História O Que A Professora Pode Fazer - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shugo Chara!
Personagens Hinamori Amu, Hotori Tadase, Tsukiyomi Ikuto
Tags Hinamori Amu, Shugo Chara, Tsukiome Ikuto
Visualizações 12
Palavras 1.317
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem desse cap ^^
peço para aqueles que leem a minha fanfic , comentem para me dar estimulo .
ate a proxima e boa leitura ^^

Capítulo 4 - Cap 4 : o castelo parte 2


Fanfic / Fanfiction O Que A Professora Pode Fazer - Capítulo 4 - Cap 4 : o castelo parte 2

-amu on :

 Os portões se abrem e o conselheiro pessoal do rei aparece com um sorriso aparentemente amigável no rosto .

-bom dia a todos , agradeço por terem vindo aqui essa manha . nosso rei me ordenou a procurar uma pessoa qualificada para ir a um local que precisa de atenção e seguindo a suas ordens eu os chamei aqui , todos vocês terão a oportunidade de ir a esse local em nome do nosso amado rei e servir de exemplo para os outros e para escolher um de vocês teremos uma prova que qualificará o QI , a experiência em matemática e redação . agora vamos nos dirigir para dentro do palácio onde esta tudo preparado para a nossa pequena avaliação – ele falou dando as costas e andando em passos firmes e elegantes na direção do castelo e todos nós o seguimos , quando chegamos na sala cada um recebeu um  papel dizendo o local onde sentaria e para o meu prazer fiquei na ultima carteira da ultima fileira do lado da janela .

As provas logo são entregues e todos começam a responder imediatamente , eu primeiro respirei fundo e li todas as perguntas e pensei nas respostas , logo eu já estava escrevendo e depois de mais ou menos uma hora e trinta minutos eu entrego a prova , sendo quase a ultima a terminar . quando todos já haviam entregado as avaliações o conselheiro do rei leva as folhas de papel para uma sala e depois de quase vinte minutos ele aparece novamente com apenas um papel nas mãos e todos começam a ficar nervosos .

-agradeço a todos que vieram aqui hoje , mas apenas duas pessoas obtiveram a nota máxima e essas pessoas foram a estimada professora e escritora saaya e a professora hinamori amu . todos os outros peço para que não fiquem com raiva , mas não precisaremos de seus serviços para essa missão , mas para aqueles que obtiveram uma nota maior que sete receberão um cargo no colegio mais prestigiado do nosso país – todos saíram devagar e pegaram as suas provas já com o resultado .

“não acredito eu tirei a mesma nota que a saaya ! na verdade não e tao inacreditável assim , todas as questões eram de níveis fundamentais então não e nada espalhafatoso “

-agora que so resta as duas melhores peço que me acompanhem ate a sala do trono onde o rei ira explicar sobre a missão das duas – ele falou e assim nos duas o seguimos , eu aproveitei para olhar tudo enquanto caminhávamos e percebi que saaya estava irritada com algo , mas não me atrevi a perguntar .

Quando chegamos o conselheiro abre as duas enormes portas e logo vejo o rei sentado em seu trono e ao seu lado a sua esposa e filho .

-meu rei essas são as duas professoras que irão realizar o seu pedido – o conselheiro falou e o rei o olhou serio .

-eu tenho certeza que pedi apenas uma – o rei falou e o seu tom de desagrado foi percebido por todos que estavam presentes .

-mas vossa alteza não temos mais testes para realizar então eu pensei que o senhor poderia escolher qual das duas seria melhor para representar o nosso reino – ele falou e o rei olho atentamente para mim e logo depois avaliou a saaya .

-meu filho primogênito ira escolher a felizarda que ira para o reino haikyo – o rei fala levantando-se do trono e sendo acompanhado pela rainha ate a saída , logo direcionamos o olhar para o príncipe que era quase da minha idade e que por acaso nunca tinha visto antes .

Seus cabelos dourados e olhos rosados fazem dele um verdadeiro príncipe de contos de fadas , ele logo se levanta e desce alguns degraus ficando de frente para nos duas .

-eu realmente não entendo por que meu pai quer mandar uma das melhores professoras para o reino de haikyo , mas pensando nisso eu digo que a minha escolha e a da garota de cabelos rosados – o príncipe falou e eu me arrepiei por inteira .

“eu ? no reino de haikyo ?! “

-meu príncipe eu não entendo por que escolheu ela ao invés de mim – saaya perguntou calma e ao mesmo tempo contrariada .

-por que ela parece mais adequada para o terreno daquele reino acabado . a senhorita a pesar de ser uma professora excelente não aguentaria por muito tempo naquele reino imundo , da para perceber pelas suas roupas e maquiagem exageradas , mas ela e muito mais simples e poderia se acostumar facilmente e apenas isso , agora terei que me retirar – ele falou saindo pelo mesmo caminho que seu pai havia saído .

-então e isso , já temos a escolhida . senhorita saaya peço que se retire do castelo , mas você senhorita amu por favor me acompanhe ate o escritório do rei onde irei entrega-la a sua carta de saída de keilan – ele falou saindo na minha frente e eu rapidamente o segui .

“eu não acredito , eu ? em haikyo ? por que ? eu não quero ir para la , so existe pessoas encrenqueiras que não pensam em nada a não ser guerra...”

-senhor...eu não acho que eu seja a melhor escolha- falei para o conselheiro do rei ,mas o mesmo me ignorou .

Quando cheguei no escritório ele me entregou a carta e assim fui mandada para casa em uma carruagem simples mais bem arrumada , quando cheguei corri para o meu quarto e peguei tudo o que pude , mas obviamente não levei nada de muito valor apenas roupas e livros . arrumei a minha casa pelo resto do dia e quando já estava anoitecendo a mesma carruagem que me trouxe para casa me levou ate a barreira que separava o reino de haikyo do de keilan . o guarda pegou a minha carta a examinou e assim abriu a barreira me deixando passar com a carruagem , tudo o que eu posso dizer é QUE MERDA DE REINO ESBURACADO ! nem mesmo tem asfalto e só terra e lama para todos os lados , as plantas nem crescem pela falta de nutrientes no solo e o pior de tudo graças a poluição das maquinas de produção das fabricas do reino de keilan que tem aqui por perto o céu e completamente escuro , nenhum raio de sol passa pelas carreadas “nuvens” de fumaça .

Quando o torturante caminho ate o castelo acabou a carruagem foi estacionada em frente ao palácio que estava totalmente...em ruinas , na verdade e uma das melhores coisas que eu vi ate agora .

-bem vinda...-ouvi uma voz e me virei para a entrada do palácio do conde drácula depois da bomba de Hiroshima e Nagasaki  .

-me chamo nagihisco fujisaki , e um prazer conhece-la hinamori amu-chan - o garoto de belos cabelos roxos e olhos amendoados fala se aproximando de mim .

-c-como sabe o meu nome ? – perguntei estranho o fato de eu ter gaguejado pela primeira vez na minha vida !

-sabemos tudo sobre você , seu nome , data de nascimento , onde trabalhou e estudou e ate o seu tipo sanguíneo – ele falou e fez um sinal para eu segui-lo . entramos no castelo que com toda certeza vai desabar a qualquer momento , mas por dentro ele e totalmente diferente , sim as paredes estão quase que totalmente destruídas , mas as estatuas e pinturas continuaram intactas parecia ate novos .

-por aqui hinamori amu-san – nagihisco me guiou ate o escritório do rei de haikyo , quando ele abriu as portas eu pensava que eu daria de cara com um homem já de idade com o corpo completamente quebrado por causa da guerra , mas quando as portas foram abertas eu apenas vi um homem...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...