História One More Time - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Romance, Sope, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 24
Palavras 734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 1 - Que droga, Min Yoongi!


Fanfic / Fanfiction One More Time - Capítulo 1 - Que droga, Min Yoongi!

“ Nem tudo é confiável, todos podem te abandonar a qualquer momento.”


                         Epílogo


Merda.

Quem diria, em? Park Jimin, O maior trouxa de todos os tempos.

Lá estava eu, em uma noite de sexta em exatas 23 horas na festa de Kim Taehyung observando meu namorado beijar Jung Hoseok, um dos meus melhores amigos.

Nesse momento meu maior desejo era voltar ao dia em que conheci Min Yoongi e ter ficado em casa deitado assistindo Stranger Things.

Eu não sabia se deveria sair correndo ou entrar entre os dois é começar um escândalo, mas minha única vontade era de chorar.

Min Yoongi foi meu namorado por um ano e seis meses, eu confiava absurdamente nele, porém ele simplesmente me traiu como se eu não fosse nada, isso dói muito.

Quando você ama alguém você confia naquela pessoa, quando ela quebra sua confiança você desaba por dentro.

O amor é como uma doença que já matou tantos quanto uma guerra, você não o vê chegando mas sente ele te destruindo quando vai embora.

Que droga, Min Yoongi!

Eu continuava parado observando a cena de ambos como um idiota, até que sinto alguém puxar minha mão me levando para longe daquele lugar.

Não era ninguém menos que Kim Taehyung, meu melhor amigo.

— Eu vou matar aquele merda! - Esbravejou Taehyung enquanto ainda me levava em direção ao jardim da casa

Eu apenas conseguia chorar o percurso todo enquanto ele me olhava com uma mistura de preocupação é raiva.

Ao chegarmos no jardim da casa, Taehyung solta minha mão é me olhava com pena.

— Eu avisei para não se envolver com ele, não falei? Você sabe da fama ruim que Yoongi tem quando o conheceu

Eu não conseguia formar nenhuma frase coerente naquele mar de  lágrimas que eu me encontrava, apenas conseguia balbuciar o apelido de Taehyung

— Taetae..   

Aish..seu idiota 

Ele me abraçou forte enquanto eu despejava todas as lágrimas que precisava.

Após longos minutos, avisei que iria para casa, mesmo preocupado ele me deixou ir sabendo que eu precisava de um tempo sozinho, longe daquela confusão de pessoas da festa

Fui em direção ao ponto de ônibus, onde se encontrava apenas um garoto que ouvia música pelos seus fones de ouvido enquanto mantinha a mochila sobre seu colo.

Eu sentei no banco um pouco afastado do menino, enterrei minha cabeça em meus joelhos é comecei a chorar novamente.

O garoto ao perceber que eu estava chorando retirou os fones me olhando com curiosidade.

— Hey..você está bem? 

O garoto de cabelos castanhos perguntou, fazendo com que eu levantasse a cabeça e enxugasse as lágrimas na manga da camisa 

— Estou

Respondi meio entristecido, o garoto parecia cada vez mais curioso

— Mentir é feio.

O garoto debochou com um sorriso brincalhão

-Fingir que se importa também

Respondi no mesmo tom de voz

- Que agressivo.. Hum, se quiser desabafar saiba que sou um bom ouvinte.

Disse com um sorriso muito fofo

Eu estou louco, não acredito que estou prestes a desabafar para um estranho

— Meu namorado.. me traiu 

Ele parecia surpreso

— Oh! Sinto muito.. isso foi agora?

Apenas balancei a cabeça confirmando

— Hum..sabe, se ele foi capaz de fazer isso, ele não lhe merecia

— Mas eu o amava, me sinto um idiota fraco por chorar por ele..

Abaixei minha cabeça um pouco envergonhado.

— Todos temos nossas dores e amores perdidos não se sinta fraco por chorar por alguém, chorar limpa a alma, e ajuda a esquecer.

— Eu confiava tanto naquele idiota..

— Infelizmente a vida funciona assim, nem tudo é confiável, todos podem te abandonar a qualquer momento...

Eu não sabia oque falar, na verdade nem sabia para onde ir, estava perdido nessa confusão de ideias.

— Oque eu deveria fazer agora?

Ele parou um pouco pensativo, então logo respondeu

— Está na hora de quebrar o retrovisor é seguir em frente, alguns amores foram feitos para existirem, não para acontecerem. Eu acho que o amor não é constituído apenas por felicidade, amor e luz. O amor inclui cicatrizes, um pouco de ódio e algumas coisas sujas dentro de nós. Mas daqui um tempo, você vai perceber que isso te deixa mais forte.

Eu me surpreendi com sua fala, aquilo realmente me fez pensar, naquele momento minha cabeça estava se afogando em pensamentos.

— Você é bem inteligente

Ele sorriu simpático com minha fala

— Nem tanto assim

Logo notei que meu ônibus se aproximava, então eu me levantei é me despedi do rapaz

— Hum..obrigado, por tudo.

— Sem problemas

Dei um curto sorriso para o garoto, logo sendo retribuído com outro, sendo a última imagem que vi do rapaz que esbanjava um sorriso de coelhinho.

                                     



Notas Finais


Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...