História O sociopata - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Sadomasoquismo, Sadomasoquista
Visualizações 58
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem S2

Capítulo 12 - A casa do demônio


Fanfic / Fanfiction O sociopata - Capítulo 12 - A casa do demônio

POV'S MAKOTO

Eu havia saído correndo da casa do Akira, mas ai notei que não sabia o caminho para casa, então eu tinha duas opções, a primeira, voltar para casa do demônio, ou sair por aí tentar achar sozinha, eu sabia que a segunda não era sensata, mas eu não iria conseguir encarar ele depois daquilo.

- Aposto que ele sabe que eu não sei voltar para casa. - Falei alto me... muito estressada. - Ótimo, agora o Ame vai morrer de fome, coitado. - Falei calma.

Comecei a andar sem rumo por aí, se ele mora perto da minha casa não vai ser tão difícil.

- AH. - Me assusto ao ouvir o barulho de um trovão.

Ótimo agora vai chover, e eu tenho medo de tempestades, o mundo não gosta de mim... Como eu sou burra, é só eu usar o GPS, fui pegar meu celular na bolsa.

- Meu deus, como minha vida pode ser tão ruim, como eu posso ter tanto azar. - Falo desesperada, me encolhendo em posição fetal perto da cerca de uma casa qualquer.

Começa a chover forte, acho melhor eu voltar para a casa do Akira, eu não gosto dessa ideia, mas é a melhor opção. Chego na porta, fico parada lá pensando se fazia isso mesmo, até que o demônio abre a porta.

- O que você quer. - Ele fala sem paciência.

- Eu não sei voltar para casa. - Falo olhando emburrada para o chão.

- E o que eu tenho haver com isso?? - Fala ainda impaciente.

- Você que me trouxe para cá!! - Falo olhando para sua cara.

- Eu não culpa que você é uma cabeça de vento. - Fala ele mais elevado batendo de leve a palma de sua mão no topo da minha cabeça.

- Só me diga onde é minha casa. - Falei retirando sua mão de minha cabeça.

- Mesmo que eu diga você não vai se lembrar. - Fala com um tom de deboche. 

Eu estava tão irritada que já estava vermelha.

- Apenas entre, eu não estou com vontade de discutir com você. - Fala abrindo passagem.

eu exitei por um momento, eu estava encharcada, mas logo entrei pois me lembrei que eu não me importava já que era a casa dele.

- Você está toda molhada, vai tomar um banho para não sujar minha sala. - Fala ele apontando para o banheiro, ele entrou em seu quarto, e logo voltou com uma camisa em mãos. - Eu não quero você andando nua pela minha casa.

Eu fiquei vermelha com esse comentário, eu peguei rapidamente a camisa e entrei no banheiro com a minha bolsa do colégio, abri a torneira da banheira. Após um tempo a banheira encheu, eu me despi e entrei, estava me lavando até que minhas pernas começam a doer, quando percebi minhas coxas estavam todas cortadas, com um pouco de sangue saindo. 

- Aquele.. - Fiquei um pouco brava quando percebi que era culpa do Akira.

Terminei o banho , esvaziei a banheira e comecei a me vestir estava um pouco desconfortável em usar aquela camisa, e depois coloquei o short de educação física, vai que ele é um pevertido ou outra coisa do tipo. Depois que me vesti saí do banheiro e vi Akira sentado no sofá lendo o mesmo livro de sempre.

- Onde eu posso colocar minhas roupas para secar? - Perguntei calmamente, pois já havia me estressado demais hoje.

Ele se levantou e veio até mim.

- Me dê elas. - Eu as entreguei e ele foi até a cozinha, depois ele voltou nem vou pedir o que ele fez com elas.

- Faça um jantar. - Fala ele com um tom autoritário.  

- Por que? - perguntei olhando para ele.

- eu estava indo fazer quando você chegou aqui na porta, e eu estou te abrigando, então pelo menos faça isso. - Ele estava impaciente. 

- está bem. - Falo baixo e olhando para o chão.

Eu não sei por que, mas ás vezes eu tenho medo do Akira, eu fui em direção á cozinha e comecei a fazer omelete, após um tempo chamei-o para comer, após comermos era cerca de 22:00 então fomos dormir, ele foi para seu quarto e eu fui para o sofá, antes de deitar vi que ele deixou seu livro na mesa de centro, então fui ler o título.

- " métodos de tortura ". 


Notas Finais


Tá bem curto, mas eu fiz com sono então amanhã tem chances de ser maior :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...