História Obsession (Imagine Xiumin) 10ª Temporada Incesto. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Família, Harem, Hentai, Incesto, Padrasto, Romance, Xiumin
Visualizações 727
Palavras 2.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá fanáticos de plantão! 👋

Faz dois dias que tinha escrevido esse capítulo e não pude postar, espero que gostem!

Apreciem com moderação! 😘

Capítulo 13 - A pinch of romance.


Fanfic / Fanfiction Obsession (Imagine Xiumin) 10ª Temporada Incesto. - Capítulo 13 - A pinch of romance.

Sentada na recepção, olhei ao meu redor, odiava hospitais, porque já estive inúmeras vezes nele. Mas lá estava eu, sentada na recepção esperando Jongin voltar da enfermaria. Coitado apanhou do Xiumin sem motivos.

Depois que Kai beijou minha bochecha, MinSeok apareceu de sei lá onde e o acertou várias vezes no rosto. No final ele acabou tendo que levar o moreno para a emergência do hospital onde trabalhava para cuidar dos ferimentos.

__ Kai!!! _levantei ao vê-lo mancando até mim. __ Você está bem? Eles cuidaram bem de você? Sinto muito! _disse apressada.

__ Calma S/N, estou bem e pedi um táxi para ir pra casa. _assenti. __ Mas o doutor MinSeok quer que espere ele. _bufei. __ Nunca imaginei que o doutor fosse tão ciumento... boa sorte! _bateu no meu ombro e me deu as costas.

__ Sinto muito! _suspirei pesado.

Xiumin já estava passando dos limites, machucar Jongin sem motivos, era demais pra mim. Certo que tínhamos um lance, mas nada que fizesse ele surtar daquela maneira.

Continuei sentada na recepção do hospital esperando MinSeok, ele iria me explicar que história foi aquela de bater no Jongin sem motivos. Devo ter esperado horas, porque acabei caindo no sono na cadeira, até que senti alguém me cutucando.

__ S/N, acorda S/N!! _abri os olhos rapidamente e dei de cara com Xiumin em pé com os braços cruzados e estava usando suas roupas de médico.

__ Que horas são? _cocei os olhos.

__ Duas da manhã! _abri a boca incrédula, porque não acreditava que tinha dormido tanto em uma cadeira.

__ Ai! _gemi ao ficar de pé, meu corpo doía.

__ Cuidado! _MinSeok tentou me ajudar, mas bati na sua mão. __ O que foi? _lhe fuzilei com os olhos.

__ Ainda pergunta? Você bate no Kai e ainda me faz esperar horas... como acha que me sinto? _Xiumin respirou fundo.

__ Me desculpe, eu tive uma cirurgia de emergência para fazer e...

__ Então devia ter mandado alguém me avisar, assim eu tinha ido embora! _esbravejei. __ Agora já é madrugada! _peguei meu celular. __ Será que o Chen está acordado? _encarei a tela do aparelho falando baixinho, mas MinSeok o puxou. __ YA!!!

__ Não vai chamar Chen nenhum! _franzi o cenho, Baozi estava bravo. __ Eu te levo, só me espere cinco minutos. _puxei o celular de volta.

__ Não vou te esperar nenhum minuto... fui te esperar e olha a hora. _parecíamos duas crianças birrentas, até que Xiumin deu um longo suspiro.

__ Tudo bem! _quando pensei que iria embora sozinha, ele segurou minha mão e começou a caminhar para fora do hospital.

__ O que está fazendo? _perguntei confusa.

__ Não vê? Estamos indo pra casa! _essa foi a última coisa que disse.

O clima no carro era de total silêncio, MinSeok dirigia tenso, provavelmente estava cansado e bravo pelo o que aconteceu, mas eu é que era pra estar brava. Onde já se viu bater no meu amigo sem motivos.

Chegamos em casa sem dizer uma palavra. MinSeok largou o jaleco em qualquer canto da sala e subiu com os ombros caídos. O segui sem fazer nenhum ruído.

De repente parei no meio do corredor ao ver Xiumin parado de frente da porta do quarto. Seus olhos estavam arregalados e uma de suas mãos estava fechada em punho.

Curiosa com aquilo, caminhei até onde ele estava e olhei para onde ele olhava. Meu queixo só não foi ao chão, porque isso era fisicamente impossível, mas aquilo realmente me deixou horrorizada.

Meu pai deitado na cama, só com o lençol cobrindo a parte inferior do seu corpo e ao seu lado, dormindo como um anjo, com o braço envolta da cintura do meu pai, nada menos que o próprio Lestrad.

Encarei MinSeok de relance e sua expressão era de raiva, as bochechas fofas dele se inflaram e parecia que ele teria um ataque. Não podia acreditar que meu pai ousou levar outro homem para dormir na cama deles.

__ Baozi?! _sua respiração estava irregular.

__ Eu mato esses dois! _murmurou baixinho e já ia dar um passo, quando fiquei na frente.

__ Não faça isso, por favor! _implorei.

__ Não está vendo, S/N? Seu pai não cria vergonha! _esbravejou.

__ Eu sei, mas com a cabeça quente não se resolve as coisas. _respondi. __ Dorme lá no meu quarto e amanhã você resolve isso!

__ Eu vou embora dessa casa! _arregalei os olhos ao vê-lo dando as costas e saindo.

__ Baozi!!! _corri atrás dele, mas Xiumin já tinha ido batendo a porta.

Não podia acreditar e nem queria acreditar que MinSeok estava indo embora e tudo por culpa do meu pai. Então sentei encostada na parede de frente para o quarto deles.

Quando o dia raiou, os pombinhos começaram a acordar e me deu náuseas ao vê-los agindo como se aquilo fosse totalmente natural, o amante na casa do homem casado.

Eles ainda não tinham notado minha presença ali. Lestrad beijou meu pai, que deu uma risada como um idiota apaixonado. Suspirei pesado esperando o momento que o casalzinho me notaria e isso não demorou muito.

Lestrad foi a primeiro a perceber. Seus olhos se arregalaram quando me viu sentada de frente para eles. Ele cutucou meu pai que olhou na minha direção.

__ S/N? _ele arregalou os olhos e fez menção de levantar.

__ Nem perca seu tempo! _fiquei de pé cruzando os braços. __ Eu não quero saber! _saí em direção ao meu quarto.

__ Filha eu posso explicar! _virei a cabeça e meu pai estava no corredor puxando as calças.

__ Já disse que não quero saber! _respondi insípida. __ Isso não é da minha conta, mas não acho que depois disso... _apontei para eles. __ Ainda fique casado com o Baozi. _ele arregalou os olhos.

__ O que tem o MinSeok? _perguntou nervoso.

__ Bem... ele foi embora! _respondi e lhe dei as costas entrando no meu quarto.

Não queria que o Baozi fosse embora, ele era meu amigo, meu confidente, meu amor... é pessoas, eu estava apaixonada pelo Xiumin, não queria acreditar, mas era a pura verdade.

Só de pensar na distância, meu corpo entrava em choque e desespero, era como se meu coração fosse arrancado do peito. A dor foi tanta que as lágrimas vieram em seguida.

[...]

Tomei um grande gole de bebida e bati o copo na mesa pedindo por mais. Eu, Fanny, D.O e Chen estávamos nessas barraquinhas ao ar livre comendo carne e tomando soju.

Já estava na minha terceira garrafa e meus amigos tentaram me fazer parar diversas vezes, mas minha frustração era grande demais para parar.

__ Pelo amor S/N! Você não costuma beber assim! _Fanny tentava arrancar a garrafa das minhas mãos.

__ O que houve com você, S/N? _Chen perguntou preocupado.

__ Eu... eu estou legal... só me deixa beber... _solucei.

Na verdade eu estava muito frustrada, pois faziam dias que não via mais meu Baozi. Ele mandou que uma equipe de mudança pegasse suas coisas, nem se deu o trabalho de ir pegar.

Meu pai por outro lado estava cada vez mais distante e misterioso, mas eu sabia o que aquele maluco fazia. A dor da saudade era muito grande e às vezes me pegava de frente ao hospital onde Xiumin trabalhava, mas perdia a coragem.

__ Querem saber de uma coisa? _comecei. __ Vou embora morar com minha mãe! _todos me encararam com os olhos arregalados.

__ S/N, você... _Fanny engoliu em seco.

__ O BaekHyun foi embora, o Xiumin também e meu pai nem olha na minha cara... eu só tenho vocês três, mas cada um tem sua própria vida, então vou voltar para o Brasil. _respondi entre soluços, então ergui a garrafa para beber, mas uma mão impediu.

__ Aish S/N, não posso me afastar um pouco e você já faz besteira! _olhei para cima dando de cara com MinSeok.

__ Baozi?? _murmurei antes de apagar de cara na mesa.

[...]

Abri os olhos com uma dor de cabeça dos infernos, porque nunca fui de beber, mas naquele dia me superei no álcool. A pior parte da bebedeira são as alucinações, pois vi Xiumin bem na minha frente.

Assim que abri os olhos totalmente, franzi o cenho quando percebi que aquele não era o meu quarto. Rapidamente fiquei de pé igual uma louca e bem atrás de mim havia um janelão enorme com vista para o mar.

Onde estou?

__ Acordou, bela adormecida? _me assustei com aquela voz, MinSeok entrava no quarto com uma bandeja nas mãos.

__ Onde estou? _perguntei assustada.

__ Essa é a casa de veraneio de um amigo meu... _arqueei uma sobrancelha para que explicasse melhor. __ Ilha de Jeju! _arregalei os olhos.

Ilha de Jeju? Quando foi que saí de Seul?

__ O que eu faço aqui?

__ Queria passar um final de semana com você, já que não estou mais com seu pai. _respondeu dando de ombros.

__ Um final de semana comigo? _ele assentiu.

__ Eu te trouxe comida para curar a ressaca, porque temos muitas coisas divertidas para fazer. _depositou a bandeja encima da cama e saiu do quarto como se aquilo fosse nada estranho.

Encarei a comida que ele havia levado e meu estômago roncou. Desci meus olhos para minhas roupas e agradeci que pelo menos não vomitei, porque assim MinSeok teria que te me trocado.

Comi e depois tomei um banho relaxante, mas foi aí que percebi que não tinha levado nenhuma roupa limpa. Xiumin me levou para outro lugar sem pelo menos uma mala?

Quando saí do banheiro a bandeja de comida tinha sumido dando lugar a uma pequena bagagem. Me aproximei reconhecendo a mala, era minha e quando a abri, tudo que precisava estava nela.

Baozi pensou em tudo!

Vesti algo confortal e fresco, já que estava fazendo sol do lado de fora, ou seja, muito calor. Nunca tinha ido para a ilha de Jeju, mas já tinha ouvido falar que ela era maravilhosa.

__ Está pronta? _me virei e Xiumin apareceu na porta todo casual, era lindo de doer.

__ Sim! _respondi com um sorriso pequeno.

Então MinSeok se aproximou de mim e delicadamente passou sua mão nos meus cabelos. Fechei os olhos sentindo aquele toque tão suave e quente, mas quente mesmo estava por debaixo do meu vestido florido.

Se recompõe mulher!!!

Segurei sua cintura pela camisa e ergui a cabeça encarando seus olhos de gato. Xiumin era meu vício e quanto mais ficava perto dele, mais vontade tinha de ficar, era impressionante o poder que ele tinha sobre meu corpo.

De repente sua mão desceu até minha bochecha, fazendo um carinho com o polegar. Seus olhos encararam meus lábios e desejei lá no fundo da minha alma que ele me beijasse logo.

Como se estivesse lendo meus pensamentos, Baozi tomou meus lábios para si em um beijo urgente e cheio de saudades. O sabor de sua boca era delicioso, então senti sua língua percorrer meus lábios afim de se adentrar.

Lógico que dei passagem e aquele beijo urgente se tornou mais sensual e quente ao ponto de darmos passos cegos até a cama. Fui deitada sem desprender do beijo, então Xiumin percorreu meu corpo com as mãos até alcançar a barra do vestido.

Sua mão foi subindo lentamente e era quase que uma tortura, porque aqueles toques estavam me deixando mais do que excitada e muito ansiosa. Quando já podia sentir seus dedos perto da minha calcinha, a campainha tocou.

__ É o Jeep que aluguel! _disse entre risos, abracei seu pescoço encarando seus olhos e sorri.

Os amassos ficariam para outra hora, porque aquele momento era de passear e aproveitar o sol. Conhecemos vários lugares, fui à praia, que por acaso não era tão quente como as do Brasil, almoçamos em um restaurante modesto de frutos do mar e aproveitei cada segundo ao lado do meu doutor sexy.

Enquanto caminhávamos, percebia os olhares furtivos das mulheres em Xiumin. Minha audição aperfeiçoada ouvia quando elas se questionavam porque um coreano lindo como ele, estava fazendo com uma estrangeira como eu.

Só de propósito agarrei o braço de MinSeok, que me encarou confuso, mas logo um sorriso brotou nos seus lábios e ao invés de só segurar minha mão, ele colocou o braço ao redor do meu ombro, aproximando mais nossos corpos.

__ O que achou de hoje? _ele perguntou aparecendo na porta do quarto.

__ Me diverti muito, Baozi! _sorri sentando na ponta da cama. __ Me diverti mesmo!

__ Eu te trouxe isso! _de trás das costas, mostrou um saco preto em uma cruzeta.

__ O que é isso? _franzi o cenho.

__ Vou te esperar lá em baixo! _me entregou aquilo e saiu sem dizer mais nada.

Olhei aquela coisa e abri, meus olhos de arregalaram e boca abriu em um O perfeito. Era um vestido preto lindo, então corri para vesti-lo, ficou na medida certa, com sandálias e uma maquiagem bárbaras eu ficaria linda.

Desci as escadas arrasando o quarteirão, mas parei no caminho ao ver Xiumin. A pessoa nasceu pra ser bonito. Os cabelos não estavam mais loiros como antes, a tonalidade era um pouco mais escura em um penteado bagunçado, usava uma calça jeans rasgada, camisa azul e blazer. Na hora que o vi meu coração disparou.

__ Uau! Está lindo, doutor! _disse com um sorriso, então Xiumin me encarou de cima à baixo e mordeu o lábio.

__ E eu acho que estou arrependido de ter comprado esse vestido. _respondeu sério, então franzi o cenho me olhando.

__ Estou tão feia assim?

__ Não! Está linda e esse é o problema! _arqueei uma sobrancelha. __ Agora todos os caras vão ficar te comendo com os olhos. _sorri de lado e caminhei até ele.

__ Mas o único que pode e vai me comer é só um certo doutor muito sexy! _sussurei em seu ouvido e o vi arfar.

__ Não vejo a hora! _sorriu e selou nossos lábios.

MinSeok me levou para uma boate badalada que tinha na ilha e era tão boa quanto as de Hongdae. Alguns jovens dançavam animados, outros bebiam com os amigos e outros estavam se pegando pelos cantos.

Fui guiada até a pista de dança, eu não era boa dançando, na verdade era péssima, mas Xiumin me guiou divinamente bem. Fiquei de costas para ele, assim suas mãos agarraram meus quadris e pude sentir sua ereção atrás de mim. Mordi o lábio ao perceber que eu que fiz aquilo, eu que deixei MinSeok excitado.

__ Sente isso? _roçou os quadris na minha bunda. __ É o que esse maldito vestido está fazendo comigo! _sorri e me virei abraçando seu pescoço.

__ Então vou adorar brincar de médico com você! _mordi o lábio e Xiumin sorriu malicioso.

Dançamos por um bom tempo, então fomos para o bar beber alguma coisa. Pedi algo sem álcool, porque queria ficar a eternidade sem encostar no álcool.

Depois de alguns minutos MinSeok avisou que precisava usar o banheiro e pediu que eu não saísse do bar. Sentei em um dos bancos e fiquei aproveitando minha bebida enquanto via os jovens se divertindo.

__ Oi gata?! _virei a cabeça tirando o copo dos lábios e encarei a pessoa a minha frente. __ Está sozinha?

__ Não, estou... estou...

O Xiumin é o quê mesmo?

__ Estou com meu namorado! _respondi ficando ereta no banco.

__ E cadê ele que deixou uma gata como você sozinha? _o cara passou os dedos na minha mão, mas a puxei rapidamente.

__ Ele só foi ao banheiro, mas isso não é da sua conta! _fui ríspida, mas o homem sorriu largo.

__ Que gatinha selvagem! _bufei irritada e desejando que MinSeok aparecesse logo, então como um passe de mágica, ele apareceu do outro lado.

__ BAOZI!!! _abri um sorriso acenando para Xiumin, que sorriu na minha direção, mas seu sorriso se desfez ao ver aquele homem ao meu lado e este se virou.

__ Xiumin?? _o mesmo travou e franzi o cenho sem entender, pois um sorriso nada amigável surgiu nos lábios do homem.


Notas Finais


Teremos muitas postagens essa semana.

Vejo vocês nos comentários! 😉

💋💋💋 no ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...