História One More Light - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Visualizações 144
Palavras 1.567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Falsa esperança


Fanfic / Fanfiction One More Light - Capítulo 12 - Falsa esperança

Gaara pensou, ele se sentia em dívida com o Uchiha, e como já tinha dito, se Sasuke morresse, ele viveria com um remorso enorme, além de fazer Sakura sofrer. Pensou em Sakura, pensou em Karin, que estava aos prantos, pensou na filha do Uchiha, pensou em Naruto...
Nagato: senhor? - ele saiu de seus pensamentos.
Gaara: eu vou correr o risco. - disse ele sorrindo.
Sakura: Gaara-kun... obrigada. - ela disse, com os olhos cheios de lágrimas.
Nagato: o senhor me acompanhe, por favor. - Gaara assentiu para Sakura, se despedindo e acompanhando o médico. Chegaram até o quarto onde o Uchiha estava. O médico o sentou numa cadeira reclinável, ao lado do moreno, Gaara não conseguia encará-lo naquele estado. O Nagato furou a veia do braço direito de Gaara, uma máquina retirava seu sangue.
Ele faria de tudo para salvar o amigo.
A máquina parou em 500 ml de sangue retirado.
Gaara: Doutor, pode tirar mais.
Nagato: não, é muito perigoso pra sua vida, senhor.
Gaara: eu aguento, pode tirar. Vai adiantar a recuperação dele. Por favor! - o médico refletiu, e por insistência do Gaara, aceitou tirar mais.
Nagato: só mais 200 ml.
Gaara: não, tira 500 ml.
Nagato: eu não posso fazer isso, senhor.
Gaara: tem a minha permissão. Acho que 1 litro de sangue pra ele... - Gaara olhou para o Uchiha, inconsciente. - Vai fazê-lo ficar bem melhor. Não é?
Nagato: isso é verdade... - Nagato suspirou. - Tudo bem, então. Mas caso se sinta mal, avise. - Gaara assentiu. A máquina continuou tirando seu sangue. 100 ml. 250 ml. 300 ml. Gaara estava zonzo, parecia que estava tudo girando, mas ele precisava aguentar. 400 ml. 450 ml., Gaara perdeu os sentidos pouco a pouco, primeiro a visão e a fala, não podia pedir por ajuda, seu corpo não conseguia se mover, só sua audição permaneceu. Ele podia ainda ouvir coisas a sua volta, como o médico perguntando se ele estava bem, e em seguida se desesperando por não obter resposta. - Senhor no Sabaku!! - o grito do médico foi a última coisa que ele ouviu antes de perder a consciência.

Na sala de espera, Sakura e Karin esperavam por notícias. Até que o celular de Sakura tocou, era Hinata.
Hinata: Sakura-chan!
Sakura: oi, querida.
Hinata: Sakura-chan, por que o quarto do Sasuke-kun tá todo sujo de sangue? Estou assustada.
Sakura: eu... é melhor explicar pessoalmente. Eu vou dar um pulo aí, fique calma.
Hinata: tá... até mais. - elas desligaram.
Sakura: Karin, eu vou até a casa do Sasuke-kun, você se vira bem sozinha por enquanto? Acho que vamos demorar pra ter notícias.
Karin: sem problemas.
Sakura: okay. Qualquer coisa, me ligue.
Karin: certo. - Sakura saiu do hospital, pegou o carro do Uchiha e foi até a casa dele, Hinata estava na sala de estar com Sarada e Boruto, eles estavam vendo desenhos infantis, sentados num tapetinho no chão.
Sakura: Hinata, vamos até a cozinha um minuto. - Hinata a seguiu até lá, não queria que as crianças escutassem. - Hina, o Sasuke-kun tentou se suicidar. - Hinata arregalou os olhos perolados.
Hinata: mas o que houve? Como ele tá?
Sakura: calma, ele tá se recuperando. Karin me ligou dizendo que ele tava com uma arma na cabeça, ameaçando se matar. Eu corri pra cá, fiquei a sós com ele, e ele me pediu perdão pelo que fez.
Hinata: isso é ótimo, Sakura-chan!
Sakura: é... eu perdoei, ele tava com uma arma na cabeça. O que eu ia dizer? Não?
Hinata: então, você mentiu?
Sakura: não... eu perdoei, mas não consigo esquecer... quando eu disse que perdoava, ele atirou, mas não sei o que me deu, eu empurrei a mão dele e o tiro pegou na parede. Ele ficou repetindo "me perdoa" e "eu te amo", e chorava muito, aí eu o abracei, chorei muito também... e a Karin chegou. Antes de tudo Sasuke-kun tinha cortado os dois pulsos, e perdeu muito sangue.
Hinata: foi muita sorte você ter vindo, eu não saberia o que fazer. - Hinata olhou os pontos no pulso de Sakura. - O que foi isso?
Sakura: ah, não foi nada. Eu fiz pro Sasuke-kun parar, mas não adiantou.
Hinata: caramba, gente, eu não tenho psicológico pra isso.
Sakura: agora vai ficar tudo bem... eu acho... - um choro de bebê foi escutado e elas correram para a sala, era Boruto. Hinata o pegou no colo.
Hinata: Sakura-chan, fique de olho na Sarada, eu preciso trocar o Boruto. - Sakura assentiu, se aproximando da pequena. Seu coração ficava apertado a cada passo. Sarada ergueu as mãos em direção a ela, Sakura engoliu seco, mas pegou a pequenina nos braços.
Sakura: você não tem culpa de nada, não é? - Sarada a encarava sem entender. - Acho que se a minha Sarada tivesse aqui hoje, ela seria igual a você, os Uchiha sempre tiveram genes bem fortes, um é a cara do outro. Mas por quê to falando isso com você, né? Você nem me entende. Você é um neném.
Sarada: neném. - ela repetiu e Sakura riu. Hinata chegou até elas.
Hinata: vocês tão lindas, deixa eu tirar uma foto. - Hinata disse pegando o celular e tirando uma foto das duas. Sakura colocou a pequena sentada no chão novamente, junto com Boruto.
Sakura: você já contou pro Naruto?
Hinata: não, o Naruto-kun não sabe ainda.
Sakura: conte a ele assim que tiver chance. Eu preciso voltar ao hospital. Tá tudo sob controle?
Hinata: tá sim, pode ir e me dê notícias.
Sakura: pode deixar, qualquer coisa, não exite em ligar. Até mais, Hina.
Hinata: até, Sakura-chan. - Sakura saiu, pegando o carro do Uchiha e voltando ao hospital, indo até Karin.
Sakura: alguma notícia?
Karin: não... tudo bem com a Sarada?
Sakura: tudo... - o médico foi até elas.
Nagato: qual de vocês é Sakura?
Sakura: eu, por quê?
Nagato: o senhor no Sabaku teve um desmaio pois quis retirar 1 litro de sangue de uma vez só, mas ele tá bem, tá no soro, pra recompor a energia. Já o senhor Uchiha, por enquanto ele tá bem, vamos torcer pro corpo dele não rejeitar o sangue, ele acordou, tá chamando pela senhorita. - Sakura corou. - Por favor, me acompanhe. - Sakura obedeceu, eles foram até o quarto onde estava Sasuke e Gaara, que estava desacordado. Nagato entrou com a rosada.
Sasuke: Sakura...
Sakura: oi, Sasuke-kun...
Nagato: vou deixá-los a sós, com licença. - ele disse saindo. Sakura se aproximou dele.
Sakura: como você tá?
Sasuke: eu não queria ter acordado...
Sakura: não diga isso! Graças a Deus você tá bem.
Sasuke: eu não consigo nem te olhar direito, Sakura... porquê... vem coisas na minha cabeça...
Sakura: do que você tá falando?
Sasuke: to falando de você e Gaara.
Sakura: olha...
Sasuke: eu já sei que vocês transaram. - ele disse interrompendo-a. Sakura arregalou os olhos.
Sakura: quem te disse isso?
Sasuke: vai negar?
Sakura: vou! Não é verdade! Nunca transei com o Gaara-kun, o que é isso?!!
Sasuke: foi ele quem me disse, quando fui a sua casa hoje de manhã. Ele tava pelado lá, queria que eu pensasse o que?
Sakura: ele não tava pelado, Sasuke-kun!! - Sakura se segurava para não rir. - Ele tava só sem camisa.
Sasuke: é a mesma coisa. Eu fui lá e ele me atendeu, e disse isso, esse desgraçado. O que ele tá fazendo no mesmo quarto que eu?
Sakura: você só tá aqui falando comigo por causa do Gaara-kun, não fale assim dele!
Sasuke: como assim?
Sakura: o Gaara-kun... ele doou sangue pra você, que perdeu 3,5 litros de sangue. Só ele era O-, como você. Eu lembrei seu tipo sanguíneo porque o meu é AB, sou receptora universal, e você doador... graças a ele, que te doou 1 litro de sangue só hoje, que você tá consciente, e ele ainda precisa doar mais, depois de descansar, ele perdeu a consciência pela transfusão.
Sasuke: ele fez mesmo isso... por mim? - Sakura assentiu.
Sakura: que bom que não foi em vão, acho que seu corpo não vai rejeitar o sangue. - Sasuke suspirou.
Sasuke: Sakura...
Sakura: sim?
Sasuke: sinto sua falta. - um silêncio se fez presente por algum tempo.
Sakura: também sinto a sua...
Sasuke: eu sei que errei com você, mas quero te mostrar que mudei. Eu não to te pedindo pra voltar a morar comigo, só... me dê chances de provar que pode confiar em mim, novamente. - Sakura se inclinou em direção a ele e fez um 'poke' na testa do moreno.
Sakura: vamos falar disso uma outra hora, Sasuke-kun. - esse gesto... o coração de Sasuke batia mais forte, significava que ela ainda o amava. Mas ele queria ouvir da boca dela.
Sasuke: você ainda me ama? - ela suspirou, estava tentando agir com maturidade.
Sakura: a cada dia mais... - ela disse cabisbaixa.
Sasuke: eu sei que vamos ficar juntos de novo... você é a mulher da minha vida, Haruno Sakura. - lágrimas escaparam dos olhos da rosada. Sasuke lentamente levou a mão até o rosto dela, puxando-a para perto, colando seus corpos, Sakura estava reclinada sobre o Uchiha, então ele a beijou.
Uma lágrima escorreu dos olhos verdes de Gaara, que via tudo enquanto fingia estar dormindo. Sakura realmente amava Sasuke. Gaara tinha essa consciência agora, por mais que antes tentasse não crer nisso. Falsa esperança.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...