História O Verão - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Elizabeth Midford, Grell Sutcliff, Sebastian Michaelis, Undertaker
Visualizações 58
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem qualquer erro, na imagem se encontra a Yoshino que também é mais velha na fic
Boa leitura

Capítulo 4 - A praia - Emoções


Fanfic / Fanfiction O Verão - Capítulo 4 - A praia - Emoções

A loira caminhava com suavidade pela areia macia que sedia sob seus pés, ouvia as ondas quebrando e nelas as risadas abafadas dos surfistas que tiravam troça uns dos outros sempre que perdiam contra a força do mar. Havia ido para a praia acompanhar o irmão numa outra competição de surf, Ed era equilibrado e talentoso e ela tinha certeza de que ele ganharia novamente.

- Tenho de preencher a inscrição, pode esperar um minuto? - Ele perguntou gentilmente.

- É claro – Lizzy respondeu e o viu se dirigir para um grupo de pessoas que cercavam outras três sentadas em cadeiras de praia e atrás de mesas de plásticos onde repousavam pranchetas e garrafas de agua, a garota avistou naquele grupo um estande onde pranchas coloridas eram apoiadas e em frente a eles se encontrava um menino com os cabelos loiros brilhando sob o sol, ele estava tão absorto na conversa com o homem mais velho que não a notou – Alois!

O garoto tinha sentido no início uma breve frustração por ter seu momento com Claude interrompido, mas ao ver quem corria até ele se pegou sorrindo sincero.

- Estou feliz por vê-lo aqui – ela disse com um de seus apertados abraços, fazendo o loiro olhar surpreso para a pequena figura, não devia ter se surpreendido com a força afinal frequentavam a mesma academia de esgrima e a garota como melhor da turma naturalmente dispunha de uma força.

- Eu também – respondeu ao afastar-se da menina moveu as mãos gesticulando de um para o outro ao apresenta-los – Elizabeth este é Claude, Claude conheça Elizabeth.

- Prazer – falou Claude do seu modo sério.

- Prazer, por favor me chame de Lizzy.

- Venha Lizzy irei apresenta-la a alguns amigos – enlaçando o braço na loira ele começou a andar.

- Realmente acha uma boa ideia? – Sibilou Claude ao chegar do outro lado fazendo o menino se arrepiar, Claude nunca chegava tão perto de si e agora que o fazia era somente para repreende-lo.

- É claro que é – respondeu ao mesmo tempo em que se questionava como outro não via como uma boa oportunidade para aliviar a pequena tensão deixada por Grell?

- Eu tenho de avisar ao meu irmão antes -  a loira disse antes que acabassem se afastando e se dirigiu as mesas onde o irmão esperava calmo um rapaz de pele bronzeada preencher a sua ficha – Ed me encontrei com um amigo...

- Um amigo? – Ele questionou com ciúme detectável lançando os olhos cheios de raiva para o loiro que retribuiu com um entediado nenhum pouco surpreso, durante essa discussão silenciosa não percebeu que Claude tão conhecido por ser sério e reservado sorria com os olhos para a figura do menino.

Lizzy se manteve firme contra todos os protestos e tentativas de persuasão do irmão, no fim derrotado ele soltou um suspiro e ela vitoriosa voltava de encontro ao amigo.

Se perguntava internamente quem seriam essas pessoas, e se esta era realmente uma boa ideia com base na reação que o outro homem tivera, mas seguiu mesmo assim e no decorrer do trajeto Alois contou empolgado da aula de surf particular que teria, embora esta só fosse ocorrer após as competições, com as informações que tinha tanto por Claude quanto por Ed sabia que seria iniciada daqui a 20 minutos, e acreditava que era um bom tempo para colocar a conversa em dia.  Quando viu a pequena figura seu coração deu saltos de alegria e seus olhos podiam ter caído da face nunca esperava vê-lo, a muito tempo havia sido sua amiga de infância e até fantasia vez ou outra um reencontro mas acreditar que seria assim que o veria, era inacreditável quase como um sonho, uma segunda oportunidade oferecida pelo mundo.

Ela correu sem pensar até ele o puxando para um abraço apertado, mal acreditava que aquele quem esperou tanto tempo para ver era amigo de Alois, a resposta para suas perguntas estava ali todo esse tempo e ela não tinha visto.

- Ciel – pronunciou o nome com cuidado ainda sentido tudo muito bom para ser real.

- Lizzy – o jovem que não trazia outra emoção que não a surpresa por ter sido abordado de forma tão repentina, ainda mais por uma garota que não via desde que eram crianças e a mesma se mudara. Estava consciente do olhar mortal que Sebastian lançava para a loira e tratou de se afastar o mais breve possível daqueles braços finos.

Claude sentia a tensão que havia se instalado no ambiente e decidiu tentar salvar a atmosfera que se encontrava assim por causa das decisões equivocadas de Alois, este que já estava arrependido pelo que havia feito.

- Permita-me apresenta-la, Senhorita Elizabeth este é Sebastian, Sebastian conheça a Elizabeth.

- Lizzy, podem me chamar de Lizzy – ela pediu de modo gentil, os fazendo questionar se a menina era tão ingênua ou decidido ignorar deliberadamente o modo possessivo como Sebastian se agarrava ao menino.

- Está tão quente não? – Arriscou Alois recebendo três pares de olhos fulminantes sobre si, e um único que o olhava cheio de gratidão – Lizzy, irei comprar sorvetes, gostaria de me acompanhar?

- Claro – ela respondeu se levantado da toalha vermelha onde se sentara desde o abraço e caminhou batendo a areia que se agarrara a sua perna.

- Vocês desejam algum sabor especifico? – Perguntou o loiro para sondar o humor em que se encontravam.

- Não – responderam seco e em uníssono, o fazendo perceber como estava encrencado.

 

*

- Talvez devesse dar um tempo a eles, digo acabaram de passar pelo encontro com Grell e você sabe como ele é intenso – Undy falou tentando passar um pouco de juízo ao roubar uma das batatas fritas da porção de Yoshino.

- Mas já se passaram alguns minutos, talvez devêssemos ir logo – ela voltou a falar teimosa se recostando no banco e puxando a travessa pequena junto pouco antes da mão se dirigir a elas novamente.

O rapaz solto um suspiro de derrota, tanto pelas batatas agora em segurança precária de si quanto pela decisão da garota, sabia que seria questão de segundo para ela ir e arrasta-lo em meio as pessoas atrás de seu amigo novamente. Após ela ter terminado e ele conseguido roubar algumas outras gerando protestos dela, se levantaram da mesa do restaurante familiar, deixando o dinheiro da conta dentro de um cartão* próprio, prontos para começar a jornada sob o sol quente – embora dessa vez a garota estaria mais protegida já que pegara seu largo chapéu com fita rosa do carro.

Nem precisaram chegar a porta do local, ela olhou surpresa para Alois que entrava apressado examinando o local e ao seu lado Elizabeth, a loira foi a primeira a avista-la e cutucou o menino em seguida que mesmo parecendo verde se aproximou, Yoshino deu um olhar preocupado para ele, a situação com Grell teria sido pior do que imaginara?

- Que houve? – A garota perguntou de modo suave ao abraça-lo.

- Depois eu conto tudo- foi sua resposta sussurrada antes de sair do abraço e olhar curioso o rapaz alto ao lado – e eu pensando que você estaria sozinha por aqui! – Um sorriso travesso cortava seus lábios – eu me chamo Alois e esta é Elii...- ele se cortou pigarreando e lançando um breve olhar a menina – Esta é Lizzy.

- Podem chama-lo de Undy – Yoshino se pronunciou ao notar que o rapaz caíra em silencio desinteressado a se apresentar – eu ia procurar por vocês agora mesmo.

- Que sorte termos nos encontrado -Alois sorriu imaginando como teria sido complicado se localizarem na praia que ficaria ainda mais cheia pela competição – venham conosco, só temos de pegar sorvetes antes.

Instruído pela a amiga de cabelos azuis ele se dirigiu até os fundos onde tanto os caixas para pagamento quanto os refrigeradores ficavam, aguardaram na pequena fila contando um pouco do ocorrido com Grell, o ruivo ficou ofendido pela maneira que o trataram e havia avisado de que mesmo se escondendo dele mais tarde os acharia aonde estivessem e isso gerou uma cara azeda no menino, apresentado por Alois como Ciel.

Eles retornavam até onde os outros três estavam, por sorte somente outras quatro famílias haviam se reunido ao seu redor, mas eles sabiam que isso era devido pelo horário um pouco cedo da tarde, Sebastian havia puxado o menor para de encontro a seu peito e se perdia com a macies dos fios e a suave respiração do menino. Claude ignorava ambos sentado na cadeira de praia entretido com o livro de emergência para aplacar o tedio.  Afastou os olhos das linhas do livro ao notar a aproximação do loiro, este que surgia junto a outras duas pessoas, torcia para que dessa vez não resultasse em um novo desastre ou as aulas de surf para o menino seriam adiantadas.

- Por favor, sejam gentis com ela – ele pediu ao apontar para cada um ao fazer a apresentação – Claude é o que está na cadeira, Sebastian e Ciel os que estão na toalha – o loiro passou o braço sobre os ombros da menina que estava corada por ter essas pessoas ao seu redor a olhando com atenção, esse ato poderia ser visto como um simples conforto, mas eles o conheciam bem o bastante para saber que não passava de uma provocação – ah claro, este é Undy, amigo da Yoshino.

- Eu conheço você – Sebastian falou analisando o rapaz albino puxando de sua memória onde teria visto aquela peculiar figura.


Notas Finais


*Não me recordo o nome apropriado onde eles depositam esse dinheiro, mas assim que eu tiver certinho eu arrumo esse detalhe.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...