História Obsessão (Namjin) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Namjin
Visualizações 61
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEI com Nutella para todos e um capítulo fresquinho também
^-^♥♥
Por favor unicórnios LEIAM AS NOTAS FINAIS, tenho uma coisa IMPORTANTE para deixar claro.
>boa leitura♡<

Capítulo 7 - O anjo nas mãos do demônio


Fanfic / Fanfiction Obsessão (Namjin) - Capítulo 7 - O anjo nas mãos do demônio

{Autora}


Aos poucos o sol deixa timidamente seus primeiros raios iluminar o quarto aquecendo o rosto do joven casal nus deitados na cama agarrados um ao outro. Jin foi despertando sentindo um corpo quente colado ao seu, abriu os olhos com dificuldade pelas pálpebras pesadas e seu corpo dolorido implorandJinnie, não se esqueça quem eu sou! por descanso. Definitivamente Namjoon o destruiu!


Quando finalmente venceu sua luta interna entre voltar a dormir ou encarar a realidade, sua visão focou em dois pares de olhos lhe fitando intensamente. Deu um sorriso sololento e soltou um suspiro se espreguiçando. Sentiu os braços fortes do mais novo lhe cercar o corpo o trazendo para mais perto, ergueu um pouco a cabeça e viu um sorriso lindo com covinhas fofas sendo direcionado a si.


Ah… Para acordar toda manhã com uma visão de um Namjoon com o cabelo bagunçado e o rosto marcado pelo travesseiro lhe direcionando um sorriso fofo e singelo totalmente embreagado com pelo sono. Só poderia ser o paraíso!


- Bom dia meu amor! Dormiu bem? - Questionou namjoon para o mais velho com a voz rouca por falta de uso, tirando dos pensamentos doces daquele ser aparentemente frágil. Bom, só aparencia mesmo.


-Huhum. - Murmurou dando um sorriso cansado se movimentando para se aconchegar no peitoral do mais novo, mas logo foi desmanchado ao sentir uma dor forte no seu quadriu; gruniu alto fazendo uma careta que namjoon poderia até dá risada se a preocupação não falasse mais alto.


-Jin eu te machuquei?! Oh me desculpa! Desculpa! Desculpa! - Se sentou rapidamente para verificar o corpo do mais velho, atropelando as palavras.


-Ya está tudo be… - jin é Intenrrompido pelo seu gemido de dor. Droga sua entrada ardia!


- Q-quer que eu faça alguma coisa ? - Ajudou o mais velho se sentar puxando delicadamente seu corpo para perto do seu encostando na cabeceira da cama.


-N-não precisa nammie d-daqui a pouco passa. - Percebendo a aproximação repentina, sua respiração falha por sentir o calor que o outro corpo transmitia, começou a gaguejar. Por que Namjoon tinha que mexer tanto consigo?? Aish!


- Então eu vou cuidar de você até que a dor passe, assim como você fazia comigo! - Sorriu exibindo suas covinhas que jin tanto adorava. Mas nem as covinhas fofas do seu amado pode afastar o sentimento de tristeza rondando seu coração e os pensamentos de culpa invadindo sua mente, destruindo qualquer emoção que envolvece sua felicidade naquele momento.


Namjoon percebendo a expressão do seu amado se transformar em pura angustia e tristeza, sentou de frente para jin, segurou seu rosto delicado com traços angélicas. Que irônico o anjo nas mãos do demônio. Começou uma carícia ali dando um selar no topo de sua cabeça. 


Sabia o porque do seu bebê está tão triste, e precisava o convece-lo que aquilo foi só uma demonstração de amor para poder ter uma vida com seu Hyung. Não poderia colocar tudo que conseguiu a perder, e não deixaria que nada e ninguém entrasse no seu caminho!


- Meu amor… - Chamou-o, Jin levantou a cabeça deixando visível as lágrimas quentes e grossas rolando por seu rosto já inchado com o nariz vermelho, fungou se encolherdo diante o olhar sombrio mas preocupado que o outro lhe lançou. - Não se culpa pelo que aconteceu você têm que esquecer! - Sorriu carinhoso, dando um beijinho demorado nas mãos quentinhas e fofas.


Mesmo naquele ato carinhoso novamente não pode cubrir os sentimentos que estavam um turbilhão dentro de Seokjin. Como ele pode pedir uma coisa dessas? Se bem que ele também tinha bastante culpa nisso! Não é todo dia que uma pessoa faz um massacre por 'capricho'.


Tirou suas mãos bruscamente do conforto das grandes e quentinhas do mais novo, encarando-o com raiva.


-Como você pode me pedir uma coisa dessas? Como pode não importa com o que fez? VOCÊ NÃO SENTE REMORSO?? - Se ajoelhou com dificuldade no colchão pela dor no quadriu empurrando os ombros malhados a cada frase dita, mas que gerou nenhum efeito pois Namjoon continuava no mesmo lugar e sem expressão para a cena dramática do mais velho. Bom, era o que ele achava, um drama. 


- Não me importo, se eu pudesse fazia tudo de novo e gravaria para lembrar aquele momento maravilhoso, acho que só iria tirar o som por que os gritos eram realmente altos! - Deu um dos seus sorrisos doentios agarrando o braço esquerdo do moreno sem colocar muita força mas o bastante para deixar suas marcas. - Jinnie não se esqueça de quem sou eu.


E foi ali que se lembrou com quem estava "conversando", para quem se entregou na noite passada, Jin se lembrou quem disse amar.


Namjoon soltou seu braço lentamente levantando da cama indo em direção ao guarda roupa de estatura mediana tirando de lá um calça e blusa moleton preto junto com uma boxer, logo vestindo. Olhou para jin que se mantinha quieto e com o olhar baixo tristonho, deu um suspiro pegando uma blusa sua e outra boxer andando novamente até a cama, deixou as peças de roupa ao lado do corpo encolhido e trêmulo.


-Tome um banho e quando acabar não saia do quarto até eu voltar, vou até a vila aqui perto buscar comida, não demoro. - Deu um selar demorado e caloroso nos lábios do seu Hyung sem ser correspondido. Por fim saiu do quarto deixando um Seokjin pensativo e tristonho para trás. 



O anjo nas mãos do demônio. 

 


Notas Finais


Poxa nam tinha que ser tão friu com o nosso jinnie?? Não merece Nutella!! (Comente quem acha que o nam não merece nutella)
IMPORTANTE: Eu quero que namjoon passe uma imagem de um psicopata obsessivo (para quem não entendeu) ele irá ter 'sentimentos' somente pelo Jin, então basicamente sua humanidade/sanidade é o jin. Sim ele terá os surtos violentos dele mas não chegará a machucar o jin só vai assusta-lo. E muito.
Aceito críticas CONSTRUTIVAS
Falem se gostaram vcs não fazem idéia do tanto que me motiva a continuar, é muito importante a opinião de cada um! Adoro quando falam o que pensam seja de uma passagem do capítulo ou da sua opinião contrutiva que vai me ajudar a crescer!
Poxa falei de mais rsrsrs

Link da minha outra fic -killer(namjin):
https://www.spiritfanfics.com/historia/killer-namjin-8679220

Até a próxima! >-<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...