História Oculis - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Abo Taekook, Alfa, Beta, Brotp, Kookv, Lupus, Mistério, Oculis, Ômega, Suspense, Taekook, Vkook
Visualizações 244
Palavras 1.847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaa meus lobinhos Taekookus e Taekookas <3
Eu acho que tenho algumas coisas a falar aqui.. MAS
PRIMEIRO DE TUDO EU QUERIA AGRADECER AOS 100 FAV VCS NAO SABEM O QUANTOO EU GRITEI
SERIO.. VOCES VOCÊS FAZEM! EU TO MUITO FELIZ COM ISSO E SUPER EMPOLGADA, NINGUEM IMAGINA CHEGAR A 100 ;-; MUITO OBRIGADA MESMO! VOCES FIZERAM MINHA SEMANA MAIS FELIZ, PROVÁVEL MINHA VIDA!
Obrigada mesmo <3
Entao.. ME PERDOEM fiquei por um bom tempo sem postar, mas meu celular havia estragado, meu notebook na minha tia, e outras varias coisas que impossibilitaram de postar..
Segundamente
Eu sei que a historia estava um pouco embolada, e que nem todos estavam conseguindo entender, mas ela foi pensada para isto mesmo, confundir. Bem, o começo desse cap e um leve resumo de tudo oque ouve mais ou menos.
espero nao ficar mais tao confuso, mas qualquer pergunta podem fazer eu amo comentarios <3 amoo ler e responde-los.
Entenda os dois lados, O do tae e o do kook, mas pra frente vai ir ficando mais claro!
Os proximos caps as coisas vao começar a esquentar de verdade..
Hihihihi
Bem.. Beijos meus lobinhos, Nao esqueçam de me seguir no tt :3 Quero amiguinhos na minha DM!!
@Taekookiss

E pra nao perder o custume..
PEGA O CAFE E VAI NA FÉ!

Capítulo 8 - Eight - Bipolar


Fanfic / Fanfiction Oculis - Capítulo 8 - Eight - Bipolar

Capitulo  8 - Bipolar

Você parece trocar seu cérebro com seu coração
Você leva as coisas na ofensiva e então desmorona
Você tenta explicar, mas antes de começar
Essas lágrimas de bebê chorona saem do escuro

~Cry Baby - Melanie

Narrador Observador

Você deve estar mais confuso que eu nessa historia, as coisas aconteceram rápido , então eu vim para esclarecer algumas coisas, mas não sei muito mais que vocês, vou explicar oque sei.

A um tempo atrás – anos na verdade – Jeon Jungkook conhecia Kim Taehyung , que depois que suas mães viraram grandes amigas os dois também não viviam um sem o outro.

Mas infelizmente Tae  teve de se mudar para Daegu por causa de seus pais, mas com a promessa que voltaria em torno de 2 anos.

Em Daegu Tae perdeu a irmã , ela foi morta por uma espécie de oculis considerada rara ‘’sanguis oculis’’, e com isso jurou matar todos da espécie ou que ameaçavam a sociedade, mal sabia ele que o amigo de infância não só era um Sanguis mas também era um Alfa Lúpus, oque o deixava mais perigoso ainda, mas ele jurou vingança e seus pais só o ajudou, pondo na cabeça do mesmo que ele deveria matar Kim Taehyung e desde então o plano começou, o contra disso tudo era somente Kim Seokjin, irmão mais velho dele.

Apesar de isso tudo, no fundo tae não queria isso, ele amava Jungkook e os anos em que foram grandes amigos os deixaram um tanto que dependente um do outro, mas com as coisas que seus pais falavam seu desejo de acabar com os sanguis só se intensificava.

Em meio a tudo isso, Tae conheceu Jimin que por coincidência – Ou não – era amigo de jungkook quando eram ainda mais novos.

Quando tae já tinha uma certa intimidade com jimin, ele contou sobre tudo, tudinho e apesar de jimin tentar o impedir de fazer isso e tentar tirar esse pensamento da cabeça de taehyung, no fim acabou cedendo , quando lembrou que jungkook quase o matou quando era mais novo,  - sua mãe contou antes de morrer- . Mesmo sendo ômegas, eles estavam dispostos a isto, mesmo sabendo do perigo, taehyung virou líder da DOW, conhecido como Lyon.

Enquanto os dois planejavam voltar, Jeon Jungkook passava por pesadelos , mas só tinha um problema , ele não acordava.

O pesadelo em que sua vida se tornou depois que taehyung foi embora, jungyung o estuprava e jungkook era fraco,um alfa considerado tão forte e fora de controle por todos , mal conseguia se defender de seu próprio irmão.

Um acordo feito por Taehyung e Jungyung quando tae se tornou líder de DOW, fez com que o mesmo soubesse de todo o plano, mas tae não queria jungkook machucado, não mais do que ele já o tinha deixado. Mas foi exatamente o Jungyung fez, o humilhou, o sujou, o deixou indefeso.

Quando jungkook encontrou com jimin na praia, pensou que ele tinha voltado pra cidade e que talvez sua vida melhorasse ao menos um pouco já que talvez poderia voltar a amizade que tinham a anos. Mas jimin só havia voltado por causa do plano, e ali naquela praia onde se drogava com drogas que mal faziam efeitos no ômega, ele encontrou jungkook e não poderia mentir que ficou um pouco tocado por reencontrar o ‘’amigo’’ assim, ele parecia tão.. Inofensivo.

O pai de jungkook o sequestrou com ajuda da DOW, e os levaram para o prédio , onde jungkook finalmente encontrou o seu tão amado amigo.. Mas não do jeito que imaginava, não do jeito que queria.

Mas taehyung estava enganado, por mais que queria o amigo morto, no momento em que se ‘’apresentou’’ para kook , ele sentiu seu peito apertar, e fez ele pensar um pouco se realmente estava certo do que estava fazendo.

Mas o acontecimento onde jungkook atacou jimin, foi quase como uma confirmação de que ele deveria ser punido, a injeção que kook aplicou em Jungyung o deixaria dormindo por cerca de 5 dias e talvez algumas sequelas. Já a que tae aplicou, foi somente um anestésico para que fosse levado para uma área em que taehyung amava, a área onde educava os rebeldes.

                                                                     -

Jungkook on

- Agora Kookie , você ira ver o que acontece quando alguém faz algo que não deve. – Eu não via por dentro da mascara , mas sabia que por dentro ele estava rindo do que fazia, rindo por ver meu desespero quando ele chega perto de mim, rindo por ver um alfa com medo.

- Agora eu vou te ensinar a se comportar direitinho... Vou te mostrar oque acontece com pessoa que não seguem as regras aqui dentro!

Depois da fala, eu vi seus olhos brilharem em um tom acastanhado por dentro da mascara, ele pegou a tesourinha ‘’inofensiva ‘’, e chegou bem perto de mim.

Meus olhos ardiam, mas eu me recusava a chorar.

A tesoura afiada foi enfiada em meu braço direito, eu ri.

Não era nada considerado a dor de ser estuprado, ali era somente a dor física e a psicológica doía bem mais.

Ele se sentou no meu colo com a perna de cada lado, e jogou a tesoura pro chão , nisso o sangue jorrou na hora. Pegou um bisturi e arranhou ele pela minha bochecha, o filete de sangue logo saiu pelo corte, aquilo não doía no máximo ardia, minha cicatrização era rápida. E pela cara do mais velho ele parecia estar se divertindo como se aquilo fosse um aquecimento.

-Ahh.. – Eu gemi de dor, aquilo não chegava a ser insuportável mas a dor era demais.

Ele se retirou de meu colo, e pegou a faca que estava na mesinha, estremeci.

Ele sorria sádico, e eu começava a me apavorar.

-Tae..para – Eu insisti, mesmo sabendo que não adiantaria.

-VOCE QUASE MATOU JIMIN! VOCE QUASE ME MATOU! Você merece morrer! – Ele gritou, e enfiou a faca na minha perna e a rodou, senti como se estivesse tudo sendo solto e rasgado por dentro – e realmente estava –. Mas sua voz vacilou, eu senti , eu ouvi seus batimentos quando ele falou que eu merecia morrer, dentro desse tae talvez ainda havia o meu amigo, ou talvez eu só estivesse enganado.

- Um lobo que mata sem causa, será morto com causa.. –Eu disse baixinho, enquanto a minha perna latejava. –Você sempre estará descumprindo as coisas assim? A promessa de voltar.. E agora isso, seu próprio lema se virara contra você , você mata quem nunca matou ninguém , você merece morrer também Kim Taehyung. –Eu estava controlado, e eu sabia do que sentia, no fundo era como se fossemos amigos que acabou de brigar, mas aqui, na superfície eu sabia que não era a mesma coisa que antes, talvez nunca mais seria, obvio.

- Você matara, só estou adiantando as coisas..- Ele enfiou outra faca, e puxou meus cabelos.. Gemi novamente. –Mas não agora, eu não vou te matar. –ele retirou as facas e incrivelmente logo cicatrizou, oque me deixava cada vez mais ''acreditado'' que eu nao era normal, mas meu coração doía ainda.

A porta de ferro se abriu, e apareceu um homem com certeza mais velho que eu e taehyung.

-Lyon, isto não levara  a nada. –O adulto de cabelos loiros oxigenados disse em um tom firme, não sabia se era alfa ou ômega.. Maldito perfume. –Não escute oque eles dizem tae.. você vai se arrepender muito ainda.

- VOCE NÃO MANDA EM MIM SEOKJIN! –Ele atirou uma bandeja ao chão. –saia, eu faço oque quero, eu sou o dono disso tudo e vou continuar sendo, ate não sobrar nenhuma ameaça para sociedade, ate não sobrar... - Ele disse baixinho, eu não entendia oque havia de errado, era como se ele guardasse rancor ou como se fosse orgulhoso demais para admitir que aquilo oque ele fazia era errado.

-Quando precisar, eu estarei aqui... Maninho. – O loiro saiu da sala, era o irmão dele. Eu não entendi o real significado da frase, mas sabia que taehyung havia entendido muito bem. Pois ele – que agora estava sem mascara. – olhou nos fundos do meus olhos, eu não entendia Kim Taehyung, ele me odiava?

- Não.. – ele disse baixinho, como se falasse com ele mesmo. –Jungkook , manterei você vivo ate o cio.. se ate lá não houver melhoras, considere morto, isto e um experimento e você e somente mais um peça, não ache que somos amigos ou tudo que estou fazendo é algo obrigado, eu sou a pessoa que mais te odeia ,jungkook. –minha resposta. Ele aplicou a injeção em meu braço, e comecei a me sentir mole novamente.

Você deve estar pensando, por que você não o mata? Por que não se solta dessas correntes sendo que sua força e enorme! Ai que esta meus caros, eu não sei usar minha força, e apesar de tudo, apesar de falar em matar taehyung, acho que e somente da boca pra fora, eu não quero ser uma causa. E tudo escureceu.

Taehyung On

Matar Jungkook..  Não matar Jungkook.. Aquela voz permanecia em minha cabeça, meus sentimentos conturbados. O plano sempre foi, ter os olhos do mais jovem para o experimento, para enfim obter respostas.

Mas eu fui tolo demais para achar que conseguia fazer algo como mata-lo, apesar de querer.

Eu tenho Transtorno de Ansiedade, Convulsividade –Que ate que venho controlando a anos – e o pior de tudo bipolaridade.

A bipolaridade e como se tivesse os tão famosos ‘’Diabo e anjo’’ no seu ombro, um me falava mata e acaba logo com isso e o outro me falava para tentar salva-lo.

Isso quase me sufocava, os dois lados da minha mente, um com meu pai, e o de jungkook falando para mata-lo, e terminar a pesquisa para que conseguisse finalmente a  ‘’vacina’’ para que a doença que os sanguis era considerado se extinguissem da terra, e o outro jimin e Jin – apelido que usava quando menor com meu irmão, e hoje o chamo assim no máximo em pensamento mesmo.- que me diziam que isso tudo era errado, e que apesar de não me pararem eles sempre ficavam receosos se oque eu fazia era o certo, e eu sempre achei que era ate ele aparecer. Ate jungkook aparecer e bagunçar  em toda minha cabeça aquilo que eu vinha arrumando a anos.

Eu, tão perfeccionista e odiava bagunça, não estava conseguindo me arrumar, não quando eu lembrava dos tempos de criança, a época em que eu prometi para kook voltar, e terminamos nossa escola juntos e sermos amigos para sempre.. tão infantil mas tão inocente e puro.

Mas eu não sabia qual lado iria me vencer, um rezava para que Jungkook melhorasse ate o seu cio, para que o governo não o ordenasse mata-lo, apesar de eu comandar aqui, ainda tem uma hierarquia acima de mim, o próprio governo. Já meu outro lado implorava para que o mesmo morresse, e eu enfim terminasse isso.

Os meus ajudantes levou Jungkook para o quarto, o amarrou e saíram, e eu fiz o mesmo. Iria para outra ala.

Cuidar das minhas outras pequenas peças.


Notas Finais


OQUE?! Voce ainda nao leu minhas notas la em cima? Serio? Volte la! pois tem avisos super importantes e um agradecimento por tudo!
Entao meus Cafezinhos :3
Foi isso, Obrigada novamente pelos 100 :3
Comente suas criticas, teorias( eu amo), e tudo oque vier na cabeça!
Ate o proximo capitulo Beijus!

Twitter: @Taekookiss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...