamá-lo para me ajudar com o café da manhã. Bambam abriu a porta antes mesmo que eu batesse. Ele se depara comigo levando um susto. 


- Jisoo , o que faz aqui ?


- Parece que a vovó saiu e não fez o nosso café, vamos ter que nos virar sozinhos. 


- Tudo bem, vamos logo antes que a gente se atrase.


Descemos, preparamos o café e quando estávamos prestes a sair para ir ao colégio, ouvimos um barulho. 


Bambam olhou para mim e disse :


- Acho que a vovó não saiu. 


- Sim , mas vamos logo já está na hora. - puxei meu irmão pelo braço e saímos. 

No caminho me encontrei com Lisa e Rosé.


- Bom dia. - eu disse um pouco nervosa. 


- O que aconteceu ? - Rosé e Lisa disseram em coro.


- Nada. - eu respondi dando um leve sorriso.


- É que ontem, a Jisoo.. - Bambam dizia mas rapidamente o calei com um beliscão no braço e um olhar intimidador. 


Ele havia entendido o recado. 


- O que aconteceu ontem Jisoo ? - Disse Lisa.


- Nada demais meninas , não se preocupe. 


Seguimos a caminho do colégio e quando chegamos lá Bambam encontrou com alguns amigos e ficaram conversando, enquanto eu, Lisa e Rosé nos encontramos com Jennie que me arrastou para um canto deixando Lisa e Rosé em dúvida. 


- Por que você fez isso Jennie?


- Eu descobri o que é.


- Descobriu o quê ? - Perguntei


- Aquele livro que você encontrou. - Jennie disse em um tom mais baixo para que ninguém ouvisse. 


- Bom, aquele livro é de uma religião antiga chamada Vudoo. Uma religião típica da África , e aqueles textos se tratam de conjuras que são como orações para algum deus ou algo do tipo. - Jennie Completou


- Como você descobriu? - Perguntei curiosa. 


- Eu andei pesquisando ontem a noite quando voltei da sua casa. Não te mandei mensagem por que eu pensei que você poderia estar dormindo.


Quando eu ia responder , Lisa e Rosé vieram em nossa direção.


- Sobre o que vocês conversam tanto ? - Lisa perguntou.


- Nada , vamos para a sala. - eu disse indo em direção a sala de aula.


Na primeira aula, era prova. Eu estava bastante nervosa. 


A prova foi aplicada e começei a fazer.


Minutos depois , terminei a prova e percebi que meus pensamentos ainda rodeavam minha mente. Tentei me distrair olhando as horas passarem nos ponteiros do relógio que estava pendurado na parede.


O sinal tocou, me levantei e fui em direção ao banheiro, lavei meu rosto e sai. Como hoje só haveria a prova, não terá aula o restante do dia. Nos corredores me encontrei com Lisa.


- Tenho certeza que a primeira questão era a alternativa B. - Ela dizia pensativa.


- Falando sozinha Lisa ? - eu disse rindo.


- Não , é que eu estou com uma dúvida enorme sobre a primeira questão , com certeza eu devo ter errado! - Lisa dizia roendo as unhas.


Lisa é uma garota muito estudiosa , passava mais de três horas estudando todos os dias mas não chegava a ser uma Nerd.


- Fique calma. Você com certeza acertou! Vamos comer alguma coisa , estou morrendo de fome.


Fomos para uma lanchonete próxima do colégio, nos sentamos em uma mesa perto da entrada, pedimos um café e e alguns cupcakes. Ficamos conversando até que nosso pedido chegasse. 


- Hoje mais cedo , antes da aula, por quê a Jennie te chamou e arrastou para um canto ? O que ela queria falar? - Lisa disse me olhando curiosa. 


- Nada demais ela queria tirar uma dúvida sobre a matéria da prova.


- Mas por que ela não perguntou para todas nós ?


- Eu não sei. - eu disse olhando para os lados. 


- Jisoo, você está me escondendo alguma coisa ? - Lisa disse segurando meu braço direito.


- Eu ? Não. Você sabe que nunca escondo nada de você e das meninas. - eu disse nervosa.


- Tudo bem. Quando quiser contar eu estarei aqui para te ouvir. 


Nosso pedido havia chegado e Lisa já ia rapidamente se deliciando com os cupcakes. Enquanto isso , aproveitei que a mesma estava distraída e peguei meu celular em minha mochila. Enviei uma mensagem para Jennie.


"Acho que a Lisa está desconfiando que estamos escondendo algo. Se ela perguntar , fique calma e finja que não sabe de nada."


- O que está fazendo Jisoo ? - Lisa disse comendo mais um cupcake.


- Nada , só estou olhando as horas, tenho que chegar em casa mais cedo , tenho algumas coisas para fazer. 


Terminamos de comer e fomos para casa. Quando cheguei em , encontrei Bambam na cozinha comendo um pedaço de bolo.


- Por que demorou ? - Ele perguntou. 


- Eu estava na lanchonete com a Lisa.


- A vovó saiu, o que você acha de irmos na biblioteca e você me mostra o tal livro ?


- Péssima idéia! - eu disse sacudindo a cabeça em forma negativa. 


- Mas por quê ? Ela saiu e acho que vai voltar tarde.


Pensei na idéia de Bambam e quando eu ia negar , minha curiosidade falou mais alto e aceitei. Bambam sorriu , se levantou e me puxou pelo braço. 


Chegamos na biblioteca e fomos direto para o porão mas estava trancado. Bambam tentou forçar as correntes mas não obteve sucesso. Até que ele teve uma idéia. 


- Jisoo , me dê um de seus grampos de cabelo. - Bambam disse observando os grampos que prendiam a lateral do meu cabelo. 


Entreguei um grampo a ele e então tentou destravar a fechadura de um dos cadeados. Minutos depois, Bambam me olha surpreso , ele havia conseguido.


O ajudei a tirar as correntes e então conseguimos abrir a porta. Nos deparamos com uma escada que dava acesso ao porão. Bambam foi na frente e eu o acompanhei. Quando chegamos avistamos velas acesas em todos os cantos algumas já quase no fim. Ainda vasculhando o local encontramos um desenho no chão , feito de giz, era um pentagrama com areia e velas acesas em volta, olhamos um para o outro com expressões de susto.


 Bambam se aproximou derrubando algumas velas.


- Seu desastrado, preste mais atenção, olha só o que você fez. - eu disse em um tom mais alto.


- Eu não vi, me desculpe. -Bambam disse colocando as velas no lugar. 


- Coloque tudo do jeito que estava para que a vovó não perceba! 


Olhando alguns livros, percebi que eu tinha encontrado o mesmo de antes. 


- Bambam, venha aqui, de pressa! Olhe só o que encontrei. - Eu disse o mostrando o livro.


Vi os olhos de Bambam brilharem de curiosidade. Quando abri o livro vi meu irmão se assustar. 


- O quê são essas figuras ? - Bambam perguntou sem tirar os olhos do livro. 


- Ainda não sei bem o que é. Mas acho que são conjuras , uma espécie de oração ou invocação. 


- Como você sabe tanto?


- Pesquisei. Na verdade foi a Jennie quem pesquisou. 


- Jennie sabe ? Como ela descobriu? Você contou ? Pensei que só eu e você sabíamos disso. - Bambam perguntava me olhando surpreso. 


- Ontem a noite eu estava pesquisando, quando ela chegou e viu essas figuras na tela do computador, como ela parecia bem confusa eu resolvi contar para ela.


Minutos depois olhei para um relógio de pêndulo que se encontrava na parede e vi que ja fazia quase uma hora que estávamos naquele lugar.


- Bambam, precisamos ir, ja estamos aqui a quase uma hora, temos que sair antes que a vovó chegue.


Colocamos tudo no lugar, subimos as escadas, pegamos as correntes , os cadeados e trancamos tudo. Voltamos para a biblioteca e revisamos se não havia nada fora do lugar em seguida voltamos para nossos quartos e fingimos que nada havia acontecido.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...